1. Spirit Fanfics >
  2. As Peças Infernais

Fanfics de As Peças Infernais

Runas do Tempo escrita por Queen_Anna

Fanfic / Fanfiction Runas do Tempo
Em andamento
Capítulos 6
Palavras 19.760
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Comédia, Drama / Tragédia, Fantasia, Policial, Romântico / Shoujo, Universo Alternativo, Violência
Há algo no mundo e no submundo, que todos têm de lidar, independente de quem se é, sendo extraordinariamente diferente ou absolutamente comum, não importa, humanos, nefilins, bruxos, fadas, ou qualquer outra criatura que seja, todos são submetidos a ele: o tempo.

E no momento, era exatamente ele, o que mais incomodava ao nefilim Alec Lightwood, caçador de sombras que, em sua busca por maneiras de lutar contra o dominador de nossas vidas, ele descobre, em segredo, o Códex do Tempo.

Precisando de ajuda para decifar o livro e as runas nele apresentadas, sem o conhecimento de Magnus Bane, Alec acaba envolvendo sua ex-rival, Clary Fray, num grande problema. A medida que eles decodificavam ao livro, mais próximos se encontravam, sem perceber que caminhavam juntos para a mesma armadilha, pois, quando você mexe com o tempo, ele mexe com você.
  • 12
  • 13

Why My Heart ? escrita por AngelBloodCJ

Fanfic / Fanfiction Why My Heart ?
Em andamento
Capítulos 79
Palavras 330.797
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais
Gêneros Ação, Comédia, Drama / Tragédia, Ficção Adolescente, Literatura Erótica, Romântico / Shoujo
Clarissa Adele Morgenstern Fairchild vive em NY com sua mãe, Jocelyn, seu padrasto, Luke e seu irmão mais velho, Sebastian. Clary é uma garota normal, com amigos incríveis e um talento surreal de canto que esconde de todos, sua vida tranquila vira de ponta cabeça quando Jace Herondale e seus irmãos, Isabelle e Alec, chegam a sua escola.
Clary destrói tudo o que Jace pensava sobre o amor. Jace muda tudo o que Clary sempre considerou ser o amor.
  • 455
  • 943

Pirâmide dourada! escrita por Bl4ckDragon

Fanfic / Fanfiction Pirâmide dourada!
Em andamento
Capítulos 1
Palavras 298
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção Científica / Sci-Fi, Luta, Magia, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
No instituto de Londres algumas crianças estavam se preparando para a sua primeira missão como caçadores das sombras.

Porém algo dá errado e uma das crianças não consegue voltar.
  • 1
  • 0

Doce Vingança (malec short fic) escrita por jenilb

Fanfic / Fanfiction Doce Vingança (malec short fic)
Em andamento
Capítulos 6
Palavras 20.864
Atualizada
Idioma Português
Categorias A Cidade das Sombras, As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Fantasmas do Mercado das Sombras, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica / Sci-Fi, Gay / Yaoi, LGBT, Luta, Mistério, Romântico / Shoujo, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Gideon Light ou Alexander Lightwood, os dois são a mesma pessoa e com o mesmo objetivo, destruir a vida do assassino de seu irmão:Magnus Bane.
Alec adota um nome falso e decidido a destruir o cara que mais te fez mal na vida ele se infiltra na vida e na empresa de Magnus, empenhado em seduzi-lo mas ele não contava que com Magnus Bane o jogo de sedução poderia ser mais excitante do que imaginava.
  • 58
  • 57

Do You Really See Me? escrita por MonellyBaltor

Fanfic / Fanfiction Do You Really See Me?
Em andamento
Capítulos 33
Palavras 102.812
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Luta, Saga, Suspense, Violência
“Nosso coração tem linhas, que se desenvolvem quando nos apaixonamos...
... mas algumas pessoas rompem essas linhas e vão embora, deixando de lembrança a dor...”

- It all fell down (Tudo caiu), It all fell down (Tudo caiu), It all fell down ehh (Tudo caiu ehh)- ELA cantava com toda a sua força enquanto se aproximava do parapeito do Empire State Building, as lágrimas caiam incansavelmente, o sangue escorria pelos seus pulsos, a dor que sentia a sufocava.
- And all I gave to you is gone (E tudo que eu te dei se foi), It all fell (Tudo caiu), It all fell down (Tudo caiu), It all fell down (Tudo caiu)- essas eram as únicas palavras QUE saiam de sua boca, havia vozes em sua cabeça dizendo: Acabe com esse sofrimento!. Era exatamente isso o que ELA estava prestes a fazer.....
Assim que ELA subiu no parapeito....- THOUGHT WE BUILT A DYNASTY FOREVER COULDN’T BREAK UP (Pensei que tivéssemos construído uma dinastia para sempre inquebrável)- gritou ELA para que o mundo escutasse suas últimas palavras,finalmente as palavras que estavam presas saíram rasgando sua garganta e quebrando seu coração, ELA estava prestes a dar um fim aquele sofrimento quando ELE a impediu....
ELE a puxou pela cintura a impedindo... OS DOIS caíram para trás...
- EU NÃO VOU DEIXAR VOCÊ TIRAR A SUA PRÓPRIA VIDA PELOS MEUS ERROS, EU TE AMO MAIS QUE TUDO NO MUNDO- gritou ELE com toda a força de seus pulmões.
  • 103
  • 126

Imperium escrita por IzzyLessa

Fanfic / Fanfiction Imperium
Em andamento
Capítulos 11
Palavras 39.102
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Peças Infernais, Os Instrumentos Mortais
Gêneros Literatura Feminina, Universo Alternativo
"Imperium era a palavra latina que designava o conceito romano de autoridade; o termo "império", em português, está diretamente relacionado ao termo. É a personificação, no magistrado, da supremacia do Estado, supremacia que exige a obediência de todo o cidadão ou súdito."

1720. A Arquiduquesa Seraphina Clarissa Jocelyn da Áustria acaba de ser prometida em casamento para o Príncipe Jonathan Christopher da Inglaterra, herdeiro ao trono depois da morte de seu irmão mais velho, o amado Príncipe William. Enquanto Seraphina está animada para o casamento e apaixonada pelo retrato de seu noivo, Jonathan prefere continuar com suas amantes e festas, ignorando as expectativas colocadas nele como novo herdeiro. Ao mesmo tempo, Cecily, a meia-irmã de Jonathan, tenta garantir o trono espanhol para sua filha e ganhar o amor de um rei e Ella Herondale volta para casa depois da morte do marido abusivo.
Um casamento, um acordo entre nações e o destino de um continente inteiro em jogo.
  • 14
  • 24

Incontrolável - Clace escrita por AnaHerondaleTMI

Fanfic / Fanfiction Incontrolável - Clace
Em andamento
Capítulos 21
Palavras 59.147
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Saga
Ele popular, o melhor jogador da escola do time de futebol americano. Considerado o mais bonito da escola, cobiçado por todas as alunas.
Ela tímida, vive em seu mundinho de "faço as coisas certas, tudo da certo" completamente diferentes... Ou não.
Na verdade problemas familiares de pessoas diferentes podem fazer com o que uma aproximação aconteça. Como esses dois vão lidar com tais problemas? A pressão de pais e amigos, sufocando os dois...
Eles encontram consolo um no outro, um porto, um mundo onde não teem preocupação. Encontram um amor.
E como tudo na vida desses dois é. Esse amor também é - Incontrolável.
  • 226
  • 162

Tudo de Mim - Clace, Sizzy, Malec escrita por AnaHerondaleTMI

Fanfic / Fanfiction Tudo de Mim - Clace, Sizzy, Malec
Em andamento
Capítulos 17
Palavras 55.748
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, As Peças Infernais, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Peça-me o que quiser
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Saga
Eu não tinha nada. Bem, pelo menos nada de tão importante na vida.
Aos 26 anos, formada em design de interiores, trabalhava como garçonete no bar e lanchonete do meu pai. Não consegui um emprego assim que me formei como era como eu imaginava, então desde então estou aqui... Em um bairro classe média... baixa, se você olhar por outro ângulo. Não que eu não goste do que eu faço. Conheço a maioria dos clientes, ao final do dia tenho uma gorjeta maravilhosa. Mas sei que sou mais que isso, que mereço. Só que é ruim começar por baixo quando você já não tem nada. Meu pai ficou me ajudando a pagar a faculdade e agora... Parece que foi tempo perdido. Pelo menos decorei o estabelecimento do meu pai e conseguimos chamar a atenção de mais clientes. Por sorte nosso concorrente por assim dizer está a duas quadras daqui.
Gostaria também de não ser sonhadora. Porém meu tolo coração é de se apaixonar pelos caras mais errados. Sei separar só sexo, de um relacionamento sério. O problema é quando ele teima que eu tenho que fazer dar certo... Me mete em cada enroscada.
Pensando bem.. o dia que ele entrou no bar e nos conhecemos, mudou completamente minha vida. Não sei dizer se foi pra bem ou não... Se ele sentiu o que eu senti, poderíamos tentar.
Mas acho que não sou a garota que ele quer... Ele... Jace Herondale.
  • 141
  • 138