1. Spirit Fanfics >
  2. Histórias Originais

Fanfics de Histórias Originais - Tag Tristeza

Poemas de um ser invisível.

escrita por invis_vel
Fanfic / Fanfiction Poemas de um ser invisível.
Em andamento
Capítulos 20
Palavras 2.011
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica / Poesia, Romântico / Shoujo
Poesias/Poemas sobre coisas aleatórias que acontecem na minha vida.
  • 10
  • 17

Me deixe para trás

escrita por junhuiplay
Fanfic / Fanfiction Me deixe para trás
Concluído
Capítulos 1
Palavras 224
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drama / Tragédia, Lírica / Poesia
me deixe para trás.
me deixar para trás não significa me abandonar, significa que você preserva as nossas memórias boas e não quer estragar elas com esses sentimento ruins, transformar o que era doce em um amargo quase azedo, então eu imploro de joelhos que me deixe para trás.
  • 0
  • 0

Luto

escrita por _James_Fox_360_-
Fanfic / Fanfiction Luto
Em andamento
Capítulos 1
Palavras 349
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drama / Tragédia
Apenas um Adeus mais digno a nossa majestade, não tô falando do technoblade não, tá bom? ...
  • 6
  • 3

Relatos De Um Moribundo

escrita por Gabell
Fanfic / Fanfiction Relatos De Um Moribundo
Em andamento
Capítulos 29
Palavras 2.903
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica / Poesia
Deixo aqui os versos que me acompanham nas noites insones, nas manhãs sem sentido, nos dias que se seguem desde que me perdi na poesia ou simplesmente quando quis descrever algo e não soube como. Poesia é um instante, uma sensação, é uma linguagem e espero alcançar o leitor através dela.

"Mas quem dera eu pudesse adivinhar
Nessa vida não tem ensaio
Não aceita dublê
Assim que abrir os olhos já está no ar
Quem tem que atuar é você
Ninguém te avisa quando a cena vai cortar"
  • 6
  • 7

Ainda uma Flor

escrita por xHannie
Fanfic / Fanfiction Ainda uma Flor
Concluído
Capítulos 1
Palavras 100
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabs, Drabble, Droubble, Drama / Tragédia, Ficção, Lírica / Poesia, Literatura Feminina
❝Sua exuberância se fora, não tinha valor algum. Era apenas uma flor murcha prestes a ser descartada. Mas ainda uma flor.❞
  • 8
  • 2

Edengard

escrita por iLya22
Fanfic / Fanfiction Edengard
Em andamento
Capítulos 48
Palavras 91.339
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Romântico / Shoujo, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Milênios atrás, o mundo era dividido por duas ideologias que guerreavam entre si para impor seus ideais uns sob os outros; Duas nações distintas idealizavam um paraíso perfeito criado pelo homem através de sangue e sacrifícios (Profanus) ou com uma crença de redenção dos pecados onde as pessoas se submetiam a promessas como punições para se redimirem de seus atos equivocados (Yeshua). Por gerações essa disputa religiosa era travada com espadas, punhos, lanças, tridentes, palavras e a fé de respectivos lados, até a descoberta do uso de conjuração de magias.
A magia causou um tremendo impacto nas longas batalhas travadas até então; Magias de fogo, gelo, ar, água, terra, vento e de todos os tipos começavam a surgir pelo vasto mundo, e a igreja que era o central poder da época de ambos os lados criavam seus exércitos com os devotos mais fiéis para receberem a honra de poderem serem treinados pelos oráculos da igreja e aprenderem a usar suas respectivas magias, pois somente membros internos da igreja poderiam conduzir o aprendizado da magia na época. Diante de todo o avanço mágico, surgiram as Maldições e as Bençãos. O conceito era basicamente o mesmo, porém as naturezas diferentes. As igrejas de ambos os lados empenhadas em obter poder e controle absoluto de todos os territórios abrangentes começaram a conjurar maldições tanto de luz quanto de trevas. Logo, começaram a surgir pessoas com características de bestas como dragões, titãs, harpias, tritões, até mesmo anjos e demônios diante de severos rituais espirituais que eram realizados nos guerreiros em destaque dos exércitos. Esses guerreiros eram submetidos a uma conjuração em seu próprio corpo, onde dependendo na naturalidade (luz ou trevas) marcas (pretas ou brancas) surgiam em seu corpo e começavam a se mover conforme o tempo queimando a pele do individuo o proporcionando dores extremas até formas um símbolo em alguma parte de seu corpo que representará a besta conjurada em seu corpo.
Essa maldição perigosa durante sua realização matava milhares de guerreiros escolhidos a recebe-la diante da imensa dor fisica e psicológica que o individuo sofria, e aqueles que conseguiam se sobressair adquiriam os poderes de uma besta demoníaca ou celestial, essa maldição ficou conhecida como Kami no Noroi (maldição divina), ou para os usuários celestiais, Kami no Shukufuku.
Por fim ambos os lados perceberam suas inúmeras baixas causadas pelas guerras, suas populações tremendo de medo com carência de água, comida, mulheres e crianças amedrontados em casa, e portanto, decidiu-se um acordo de paz, porém, haviam pessoas que não concordavam com a unificação de ambos os lados e a criação de um ''poder misto'' onde ambos os lados governariam juntos uma única nação, e foram considerados ''deserdados'' e isolados.
Os deserdados se dividiram como antes pela ideologia religiosa diferente e criaram organizações secretas consideradas criminosas com seus membros procurados com preço pelas suas cabeças, que por fim se uniram com o intuito de derrubar o regime misto.
O mundo então foi dividido em 7 reinos diferentes e em seu centro localizava-se o castelo onde ficavam as peças-chave da igreja, dois oráculos, dois reis, o parlamento entre outros integrantes do regime; E assim foram nascendo várias leis, e então, juntos os dois seguimentos religiosos em acordo de paz seguiram adiante unidos em busca de criarem no mundo um paraíso na terra, o chamado Eden, onde o caminho satisfaria a todos independente de suas religiões.
O tempo passava e houveram muitas evoluções com o tempo, a magia deixou de ser só uma tática de guerra para algo que também beneficiasse a vida dos civis, em outras palavras, a magia tornou-se um senso comum onde todos aprendiam a usar ou nasciam com certa experiência e depois aperfeiçoavam para tornar-se hábeis; Exércitos foram criados para defender os reinos e servir ao regime central chamado Paládia, sendo as bases principais (QG's) instaladas na capital de cada reino e suas ramificações menores pelas outras cidades.
A história segue acompanhando no reino de Aeltherden na capital de Ashes, uma jovem mulher chamada Yara Sasaki que diferente da maioria das mulheres da época, era uma habilidosa lutadora marcial e tinha a vontade ardente de quebrar os ridículos padrões impostos pela sociedade, e no meio de vários acontecimentos inusitados na vida dessa jovem, ela acaba fazendo amizades inimagináveis e vivenciando aventuras, dificuldades e fazendo de sua trajetória algo impensável.
  • 7
  • 2

Palavras de uma menina estranha

escrita por rafiudloucona
Fanfic / Fanfiction Palavras de uma menina estranha
Em andamento
Capítulos 25
Palavras 1.624
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabs, Drabble, Droubble, Drama / Tragédia, Lírica / Poesia, Literatura Feminina
Apenas textos que escrevo em momentos felizes e tristes da minha vida.

~Por que ainda sofro sem motivos?~
  • 9
  • 56

Céu Estrelado

escrita por debbieMall
Fanfic / Fanfiction Céu Estrelado
Em andamento
Capítulos 18
Palavras 2.087
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica / Poesia
"Você era arte

Uma pintura antiga e incompreendida

Você nasceu para ser a estrela mais brilhante

Mas com o tempo se tornou vazia."


Poesias sentimentais demais para serem abandonadas em um documento qualquer.
  • 19
  • 25

I'm only human

escrita por Vergil_BlueDemon
Fanfic / Fanfiction I'm only human
Concluído
Capítulos 1
Palavras 110
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica / Poesia
A Lua escuta o meu desabafar
O Sol ouve o meu gritar
Sou apenas um humano no fim
Tudo o que devo fazer é seguir meu trilho enfim
  • 4
  • 3