Grupo Code Geass – RPG



Grupo Code Geass – RPG
Administrado por salvatorecchan, Kyojin_
Criado
Tipo Privado
Conteúdo visivel para Apenas membros
Num futuro distante boa parte do mundo em que vivemos foi conquistado por Britannia, a família real mais poderosa das Américas e da Europa com seus armamentos robóticos peritos em combate chamados de Knightmare Frames, e assim perderam seus nomes e direitos, passando a ser chamados de Áreas. Uma área em especial era a mais rebelde, mesmo entre tantas outras dezenas que enojavam (mesmo que secretamente) ser cães de Britannia e este lugar é conhecido como área 11, o antigo Japão. O Japão, inclusive, foi um dos últimos que foram forçados a se render perante Britannia e logicamente isto lhe rendeu um grande número de pontos negativos com o Império, que parecia mais rígido a cada dia que passava. Enquanto os japoneses – que agora eram chamados de Elevens – viviam em comunidades simples, enquanto os de sangue puro – Britannians – moravam em locais de primeira classe, sempre menosprezando os Elevens e não escondiam isso.
Em meio à tudo isso, com os japoneses sendo tratados como cachorros de rua dia após dia, a rebelião enfim se estabeleceu, querendo tornar seu amado país independente mais uma vez. Mas como bater de frente com um inimigo que possui poderosos armamentos de fogo, além de robôs gigantes feitos para combate? A resposta é muito simples, embora a realidade seja um pouco mais complexa: possuir os tais armamentos robóticos de alta tecnologia feito para combates. E foi isso que aconteceu, depois de perdas e mais combates mesmo indiretos com o Império; os Elevens finalmente conseguiram ter os Knightmare em mãos, embora os de Britannia sejam mais atualizados e podendo ser mais poderosos. Porém, este simples detalhe para de bater de frente com os japoneses rebeldes quando Zero, o homem mais inteligente e astuto que já viram, lhe oferece ajuda para libertar o Japão. A troca daquele favor? Apenas a morte de Charles vi Britannia, o Imperador. Mesmo com aquele tipo de acordo quase impossível os rebeldes o aceitaram, somente depois da demonstração de sua inteligência, é lógico. Detalhe: parecia que Zero, que não demorara para conseguir virar o líder da rebelião – mais tarde denominada de A Ordem dos Cavaleiros Negros –, possuía um poder especial para dar ordens a terceiros. Tal poder, que mais tarde foi denominado como "Geass", existia e o permitia dar ordens diretas a qualquer pessoa que olhasse nos olhos, o chamado poder do rei. E, como se já não fosse o bastante saber que tal poder existia, descobriu-se também que o Imperador também possuía o Geass, só que de um jeito um tanto diferente. Detalhes nunca foram mencionados, mas boatos diziam que o Geass era apenas o primeiro estágio do poder... e estavam certos. Isso se tornou realidade quando Lelouch, o príncipe de Britannia que se disfarçava de Zero, se tornou o Imperador após matar Charles, seu pai. Lelouch possuía um poder muito mais amplo e poderoso do que os japoneses, além do resto do mundo, esperava; o símbolo do Geass, que parece uma sombra de uma ave prestes a atacar, estava gravado em ambos os olhos, e qualquer olhar em falso era o que ele precisava para manipular a mente das pessoas. Ele se tornou o Imperador mais odiado, mesmo tendo um Eleven como seu guarda-costas, e, para muitos, teve o final que mereceu: o verdadeiro Zero, pelo que dizem, o matou em frente à todos quando o Imperador estava sentenciando os Cavaleiros Negros à morte e humilhação pública.
Quase 15 anos se passaram desde que o Imperador Lelouch foi morto, e seu irmão tomou seu cargo por direito, virando o melhor Imperador que a área 11, agora chamada novamente de Japão, poderia ter; bondoso com seu povo, mas que impunha os limites necessários. Depois de tanto tempo ninguém mais se lembrava do Geass, e isso era ótimo para C.C., a usuária de Code Geass – a versão mais avançada do Geass, que tornava seu usuário imortal –, que estava tentando seguir em frente com sua pacata vida. Um país ignorante era o melhor que poderia querer.
Esta ignorância, porém, não durou o tempo que ela esperava; em menos de dois meses fora achada e capturada pelo atual Imperador, que estava disposto a fazer tudo ao seu alcance para apagar o poder do Geass da história. Ele não parecia estar satisfeito, mesmo que o esconderijo onde cientistas testavam o Geass em crianças e adultos fora destruído por seu irmão mais novo, Lelouch, que na época ainda fingia ser Zero. Tal loucura não podia ser detida sem o Geass, e, com isso em mente, R.R. – outro e último usuário do Code Geass – passou a tentar encontrar novos talentos para começar o ato de rebeldia novamente, pois, mesmo que o atual Imperador dizia visar o povo por completo, as situações de muitas famílias continuavam as mesmas que no reinado de Charles; medo de viver, medo de ser um japonês, medo de perder tudo o que tinha... Visando isto, R.R. sentenciou uma data para conseguir seus novos talentos: 25 de março, exatos três meses depois que C.C. fora capturada. Se ultrapassasse esta data, perderiam tudo. Definitivamente.
Agora, jovem japonês ou Britannian, de que lado estás: do Imperador ou do Geass? Seja qual for sua decisão, a guerra estará presente. E com isso mais mortes virão. Infinitas mortes, que poderão ser impedidas se o atual Imperador for detido.
Faça sua escolha e jogue, como num simples jogo de xadrez... só que desta vez, este jogo será mortal. Vise somente o rei, e faça de tudo para conseguir derrubá-lo. Esta é a sua tarefa, então faça-a com bravura.

De qualquer forma, a guerra nos espera.





Mensagens