Tópico Railroad Plains;

101 Respostas

tokkie

Usuário: tokkie
Bóris, o guaxinim.


Um campo aberto com uma paisagem peculiar: belíssima planície verde misturada com linhas de trem e outros maquinários, como ônibus, antenas de rádio e postes de luz. Como não fica longe de File City, é habilitado por Digimons calmos e pequenos.
Mostrar Spoiler: DIGIMONS


KOROMON Lv. 1


TSUNOMON Lv. 2


PATAMON Lv. 3


LALAMON Lv. 3


BLACK AGUMON Lv. 5


DRIMOGEMON Lv. 7


KAMEMON BEACH

Ao sul das planícies, há uma bela praia de areia branca, dividindo espaço com uma grande antena de rádio. Deste lugar é possível enxergar os prédios que decoram o Submerged Ruins.

Mostrar Spoiler: DIGIMONS


KAMEMON Lv. 5


MUCHOMON Lv. 5


GIZAMON Lv. 7


SHELLMON Lv. 9

[ B O S S ]

ETEMON Lv. ???


ABANDONED TRAIN STATION

No centro das planícies há uma estação de trem abandonada coberta de plantas, com diversos trens enferrujados e trilhos que não levam a lugar algum. Dentro da estação, há uma extensa escadaria que leva até um misterioso metrô abaixo de Railroad Plains.

Mostrar Spoiler: DIGIMONS


ALRAUMON Lv. 6


KOKUWAMON Lv. 6


HAGURUMON Lv. 8


SOLARMON Lv. 8


GUARDRMON Lv. 11


ABANDONED SUBWAY

No subterrâneo há uma infinidade de túneis abandonados, já sem eletricidade e coberto de plantas e raízes diversos. Neste local há Digimons muito mais poderosos que na superfície e dizem que há um tesouro no final dos trilhos.


Mostrar Spoiler: DIGIMONS


VEGIEMON Lv. 12


GOLEMON Lv. 14


DOKUGUMON Lv. 15


MECHANORIMON Lv. 17

[ B O S S ]

ARCHNEMON Lv. ???



LOCAIS ACESSÍVEIS:
> File City;

> Submerged Ruins;

> Gravel Wasteland.

tokkie

Usuário: tokkie
Bóris, o guaxinim.

< L I O N E S >


Incrível! Isso é muito legal! — exclamou a rosada, com os olhinhos brilhantes enquanto fitava aquele lugar totalmente novo.

Mesmo acabando de chegar em Railroad Plains, Lion já estava maravilhada, afinal, nunca vira um lugar como aquele. Eram largas planícies verdejantes, decorado com diversos ônibus e trens abandonados, mas o que mais lhe chamara a atenção eram os diferentes Digimons que andavam para lá e para cá, muitos destes batalhando com jogadores que ou apenas tentavam fortalecer-se ou realizam missões.

A garota logo fitou o seu Digimon, Psychemon, imaginando como seria batalhar com ele. Estava explodindo de ansiedade e queria mais do que tudo fazer aquilo. Sem hesitar, pegou a pequena mão de Sakuya, já a guiando na direção que o o Digivice apontava, onde provavelmente estaria Kamemon, o contratante da missão.

Estou tão animada! E você, Sakuya-chan? — perguntou à garota, ainda com o sorriso estampado no rosto.

Blaziken

Usuário: Blaziken
Blaze your Soul


< S A K U Y A >



Conseguiu encontrar Lion no meio daquele mar de players. Ficou muito feliz quando ela aceitou ir junto na missão. Balançando sua cauda freneticamente e dando saltinhos em volta da garota.

— Eu estou muito animada! Woof! — Sorriu quando a rosada pegou em sua mão, saltitando para acompanha-la. — Pelo que diz na missão, tem algum tipo de digimon nojento estragando um lago! Eu não gosto disso! Ele vai pagar!

Suas orelhas e rabo afora estavam eretos, em uma posição de raiva, enquanto a menina imitava sons de rosnado. Elecmon se aproximou e ficou a frente.

— Logo devemos encontrar o alvo. Será a nossa primeira batalha. — Comentou ele, e Sakuya pegou em sua pata, fazendo-o andar com as traseiras.

— Vamos conseguir! — Abraçou e deu um beijinho carinhoso na bochecha do digimon.

Elesa

Usuário: Elesa
Shining Diva
Administrador do Grupo
Escreveu para Liones e Sakuya


Conforme as garotas caminhavam em direção ao sul daquela esbelta e extensa planície conseguiam observar os demais jogadores se dedicando a treinos e/ou realização de missões ou mesmo digimons programados para serem os tais oponentes de treino. A naturalidade explodia por aquele cenário como se realmente fosse a vida real; tirando o fato das criaturas surreais vagando por ali.
O verde da grama que as garotas pisavam reagiam ao se amassarem e o vento que batia devido a brisa movia seus cabelos e roupas. Vez ou outra pisavam sobre alguns trilhos que se prolongavam por toda a planície conduzindo sobre si trens e ônibus em estados inutilizáveis.

Com o passar do tempo a grama que pisavam se tornou areia macia e esbranquiçada da qual no horizonte avistavam o mar. Uma leve mudança ocorreu nos digimons a volta das garotas, indicando como se houvessem adentrado em uma nova área dentro do mapa de Railroad Plains.

O Digivice de Liones apontava com exatidão para uma dupla de digimons no início da praia que não havia notado as garotas ainda. Um deles era uma tartaruga esverdeada com o casco de tom mais escuro em suas costas e alaranjado em sua barriga, além de um capacete azulado que cobria seus olhos. Já o outro era um pinguim de tons alaranjados com detalhes em amarelo em sua barriga, além de um curioso e divertido bico esverdeado.
A tartaruga foi identificada como Kamemon e o pinguim como Muchomon de acordo com o Digivice nas mãos da rosada.


Kamemon: Essa missão precisa ser aceita logo antes que nossa bela praia se torne um mar de bosta! — exclamou euforicamente a tartaruga, dando uma leve impressão de que possuía até mesmo personalidade; porém claramente apenas havia sido programada para tal. — O que faremos se ninguém aceitá-la a tempo?!

Muchomon: Oh! Tem Players se aproximando! — evitando a preocupação da tartaruga, o pinguim apontou com sua pata para Liones e Sakuya.

Kamemon: Vocês! Me digam que vieram salvar o nosso mar daqueles Numemons porcalhões que vieram de Sewer Maze, por favor! — exclamou em súplicas antes mesmo das garotas se pronunciarem.

tokkie

Usuário: tokkie
Bóris, o guaxinim.

< L I O N E S >


Na verdade, maravilhada era pouco para descrever o que Lion sentia. Aquele novo mundo era tão real que nem mesmo parecia que estavam em um jogo, tanto que aquele lugar lhe dava uma sensação de liberdade inexplicável. Não precisava mais lidar com o peso da porta para sentir como era o mundo lá fora, afinal, tinha tudo aquilo ali. Não precisava de mais nada além do jogo. E ficou ainda melhor no momento em que chegaram na praia.

Matoba Yayoi nunca havia visitado uma praia antes, então estar ali deixava Lion em tal estado que nem consegui falar. Ficara parada com a boca entreaberta e os olhos púrpuros brilhantes, admirando todo aquele cenário como se nunca vira algo parecido — o que era verdade. Teve o seu momento interrompido com os Digimons que haviam se aproximado, estes identificados pelo Digivice como Muchomon e Kamemon. Lion abaixou-se, aproximando-se mais dos Digimons e sorrindo para estes.

Sim! Viemos ajudá-los! Onde estão os Numemons? — perguntou a rosada. — Se prepare para combater, Psychemon.

Entendido, ohime-sama.

Blaziken

Usuário: Blaziken
Blaze your Soul


< S A K U Y A >



Sakuya adorou a sensação de ter o vento nos cabelos. A praia não a surpreendeu muito, afinal, seu eu real morava bem próximo a uma. Mas aquela parecia ser ainda mais bonita. Aquele jogo era com certeza algo a ser elogiado.

Se aproximou junto com Lion, chegando próximo a duas criaturinhas. Ao vê-las, seu rabo começou a agitar-se novamente, eram muito fofos! Saltitou até eles, com os olhos arregalados e maravilhados. E então aproximou as mãozinhas para acariciar e abraçar o pinguim.

Aaaaaaah! Você é tão fofo! — Comentou, enquanto esfregava suas bochechas nas da ave digital.

Vamos concluir a missão, Sakuya. — Elecmon apontou seu rosto ao lado da garotinha, e ela soltou o muchomon.

Certo, certo! Vamos lá! Bater nos digimons maus até que peçam desculpas por estragar esse lugar tão bonito! — Praticamente berrou, erguendo o punho para o alto em uma pose heroica.

RockerSoul

Usuário: RockerSoul
Chibizinha

«HARUNA»


Encantada? Muito. Haruna estava com os olhos brilhando ao ver toda a extensão de Railroad Plains, algu Digimons transitavam pelo local enquanto a mesma se perdia olhando o horizonte. Ela olhou para trás e viu os companheiros que haviam perdido na corrida para ela.

- Eu ganhei! - fez um formato de "v" com os dedos, simbolizando a vitória, ela havia conseguido ser mais rápida que eles. - Vamos, temos que encontrar a Lalamon. - dizia andando um pouco rápido, enquanto na frente ia Plotmon.

Colocava as mãos na testa no intuito de tampar o sol que impedia de ver melhor, ela procurava por um Digimon que estaria com dificuldades para dormir, talvez não seria difícil de procurar, já que havia barulhos que poderiam impedir a Lalamon de dormir.

D-Kira

Usuário: D-Kira
My heart beats for you


Mostrar Spoiler: Digivice

Realidade virtual arrasa! Olha só esse lugar!! Ele é mais que demais! Tudo parece tão fora do lugar ao mesmo tempo que parece exatamente como deveria ser! Uma torre de fios elétricos no meio de um lago?! Que gênio lunático pensou nisso?

E vários Digimon também estavam andando de um lado para o outro. Talvez como aqueles monstros que podemos enfrentar para treinar e conseguir mais níveis. Fiquei tão entretido com a visão que mal dei ouvidos ao que Haruna falou.

- Certo! Dorumon, cadê a Lalamon? - pergunto para o Digimon, que me guia unto com os demais para irmos até a NPC.

A missão é encontrar a Lalamon com problemas pra dormir e tentar resolver o que a está atrapalhando. Vai ser divertido.

Elesa

Usuário: Elesa
Shining Diva
Administrador do Grupo
Escreveu para Liones e Sakuya


Muchomon não reagiu ao abraço de Sakuya ou mesmo quando esta esfregou sua cara na sua, permanecendo imóvel até ser largado. Ao mesmo tempo sequer apresentou expressão de desgosto. Havia sido algo irrelevante em sua programação como NPC; como se não tivesse sido programado para sequer interaja dessa forma.
Kamemon por sua vez era o contratante e assumiu seu papel assim que Liones dirigiu sua atenção à si.


Kamemon: Eles estão à beira da praia! São uma dupla muito mal educada que se diverte jogando suas grotescas fezes rosadas no mar. — exclamava indignado com tais atitudes dos outros digimons. — Tão repugnantes!


A tartaruga se prontificou a guiar as garotas junto a Muchomon até os seres surgirem em seus campos de visão. De tons esverdeados com manchas roxas e aparência pegajosa como gosma, os dois digimons identificados como Numemons se arrastavam pela areia esbranquiçada soltando gargalhadas pela diversão que estavam tendo. Seus dentes e gengivas quase saltavam para fora com suas risadas, semelhante aos seus olhos esbugalhados no topo do que seria seu corpo. Vez ou outra suas línguas gigantescas saíam para fora, geralmente segundos antes de atirarem seus dejetos coloridos para a água.

Realmente eram o cúmulo do nojo.

Os Digivices de Liones e Sakuya de imediato ofereceram dados em relação aos dois digimons, identificando-os como inimigos para que combatessem.


LEVEL: 2
ATRIBUTO: Vírus
HP: 70
[Lv 1] Attack - Power: 10
[Lv 2] Unchi Nage - Power: 15



LEVEL: 2
ATRIBUTO: Vírus
HP: 70
[Lv 1] Attack - Power: 10
[Lv 2] Unchi Nage - Power: 15

Niphie

Usuário: Niphie
A not-so-small girl

K A T S U R A ; Strabimon

O corpo de Katsura continuou tremendo, assim como seus dentes continuaram rangendo conforme avançavam por Railroad Plains. O loiro não queria saber de contemplar o espaço bonito no qual se encontravam e nem se importou com os players pelos quais passava, tudo que queria era encontrar a maldita Lalamon e resolver o seu maldito problema de sono, talvez até mesmo com meios violentos para poder extravasar um pouco.

Ele olhou para os outros dois que iam mais a frente, Haruna e Hakkuryu. Como usaria métodos violentos numa plantinha cor de rosa na frente de Haruna? Ela com certeza iria achá-lo um monstro e logo ganharia o título de arrasador de plantinhas cor de rosa. Aquilo era o pior, ele podia estar estourando, mas precisava se segurar enquanto estivesse perto daquela garota.

Strabimon ia mostrando o caminho, apontando por onde deveriam ir e, novamente, ignorando o abuso que seu próprio tamer sofria. Katsura estava começando a achar seriamente que teria de enfrentar o inimigo com os próprios punhos, por que contar com Strabimon seria péssima ideia.

Se eu pudesse eu te fazia ser que nem o Sonic, moleque, te faria correr rapidinho. — Katsura rosnou baixinho, apesar para Gran ouvir.

Logo Katsura, Gran, Strabimon e Guilmon alcançaram os outros dois e seus digimons, o loiro tinha esperanças de que talvez, se andasse mais junto de Haruna e Hakkuryu, Gran também pulasse neles dois e lhe daria um pouco de folga. Sentia sua cabeça e seu corpo pesados, como se estivesse arrastando uma bola de ferro da penitenciária, o que dava quase na mesma a comparasse aqueles dois.