Tópico Qual é a música favorita de vocês?

5 Respostas

bolchevique

Usuário: bolchevique
— may your god deny you +
Well, falar sobre Stray Kids é sempre interessante, então me digam qual é a música que vocês mais gostam produzida pelo grupo. Como eu não consegui (aka fui incapaz de) escolher só uma, fiz o famoso top 3:
edit: os motivos foram colocados depois que fiz o post


1- Law of Total Madness/Grrr

Antes dos ajustes dos meus remédios, eu só me sentia frustrado e descontava em tudo que eu visse pela frente. Quebrei meu abajur numa crise de raiva e esmurrei a porta do quarto com tanta força que tive que ir pro hospital. Apesar de estar fragilizado pelos sintomas depressivos, eu, na época, virei algum tipo de monstro descontrolado que essa música descreve, tanto na melodia quanto na letra. Por isso, ela é a primeira colocada.
Hyunjin
No meio de oscilações de humor, eu estou em guerra comigo mesmo

Woojin
Eu sei que eu não deveria ser dessa maneira
Mas tudo acontece do outro jeito



2- Young Wings

Eu tenho quase 18 anos e ainda tenho que tomar muitas decisões importantes, como escolher a minha profissão e pensar em morar sozinho. O X da questão é que eu não tenho a menor ideia do que fazer, e todo mundo me forçando a pensar nisso só piorou a situação ao longo dos anos. Queria poder viver a minha idade naturalmente, mas essas preocupações me transformaram num pseudo-adulto inseguro, deprimido e com medo. Por essa razão um tanto triste, Young Wings fica em segundo lugar.


3- 3rd Eye

3rd Eye é especial porque gira em torno de algo mais pessoal mesmokkkkk

mewboard

Usuário: mewboard
Cisatlântica
Mirror e Rock, com certeza.
Me identifiquei por conta dos trechos do Felix e do Jisung em Mirror, respectivamente:

Felix
"Eu nem sei que eu sou
Eu só tenho lembranças de fazer o que me mandaram até agora

Jisung
Qualquer que seja a estrada que irei trilhar
Não faça perguntas, correr é a prioridade."


Trecho do Felix "Eu nem sei que eu sou" me lembra da confusão que eu tinha uns quatro anos atrás, apesar de nova, ainda assim era uma pergunta que me assustava - e muito - porque não sabia o que queria e entendia que iria morrer algum dia, tinha de fazer algo da minha vida. Não sei bem se era normal uma criança pensar sobre esse tipo de coisa, sabe, morte e identidade, tinha entre oito a nove anos na época, mas essas coisas eram as que mais me assustavam.

Primeiramente, eu sempre fui curiosa. Não seguia regras á risca, mas também não era uma pessoa implicante, tá certo, às vezes implicava com meus colegas e/ou funcionários da escola, me fazia de durona (mas só fazia mesmo, porque eu não sou) e estava sempre invadindo o pavilhão das salas do primeiro ao terceiro ano em horário de almoço (em Portugal não podíamos ficar dentro das salas no almoço, estudava tempo integral) e isso meio que acabava com minha reputação com os outros... Eu também interrompia a aula para fazer barulho de gatos miando sdkfhkfrje
Mas, concluindo, acho que não cheguei ao ponto de ser uma delinquente completa, mas que era um pouco mal vista, era sim.

Com o tempo, nove anos, vim para o Brasil e me fechei. Me tornei outra pessoa apenas pelo prazer do conhecimento, parei de conversar com as pessoas e me dedicava aos estudos e estava sempre no meu notebook ou celular, nunca realmente acordada, apenas submersa num mundo à parte. A partir disso, fui deixando para trás meu lado mais, digamos assim, mais indomável e fui me tornando submissa.

Com isso, passei quatro anos fazendo o que os adultos/pais/familiares/outras pessoas me diziam sem me importar muito comigo mesma, porque, sinceridade? Tanto faz pra mim. Não tenho objetivos próprios além dos impostos e tenho gostos que oscilam, uma instabilidade que me assola o peito e nunca se descola, e por isso "Qualquer que seja a estrada que irei trilhar/Não faça perguntas, correr é a prioridade" me define por completo.

Mesmo assim, ainda tenho a vontade de ter um espelho. Aquele que me reflete de verdade, aquele que possa me mostrar o que eu realmente quero, ou o que sou. E é um pouco difícil trilhar isso sozinha, entretanto, não estou em posição de me fazer tais perguntas - e se fizesse e tivesse as respostas, não mudaria muita coisa, eu vou morrer um dia. Opa, um trecho de rock para esse parágrafo: "I'd rather be/A rock or let me know me"

Aaaaaaaaaaaa ficou enooooooooooooooooooooorme
mas enfim, skz lacra e essa música me toca, é isso dsfkjhafrkej

romanticflowers

Usuário: romanticflowers
Giugiu
Administrador do Grupo
Bem, é difícil decidir qual a minha música favorita de Stray Kids, então irei dizer a que vivo escutando e me identifico muito...
É Mirror <3

SraByuuun_

Usuário: SraByuuun_

É difícil escolher apenas uma, eu gosto de 3

Mirror <3
Hellevator <3
My pace <3

Gosto de My Pace puiq ela passa aqla mensagem de q n temos q fazer td correndo, podemos fazer no nosso ritmo, no nosso tempo. E q n precisamos nos comparar com os outros.

Hellevator puiq gosto mto da batida e dos efeitos sonoros (E o meu mozão Hyujin lá cantando lindamente <3), a tradução tbm é mto boa

E Mirror puiq ela fala sobre "nós", tipo, reflete o q nós somos por dentro (foi o q eu entendi)

BlackAngel_002

Usuário: BlackAngel_002
Cute Forever
My pace (visiante!) <3
Hellevator <3

SwEeTBuTpSyChO_

Usuário: SwEeTBuTpSyChO_
Fight like a girl!
Eu acho que Mirror, por conta desta parte:

"Eu nem sei pra onde estou indo
Apenas sigo em frente
Quando olho pro espelho ao meu lado
Só estou me seguindo
Eu ainda sou jovem
Então quando eu crescer irei vagar por aí ainda mais
Minha mente confusa está correndo e passando por cima de si mesma
Continue observando

Preso numa confusão, ainda não me conheço bem
Você pergunta a mim, e não recebe resposta
Você me faz chorar, segure minha mão
Você tem esperança em mim, ao meu lado"

Me identifiquei com a parte do "Preso numa confusão, ainda não me conheço bem
Você pergunta a mim, e não recebe resposta"
Quando eu ouvi pela primeira vez e vi a tradução, tocou meu coração, foi a primeira música que ouvi deles, e foi daí que eu comecei a segui-los, e acabei me tornando uma stay...

E eu também gosto muito de My Pace.
~
~

"Seria ótimo se eu pudesse ser apenas metade do que eles são
Eu sou uma piada, eu sou uma piada
É tão engraçado como me comparo com os outros

Pare com isso, pare com isso
Não adianta comparar
Não faça isso, pare agora
Tudo bem, apenas siga seu próprio caminho"


As letras deles são ótimas.Sempre passam uma mensagem legal, e que nos ajuda de certa forma, pelo menos, ajudou para mim ^^ Eu não gosto só de uma, seria impossível kkk amo todas, mas se tivesse que escolher, seria essas duas.