História " O Destino é Inexorável " - Imagine Jimin - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias B.I.G (Boys In Groove), Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7, IKON, TWICE
Personagens Park Jimin (Jimin)
Visualizações 214
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello bitchs!🌼
Espero que gostem🌼
Gente esse capítulo ficou uma merda desculpas no próximo eu irei melhorar. Hoje me virei em mil, literalmente🌼
Kkkkkkkkkks🌼
May_andrade🌼

Capítulo 4 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction " O Destino é Inexorável " - Imagine Jimin - Capítulo 4 - Capítulo 4




~ Dei Boa noite a todos, e fui para meu quarto. Depois minha irmã entrou. ~


Irmã - tudo bem com você?  Quer desabafar? Você já decidiu se vai ou não para Coréia? 


- EU NÃO SEI.- gritei. 


Irmã - me desculpe sei que está sendo difícil para você depois dessas revelações, mas quero que você saiba que eu amo muito você. E se você quiser ir, eu te apoiou mesmo ficado longe da minha rabugenta. 


- não me desculpe você. Obrigada por me apoiar. Eu rabugenta.

 

Irmã - mas se você ir eu quero que você nunca esqueça de me e um dia me leve para a Coréia. 


- eu não sei ao certo se vou. Mas se eu decide que eu vou, claro quando poder eu te levarei minha pequena sapeca. Boa noite tá no hora de durmir. 


Irmã - eu não sou mais criança para você me dizer a hora que eu tenho de dormir rabugenta. - falou me dando a língua.

 

- foi você que pediu.


~ começamos uma guerra de travesseiro, depois de nos cansar, fomos tomar banho de nova depois dormimos. Eu acordei fui ao banheiro escovar meus dentes e tomar banho depois fui para cozinha tomar Meu café e lá está vão eles tomando café. ~


M- bom dia filha. 


P- bom dia querida. 


L- bom dia pequena. 


- bom dia a todos. 


L-  não é querendo le impressionar, mas você decidiu. 


- sim eu já decidir. Eu vou com você. Eu sempre vou amar vocês papai e mamãe. Decidi que tenho que saber como seria minha vida ao lado do meu pai biológico, não estou falando que vocês não são excelentes pais. Mas também vejo o sofrimento do meu pai de sempre quis tem uma filha e nunca teve. Então eu vou. 


S/m- respeitamos sua decisão e você estar certa você nos deu muito amo agora o você vai dá muito amor para seu pai biológico, mas eu quero que você nunc se esqueça de nós. 


- eu nunca vou me esquecer de vocês. E quando eu poder sempre venho visitar vocês. 


L- então vamos minha filha. 


- mas já. 


L- sim. Mas não vamos diretamente para Coréia.


- ok então. 


L- sairemos daqui 15 minutos. Vamos para outra cidade. E não precisa levar roupa, só qse troque lá comprarmos roupas novas. Não que eu esteja desmerecendo vocês. 


- ok sem problemas. Eu só vou levar algumas roupas que são especiais para me. 


~ foi para o quarto,  me troquei(capa), fiz uma make simples depois desci. Me despedir de todos e meus amigos estavam lá. Todos choraram eu também chorei prometemos nunca esquecer uns dos outros, entrei no carro e fomos para o aeroporto. Nosso vôo foi chamado e nós entramos no avião nosso destino para São Paulo. Depois de algumas horas chegamos. O avião pousou, saímos do aeroporto e entramos em carro de luxo uma Ferrari Branca. Nós dois conversamos muito somos muito parecidos. Depois de tempinho chegamos num condomínio luxuoso, o carro parou enfrente a uma mansão, saímos do carro. ~


L- vamos tem uma pessoa que quer muito conhecer você. E se você quiser me chamar de appa eu gostaria muito que você me chamasse assim, só se você quiser. 


- por me tudo bem, quero que nos aprixemenos. Appa. 


A- assim eu não aguento de tanta emoção. - ele falou quase chorando. - vamos entrar. - entramos. Uma empregada veio abrir a portar. A mansão era enorme muito linda também. 


Em- seja bem-vindos senhor e senhorita Lee. - ele aparentava ter 40 anos. 


- não precisa de tanta formalidade só me creme de s/n. Ok. 


 Em- claro senhoo... s/n. Assenti com a cabeça. - depois ela saiu. 


-sua casa é  muito linda. 


A- está também é  sua casa. sente-se quero le apresentaruma pessoa. Senhora Rose chame o Jae Bum que nos chegamos. - ela subiu as escadas. 


Em- aqui está ele senhor. 


A- por se retirar. - ela saiu. - Jae Bum está é sua prima s/n. S/n este é seu primo ele queria muito conhece lá. Eu deixarei vocês dois a sós para conhece-los melhor. Eu tenho que resolver um problema na empresa a noite. Tchau minha querida. Tchau Jae bum. 


- tchau appa. 


- tchau tio. 


A- eu fico emocionado assim.




Contínua🌼🌼🌼🌼🌼








Notas Finais


🌼🌼🌼🌼🌼🌼
Beijinhos👄👄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...