História ( ABO) (JIKOOK) - Estrelas Cupido - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Furrys, Jikook, Mundo Alternativo, Omegaverse, Yaoi
Visualizações 32
Palavras 891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


desculpem os erros, estou voltando agora :3

Capítulo 5 - Não vai ser fácil


- Park Jimin? - chama Jeon Kook parecendo meio preocupado.

Ele se aproxima de mim, os feromônios elevando aos poucos, reagindo aos meus, porque nesse exato momento estou quase perdendo para os meus hormônios enlouquecidos. Mais que droga! não acredito que vou entrar no cio logo agora! AAAAA!!!

Jeon Kook começa a ofegar, tampando seu nariz e boca com a mão, o rosto ficando levemente vermelho.

- Park Jimin...- fala quase perdendo a voz. Jung Kook se afasta se segurando na cabeceira de madeira da minha cama, tentando ficar o mais longe possível. Me esforço para me controlar, agarro a colcha da cama com as mãos, minhas garras de lobo começando a surgir, respiro fundo, as narinas sendo invadidas pelo delicioso cheiro de .....Alho?! Mais que merda é essa?!

Abro os olhos sem nem ter percebido que os fechei e vejo Jung Kook já do outro lado do quarto mandando ver numa cabeça de alho puro, ele abre a boca mostrando seus lindos e perfeitos dentes, com duas presas magníficas quebrando o alho de um segundo ao outro. Seus feromônios se inibindo aos poucos, controlando-se. Encaro-o encabulado, oushe... Ele se posiciona após comer o alho inteiro e começa a se vestir. Enquanto eu aos poucos vou voltando ao normal, igual a última vez, quando aconteceu no meu quarto, que dia estranho foi aquele...

- Irei na enfermaria pegar umas pílulas para você, não se preocupe já eu volto. - diz bem rápido saindo porta à fora que nem The Flash.

- Mais o que foi que acabou de acontecer aqui..? - me pergunto relaxando na cama, o sinal de cio passando.

O que realmente está acontecendo com o meu corpo? Esse é o segundo sinal de cio que tenho, e em apenas dois dias! Porém, sempre passa...Sinto que tem algo errado comigo, será que é por eu ser o único Ômega numa família repleta de Alfas? Suspiro frustado por conta dessa situação.

Poucos minutos depois Jung Kook aparece com uma caixinha nas mãos. Ele "coça" a garganta fazendo aquele barulhinho e me olha após entrar no quarto.

- Aqui, consegui pegar essas para você...- ele faz uma pausa. - Mas parece que você está bem melhor. - comenta me fitando.

- Sim..- respondo meio constrangido.- Ainda bem que não pulei em você. - comento, tanto para ele quanto para mim mesmo.

Ele suspira viriando o rosto, me fazendo perguntar o que será que ele está pensando...

- Bom, - começa voltando a olhar para mim. - Parece que amanhã irá começar as aulas, e você vai precisar se inscrever ainda hoje. - explica mudando de assunto.

- Ok. - digo por fim.- Acho que também vou tomar um banho.- me levanto da cama.

- Ah, não se esquece disso.- diz me jogando a caixinha de pílulas, pego-as dando um sorris amarelo.

- Obrigado.- agradeço entrando no banheiro logo em seguida.

Ligo o chuveiro e começo a tirar a roupa. Viver aqui não vai ser nada fácil...respiro fundo, a água tocando minha pele e escorrendo pelo meu corpo. Passo a mão em meus cabelos ruivos, uma sensação de algo estranho no ar, farejo, movendo meu nariz, olhando detalhadamente ao redor do banheiro.

- Esse cheiro.. - murmuro para mim mesmo.

Tento sentir mais a fundo, esse cheiro é desconhecido...isso me lembra...

- Aquele dia! - grito meio alto demais, um pouco surpreso.

Quando Jung Kook bate na porta me assustando.

- Tudo bem aí? - pergunta do outro lado.

- De boa! - grito de volta.

- Certo... então...- diz meio receoso, sinto-o se afastar.

De boa?! Fala sério Park Jimin! - sussurro.

Bom, agora sei que Jeon Jung Kook não parece ter uma descendência conhecida, quer dizer, eu acho né. Igual aquele dia que quase fui estrupado e do nada apareço no meu quarto, como se alguém tivesse me salvado, e aquela presença diferente no ar, como agora, mas não sei distinguir se são as mesmas...

Seus feromônios são de Alpha, isso é impossível não saber, já que sou um ômega principalmente. Porém sua descendência...me deixou curioso.

Saio do banheiro já vestido, pois tenho a mania de levar minhas roupas para o local de banho, tenho ,muitos familiares intrometidos em casa.

Olho ao redor do quarto, Jung Kook parece ter saído mais uma vez. Me preparo, pego uns documentos da minha mochila e a jogo na cama pensando e organizar tudo quando voltar.

 

Após me inscrever nas aulas começo a dar uma xeretada nos blocos da faculdade. Tudo aqui é incrivelmente lindo! Grande e espaçoso repleto de natureza ao redor, além dos estudos serem feitos de variadas maneiras.Amei ter escolhido me formar aqui.

- Eae novato! - grita uma voz, logo após sou recebido por um tapinha no ombro.

Viro-me e  deparo com um garoto sorridente, cabelos pretos com mechas brancas do meio às pontas, parecendo um  raio de sol.

- Eu sou Hoseok, mas pode me chamar de Hope! - diz todo alegre passando o braço por cima de mim. - Agora seremos bons amigos! - ele me segura na mesma posição e me carrega para frente. - Sabe, eu estava vendo você alí meio isolado e decidi te comprimentar......

Paro de escutá-lo, o cara realmente tagarela. Pelo menos vai ser bom ter companhias.

 


Notas Finais


tô me ajustando ainda, fique frio.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...