1. Spirit Fanfics >
  2. - Acampando com o Jungkook >
  3. - Acampando com o Jungkook

História - Acampando com o Jungkook - Capítulo 1


Escrita por: jiminbtsjk

Notas do Autor


Oi espero que gostem

Capítulo 1 - - Acampando com o Jungkook


Fanfic / Fanfiction - Acampando com o Jungkook - Capítulo 1 - - Acampando com o Jungkook

Você olhou confusa para o pedaço de tecido e o arame que estava segurando. Leu mais uma vez o manual de instruções e franziu as sobrancelhas, já ficando nervosa. Não importava quantas vezes tentava, não conseguia montar a barraca do jeito certo, por mais que seguisse exatamente os comandos do papel."Jungkook, eu acho que a gente vai ter que dormir na grama mesmo." Disse, emburrada, olhando para o seu namorado.

Ele levantou os olhos da grelha que estava montando para que pudessem preparar suas comidas, te olhando com um sorriso no rosto.

"Deixa eu ver." Ele disse, parando do seu lado e observando a bagunça no chao. "Segura aquela ponta lá do outro lado e me passa o arame por dentro da barraca."

Ele começou a ditar o que deveria ser feito, passo a passo. E, por mais que ele dissesse praticamente as mesmas coisas que o manual, no final os comandos dele deram certo.

"Não é possível." Falou, observando ele prender o ultimo pino de sustentação no chão. "Você trabalha pra empresa das barracas sem eu saber?"

"Eu não queria que você descobrisse desse jeito…" Entrou na brincadeira, se levantando e se aproximando de você, com um olhar preocupado. "Mas minha carreira de Idol é apenas ímã fachada… na verdade eu sou o dono secreto de uma empresa de equipamentos para camping."


Você começou a rir, o dando um tapa de brincadeira no braço e o chamando de bobo, e ele acabou rindo também.

"Já que me ajudou eu vou te ajudar também." Falou, o seguindo até onde tinham estacionado o carro. "O que eu faço?"

"Precisamos só levar as coisas pra lá por enquanto, depois arrumamos…" Ele abriu o porta malas pegando uma caixa e a segurando por alguns segundos antes de a devolver e pegar outra, que parecia estar mais leve. "Leva isso aqui." Você concordou e pegou a pequena caixa de papelão, o esperando pegar a mais pesada antes de voltarem juntos para o local em que iriam acampar. Continuarem com as viagens do carro para o camping por alguns minutos, até que tudo o que precisassem estivesse lá.

Você concordou e pegou a pequena caixa de papelão, o esperando pegar a mais pesada antes de voltarem juntos para o local em que iriam acampar. Continuarem com as viagens do carro para o camping por alguns minutos, até que tudo o que precisassem estivesse lá. 

"Talvez." Ele deu de ombros. "Mas é melhor sobrar do que faltar."

Você concordou, sorrindo pra ele do lugar onde estava, sentada no chão. Ele sorriu de volta e se agachou, passando os braços por sua volta e te segurando firme.

"Nem acredito que finalmente conseguimos vir." Ele disse, enterrando o rosto no seu pescoço. "Eu já estava começando a desistir da ideia." 

"Vamos?" Você o olhou confusa, e ele estendeu a mão para que tivesse impulso para levantar. "Arrumar tudo, antes que escureça."

Você fez uma careta rabugenta, mas aceitou a ajuda. Começaram separando as coisas de acordo com onde iriam ficar, para então passar a organizar tudo. As comidas foram colocadas cuidadosamente no minúsculo frigobar que ele tinha conseguido, e o deixaram junto ao fogão de acampamento que você tinha pego emprestado de um amigo. Foram organizando tudo aos poucos, coisa por coisa, e antes que percebessem, já estava tudo no lugar certo.  

O sol já estava começando a se pôr e o clima estava esfriando. Foram para dentro da barraca de vocês, montada com tanta dedicação, e se trocaram para roupas mais confortáveis e mais quentinhas. Saíram logo em seguida, já se sentindo famintos, e indo direto decidir o que iriam comer.


"Eu acho uma ótima ideia." Respondeu, e ele sorriu, indo preparar tudo. 

Você até ofereceu ajuda, mas ele a recusou em um instante. Ele gosta de se sentir prestativo, então não era incomum ele tentar fazer tudo para você como estava fazendo nesse momento. Ficou apenas sentada em uma das cadeiras que tinham levado, abraçada aos seus joelhos e observando seu namorado ir de um lado para o outro..


Ele parecia realmente feliz ali, o que te deixava feliz também. Não que ele estivesse infeliz na cidade, ele ama o trabalho dele mais do que tudo, mas ele pode estar ali, sozinho com a pessoa que ele mais ama, sem se importar em ter que se comportar de uma maneira ou de outra por conta de câmeras, o dava uma paz impressionante. A única preocupação dele naquele momento era garantir que seu lámen estivesse gostoso, e isso era fácil demais. 

"Meu Deus, isso tá incrível, Kook!" Você disse, depois de experimentar o que ele tinha te dado. 

"Experimenta com a carne." Ele falou, pegando uma tira de barriga de porco e levando até a sua boca junto com um pouco do próprio lámen.

"Hmm!" Murmurou, em aprovação. "É ótimo saber que eu não preciso me preocupar em cozinhar bem porque meu namorado já é bom o suficiente por nós dois." Falou, e ele riu em resposta. "Eu sei o básico para sobreviver quando você está longe, e já é mais do que o suficiente." 

"Pois é um prazer te alimentar quando eu posso." Ele respondeu, ainda rindo um pouquinho. "Você sempre fica com o humor melhor quando tá de barriga cheia, isso já é motivo o suficiente pra eu querer encher seu bucho."

Você o deu um leve tapa no ombro, tentando fingir que estava brava, mas assim que ouviu a risada sincera vinda dele não conseguiu não rir também. Não adianta tentar fingir, você era completamente derretida por aquele homem. E como não ser?

"Tive uma ideia." Ele falou, quando terminaram de comer, se levantando e entrando na barraca por alguns

 segundos, voltando logo em seguida com uma pequena caixinha de som em mãos. 

Você observou ele a ligar e conectar no celular, procurando pelo aparelho por alguns segundos antes de sorrir e dar play em uma música. Não precisou de mais do que alguns segundos para você reconhecer a música que era. Assim que o barulho abafado de pingos de chuva soou pelos seus ouvidos, você sorriu, já se animando em ouvir Still With You. 


"Essa é uma das minhas músicas favoritas." Disse, quando ele te puxou para se levantar. 

"Eu sei." Ele sorriu, te dando um selinho. "Por isso coloquei." Ele te guiou até um pouco longe de onde estavam as coisas. "Quero dançar com você."


"Dançar?" Riu fraco, e ele passou os braços pela sua cintura, enquanto passava os seus pelo pescoço dele. "Aqui?" 

 Ele concordou, te dando outro selinho e colando a testa na sua, com os olhos fechados.

E ali vocês encerraram a noite de vocês. Talvez, para qualquer pessoa que os visse de fora, não teria nada demais naquele momento. Apenas um casal jovem curtindo uma música e dançando em um acampamento. Mas para vocês dois era muito mais do que isso.

Para você, ouvir a voz doce dele soar pelo ambiente, tanto vinda da caixinha de som quanto da cantoria no seu ouvido, já era suficiente para querer ficar ali para sempre. Junto com o carinho que ele te olhava de tempos em tempos, e a maneira delicada que ele te guiava de um lado para o outro, no ritmo da música

E ele estava praticamente no paraíso. Com você nos braços dele, ambos sozinhos e embaixo de um céu lindo, sendo iluminados pela luz da lua e das estrelas. Ele queria poder enquadrar aquele momento pra sempre. Sabia que teriam que ir embora no dia seguinte, então estava aproveitando ao máximo o que podia com você ali. 

"Espera aí." Ele disse, se afastando de repente e sumindo dentro da barraca mais uma vez, mas voltando com uma máquina fotográfica em mãos. "Eu quero tirar uma foto sua." 

Você soltou uma leve risada, nem sabendo que ele tinha levado o aparelho. Ele sorriu ao ver sua expressão, levantando a máquina e não perdendo tempo antes de dar o primeiro clique. Ele começou a dizer coisas que sabia que te fariam rir, fossem piadas sem graça ou elogios que te deixassem boba, capturando cada uma de suas expressões, e se apaixonando ainda mais por você a cada segundo. Se é que isso era possível. 


"Ei, Kook." Você disse doce, fazendo ele tirar os olhos de trás das lentes. "Eu te amo." 


Sim, é possível.








Notas Finais


Desculpem pelos Eros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...