1. Spirit Fanfics >
  2. . colega (jaehyun) >
  3. .único

História . colega (jaehyun) - Capítulo 1


Escrita por: wheeineo

Notas do Autor


aoba, aquele boulos ali é de q?

vota no boulos 50

sobre a fic, é curtinha mas espero q gostem

Capítulo 1 - .único


Fanfic / Fanfiction . colega (jaehyun) - Capítulo 1 - .único

Jaehyun voltava para casa tranquilo depois de mais um dia na faculdade.

Era calouro em engenharia e dividia apartamento com uma estudante de design, S/N, que não tinha muita intimidade. A colega era mais velha e veterana, em outras palavras, estava sempre ocupada e quase não parava em casa. Essa rotina agitada fazia com que os dois fossem completos estranhos perambulando pela casa no horário noturno.

Chegou ao apartamento e estranhando algumas luzes ligadas. S/N costumava chegar mais tarde e não se lembrava de ter as deixado acessas. De qualquer forma, o garoto tirou seus sapatos como de costume e começou a caminhar em direção ao seu quarto, mas se deteve quando ouviu um resmungo vindo do corredor.

De primeira Jaehyun não entendeu do que se tratava o barulho, achou que S/N estava ao telefone e por isso voltou a caminhar cuidadosamente.

Ledo engano.

Ao caminhar o barulho foi tomando forma e suas orelhas começaram a esquentar consideravelmente. Seus pensamentos estavam a mil.

Ele queria chegar no quarto e se trancar, mas para isso teria que passar pelo cômodo da companheira que estava com a porta escancarada. Pensou em voltar, mas os pés não obedeciam e ele seguiu pelo corredor contra vontade.

Os gemidos ficaram mais manhosos e Jaehyun começava a suar. Não queria parecer um tarado ou pervertido, mas mesmo que seu cérebro repetisse o quão errado era, seu corpo não colaborava.

Chegou no pé da porta e prendeu a respiração com o que viu. 

S/N estava de olhos fechados, deitada de bruços, vestindo apenas uma camisola de seda preta. A mão esquerda da mais velha estava embaixo de seu corpo e Jaehyun já podia imaginar o trabalho que fazia. Uma das pernas estava dobrada para facilitar o acesso, enquanto os glúteos empinados se mexiam involuntariamente ajudando no estímulo. Perceber que a mesma estava sem calcinha foi o cumulo para o menino que sentiu a alma sair do corpo.

Quando estava prestes a sair, a menina abriu os olhos e esboçou um sorriso sapeca.

_ Aonde vai? Só ficou divertido quando você chegou. – A mais velha se senta na cama – Feche a porta, mas você escolhe em qual lado dela vai estar.

O olhar de pura luxuria levou o resto de sanidade que Jaehyun tinha. O garoto começou a agir no automático mesmo com o rosto todo vermelho em timidez. Deu um passo para dentro do quarto e fechou a porta atrás de si. S/N abriu um sorriso maior ainda e bateu na cama em seu lado para que o mais alto a acompanhasse.

_ Faça o que quiser com você, mas não encoste em mim. – A mais velha intimou com um ar debochado.

Voltou a se deitar na cama, mas dessa vez de barriga para cima. Abriu as pernas para dar uma visão melhor a Jaehyun, enquanto o mesmo encarava fixamente sua região intima despida.

S/N decidiu recomeçar os estímulos dando toques leves pelo próprio corpo. Começou levando a mão esquerda até a boca, enquanto a direita tocava os seios de forma sutil e o quadril se remexia para provocar o moreno que quase babava olhando para ela.

Foi alternando as mãos entre apertar e beliscar a si mesma e quando abriu os olhos, o moreno estava completamente nu ao seu lado. A mão do rapaz estimulava devagar o membro teso, a respiração estava descompensada e o suor já escorria pelas têmporas. S/N gostou do que viu então resolveu atiçar.

Começou a gemer manhosa de propósito, resvalava as falanges muito próximas a região intima, mas nunca a tocando de fato. Segurou suas próprias nádegas apertando com força e logo depois largando um tapa mais forte que o necessário. A menina gemeu alto olhando para Jaehyun que suspirou sôfrego e apertou a glande com força.

Aproveitou o momento de fraqueza do garoto e gemeu seu nome enquanto encostava finalmente a mão no clitóris. O mais alto rosnou em tesão e começou uma vai e vem mais rápido em seu falo. E ela o acompanhou enfiando dois dedos em seu canal. A mulher conhecia seu corpo muito bem, e não demorou para achar seu ponto G que foi esmurrado pelas falanges de forma dura. S/N se deixou fechar os olhos imersa no prazer que suas mãos e o olhar de seu colega de apartamento lhe proporcionavam.

Jaehyun estava encantando, mesmo a conhecendo pouco conseguia ler cada gesto e expressão que fazia. Observava o quão forte ela enfiava os dedos em si e como suas mãos se mexiam desesperadas em busca do ápice. Esse que não demorou a vir para os dois.

S/N atingiu seu orgasmo gemendo sôfrega enquanto suas pernas tremiam sem controle. Jaehyun ao presenciar a cena se desfez em sua própria mão soltando um gemido longo e rouco.

_ Obrigado por isso. – Disse Jaehyun ainda de olhos fechados enquanto tentava regular a respiração.

_ Que isso! Sempre que quiser lindinho.

 


Notas Finais


seila sabe só escrevi e deu isso ai

me diz oq achou :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...