1. Spirit Fanfics >
  2. - count and say "thank you". >
  3. - oito, obrigado.

História - count and say "thank you". - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem!
tenham uma boa leitura ♡

Capítulo 9 - - oito, obrigado.


Fanfic / Fanfiction - count and say "thank you". - Capítulo 9 - - oito, obrigado.

COUNT AND SAY "THANK YOU"

Quando Sasuke literalmente o arrastou para fora da cama, insistindo que ficar em casa o tempo inteiro não era nada saudável, Naruto esperneou e implorou para que o moreno não o tirasse de seu amado ninho. Mas o Uchiha estava irredutível e não deu ouvidos para as lamúrias do menor. Por isso, os dois estudantes encontravam-se em uma praça próxima a casa do Uzumaki e o loiro não parava de reclamar.

– A gente podia tá vendo televisão.

– Passear é mais legal.

– Mais legal onde? Tá fazendo um calor infernal.

– Não acho. O clima está muito agradável.

– Sasuke! – choramingou, puxando o braço do outro.

Sasuke fechou os olhos e respirou fundo. Lidar com Naruto sempre exigia muito de sua paciência e ele realmente não queria discutir com o loiro. Ele entendia que o amigo não estava em um momento muito interessante para simplesmente sair por aí, passeando e esbanjando sorrisos, mas custava tentar? Se Naruto não o deixaria ajudar com a resolver seus problemas, então que o deixasse ajudar a amenizar o estresse que os problemas lhe causavam. Amigos são para isso, certo?

– Dez minutos, Naruto. Só vamos ficar aqui por dez minutos. – pediu – Depois voltamos pra sua casa e fazemos o que você quiser.

O loiro ainda franziu o cenho e fez um biquinho, demonstrando sua clara chateação, mas concordou enquanto entrelaçava seus dedos aos do moreno. Sasuke quase ergueu as mãos para o céu e agradeceu; seriam dez minutos de paz e harmonia. Os dois iriam dar uma voltinha na praça, comprar algo para comer (talvez) e, com sorte, ele não teria que estrangular o Uzumaki por ser tão birrento.

– Compra cachorro-quente? Eu quero…

E quem era Sasuke para negar um pedido vindo do dono daqueles olhos azuis e brilhantes, que pareciam ser capazes de entorpecer qualquer um?

Começaram a caminhar em direção à barraquinha mas, algo fez Naruto parar abruptamente, quase fazendo o Uchiha tropeçar nos próprios pés e ir de encontro ao chão. Sasuke se endireitou e até já possuía um "o que foi agora?" na ponta de sua língua, no entanto, o olhar de Naruto parecia estar preso em uma direção específica e o loiro parecia estar perdido em uma outra dimensão. O moreno decidiu olhar na mesma direção que o menor olhava, se surpreendendo ao ver um homem alto e com um cigarro em mãos. Era pra ele mesmo que Naruto estava olhando? Mas quem diabos era ele…?

O homem pareceu notar o olhar dos dois estudantes e a expressão de tédio logo deu lugar a um sorrisinho de canto. O homem começou a andar em direção aos dois mais novos, os passos lentos, quase como se estivesse com preguiça de caminhar.

– Bom te ver de novo, garoto.

A voz grave tirou Naruto de seu transe e o loiro passou os segundos seguintes com um nó em seu cérebro, tentando pensar em algo coerente para dizer. Estava nervoso. Muito nervoso. De todas as pessoas que ele poderia encontrar naquela praça, Shikamaru Nara nunca poderia ser uma delas; não quando estava com Sasuke (e de mãos dadas).

Shikamaru não esperava reencontrar o loiro tão cedo, mas aquilo era bom; para o Nara, sempre era bom poder rever um rostinho bonito. Apesar de que estava bastante intrigado em vê-lo com um outro rapaz, de mãos dadas… será que eram um casal?

– Oi… é bom te ver também.

Sasuke alternava o olhar entre seu amigo e o desconhecido, que se encaram em silêncio. O que estava acontecendo ali? E por que Naruto parecia estar tão tenso? O moreno fingiu uma tosse, na tentativa de atrair a atenção dos outros dois.

– Não vai me apresentar seu… amigo? – o Uchiha perguntou, a sobrancelha arqueada e a desconfiança presente no tom de voz.

– Ah! Esse é-

– Shikamaru Nara, prazer em conhecê-lo. – interrompeu, estendendo a mão para Sasuke.

– Sasuke Uchiha. – respondeu, apertando a mão que lhe fora oferecida.

Se o rapaz fosse namorado de Naruto, certamente iria dizer isso em sua apresentação. Então, o Nara tinha passe livre, certo?

– Uchiha? Vocês estão em todo lugar mesmo. – murmurou, levando uma das mãos até a nuca e voltando sua atenção para Naruto – Por que está tão tenso, garoto? Está preocupado com minha camisa? Eu só tava brincando, você não me deve nada.

Naruto sentiu o sangue ferver ao ouvir as palavras do policial, ele lembrou-se do que haviam feito e foi inevitável que seu rosto ficasse vermelho. A mão de Shikamaru no topo de sua cabeça, afagando seus cabelos calmamente, e o sorriso despreocupado no rosto dele também não ajudavam muito.

Enquanto isso, Sasuke quase podia ver as peças do quebra-cabeças encaixando-se em sua mente. Naruto não era do tipo que ficava todo tímido do nada, então aquilo só poderia significar uma coisa.

Aquele homem era o tal "fica" do loiro. Com certeza.

– Adoraria poder ficar mais, mas estou trabalhando e meu parceiro vai me arrebentar se eu não encontrá-lo logo. – o policial começou, a mão descendo para o rosto do mais novo – Me passa seu número, garoto? Podemos marcar algo.

Naruto sentiu o coração acelerar de uma forma quase dolorosa. Aquilo era muito de uma só vez. Ainda assim, não hesitou em assentir e adicionar seu número no celular do mais velho, ignorando o olhar de Sasuke durante todo o processo. O policial ainda teve a ousadia de deixar um selinho nos lábios do mais novo antes de se retirar. Shikamaru era tão-

– Abusado. – Sasuke quase rosnou.

– Vamos… – começou, a voz quase falhando devido ao nervosismo – Vamos comprar o cachorro-quente.

Sasuke encarou o loiro, incrédulo. Então era assim? Ele realmente não ia se dar ao trabalho de explicar o que tinha acabado de acontecer? Que ousadia.

– Vamos comprar o cachorro-quente. – o Uchiha concordou, voltando a segurar a mão do menor – Mas quando voltarmos pra sua casa, você vai me explicar direitinho que porra foi essa, senhor Naruto.

Naruto engoliu seco. Será que tinha como piorar?

####

É claro que tinha como piorar. Sempre pode piorar.

Sasuke estava sentado em um dos bancos da praça enquanto Naruto comprava o seu tão desejado cachorro-quente. O loiro estava extremamente feliz com sua compra; estômago cheio, vida perfeita.

Então, obviamente, o Uzumaki quase deixou que lágrimas escapassem de seus olhos quando, no meio do caminho entre ele e o banco da praça, esbarrou em um homem; derrubando sua comida e, de brinde, sujando a si e ao homem desconhecido.

– Meu cachorro-quente…

– Moço, me desculpa. – aquela voz era familiar.

O homem usava uma máscara então não era possível saber sua fisionomia, mas Naruto podia jurar que já tinha ouvido aquela voz antes. No entanto, o loiro não se importou muito com aquilo, tinha coisas mais importantes para se preocupar naquele momento… como, por exemplo, o fato de que tinha gastando seu dinheiro a toa.

– Minha comida…

– Me desculpa mesmo. Eu… – o homem parecia estar se sentindo extremamente culpado – Eu posso comprar outro…?

– Tudo bem. – respondeu baixo, um biquinho triste se formando em seus lábios – Não precisa. Foi um acidente… Eu também deveria prestar mais atenção.

– Tem certeza?

O homem tinha apenas um dos olhos abertos e aquilo, por alguma razão, fez Naruto lembrar de seu primeiro cliente. Estava prestes a dizer ao homem que realmente estava tudo bem, mas o celular do mesmo tocou, fazendo o homem se desculpar novamente e sair apressado após retirar o celular do bolso e dar uma olhada no visor.

Sasuke, que apenas observava a cena, não demorou a chegar e colocar as mãos sobre os ombros do amigo, um olhar preocupado em seu rosto e a expressão confusa enquanto perguntava o que tinha acontecido e se o loiro queria outro cachorro-quente.

– Não, eu… – o loiro suspirou, cansado – Eu só quero ir pra casa. Os dez minutos já passaram, não?

O Uchiha assentiu e os dois começaram a caminhada de volta para a residência do Uzumaki.

– Você vai tomar um banho, vamos colocar essa camisa pra lavar e depois… – pausa – eu vou pedir uma pizza. A gente vai comer e eu vou te fazer carinho até você dormir. O que acha?

E, naquele momento, Naruto teve certeza. Sasuke Uchiha era realmente o melhor amigo que ele poderia ter.


Notas Finais


o shikamaru, ele- minha nossa.

algum palpite sobre quem seja o homem de máscara? espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar suas opiniões sobre o capítulo :)

até breve ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...