História - Determinação - UnderTale Frans - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Burgerpants, Doggo, Flowey, Frisk, Gerson, Greater Dog, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, Vulkin, W. D. Gaster
Tags Frans, Frisk×sans, Sansfrisk, Sansxfrisk
Visualizações 425
Palavras 1.483
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Lemon, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ASHAUSHAUSHUAHSUASHUASHU Esse cap quase n saiu pq tive que rescrever tudo
MEU CELULAR N PRESTA GENTE
*Jogo ele no chão e tudo explode*


Vamos para o cap~~

Capítulo 31 - Te Conheço Melhor do Que Qualquer um


Fanfic / Fanfiction - Determinação - UnderTale Frans - Capítulo 31 - Te Conheço Melhor do Que Qualquer um

Sans beijou a minha testa e me colocou com cuidado na cama.

 

- Vá dormir, vou pegar o colchão – Seguro o braço dele e ele suspira – Kiddo...

 

- Sans, durma comigo, por favor.

 

Ele fecha os olhos cansado demais. Ultimamente eu estou muito ousada, geralmente não falo o que penso com tanta clareza. Sans sempre foi meio pessimista.

 

Me sento na cama. Puxo mais o braço dele.

 

Se nos dois formos pessimistas....

 

- Sans, eu to bem sério.... – Olho para o lado – Eu só não quero ficar sozinha.

 

Sempre quando ele dorme comigo.... eu não tenho sonhos ruins.

 

- Quando você fica comigo, eu... durmo melhor – Ele me olha. Não sei se foi o meu rosto.... mas ele suspirou desistindo.

 

Ele começa a tirar o casaco.

 

Coro olhando para ele .

 

Ele se deita na cama e me faz deitar com ele colocando a mão na minha cintura.

 

Eu estava do lado da parede.

 

 

Já era manhã la fora, mas nos dois precisávamos dormir só um pouco.

 

A madrugada foi difícil e horrível.

 

Todos ainda vão para o núcleo e eu me sinto mal por não poder ir junto.

 

Me sinto mal por prender o Sans assim.

 

Mas....

 

Abraço ele colocando a cabeça no seu peito.

 

- Eu te amo, Sans.

 

- Eu sei... eu sei – sua voz era de uma meia risada, mesmo que cansado – só não chore.

 

- Não estou chorando. – Afundo mais meu rosto na sua camisa branca e ele me aperta mais.

 

- Heh, ok

 

Ele acaricia meus cabelos e eu suspiro me sentindo melhor.

Eu realmente gostava de ficar com o Sans. Apenas o abraçar, não preciso dizer nada, não explicar nada.... Sans me conhecia melhor do que qualquer um.

 

 

Ele segura o meu cabelo e o puxa com delicadeza para eu levantar o rosto.

 

Olho para ele e ele me beija.

 

O beijo de volta apenas encontrando meu lábios em seus dentes sorridentes.

 

O abraço mais a ele e ele faz o mesmo entrelaçando nossas pernas uma na outra.

 

Não lembro bem como dormir, mas nenhum sonho ruim veio a mim essa noite.

Todos os meus pensamentos ruins...foram embora como mágica.

 

Quando acordei estava sozinha. 

 

 

Me sento na cama ouvindo um barulho de teclado de celular. Quando olhei perto da porta no corredor estava Sans mexendo no celular com uma mão e a outra segurando um cachorro quente.

 

Ele parecia estar respondo uma mensagem.

 

- Sans?

 

Ele me olha e sorrir mais.

 

- Hey, Kiddo, boa noite - noite? Olho para a janela e realmente já estava anoitecendo - Parece que estou sendo uma ótima influência em - Ele pisca para mim se aproximando e me dá o cachorro-quente

 

Pego

 

- Desculpe.... eu não percebi... para mim foi minutos.

 

Ele se senta na cama ao meu lado e eu comecei a comer o cachorro.

 

Sempre quando eu dava uma mordida o cachorro-quente latia me fazendo rir.

 

Eu adoro essa magia do Sans.

 

- Quando terminar tenho algo para você, piveta - algo para mim? Coro. Bom talvez seja algo relacionado ao plano e ele não pode falar. - Terminou?

 

Balanço a cabeça dizendo sim.

 

Ele se aproxima de mim chegando perto. Perto demais. Penso que ele vai me beijar então fecho os olhos, mas ele passa por mim pegando algo atrás na cama. Ele tampa os meus olhos. Era uma venda.

 

- Fique assim, Kiddo - Ele rir e continua com sua voz rouca - É uma surpresa - Sinto seus braços em volta do meu corpo e ele me levanta. Quando ele me abaixa novamente estava sentada na cama na beirada sentada em seu colo entre suas pernas com elas abertas. Encosto as minhas costas na sua barriga com meus olhos vendados.

Ele rir e toca nas minhas mãos sinto que ele não estava mais com suas luvas, sinto umas ondas de pequenos choques quando os ossos do seus dedos tocam a pele da minha mão. Ele começa acariciando minhas mãos fazendo pequenas massagem como se quisesse me relaxar – é bom, Kiddo?

 

 

Abaixo o rosto ele, ficando mais envergonhada, sinto que estou sendo apenas provocada.

Mas.... sinto ele mover meus dedos....como se tivesse me guiando....a fazer....libras?

 

 

" Doutora.....acredita....que se....o guri....não te deixa ver nada....quando ele está acordado.... você possa fazer o mesmo.....com ele" ?

 

 

Doutora? Alphys?...

O guri? Chara...

 

É tão difícil me concentrar perto de Sans.

 

Sinto ele beijar e lamber a minha orelha, me assusto e acabo dando um pequeno gemido virando o rosto pro lado.

 

 

Calma....Frisk

 

 

Se concentra.

 

O que ele disse.... quer dizer que  eu talvez possa controlar e prender o chara sem ele poder ver o que estou fazendo?

 

Pergunto para ele através de libras.

 

E como não podia enxergar.

 

Ele pega a minha mão e escreve na palma com a ponta do dedo um: O.K

 

Ele solta as minhas mãos e sinto que ele está colocando as luvas de novo.

 

Ele me segura com uma mão envolvendo o seu braço em mim e a outra vai....para o bolso do casaco?....escuto um barulho de teclado.... ele tá mandando uma mensagem, talvez..

 

- Já foi - Escuto ele falar perto do meu ouvido- Quer que eu te deixe agora?

 

Coro.... balanço a cabeça dizendo não.

 

Ele me puxa novamente, sinto ele indo para mais fundo na cama encostando as costas na parede , ele me puxa junto e eu continuo no seu "colo" sentada no meio de suas pernas. Encosto novamente as costas na sua barriga. Consigo agora esticar as minhas pernas deitando elas na cama. Mesmo eu estando sentada. Eu ainda continuei com meus olhos vendados quando Sans me abraçava.

 

Ele abaixa o rosto e arrasta a sua língua no meu pescoço.

 

Viro o rosto. Isso me assustou.

 

Seguro os braços dele.

 

Quando ele começa a move-los colocando as mãos com luvas dentro da minha camisa fazendo ele tocar na minha pele nua . Encosto mais nele fazendo meu corpo se esticar mais quando uma de suas mãos finalmente chega no meu pequeno seio enquanto a outra acariciava minha barriga.

 

- Ahn....Sa- sinto uma vibração estranha bem na minha virilha, pontadas...borboletas.... sinto que estou molhada.....? Estico o meu pescoço e levanto o meu queixo, como se entendesse o que eu queria Sans abaixa o seu rosto e começa a me beijar fazendo sua língua se esfregar na minha e eu faço o mesmo de forma urgente. Preciso beija-lo. Estava ofegante só com o beijo, quando o Sans aperta o meu seio acabo abrindo mais a boca gemendo abafado pelo beijo. - Hmm ah.....ahn ......Sanns - Sans também estava ofegante.

 

 Sinto sua mão que estava na minha barriga descer e ir bem devagar para dentro do meu short de dormir.

 

Sinto meu corpo todo ferver.

 

Até que o celular da um toque de recebeu uma chamada. Sinto a vibração de dentro do bolso do casaco de Sans.

 

Ia parar o beijo para ele responder. Mas a mão que estava em meu seio vai para o meu queixo fazendo eu continuar o beijo. Ele me beijava mais profundamente enfiando a língua em minha boca, com isso uma gota de saliva escorre pelo meu queixo. Ele deixa a mão na minha bochecha por um tempo, mas logo a tira levantando novamente a minha camisa e agora apertando o meu seio.

 

- Ahn....Sans....Ahn hn - sua outra mão volta a descer e a sinto entrar na minha calcinha tocando exatamente no lugar que estava vibrando. Ergo o meu quadril de leve quase como se não conseguisse controlar meu corpo. todo começou a vibrar meus gemidos começaram a ficar trêmulos...era uma sensação que não dava para explicar, era muito boa...boa não....gostosa. ele aperta o biquinho do meu seio me fazendo segurar as mangas do casaco dele os apertando. - Ahn....Ahn....Sans Sa- hmm

 

Nosso beijo ficou mais profundo e quente. Dava para sentir meu rosto pegando fogo atrás da venda. Eu só queria ver o Sans agora.

 

- Gosta assim?

 

Sua voz arrastada me fazia vibrar mais. Quero que ele va mais rápido...mais...mais.

 

O beijo era tão profundo que gotas de minha saliva caiam na minha barriga nua.

 

Não conseguia parar de mover as minhas pernas. Sinto Sans levantando uma das pernas e colocando um pé entre minha pernas. Usando ela para abrir uma de minhas pernas.

 

- Sans....Ahn - quando ele  começa a enfiar mais fundo a sua mão dentro da minha calcinha o celular começa a tocar, em uma chamada, eu não quero que ele antenda, mas eu sei que é preciso - Sans....espere...atenda Ahn...

Minha voz era mais tremula e abafada do que gostaria.


 

Ele para me soltando. Com uma das mãos tira a minha venda é a outra pega o celular e atende.

 

- E aí

 

Sua voz era relaxada e rouca.

 

Coloco as mãos no rosto morrendo de vergonha.

 

Me levanto e saio correndo.

 

Preciso de um banho.

 

Mais antes conseguir ouvir ele falar.

 

- Nah, malz, já já chego aí doutora.

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui * me curvo*

Amanhã tem mais~~

é impressão minha ou a sala ta quente? AHSUASHUASHU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...