1. Spirit Fanfics >
  2. - L i g h t h o u s e - >
  3. High By the Beach

História - L i g h t h o u s e - - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii gente! Bem vindos! ^-^
Essa é minha primeira história em muuuuuito tempo, então estou um pouco nervosa, mas espero que gostem! Todos os capítulos vão ter o nome de uma música que lembrei ao escrever, ou que me inspirou a escrever, ou qualquer coisa do tipo, então se quiserem ouvi-lá vou deixar o link nas notas finais! <3 ( Será que ainda dá pra fazer isso? Não sei mais como funcionam as coisas por aqui! kkkkkk) Beijinhos NCTzens, e aproveitem a história com o nosso príncipe Jaehyun! <3

Capítulo 1 - High By the Beach


Férias de verão! Finalmente, eu estava livre! Não livre por dois meses, com livre quero dizer totalmente livre! Era o fim do meu último ano no ensino médio. O ano havia sido pesado na escola, porém não fora do normal, comecei uma amizade aqui e terminei uma e outra ali, uma quedinha pelo professor bonito e gente boa, que agora provavelmente não veria mais... enfim, nada fora do comum. Mas agora, aqui estou eu, mais de 2 meses após o início das férias de verão, querendo voltar no tempo para que as coisas voltassem a ser mais simples, ou pelo menos ter o que ocupar minha mente. Decidi entrar na faculdade no próximo ano, e meus pais deixaram, pois viram o quão cansada eu estava, mas eu precisava desse tempo para pôr minha cabeça no lugar. É muita pressão ter de decidir a vida que terei daqui cinco anos nesse exato momento, mesmo que eu não possa realmente reclamar pois tenho algo que sei que muita gente não tem, o apoio e dinheiro que meus pais guardaram para que eu pudesse fazer faculdade agora.
Eu sei o quanto sou privilegiada por ter a chance de escolher o que fazer, e agradeço por isso, mas de qualquer forma não quero fazer a escolha errada. Sinto que antes de tudo, preciso me conhecer, quem realmente eu sou, o que realmente gosto, não gosto, meus anseios e desejos, minhas capacidades e meus limites...e o que é esse algo. Essa coisa que eu não sei o que é, mas eu sinto dentro do meu peito.
Meus pensamentos foram interrompido quando uma onda mais longínqua alcançou meus pés descalços que andavam na areia. Respirei fundo e virei-me para ver o céu que estava pintado de diversas cores devido ao pôr-do-Sol. O vento balançava os fios do meu cabelo que haviam de soltado do rabo de cavalo mal feito que fiz antes de sair para dar uma caminhada.
Vim com meus pais para  uma casa de praia que eles alugaram, em uma cidade pequena que eu nunca havia ouvido falar. O lugar é realmente estonteante, e até tem algo como um hotel ou spa de luxo à beira mar, que aliás torna uma parte da praia privada, mas tirando isso, é uma cidadezinha pequena com algumas casas simples e pescadores. Um ótimo lugar para quem quer ficar em paz só com os próprios pensamentos, mas para quem já está um pouco perturbada com eles, nem tanto! Sequer a internet pega direito aqui, consigo usar apenas em casa. Parece o inferno, mas até não é...se eu já não estivesse aqui a pouco mais de uma semana.
- A-i...q-u-e...t-é-d-i-o. Carinha triste. - Escrevi desanimada agachada na areia um pouco mais longe do mar para ter certeza de nenhuma onda surpresa molhar dessa vez não só meus pés como minha bunda, dando um suspiro profundo no final. - Huum...Essa carinha triste tá muito triste, eu não estou tão triste, só estou...sem emoção nenhuma, Qual o emoji para isso mesmo? - Disse olhando para o mar pensando se já estava sem internet por tempo suficiente para começar a usar o whatssap igual a minha tia e só saber mandar imagens de montanhas ensolaradas com mensagens de bom dia. Passei a mão na boca da carinha apagando-a, e substitui o "u" virado para baixo por um risquinho reto. - Perfeito! Estou chocada com meu próprio talento! Obra prima! Vou escrever até a tradução em inglês embaixo caso algum gringo rico do hotel resolva sair da praia privada, admirar como os pobres mortais vivem, e ver minha arte, talvez me leve até para "Parrí"! I-m...s-o...t-i-r-e-d...o-f...d-o-i-n-g...n-o-t-h-i-n-g, by A-y-n-e. Muito bem, rainha bilíngue, eu mesma.

Claramente, eu estava MUITO entediada. Falar consigo mesmo na beira de uma praia isolada em voz alta era o primeiro passo antes de desenhar um rosto em um côco, dar um nome e falar com ele. Ao escrever meu nome, dei um sorriso debochado ao pensar que se um estrangeiro realmente o lê-se, talvez seria o primeiro a dizer meu nome de forma correta. Segundo meus pais, meu nome deveria ser lido como "Eini" mas obviamente, vivemos no Brasil, então claro que sou chamada de "Ãine". Enfim, mais uma coisa além dessa viajem, que meus pais não pensaram o suficiente antes de fazer.
Levei um susto ao ver as luzer do hotel se acenderem todas juntas. Olhei novamente para o hotel, admirando o quanto ele ficava mais bonito com as luzes, tinha decks para andar até as mesas de madeira e aço branco perto do mar, mas não muito para que as ondas não chegassem até elas, obviamente. Realmente, já estava anoitecendo, eu deveria ir logo para casa e usar aquele wifi terrível, enquanto penso e repenso novamente sobre o que vou fazer com a minha vida.
Suspirei e saí da praia, distraída tentando limpar a areia dos meus pés e pernas, sem perceber que alguém, talvez não tão entediado, mas também sem ter o que fazer, me observava, sentado sozinho em uma daquelas mesas.
Talvez fora a sua roupa inteira branca e a pele pálida, que se confundiu com as cadeiras da mesma cor, talvez o cabelo liso e escuro, que esvoaçando no vento se confundiu com a escuridão da noite, ou talvez foram seus olhos, brilhando de curiosidade ou algum outro sentimento que sua face não demonstrava enquanto me observava, assim como as estrelas que surgiam no céu, que me impediram de vê-lo.
 


Notas Finais


High By The Beach - Lana Del Rey: https://www.youtube.com/watch?v=QnxpHIl5Ynw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...