História ( Peybrina ) i hate u , i love u - Capítulo 68


Escrita por:

Visualizações 119
Palavras 4.696
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente desculpem se errei em alguma coisa... Foi difícil situar todos esses lugares 😅
Mas tá aí, mais um capítulo para vocês!

Capítulo 68 - De férias na Califórnia


Fanfic / Fanfiction ( Peybrina ) i hate u , i love u - Capítulo 68 - De férias na Califórnia



POV. Sabrina


Nem acredito que vou passar metade de minhas férias longe de casa, dois meses com meus amigos, curtindo a vida.
Ah !
Que independência né kk
Mas não pensei que estamos sozinhos sem nenhum adulto, os pais do Pey vieram com a gente e bem, até que eles são animados.
A viagem toda eu dormir com minha cabeça encostada no ombro do Pey e ele apoiou sua cabeça na minha.
Chegamos e estávamos admirados com a paisagem que tínhamos, era fantástica.
Eu me sentia contente, esperançosa e de bem com a vida.
Nosso objetivo para esse mês de férias é conhecer os principais pontos turísticos da Califórnia. Antes de ficarmos na casa de praia dos Meyer's.
Assim , neste momento, estamos na belíssima Ponte Golden Gate. Situada em uma das cidades mais importantes do estado, San Francisco, ela é um dos lugares mais requisitados pelos turistas que vão até lá.
A ponte proporciona uma vista para toda a cidade.

_ É incrível _ falei com um sorriso enorme e o Pey me abraça pela minha cintura.

_ É mesmo _ diz ele colocando seu queixo por cima de minha cabeça _ depois temos que rodar de bike por aqui _ diz Pey e o Corey logo se anima.

_ Isso ! Bem pensado! _ gritou Corey empolgado e a Rowan riu.

A ponte possibilita que seus visitantes a atravessem de diferentes formas: a pé, de bicicleta, carro ou com qualquer outro veículo. O legal é que por lá há várias faixas para que todos os transportes façam o trajeto ao longo da ponte, e uma espécie de pedágio com um preço que varia de acordo com o tipo de veículo que estiver conduzindo. Vale absolutamente a pena ir até ela e tirar várias fotos, porque, além de deslumbrante, é também um dos principais cartões postais de San Francisco.

_ acho que vocês vão estar ocupados em outros lugares melhores que esta ponte _ diz a Mãe do Pey _ A próxima sugestão de passeio e atrações para vocês curtirem no estado californiano é a magnífica Rodeo Drive, tenho certeza que principalmente as meninas vão adorar! _ diz ela e a Rowan e eu quase gritamos de alegria.

_ Ai meu Deus !_ dissemos super animadas

_ nós vamos para Beverly Hills, Los Angeles ?_ perguntei sem acreditar ainda.

_ Sim, Baixinha _ diz o Pey rindo do meu jeito bobo

_ Vou levar vocês até o aeroporto, nós não vamos acompanha-los. Vamos ficar em Palo Alto _ diz o pai do Peyton.

_ Vocês vão adorar nossa casa de Malibu _ diz a mãe do Peyton sorridente .

Assim, o pai do Pey nos levou para o aeroporto.

_ O vôo será rápido. Em menos de uma hora vocês já estaram em Malibu _ diz o pai do Pey. _ Agora basta apenas vocês apresentarem o documento legal de identificação com foto que comprove a idade. Okay ?_ diz ele

_ Sim senhor!_ respondemos alegres

_ Estou dando um voto de confiança em vocês,hein! Viajar sozinhos é bom mas requer muita responsabilidade. _ diz senhor Robert

_ Certo, pai. _ diz Peyton sorridente dando um abraço em seu pai. Que momento lindo!

_ Eu vou só confirmar a autorização na companhia aérea para o embarque_ diz o pai do Pey se distanciando da gente. Enquanto tentamos conter nossos gritos de felicidade.
Já estamos decolando. A duração aproximada de vôo entre São Francisco e Malibu são de  42 minutos(800km/h).
Ao chegarmos em Malibu  ( influente cidade, localizada no noroeste de Los Angeles,na Califórnia,costa oeste dos Estados Unidos), fomos direto guardar nossas bagagens na casa de praia dos Meyer's.
Malibu é famosa por suas praias de areia quente, e por ser o lar de muitas estrelas de cinema de Hollywood e outros associados à indústria do entretenimento.

O Peyton estava com uma carinha tão socegada e fofa que não aguentei e tive que ir até ele. Então segurei sua mão e nós dois ficamos olhando a bela paisagem que estava à nossa frente.

_ Já tá louco pra surfar né?_ diz Corey vindo até nós.

_ Bastante !_ diz Peyton com um sorriso largo.

_ Você também é surfista ?_ perguntei o encarando sorridente

_ Já te disse que sou incrível em tudo _ diz Peyton se achando.

_ Mauricinho _ disse revirando os olhos e ele ri

_ O que estamos esperando ? Simbora! _ diz Corey arracando sua camisa e correndo em direção ao mar.
O Pey em seguida vai junto e os dois ficam se jogando na água. Eu ria com as travessas deles.

_ Vamos também Sabrina !_ diz Rowan já de biquíni

_ Você não perde tempo,né _ falei risonha e por minha vez, tirei a blusa pois já estava vestida em meu biquíni.
Peguei na mão da Row e saímos correndo até chegar no mar.
Nós quatro alí, nos divertindo.
Isso é bom, isso é muito bom.

_ Vou pegar as pranchas _ diz Peyton voltando para dentro. Depois voltou e os garotos se preparam para entrar na água.
Eles ficam na parte rasa do mar, com a água na altura da cintura. Esperando em pé e, quando sentiram o repuxo tocando a parte de trás das pernas, começaram a nadar.

Eu e a Rowan só ficamos conversando e olhando cada detalhe do corpo de nossos namorados.

_ Deus caprichou, hein!_ diz Rowan soltando um suspiro.

Ao chegarem de volta, a Rowan foi correndo até o Corey e ele lhe posicionou na prancha e ela vai tentar surfar ?

OMG!!!

_ Não quer tentar também?_ pergunta Peyton para mim que fiz uma careta negando _ Qual é Sabrina ! Vai negar que você não estar nem um pouco curiosa de saber como é?_ diz ele me olhando daquele jeito que só ele consegue tirar toda minha consciência. E eu acho que foi por isso que eu fiz o que fiz.

_ Tá bem. Me ensina ?_ disse e ele sorri

_Quando você estiver na onda, estique as pernas e os braços ao longo do corpo. Mantenha a cabeça para a frente, no maior estilo cachorrinho _ diz Peyton e eu já estou na prancha

_ estilo cachorrinho ?_ disse rindo e o encarando

_ É pôh _ diz ele rindo

_ E se eu me afogar ?_ disse um pouco preocupada _ olha pro meu tamanho e olha para o tamanho da prancha. Dá três de mim !_ disse rindo de mim mesma.

_ pelo contrário, pra quem é baixo isso é bem melhor, porque você não vai precisar levantar as canelas na vertical para que sua perna não se arraste na onda em formação _ diz Peyton

_ Tá vendo aí? Ser baixinha tem suas vantagens _ falei me achando

_ bobona _ diz ele jogando água em mim _ quero vê se você vai saber fugir dos caldos _ diz ele

_ primeiro eu tenho que saber como é que fica em pé neste troço _ disse rindo o fazendo rir junto.

_ calma, só vá caprichando no impulso e nas pernadas e braçadas_ diz Peyton e eu estava conseguindo.

_ ATÉ QUE É LEGAL !_ gritei

_ UMA ONDA VEM AÍ! nade no sentido contrário, para que ela passe sobre você_ gritou o Pey mas não deu tempo. Levei um caldo. O Pey vem nadando até mim e me pega. _ Tô orgulhoso. Conseguiu! Por 10 segundos você foi bem _ diz Peyton rindo de minha cara.

_ Idiota _ disse rindo e tossindo

_ Tá bem ?_ pergunta ele me tirando do mar.

_ Tô sim, só engolir uns 2 litros de água salgada _ disse e acabamos rindo.

_ ué, cadê o Corey e a Rowan?_ diz Peyton

_ Devem ter entrado. Vamos entrar também _ falei e fomos para casa.

Ao entrarmos ouvimos moveis rigindo, ou melhor, o barulho da cama rigindo e presumimos que era a Row e Corey fazendo sexo.

_ Aí meu Deus! Isso é sério ? _ disse enverganda ao ouvir os gemidos deles.

_ será que eles não conseguem ter uma conversa ? _ diz Pay risonho que está ao meu lado e rimos.

_ Hãnrran !_ Pey fez barulho para eles notarem que estávamos alí dentro.

_ Já entendemos !_ gritou a Rowan e eu ri muito

_ Amanhã vamos dá uma passada em Los Angeles. O bom é que tudo aqui é perto de tudo. _ diz Peyton

{...}

Acordei e estava com uma disposição que nem eu sei explicar. Se minha mãe estivesse aqui certamente iria dizer que pra ir estudar eu demoro mil anos para me acordar, mas quando se trata de viagens e diversão, eu sou a primeira a levantar.
Bom, sabe como é, né? Quem aqui não quer ir passear em Los Angeles?
Vai dizer que você prefere ir ao colégio, invés de ir para Los Angeles?
Nós tomamos o café da manhã e já estávamos prontos para partir.

_ Vou pegar a caminhonete ! _ gritou o Corey indo correndo com o Pey.

_ Vamos ! _ diz Peyton segura minha mão

_Te encontro na frente! _ disse para o Pey
que deu um sorriso largo e solta minha mão e sai na frente.

_ Cadê os garotos?_ perguntou Rowan ao sair do quarto

_ estão nos esperando _ disse

_ só fui pegar meus óculos de sol.Gostou?_ pergunta ela fazendo várias poses

_ Adorei! _ disse e saímos. Tranquei a casa e fomos até a caminhonete.

_ Ei Corey! Deixa eu dirigir._ pede a Rowan

_ Se garante ?_ pergunta ele com um olhar provocativo para ela que abre a porta do motorista e pede pra ele sair do lugar.

_ Nunca duvide de Rowan Blanchard _ diz ela se sentando , ocupando o lugar do motorista _ Todos com sinto de segurança?_ pergunta ela antes de dá partida.

_ acho melhor colocarmos dois cintos por precaução _ diz Corey zombando da namorada.

_ Não sou barbeira, seu mané _ diz ela o olhando pelo retrovisor do carro.

_ são apenas 50min daqui de Malibu para Los Angeles _ diz Pey

_ Pouco tempo... _ disse

_ mesmo assim estou com medo de ser minha última viagem _ diz Corey continuando a irritar a Rowan.

_ Vamos logo gente!_ disse rindo e a Row dá partida.

Depois que a Rowan conseguiu tirar sua carteira de habilitação, ela não quer deixar ninguém dirigir, à não ser ela.

Passamos pelo letreiro de Hollywood e óbvio que o Corey não perdeu a oportunidade de nós fotografar.
Depois fomos para o Universal Studios Hollywood, que é um estúdio de filmes e parque temático. Dividido em duas áreas em diferentes níveis, ligados por uma série de escadas dando acesso a áreas de recreação e um museu retrospectivo. Cada lote apresenta uma variedade de atrações, show, e lojas de comidas, bebidas e produtos.Algumas pessoas nos reconheceram e queriam self's ou autógrafos. Depois de atendê-las decidimos nos separar, Row e Corey preferiram ir ao parque temático dos Simpsons, enquanto eu e o Peyton fomos lanchar e nada melhor que um sorvete para refrescar.Andavamos de mãos dadas e fomos para o parque temático do Harry Potter.
Eu não estava bem.
Eu estava babando de felicidade ( não literalmente)
Eu estava fissurada com tudo aquilo.

_ Parece muito ! Parece que eu estou dentro da saga. Pey é incrível!!!_ eu disse ao notar tudo aquilo à minha volta.

_ Sabia que você iria amar _ diz ele rindo

_ É fantástico !_ disse super animada. O Pey fica me encarando por segundos até deixou seu sorvete cair.

_ droga! Tá vendo aí o que você me faz fazer ?!_ diz ele me agarrando pela cintura e percebo que ele está olhando para o meu sorvete

_ Nem pense que eu vou te dá o meu _ falei destanciando meu sorvete

_ Vai me deixar sem sorvete é? _ diz ele fazendo um biquinho triste.

_não mandei você ficar babando por mim _ disse dando -lhe um selinho demorado

 

_ Que tal irmos experimentar os Feijões de todos os sabores ?_ perguntei e arrasto o Pey comigo.

_ Deixa eu escolher _ diz ele olhando para os feijãozinhos _ quero esse vermelhinho _ diz ele analisando o doce

_ Certeza ?_ perguntei arqueando uma de minhas sobrancelhas

_ Claro_ diz ele

_ Peyy... É melhor trocar _ disse

_ Não vou cair nessa. Você quer que eu troque para eu pegar um ruim, um com o gosto de cera de ouvido né?! Mas eu sou esperto. Vou ficar com esse vermelhinho e ponto. _ diz ele convicto

_ Okay _ falei rindo

Ele colocou o feijão na boca e começou a fazer uma sequência de caretas e eu não conseguia parar de rir.

_ Que droga é essa ? Pode falar, isso tem sabor de quê? Do inferno ? Só pode. Oh coisa ruim!_ diz Peyton cuspindo pra fora

_ Eu avisei pra trocar mas você não quis confiar em mim _ disse dando de ombros

_ Como poderia confiar em ti, se você só falava que queria me dá um feijãozinho com o sabor de ovo podre ou de vômito!_ diz Peyton rindo _ Vai Sabrina, fala , o que era esse vermelhinho? _ pergunta ele curioso.

_ O espertão aí saboreou o gosto de minhoca _ disse rindo

_ Credo !!! Que nojo de mim _ diz Pey passando a mão em sua boca e estica a língua

_ Como se isso fosse adiantar _ disse rindo

_ Eu sei o que pode melhorar _ diz ele com um riso sacana

_ O que?_ perguntei

_ Um beijo _ diz ele

_ Ah não não não _ disse e saio correndo dele

_ Sabrina ! Vai negar um beijo meu ?_ diz Peyton rindo e corria atrás de mim que não parei de rir.
Ele me captura em seus braços e tento desviar meu rosto do dele.

_ Peyyy!!!_ falei enquanto morria de rir junto à ele que consegue me beijar.

_ Pronto. Agora sim, estou satisfeito _ diz ele debochando de mim.

_ Trouxa _ disse o empurrando de leve e ele dá aquele sorriso de canto perfeito.

Anoiteceu e ficamos assistindo um festival de fogos de artifício que estava impecável de tão lindo.
O brilho dos fogos iluminavam nossos rostos e nós quatro nos abraçamos e ficamos pulando juntos.

_ AMO VOCÊS, PORRA!_ gritou o Corey

_ AMO VOCÊS _ gritamos juntos

Ao terminar o espetáculo dos fogos de artifício. Nos hospedamos em um dos hotéis, pois precisávamos passear mais, só deu tempo de conhecer os parques temáticos dos Studios Hollywood. E vamos combinar que ir para Los Angeles e não tirar as famosas fotos com as estrelas das celebridades na Calçada da Fama é como não explorar bem a cidade,né?!
Quando amanheceu fomos logo para essa gigantesca rua que apresenta gravado no chão os nomes dos mais importantes personagens do cinema, música e televisão do mundo. O legal é que não há quem passe por ali e não queira tirar uma fotografia ao lado do seu famoso preferido.

_ Daqui alguns anos eu vou estar marcado aqui _ diz Corey pisando forte em uma das estrelas, na tentativa de marcar o território

_ Nada é impossível _ diz Rowan rindo dele

_ Duvida ?_ pergunta Corey

_ Não _ diz Row o beijando

_ Sabrina só falta você achar seu artista _ diz Peyton

_ a minha está muito ocupada _ disse olhando para a estrela do meu artista

_ E de quem é? Nós já vimos as mais importantes _ diz Row

_ Vocês se esqueceram mesmo ? Como vocês podem esquecer a estrela do rei do pop ! Aquela aí onde quero tirar foto é a do Michael Jackson _ disse surpresa por eles não lembrarem

_ Verdade! _ diz Pey

_ Michael me perdoa !_ gritou o Corey indo até a estrela do Michael Jackson e nós rimos.

Finalmente conseguimos analisar e fotografar na estrela do rei do pop. E algumas pessoas nos reconheceram e tivemos que tirar alguns minutos para dá atenção aos fãs.

_ Daqui alguns dias você, Sabrina Carpenter, também estará aqui _ diz uma menina muito fofa

_ Obrigada! Se isso acontecer, será uma honra _ falei e ela me abraça novamente.

Fomos caminhando e sempre que viamos algum talento, paravamos para admirar as atrações de rua.
Um homem com uma simples guitarra tocou diversas músicas e a Row e eu não aguentamos e começamos a dançar na rua. Os meninos só riam e a gente puxou eles para dançarem também. O sol batia forte contra nossos rostos mas nossos sorrisos brilhavam mais ainda.

Estávamos tão felizes.

Continuamos nossa caminhada e aproveitamos que o  Museu Madame Tussauds, fica bem ali ao lado e fomos visita-lo. A matriz fica em Londres mas a filial de Los Angeles é também  um famoso museu de figuras de cera de celebridades.
Estávamos encantados com cada detalhe nas estátuas. São tão reais ...

A Rowan ficou parada por algum tempo e algumas pessoas que alí visitavam, pensaram que ela era uma estátua de cera.

_ Uma bela dama. Olha os detalhes... e este cabelo ... _ dizia a senhora com um sotaque francês. Ela observava a Rowan que ao se mover a mulher tomou um susto e depois aplaudiu pensando que aquilo era algum efeito especial. Acredita ? Kkkkkkkkk
Saímos de lá rindo como uns loucos e enfim, íamos de volta para a caminhonete.
Mas aí, ao atravessarmos a calçada, jogaram água em nós.

_ foi sem querer! Sorry !_ gritou a mulher da sacada. Nós olhamos para cima e ela estava com baldes e uma cara assustada.

_ Sem problema!_ gritou o Peyton e fomos andando.

_ Não acredito que estamos assim _ diz Row sorridente.

_ pelo menos passou o calor _ disse rindo

Entramos na caminhonete e partimos para nosso próximo destino, Beverly Hills.

_ Nós aguarde, Beverly Hills! Estamos à caminho! _ diz Row tomando o volante e fomos o caminho todo cantando músicas, e o Pey só queria repetir aquela do Drake " I my Feelings"


Já em Beverly Hills, fomos logo para o lugar que a mãe do Peyton disse que eu e a Rowan iríamos adorar, a Rodeo Drive.
Considerada uma das avenidas mais famosas de todo os Estados Unidos, ela é o verdadeiro sonho de consumo de qualquer pessoa apaixonada por compras.

_ AIIII CARACA !_ dizia a Row animada ao descer do carro e eu não estava diferente.

_ Vish! Já tô vendo tudo ... _ diz o Peyton olhando de banda para o Corey

_ Meninas acho melhor vocês darem uma volta por aí ,que eu e meu brother vamos colocar em prática nossa habilidade na sinuca _ diz o Corey doido pra competir com o Peyton_ Mais tarde nos encontramos _ diz ele

_Aproveitem! A tarde é de vocês _ diz o Peyton saindo com o Corey.

_ Aii Amiga!!! Hoje vamos gastar e gastar em lindas e luxuosas roupas /joias/objetos, em tudo! _ diz a Rowan estética.

Deixamos o carro estacionado alí e saímos pelo gigante quarteirão, indo desde as lojas mais tradicionais até as mais sofisticadas e exclusivas do mundo todo, a Rodeo Drive estava nos proporcionando um dia de compras incrível.

_ Meu traseiro tá legal?_ pergunta Rowan virando-se de costas para mim pois ela está provando várias calças e saias jeans.

_ Tá ótimo! _ disse e ela me olha com uma cara " tá falando sério?" _ Tá sensacional e sexy _ disse e ela se conforma.

_ Vou levar!_ grita ela

_ Row, não acha que estamos comprando demais ?_ perguntei

_ Não. Afinal, é nosso dinheiro, nós trabalhamos e temos o direito de comprar tudo que quisermos _ fala ela ainda se olhando no espelho. _ Agora, vem... vamos colocar uma roupa ousada neste corpinho maravilhoso que Deus te deu_ diz ela me fazendo provar várias roupas.

Nós vestimos alguns looks ridículos que fazíamos de propósito, só para nos divertir.
Sair assim, somente com a minha amiga é tão bom ! Por um momento senti que minha vida é tão gratificante. Só tenho que agradecer por ter ela comigo.

Hoje tivemos um verdadeiro dia de compras das meninas !
Passamos o dia inteiro na fantástica Rodeo Drive e agora estamos voltando, cheias de sacolas, para "nosso" carro.
Mas para nossa surpresa, ou melhor, angústia...

_ Eii!!! Ei moço! Você não pode fazer isso _ gritou a Rowan

_ Posso, e já estou fazendo _ diz o homem do reboque

_ por que você tá fazendo isso ? PARA! _ gritei desesperada pois o homem estava removendo a caminhonete de onde deixamos, ou melhor, de onde a Rowan estacionou.

_ É proibido estacionar aqui_ diz o moço

_ mas como vamos voltar pra casa ?_ pergunta Rowan indo para a frente do carro que está rebocando nossa caminhonete.

_ Eu não faço a mínima ideia, e não me importo. Agora, sai da frente garotinha. Tenho muito trabalho para fazer ainda _ diz o moço impaciente

_ Você vai ter que me atropelar se quiser levar nossa caminhonete _ diz Rowan

_ Rowan não seja maluca, sai da frente _ falei mas nem sei pra que eu falo, porque ela nunca me ouve mesmo.


POV. ROWAN


A situação piorou pois notamos que o moço do reboque não era um simples homem do reboque, ele é policial e vamos dizer que eu acabei de levar uma multa bem alta.

_ Senhor policial, me escuta, eu e minha amiga somos turistas aqui, eu não fazia ideia que neste local era proibido estacionar. Juro !_ disse tentando voltar atrás com a sua palavra.

_ Você não sabia que não pode estacionar em vaga para deficientes ?_ pergunta o policial com uma cara de deboche

_ Não _ falei sem jeito

_ Mocinha, acha que sou tão tolo de cair em uma mentira dessa ?_ diz ele rindo

_ Senhor policial por favor... _ diz a Sabrina mas é interrompida por um garoto que vem até nós e... Wow!
Alerta gato fatal.

_ Olá, algum problema aí?_ chegou um belo rapaz de cabelos escuros, de olhos azuis, pele branca e um maxilar bem marcado e sua boca é bem rosada.

_ Uau ! _ soltei outro "uau" bem baixinho ao vê-lo de perto.

_ Manuel, o que ainda está fazendo aqui ? Pensei que já estaria em San Diego _ diz o policial

_ Vou à noite, quis aproveitar uma 'pool party ' com meus amigos antes de voltar  _ diz o garoto que parece ser bem íntimo do policial.

_Certo, depois conversamos melhor. Agora tenho que levar este carro para o pátio de apreensão_ diz o policial

_ Por que ? O que elas fizeram ?_ diz o garoto e pode ser paranoia minha, mas acho que ele me olhou de canto umas duas vezes.

_ Quem de vocês estava ao volante ?_ pergunta o policial e eu levanto o braço.

_ Senhor policial, não apreenda nosso carro, temos que voltar para Malibu ainda hoje _ falei implorando

_ Deixa vai, tenho certeza que ela é motorista de primeira viagem _ diz o garoto ficando do nosso lado, nós defendendo. Mas não sei se devo ficar grata ou ficar ofendida por ele ter dito " motorista de primeira viagem ". O que ele quis dizer com isso?
Que só de olhar pra minha cara da pra perceber que sou péssima no volante ?

_ Cadê a carteira de motorista, mocinha?_ perguntou o policial

_ Aqui _ disse e ele olha

_ Bom, eu não vou apreender o automóvel de vocês mas receberão uma multa e três pontos na sua carteira. _ diz o policial

_ Três pontos ???? Não, não, não! Eu mal comecei a dirigir. Moço,por favor, eu pago mil multas mas não faz isso _ falei surtando

_ Row, ei, Row! Não surta !_ diz a Sabrina pondo suas mãos em meu ombro e olha no fundo dos meus olhos

_ EU NÃO TÔ SURTANDO!_ falei surtando

_ Rowan Blanchard, fica calma, eu vou conversar com ele. Só respira, tá bem ?_ diz o garoto tocando em meu braço e logo sai em direção ao policial.

_ Como ele sabe meu nome?_ perguntei baixinho para a Sabrina que rir

_ Row, esqueceu que você trabalha na
TV ?_ diz Sabrina

_ Ah é verdade!_ falei sorrindo de lábios unidos.

_ Pronto, problema resolvido_ diz o garoto vindo até nós _ Só vão ter que pagar a multa _ diz ele com um sorriso tão lindo...

_ Como você conseguiu convencer ele ?_ perguntei surpresa

_ Acho que ser filho de policial tem suas vantagens _ diz o garoto sorrindo de canto e da uma picadinha de olho. E segue seu caminho...

Isto soou tão sexy na voz dele.

Suspiro.


Depois de resolver a confusão, entramos no carro e rimos.

_ Nós duas sozinhas somos um perigo _ diz a Sabrina

_ Se não for assim, nem presta _ disse rindo.

Os meninos chegaram e seguimos viagem de volta para Malibu. Não quis dirigir, então o Pey foi dirigido.

Chegamos e estava exausta. Viajar é muito bom mas também é muito cansativo.
Vi o Peyton pegando a Sabrina em seus braços e a enchendo de beijos. Fofos!

_ Um beijo de bons sonhos _ diz Peyton para a Sabrina.

Foi tomar uma ducha e quando voltei para o quarto, o Corey ja estava enrolado na cama. Não sei se estava dormindo mas não quis chama-lo. Eu só queria receber um beijinho de bons sonhos...


POV. Sabrina


Acordei sorrindo do lado do Peyton que estava com uma voz de sono, tão rouquinha e fofa.

_ Bom dia, linda_ diz Peyton "esfregando" seu nariz no meu.

_ Bom dia!_ falei com preguiça e sorrimos_ Que horas são?_ perguntei

_ Vish! Acho que acordamos um tanto cedo demais _ diz Pey rindo ao ver o horário.
Levantamos da cama e fomos para a cozinha preparar alguma coisa. Não podíamos fazer muito barulho pois os outros estavam dormindo.
O Pey abre a porta e fica encostado olhando o céu. Peguei meu café com leite e fui até ele. Sentamos na varanda que dalí tinha a vista maravilhosa do mar e ficamos assistindo ao sol nascer e eu tomava meu café com leite enquanto sentia aquele vento frio no meu rosto. Eu não sei de muita coisa dessa vida, mas se tem uma coisa que eu sei é que o Pey me fazia bem mais do que qualquer coisa no mundo.
O Peyton deu uma risadinha gostosa e eu respirei fundo, observando o sol surgir entre as nuvens. Ele sorriu e colocou uma mecha do meu cabelo atrás da minha orelha, segurando o meu queixo com os seus dedos e aproximando os seus lábios dos meus, me deixando trêmula. Sua mão deslizou pro meu pescoço e ficou firme ali, segurando o meu cabelo com força, me fazendo arfar antes de sentir a sua boca na minha, fazemos movimentos lentos com as línguas que me deixa sem ar. Fomos parando os beijos aos poucos e eu encostei a minha testa na dele, sorrindo e sentir a sua mão na minha.

_ Desculpa pelo gosto de café_ falei e ri baixinho e ele deu um sorriso

_ Eu só te beijei pra sentir o gosto de café mesmo_ diz ele olhando profundamente em meus olhos e piscou o olho.

_ E eu nem queria te beijar_ disse dando de ombros, o fazendo rir. Ele olhou pra mim enquanto mordia o lábio inferior e me abraçou de lado, me puxando pra si.

_ Tudo fica perfeito ao seu lado _ diz Peyton olhando para o céu.

Consegui tocar em sua bochecha e fiz um carinho ali, aproximei meu rosto do dele e lhe dei um selinho demorado, que foi seguido de outro e interrompido por sorrisos de ambas as partes. Deitei minha cabeça no peito do Pey e fechei os olhos. Ele me fazia bem alí, me sentia viva.

Esse verão na Califórnia está sendo um sonho daqueles que queremos que se repita por várias e várias vezes.


Notas Finais


Manu Rios filho do policial 👇
https://www.instagram.com/p/BPntNTmDLK6/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=168kmqjpq03le

Gente eu tô besta! Lá nos EUA são quase 4 meses de férias de verão! Mdsss agora q eu quero ir mais ainda pra lá 😅
Se vcs forem me levem na bagagem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...