História ;; teen idle - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Diário
Visualizações 7
Palavras 382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 28 - I'm happy for you, i'm smiling for you


Fanfic / Fanfiction ;; teen idle - Capítulo 28 - I'm happy for you, i'm smiling for you

"i don’t want to bother

so i’ll keep it inside, and bury it deep

i know it’s not healthy

but you won’t hear a peep"


São 03:33, todos meus amigos estão dormindo e eu não tenho ninguém pra compartilhar isso agora, o Bruno tá acordado, mas, como eu poderia simplesmente chegar numa pessoa que eu não tenho intimidade, dizendo: "olha Bruno, tava ouvindo essa música aqui, lembrei de ti e chorei, bro" sem isso parecer estranho? Eu nunca diria isso pra ele, porque eu sei que ele não se importa comigo, então eu prefiro não falar nada do que falar e sentir ele me ignorando, porque ia doer, eu sei que ia, então eu meio que tenho essa "defesa".

Eu sempre digo que não quero incomodar ele, mas já incomodando, vou fingir que tá tudo bem e ir falar com ele, porque eu tô me sentindo sozinha agora e ele seria um dos melhores preenchimentos, aliás, tô sem sono.

Tá, agora eu tô de boa porque eu mandei um "BRUNO, tá acordado?" e me senti num dating game. Ele respondeu que sim, vagabundo, como ele consegue fazer um sentimento tão bom mano, olha, eu vou explicar: primeiro teu coração acelera, daí depois tu vê a notificação e sorri do nada, MANO, eu nunca senti isso, eu não sentia isso nem quando tava webnamorando há um ano atrás, tô até com vergonha de falar isso, mas é MEU diário.

Olha, eu acho que tô sendo eu mesma com ele dessa vez, porque eu cheguei perguntando se ele tava acordado e disse que ele era a única pessoa que eu conversava acordada agora, então fui encher o saco dele, ele disse que eu também era a única pessoa que ele conversava a essa hora, obrigada, Bruno, me senti uma desocupada reconhecida, de um jeito bom.

Eu disse pro Bruno que não sei o que fazer (tédio) e espero que ele me mande um "vai dormir, mano" pra mim parar de atrapalhar ele. Tá, saindo do clima triste, eu perguntei o que ele tava fazendo e ele só disse "assistindo", eu não perguntei o que era e espero que tu não esteja vendo pornô, Bruno.

Tá, ele não responde, então eu vou ouvir lofi de "i love you baby" e ver se eu durmo porque cansei de escrever agora.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...