1. Spirit Fanfics >
  2. - The red wire theory ,, Fack >
  3. - Sentimentos confusos

História - The red wire theory ,, Fack - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


AREIA HMMM
HEY PESSOAL DA MADRUGA KNDKSNSSK PARTIU ESCREVER HOMI SE PEGANDO, AMO KKKKJK
Boa leitura :)

Capítulo 4 - - Sentimentos confusos


Fanfic / Fanfiction - The red wire theory ,, Fack - Capítulo 4 - - Sentimentos confusos

Noah saiu correndo para fora do banheiro com os olhos totalmente tomados por suas lágrimas, logo eu estava correndo desesperadamente atrás do menino de cabelos claros que apenas me ignorava, agora nos encontrávamos fora do estúdio de gravações apenas apreciando as belas nuvens que aparentavam estar carregadas.

- Noah... Deixe-me explicar por favor - Logo quebrei aquele silêncio constrangedor que estava tornando-se perturbador.

- Você não tem que se explicar Jack... - Qualquer um poderia notar que o maior estava desmoronando completamente - A vida é sua... Você nunca escolhe por quem vai se apaixonar, afinal se pudéssemos escolher eu não estaria apaixonado por você não é mesmo? - Aquilo de alguma forma me assustou e me quebrou... Ver meu melhor amigo triste e saber que era minha culpa, naquele momento eu apenas queria sumir. - Quero que você saiba que... Eu não falei a verdade naquela noite, eu menti para você Jack e espero do fundo do meu coração que você me perdoe por isso, por tudo isso. - Agora olhando para mim forçando um sorriso, enquanto eu o encarava e perguntava para mim mesmo sobre qual noite ele estava falando.

- É claro que eu te perdoo Noah, mas eu não faço idéia de qual noite você está falando. 

- A noite na praia - Diz o mais alto apontando novamente seu olhar para o céu. - O Finn te ama Jack... Ele foi obrigado a deixar aquela carta, da mesma forma que foi obrigado a fingir um namoro com a Millie. Ele mencionava seu nome toda vez que me ligava, qual é Jack? Qualquer um pode ver que o Finn sente sua falta... Agora vá lá, abrace ele e não deixe o mesmo escapar nunca mais. - O mesmo abaixa sua cabeça pós pronunciar suas palavras que de alguma forma me acordaram dos meus sonhos mais estranhos e me trouxe de volta para a realidade. 

- M-Mas e você Noah? Eu não quero te machucar. - Eu estava exatamente preocupado com o meu melhor amigo, ainda mais depois de descobrir que o mesmo escondia sentimentos por mim.

- Jack que besteira! Ver você feliz me deixa feliz, eu não vou fazer você se prender e deixar de amar alguém. Agora me diz. - Noah segurou em meu maxilar levemente agora se concentrando em olhar nitidamente em meus olhos. - O garoto que está te esperando atrás daquela porta, ele te faz feliz? Ele faz você sentir borboletas em seu estômago? - Aquela pergunta me fez refletir, o que me fez chegar a conclusão de que estava perdidamente apaixonado pelo Finn Wolfhard.

- S-sim... - Respondi timidamente com medo de machucar aquela pessoa incrível.

- Então vai lá! Abraça ele, beija ele, diga o quanto você o ama! A vida é curta demais para perder cada segundo Jack... - Logo pude perceber que o mesmo forçou um sorriso em seus lábios. - Mas... - O mesmo retira suas mãos de meu maxilar agora descansando as mesmas em seu bolso, voltando a olhar para as nuvens escuras. Logo gotas de água caiam sobre nossas cabeças nos deixando completamente encharcados, era como se o céu estivesse chorando. - Você me desculpa? Eu realmente não pretendia ter esses sentimentos por você... Não me deixe de lado por favor. - Aquelas palavras me deixaram confuso. COMO EU DEIXARIA DE LADO UM GAROTO TÃO INCRÍVEL COMO ELE? 

- Noah você está delirando? É claro que eu não irei deixar você de lado! Você é a melhor pessoa que já entrou na minha vida e eu agradeço por continuar nela. 

- Ei mocinho!! Vá para dentro do estúdio! Você tem que gravar daqui a pouco, como vai gravar todo encharcado? Anda, corre, voa. - Logo o mesmo me dá leves empurrões, fazendo eu me apressar e correr como uma criancinha.

- Ah, graças a Deus! Aqui está você, pessoal achei ele!! O que você estava fazendo ma chuva Jack? Agora vou ter que te maquiar de novo. - Diz a maquiadora me puxando novamente para o camarim, logo percebo que Finn estava ao meu lado com os olhos vermelhos e marejados. 

- Finn está tudo bem? - O mais velho rapidamente enxugou suas lágrimas assim que notou minha presença, agora escondendo seus olhos.

- Ah, sim tudo bem. Eu só estava treinando... 

P.O.V  F.I.N.N

É claro que eu não estava bem, para ser sincero eu estava completamente inseguro. Por que o Jack sempre fugia quando eu demonstrava meus sentimentos? Caralho! Eu sou um merda! Vacilei com a única pessoa que eu já amei e agora o mesmo tem receio de se entregar por completo por minha culpa. Eu não posso fazer isso, não mereço o Jack...

P.O.V. J.A.C.K 

Estávamos presos em um silêncio perturbador até que resolvo quebrar o mesmo.

- Hey Finn você não vai olhar pra mim? Eu posso ser o seu novo vício... - Logo olho para o mais velho e percebo que o mesmo tinha pego a referência. 

(AU: Pra quem não sabe, eu peguei essa frase de uma música que estava escutando enquanto escrevia o cap. O nome é: Everybody Talks, aliás recomendo.) 

- Eu tenho certeza que você já é meu vício Grazer. - Aquela frase que saiu dos lábios do moreno me deixou totalmente estático, mas por dentro eu estava pulando de alegria.

- Eu sempre soube que você nunca resistiu à mim. - Digo  um tom um tanto convencido só para fazer o maior rir, ah eu amava o sorriso dele. 

- Olha quem fala! Você sempre olhou para mim de outras formas Jack. - Por mais que estivéssemos zoando, aquilo acelerou meu coração por ser verdade, logo jogo uma piscada junto com um sorriso de canto para o moreno. - Oh meu deus! Pare de dar em cima de mim. - O mesmo colocava sua mão no seu peitoral fingindo estar surpreso. 

- Se é isso que você quer... - Assim que termino de falar, volto meu olhar para o espelho arrumamdo meu cabelo.

O moreno caminha até mim agora virando a minha cadeira fazendo com que eu ficasse de frente para o mesmo.

- Você sabe que eu estava sendo irônico não é? - Logo Finn solta um sorriso malicioso, argh!! Aquilo acelerava minhas batidas cardíacas. Estávamos num momento apenas nosso, até que...

- Fico feliz que estejam se entendendo, mas a Stacy está nos chamando para iniciar as gravações. -  Diz a ruiva Sophia Lillis fazendo Finn se assustar e se afastar de mim rapidamente por extinto. - Relaxem pombinhos, sou apenas eu... Mas acho que vocês deviam guardar as pegações para o filme. - A mesma se pronunciou num tom sarcástico que fez Wolfhard xingá-la de todos os palavrões possíveis, logo depois estávamos rindo de toda aquela situação. Realmente.... Ter Finn de volta é aliviante!

P.O.V.  N.O.A.H

Me encontrava em meio à estrada com minhas pernas completamente bambas e meus olhos marejados, Charlie Chaplin estava certo, quando andamos na chuva ninguém nota nossas lágrimas. Senti como se tivesse perdido uma parte de mim assim que deixei Grazer sair dos meus braços, e no fundo eu sabia que nada e ninguém seria capaz de preencher todo aquele vazio no meu coração. Tudo o que me restava era fingir... Fingir para a pessoa que eu amo. Eu realmente amava Jack, e como meus pais sempre me disseram: "A maior prova do amor é o sacrifício"; E esse era o meu sacrifício, deixaria Grazer ser feliz com quem ele amava mesmo que aquilo me destruísse. Não havia para onde correr, não havia mais chance, eu estava sozinho. 

- NOAH NÃO!!


Notas Finais


Okay essa última parte foi um tanto difícil para mim.
Mas sto em uma duvida:
Noah e Millie
Ou Noah e Jaeden ?
Desculpa pelo cap curto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...