1. Spirit Fanfics >
  2. - time waits for no one. interativa >
  3. - OO. teaser, out of the heat

História - time waits for no one. interativa - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


❝ Então gente, eu não pretendia postar esse teaser, mas como eu sou ansiosa e não tenho muito o que fazer hoje, decidi escrever. É desse dia em diante que a história irá começar (um dia após este na história que eu irei começar quando decidir todos os aceitos) e então eu pensei "Por que não?" E postei, acho que seria bem chato postar isso como capítulo. Eu não gostei nadinha, mas o que eu não faço para sair do tédio? Enfim, boa leitura meus jovens gafanhotos!

Capítulo 4 - - OO. teaser, out of the heat


Fanfic / Fanfiction - time waits for no one. interativa - Capítulo 4 - - OO. teaser, out of the heat

Eram plenos meio-dia, extremamente calor, a temperatura passava dos trinta e cinco (35) graus com uma nada desejada sensação térmica de trinta e nove (39) - típico de um dia de férias no meio do verão. O mar estava batendo muito pouco aquele dia, mas não havia ninguém nas praias, preferiam mais as cachoeiras que se encontravam em serras próximas da cidade. Uma sensação nostálgica passava emaranhada junto com os poucos ventos - quentes - que pairavam sobre a cidade. Algo que trazia ansiedade e memórias de verões passados, com pessoas e acontecimentos alegres para os cidadãos de Mizuno. Idosos e idosas se juntavam para conversar no jardim de suas casas para contarem suas memórias de verão mais antigas e nostálgicas, comparando suas histórias e se lembrando das ótimas experiências. Ah... Se soubessem o que estava por vir naquele verão!

— Como eu odeio o calor que faz nesse país! - Uma Miwa estressada comentou, continuando a ajudar sua irmã a fritar peixes para o almoço na cozinha da casa.

— É por causa do fogo e da fritura, e você também está estressada, vai morrer de calor assim! - Uma outra figura loira, Miho, sua irmã mais velha (chata, diga-se de passagem) comentou, fazendo Miwa a encarar com um olhar mortal enquanto retirava o avental, colocando-o em cima do balcão e saindo logo em seguida — Não sei p'ra que todo esse estresse! Está sempre tão alegre, maninha. - Miho disse alto para que Miwa - já em pé perto da porta da sala - pudesse escutar com clareza. Miwa bufou em resposta e saiu de casa com passos pesados, estava irritada.

Miwa buscou sua fiel bicicleta azul pastel no fundo da casa, iria passear ainda que com todo o calor que estava fazendo, pois como ótima cidadã nascida e criada em Mizuno, conhecia cada canto daquela cidade e iria usar disto p'ra encontrar um lugar fresco; já tinha em mente onde ir. Começou a cruzar as ruas, hora ou outra dando algumas saudações para pessoas aleatórias que havia feito amizade, inclusive com alguns idosos e adultos, os adultos adoravam seu jeito extrovertido e era constantemente elogiada pelos seus vizinhos para seus pais.

Os morros se faziam cada vez mais presentes e Miwa já não podia mais pedalar na bicicleta, porém, podia muito bem andar com suas duas pernas enquanto puxava sua bicicleta junto. As sombras das árvores engoliam a rua pela qual passava agora, já subia uma pequena serra, minimamente alta, tendo a visão de belas árvores abaixo de onde se encontrava lugar - sendo separada apenas por uma extensa grade da qual passava os dedos para se distrair. Já conseguia sentir o ar fresco que fazia naquela área, "Sortudas são as pessoas que moram por aqui" pensou Miwa, observando uma das três casas que passara enquanto ia morro avante.

Se sentiu confortável para sentar em sua bicicleta novamente, mas não havia motivo para fazer isso, era uma rua sem saída que em uma serra, o que lhe restava era apenas se sentar nos banquinhos de madeira e relaxar enquanto se encontrava fora do calor.

[🌱]

— Hirawa-san? - Miwa escutou após ser cutucada no braço, alguém havia lhe acordado do cochilo que estava tomando no banquinho de madeira, só bastava saber quem. — Hirawa-san? Sou eu, Kobayashi Arisu, do clube de Natação. O que faz aqui? - Sim, agora aquela voz havia sido reconhecida. Se sentou com dificuldade no banco enquanto sua visão se ajustava à luz que penetrava alguns galhos de árvores. Olhou novamente para a Kobayashi, que por sua vez encarava a loira com curiosidade.

— Arisu-san! Bem, eu estava tirando um cochilo, a minha casa é bem quente e aqui é fresco, entende? - Miwa respondeu, Arisu se segurou para não rir, Miwa era uma pessoa peculiar. — Mas acho que eu que deveria perguntar, o que faz aqui? Sua casa é nas outras montanhas, bem distante daqui. Inclusive, que horas são? Me diz que eu não estou dormindo há horas e já passou o horário de almoço? Minha mãe me mataria por isso!

— Não se preocupe, Hirawa-san, acho que  nem deu meio dia e meio ainda - A morena lhe respondeu, olhando para uma casa há poucos quilômetros de onde estavam - Vim visitar uns amigos de meus pais e seus filhos super-irritantes-chatos, apenas um salva... Fui literalmente obrigada, ainda bem que lhe encontrei aqui, e me desculpe se incomodei você.

— Não incomodou, e pare de me chamar pelo sobrenome, me chame apenas de Miwa, não precisa de usar "Chan" ou "San". - Miwa olhou para a mesma casa da qual Arisu falará anteriormente, mas sabia bem de quem era aquela casa. - Arisu-san, aquela casa não é uma das casas da família Hayato?

— Eles tem duas casas aqui na cidade, como sabe. Essa aqui de cima é frequentada apenas pela irmã mais velha dos Hayato, que já está com vinte anos, mora sozinha e sai da cidade para estudar em uma Universidade a metade do ano. No resto eles nem frequentam aqui, apenas estão pois foram convidados para um almoço junto com a minha família e a filha mais velha deles. - Arisu olhou para a casa, desviando o olhar para Miwa apenas quando terminou de falar.

— Entendo. Bem, acho melhor eu ir então. - Miwa se levantou, pronta para pegar sua bicicleta, mas parou ao ver o quarto filho da família Hayato, Shiro, no portão da casa com sua cara habitual, apesar de mais inchada, talvez cansada? Provavelmente havia acordado há pouco tempo.

— Vi vocês pela janela do meu quarto... Pensei em chamar as duas para entrar, o que acham? - Pela primeira vez havia sido Shiro a chamar Miwa e Arisu para alguma coisa; deixou de lado sua timidez, afinal, com certeza não aguentaria ficar naquela casa com o resto das pessoas barulhentas e seus pais não deixariam o garoto em paz se quisesse ir para o quarto sozinho relaxar, melhor uma companhia silenciosa do que uma barulhenta, certo?

Bem, Miwa não ficou tão silenciosa assim, mas valeu a intenção.


Notas Finais


É isso, espero que tenham gostado ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...