História --Vingança em meio de um amor proibido... - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Juleka Couffaine, Kagami Kyoko Tsurugi, Lila Rossi (Volpina), Luka Couffaine, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Rose Lavillant, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Visualizações 25
Palavras 523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá gente espero que gostem!

E me descupem por qualquer erro...

Capítulo 4 - Baile funk parte (2) e Invasão???



--Já tava tomando todas, com alya e dançando feito loucas, no rit da música (Então facilita)...


Comecei a cantar!!!


* Eu sei que minha fama te assusta mas também sei, gata, que tu me quer 


Então para de bancar a maluca sem desculpa, que eu sei que é mingué



Já dar pra ver no seu olhar seu charminho, anda, facilita


Prometo, você vai gostar


Assim como todas suas amiga 


Quer virar meu contatinho, ter o seu nome na lista então facilita, então facilita para de fazer charminho desse jeito tú complica então facilita então facilita....



( Depois de um tempo )


 

Fui até o bar pedir uma bebida e adivinha? Era uma patricinha! Affs


Quero uma catuaba! ( digo )


Sim já trago!  (sai)



Já tava perdendo a paciência de tanto esperar.


 quem essa patricinha pensa que é, pra me deixar esperando!


Quando há vejo vindo em minha direção, fecho ainda mais a cara.  ( percebo seu olhar de nervosismo).


E com isso ela tropeça, e derrama todo conteúdo da bebida em mim! 


-- Cê, tá  Maluca?


-- Enlouqueceu foi? 


(Digo) com puro ódio e com minha arma apontada para a mesma!



*Descupa, Descupa foi sem querer ( Diz com voz de choro )...


Foi sem querer o caralho! Você tem ideia do que fez? (Nessa hora eu já tava fervendo de raiva)


-- Alya: Calma Marinette, ela não fez por querer (diz alya, entrando na frente da arma, para proteger a piranha que tava, agora, atrás dela )...


-- E você alya não se mete.


Mari você está fora de si por favor se acalma!


E você vaza daqui agora (vai), diz alya pro "demónio" atrás dela...


Vem mari vamo trocar essa roupa!


-- Mari: Tú não devia ter protegido ela não.


Alya: Ei, eu não há protegi, só não queria que ninguém se "machucasse" ou morresse hoje! 



Mari: Pois por mim, ela agora não estaria mais aqui!  Digo com muita raiva.




(ENQUANTO ISSO DO OUTRO LADO DA CIDADE!)




--Todos prontos?


Sim senhor!


-- Pois chegou a hora, de invadimos o morro do alemão, quero aqueles traficantes atrás das grades, principalmente a sua nova líder...


Vamos!!!







--Mari: tava lá de boas, quando escuto meu rádio,  era nathan!


Invasão! Invasão! Políciais estão invadindo...


--Quando escuto isso, só fasso um sinal pro DJ parar com a música.


Invasão! Policiais estão invadindo o alemão!  (Digo e tiro minha metralhadora onde estavam todas as armas) quando olho em volta meus compaças já tavam armados.


Bora!



(Sair de dentro do local indo em direção a boca)


--Ao chegar vários policiais estavam mortos jogados no chão!


-- Plagg, nino, Kim, Ivan, rose e Alix, vocês vão pela direita.

--Eu, Alya, Luka e juleika Vamo pela esquerda e o resto de vocês vão pela frete.


(Todos: sim chefía)...



--Eram muitos policiais, e todos estam com colete a prova de balas, o que dificulta para nós!


--Saimos do local e começamos o disparo de tiros, foi um tiroteio quase que infinito, mais eles recuaram quando chegou mais traficantes.


Esses policiais acham que podem invadir o local dos outros quando bem querem eles estão muito enganados...


Tô puta, da vida, vários de "meus" homens morreram no tiroteio.



Chefía!  (Alguém chama no rádio.)



-- O que foi caralho! ( digo )



--Sua irmã foi baleada!!!






CONTINUAAAAA!!!!










Notas Finais


Até mais amores😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...