História . Wanna One- One Shots . - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Wanna One
Personagens Daehwi, Guanlin, Jaehwan, Jihoon, Jinyoung, Jisung, Kang Daniel, Minhyun, Seongwoo, Sungwoon, Woojin
Tags 2ji, 2park, Jiji, Jinhwi, Kpop, Minhwan, Nielwink, Ongniel, Panhwi, Panwink, Ricewink, Wanna One, Winkdeep, Winkniel
Visualizações 320
Palavras 1.187
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Ficção, Fluffy, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"E tudo aconteceu graças àquela noite, com busca implacável, onde tudo começou."
{2Park fic}
{participação especial: Panhwi}
(Favor não jugar ship alheio ^^)

obs.: "continuação" direta do capítulo anterior

Capítulo 5 - . My Best Friend 2 .


Fanfic / Fanfiction . Wanna One- One Shots . - Capítulo 5 - . My Best Friend 2 .

E quando Daehwi e Guanlin deixaram a sala, não pude evitar de falar com Woojin.

"Você ouviu isso?"- perguntei, parando de olhar para a porta e olhando para Woojin- "ouvi... ele falou que eu sou o passivo! Qualquer pessoa percebe que eu sou o ativo"- ele falou zuando- "para de brincar Woojin! Isso é sério. Eles pareciam irritados"- ele apenas ignorou e pensou que logo logo iria tudo voltar ao normal, coisa que não aconteceu.

Quando eles voltaram para a sala, ficaram nos ignorando, e nós não gostamos disso, porque era tudo apenas uma brincadeira.

"Jihoon, não podemos deixar assim! Precisamos fazer alguma coisa"- Woojin falou- "vamos fazer o seguinte..."- expliquei o meu plano para ele, que era basicamente nos encontrarmos com eles no caminho para casa.

E quando colocamos o plano em ação, deu tudo certo. E ainda iríamos lá, na casa do Daehwi, zuar um pouco.

Quando chegamos na casa do Woojin, apenas jogamos as mochilas no chão e sentamos no sofá.

"Mas e aí Jihoon. Vai ser o passivo ou o ativo?"- ele perguntou sério, mas eu sabia que era brincadeira- "para com essa porra seu retardado"- ele riu- "desculpa, eu acho que eu preciso de uma namorada"- ele comentou, me fazendo rir- "ou um namorado!"- ele olhou para mim e deu um sorriso malicioso- "mas isso eu já tenho."

"Você está muito viado hoje, Woojin!"- falei sobre a sua personalidade. E ele apenas riu.

Quando estávamos indo para a casa do Daehwi, o Woojin começou a agir estranho.

"Cara, eu estava pensando, e se a minha parada não for mulher?"- eu olhei para ele- "porque, tipo, eu nunca namorei com uma menina. E eu já fiquei com uns meninos e gostei bastante"- eu comecei a me sentir desconfortável. Mas ainda permaneci em silêncio.

"Por que você está tão quieto Jihoon? Está desconfortável? Você sente o mesmo? O que aconteceu?"- ele parou e fez essas perguntas se aproximando cada vez mais de mim- "n-não é nada"- ele me olhou- "hmmm olha o gay panic aí"- ele riu e eu não entendi muito bem.

"Jihoon, vou testar uma coisa"- ele falou antes de colocar sua mão em minha nuca e puxar minha cabeça para perto da sua- "o que você está sentindo?"- ele falou em um sussurro, sem parar de olhar em meus olhos- "e-eu sinto... nervosismo?"- ele sorriu e continuou a andar.

O resto do caminho foi silencioso, ninguém tinha coragem de falar alguma coisa. E o silêncio só acabou quando chegamos.

"Vamos ver um filme!"- sugeri, quando já estávamos confortáveis dentro de casa, e todos aceitaram- "vamos ver busca implacável! Ele vai passar daqui a pouco"- Gualin falou e ninguém discordou, porque realmente o filme é muito bom.

Depois que o filme começou, eu me senti até desconfortável com os toques que os dois pombinhos se davam. Então, chamei a atenção do Woojin e fiz com que ele visse os dois juntos.

Quando ele viu, ele rapidamente teve uma ideia e deu a proposta de os dois não interagirem até o final do filme. Coisa que não funcionou, porque em menos de 2 minutos já estavam brincando um com o pé do outro.

O Woojin, sujo do jeito que é, os desafiou para darem um beijo. E ainda combinou comigo de fugirmos durante o beijo, e eu concordei, é claro.

Quando fugimos, estávamos com muita adrenalina e quando a animação acabou, apenas ficamos parados nos olhando, em silêncio. O Woojin deu um sorriso e apenas me abraçou.

Eu apenas fiquei parado, não sabia o que fazer. Ele continuou a me abraçar, ficamos muito tempo apenas abraçados.

"Eu não vou te soltar enquanto você não retribuir meu abraço"- ele sussurrou , quase encostando sua boca em minha orelha- "então eu não vou te abraçar"- falei fechando meus olhos.

Enquanto estávamos abraçados no escuro, naquela rua deserta, ouvimos vozes e junto com elas, comentários.

"Olha alí, dois viados!"- um senhor claramente bem mais velho falou para um homem que estava ao seu lado- "eles não tem vergonha não"- o outro comentou, enquanto nos encarava.

"Woojin, acho melhor irmos. Quanto tempo estamos aqui?"- eu falei preocupado com a hora- "Jihoon, eu já te disse! Eu não saio daqui sem você retribuir. E outra coisa, eu não me importo com comentários alheios"- ele falou me abraçando mais forte.

Eu retribuí o abraço e ele me soltou- "quanto tempo ficamos alí?"- perguntei curioso, porque pareceram horas- "acho que uns dois minutos"- arregalei meus olhos, sem acreditar que tinha sido tão pouco tempo.

Ao chegarmos na casa dele, ele se sentou no sofá e começou a mexer no celular. Eu fiquei parado na porta da sala o observando.

"Que foi?"- ele perguntou olhando ao redor, procurando por alguma coisa ao redor- "nada. Estou apenas... pensando"- falei confuso, sem entender o que estava se passando pela minha cabeça.

Quer saber? Por que não? Eu vou fazer isso para não me arrepender depois.

"Jihoon o que você está fazendo?"- ele perguntou quando eu o puxei e joguei-o na parede- "estou fazendo uma coisa que já tinha passado pela minha cabeça várias vezes"- e após dizer isso, eu ataquei seus lábios, como se a minha vida dependesse daquele beijo.

Ele não reclamou, pelo contrário, colocou suas mãos em minha cintura, por debaixo da blusa, e me puxou para mais perto. Eu realmente queria que aquilo durasse mais que dois minutos igual ao nosso abraço. Mas, infelizmente, meu telefone começou a tocar.

Paramos o beijo e vimos quem foi o infeliz que nos atrapalhou, e era o Daehwi.

"Que foi?"- perguntei com raiva- "eu e o Guanlin estamos namorando"- ele falou super animado- "bom pra vocês! Posso desligar agora?"- ele deu um suspiro e começou a fazer drama- "... mas tudo bem, pode desligar se você não se importa."

"Então tchau"- falei desligando a ligação- "você é horrível"- ele falou rindo- "eu sei."

E as semanas depois do acontecido foi resumida em: eu e o Woojin indo no banheiro da escolar para ficarmos juntos, eu indo na casa dele e vice-versa e nós nos perguntando se deveríamos evoluir a nossa relação.

Coisa que aconteceu um tempo depois. Pedimos ajuda para o casal da nação, e eles falaram que deveríamos falar para a família primeiro. E o Woojin teve a sorte de nascer em uma família com mente aberta, coisa que eu não tive, porque apenas a minha mãe não iria se importar.

Depois de tomar muita coragem, falei com a minha mãe, ela falou que não se importava com o gênero da pessoa ou sei lá o que. Ela só se importaria se ele é legal ou não, e me falou que iria falar com o meu pai e que se ele ousasse encostar um dedo em mim, ela iria pedir o divórcio porque já estava de saco cheio dele.

E foi isso que aconteceu. Na mesma hora que minha mãe falou, meu pai veio correndo atrás de mim e me deu um soco no olho, para eu "aprender a ser homem" e minha mãe começou a gritar para ele sair da casa dela e aguardar os papéis.

Eu amo minha mãe. Ela simplesmente amou o Woojin e também amou os pais dele, então, eu e o Woojin pudemos passar a ficar juntos sem preocupações.

E tudo graças àquela noite, com busca implacável, onde tudo começou.


Notas Finais


E foi isso ♡
Espero que tenham gostado ♡
obs.: Eu vou postar outra no finalzinho do mês (se minhas notas nessas provas forem boas)
E outra coisa! Se alguma coisa estiver errada ou não fizer sentindo, me desculpem mesmo. Eu revisei sozinha e na correria para postar logo
Muito obrigada ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...