História 0330 - Joshler - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fall Out Boy, Halsey, Panic! At The Disco, Twenty One Pilots
Personagens Brendon Urie, Dallon Weekes, Halsey, Josh Dun, Patrick Stump, Tyler Joseph
Tags Brendon Urie, Dallon Weekes, Halsey, Jordan Dun, Josh Dun, Joshler, Mark Eshleman, Patrick Stump, Twenty One Pilots, Tyler Joseph, Tysh
Visualizações 32
Palavras 1.397
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


No wattpad eu fiz uma apresentação comparando quem ia ser quem do clipe pros meninos da Tøp, Fob, Halsey e P!atd, como aqui não da de fazer vcs podem assistir o vídeo se quiserem, mas depois da fanfic ksksks

Capítulo 1 - Eu não consigo dormir bem a noite toda


Fanfic / Fanfiction 0330 - Joshler - Capítulo 1 - Eu não consigo dormir bem a noite toda

Às 03:30 am, Josh sonhava estar tocando um piano no meio da floresta.

Notas constantes que precisavam de complemento, em meio a chuva rasa que caia, quando ele apareceu e o ajudou a seguir com a música. Brendon observava na batente da porta o jovem de madeixas encaracoladas sonhar mais uma noite, havia pesar em seu olhar...

Josh andava pelos corredores da escola arrastando um graveto pela parede quando Dallon e Mark o abraçaram por trás em um pulo, despertando nos três uma crise de risos.

- Como você está Josh? - Dallon o cutuca arrancando mais risos.

- Estou bem, estou bem.

- Vocês viram aquela verruga nojenta da professora de literatura? - Mark comentou rindo como uma hiena. - Parecia que ia ganhar vida a qualquer momento.

- Eu ia rir se ela pulasse em você Mark! - Josh empurrou o amigo.

- Deus me livre, já pensou se ela gruda em mim e eu viro um zumbi?

- Céus Mark! É apenas uma verruga não um vírus extremamente mortal capaz de fuder a humanidade. - Dallon continuava rindo com os outros.

Chegaram no portão quase sem fôlego, Mark e Dallon se despediram indo no sentido oposto de Josh que seguiu sozinho. Caminhou em silêncio  até chegar na parada, justo no momento em que uma chuva começou a cair sem motivos aparentes, já que o céu estava limpo e o Sol brilhava.

Pegou algumas gotas o suficiente pra molhar seu cabelo. Ao seu lado chegou um outro garoto. Era Tyler. Josh era apaixonado por ele, e la estavam os dois numa parada isolados e molhados, Tyler bem mais que ele. Josh lentamente bagunçou o cabelo na tentativa de seca-lo. Pôs sua mão pra fora confirmando que realmente a chuva não pararia agora, Tyler continuava inutilmente "limpando" as gotas pela sua farda e cabelo.

- Tome. - Josh tirou uma blusa branca de dentro da bolsa entregando a ele. - Vai secar mais rápido se usar.

- Obrigado. - O moreno pegou sorrindo. - Meu nome é Tyler.

- Eu sei. - Joseph o olhou curioso. - Quero dizer, o melhor poeta da escola? Todo mundo conhece. - Suspirou ao ver que tinha piorado a situação. - Joshua.

Tyler estendeu a mão o saudando, notou o quanto eram macias e grandes. - Posso te chamar de Josh?

- Pode. - Sorriu.

- Parece que essa chuva não vai passar agora. Onde você mora? - Tyler tentava puxar assunto.

- Depois da cafeteria, ao Sul da rua. E você?

- Do outro lado da cidade. - suspirou. - Se continuar assim não vou conseguir chegar em casa.

- Você pode ficar na minha hoje, meus amigos já devem ter chegado a essa hora. Podemos parar na cafeteria e comprar algo.

- Não vou atrapalhar?

- De maneira alguma. São todos alunos daqui, com exceção de Halsey e Patrick. Mas se quisermos chegar logo teremos que correr na chuva.

- Isso de alguma forma não vai dar certo. - olhou pras nuvens escuras que  começavam a cobrir o céu. - Eu não tenho outra opção, vamos. - Agarrou o braço de Josh e correram.

Eles nunca tinham percebido que correr na chuva era um pouco desconfortável, elas eram um pouco doloridas e frias. Acabaram ficando mais encharcados do que planejavam. Os All Stars pingavam em cima de um banquinho na porta, Tyler e Josh estavam sentados na mesa da janela tomando chá, ela estava um pouco embaçada por causa do calor confortável que estava dentro da casa, sem querer em meio aos devaneios de um garoto apaixonado, Josh desenhou um coração com um sorriso no rosto. Tyler percebeu e o encarou sorrindo vendo-o apagar o desenho. Não ia negar, já conhecia o garoto dos corredores e tinha um abismo por ele. No outro canto do cômodo Brendon segurava um computador com Jordan parado ao seu lado, ambos com olhares tristes encarando o casal.

- Nós temos que fazer isso? - Jordan perguntou a Brendon.

- Eu sinceramente não queria. - Jordan acariciou o ombro do rapaz e saiu dali indo ver os outros.

Os dias passavam e Tyler estava mais presente do que nunca. Josh o ensinava a tocar piano, mas era mais um local de risos e piadas do que realmente uma aula. Pelo menos em uma música eles avançavam, uma de autoria dele que gentilmente apelidou de 0330, o horário que se conheceram naquele dia chuvoso. Halsey deixou a sala, estava incomodada com tudo que vinha acontecendo, Dallon ficou sozinho com os dois assistindo a "pequena apresentação" dos namorados.

Quase todo dia Josh ligava pra Tyler, era frequente assim como as batidas do seu coração, ele tinha que ligar. Conversavam por horas, trocavam carinho, risadas, segredos e frustações  do dia a dia. Certa tarde, ele ligou para Tyler, estavam rindo como sempre. Os outros meninos e Halsey estavam na cozinha ouvindo tudo, Patrick até tirou os fones de tão cansado que estava daquilo, Brendon que lia um livro qualquer bateu ele na mesa e se levantou.

- Pra mim chega.

- Brendon, melhor não. - Patrick apesar de tudo tentou evitar uma briga que poderia acabar bem feia.

- Me salta Patrick, isso tem que acabar. - Caminhou com certa raiva até Josh e apertou o botão pra desligar a chamada.

- Ei! O que você está fazendo Urie?

- Isso tem que acabar! Você está falando sozinho. - Puxou o telefone dele.

- Cala a boca! Me deixa em paz.

- Tem que nos escutar Josh. - Dallon chegou para tentar amenizar as coisas.

- Não. - Se lembrou de estar sorrindo sozinho na noite passada, em que deveria estar com Tyler. Mesmo assim empurrou o mais alto.

Se lembrou também de que não estava ensinando ninguém a tocar piano nesses meses, Tyler não estava lá como ele lembrava. Isso começou a deixá-lo agitado, Patrick tentou te aproximar, chegou a tocar no peito do amigo e pedir calma, mas também foi empurrado. E ele se lembrou de tudo, o porquê que ficava triste quando terminava de tocar ou tomar chá, todos os meninos estavam ali tentando acalma-ló e as lágrimas começavam a perambular pelo seu rosto, não queria acreditar nessa verdade. Era melhor continuar em seu mundo.

- Não chore Joshie. - Seu irmão pediu apertando carinhosamente seu ombro.

De repente uma onda de lembranças em que Tyler não estava mais invadiu sua mente, as imagens dele chorando pelo corredor da escola e fragmentos de sonhos com ele na floresta e o piano. Talvez seja efeito do remédio esquecer certas coisas. Ele não queria esquecer Tyler, fato, mas era preciso. Era doloroso mas ele precisava deixar isso pra trás e seguir em frente.

- Você e eu temos muito em comum Joshua. - Brendon começou se aproximando.

- Tenha cuidado com as palavras. - Avisou Halsey quando ele passou perto de si.

- Sim, eu sei. - Olhou de relance. - Deve doer, eu não queria sentir isso que você sente. Mas depois que ele partiu todos nós nos tornamos você. Somos uma familia Joshua. Se você sofre, nós sofremos juntos. Nós so queremos que tudo volte a melhorar, como era quando ele estava aqui conosco. Quando você sorria e alegrava a casa com seu jeito tímido e infantil, o jeitinho pelo qual ele se apaixonou.

- Preciso do meu baby boy, todos aqui aliás. - Halsey os fez rir, Josh também se permitiu. Tyler iria querer isso.

A imagem deles de mãos dadas no último dia que Josh o viu, motivou o garoto a continuar e voltar a viver por si, não mais por Tyler. Josh deu a mão para Patrick e Dallon e assim formaram um circulo e olharam entre si.

- Somos uma família e cuidamos um dos outros. Perdemos um membro de forma trágico e isso so reforçou nossos laços. Eu amo cada um de vocês do fundo do meu coração. - Patrick disse com a voz tremula. - Me recuso a perder mais algum de vocês, eu mesmo vou atrás e bato em vocês até voltarem a vida.

Sorriram mais uma vez, agora aliviados por saber que Josh poderia melhorar daqui pra frente e que medidas drásticas não seriam mais necessárias.

- Ei, escutem. - Os meninos encararam Josh. - Essa é a minha trágica história, apenas para quebrar meu coração.

Eram 03:30 am, Josh sonhava com Tyler tocando piano no meio da floresta, o mesmo ritmo que ele o ensinava antes de ir. Dessa vez quem chegou para completar a música foi Josh. A chuva caia, seus dentes apertavam seu lábio inferior minimizando um sorriso. Logo, era apenas Joshua tocando piano.



Notas Finais


Yep é uma musica de kpop, antiga aliás, mas eu nn posso deixar de lado as minhas raizes músicas que abriu a porta pra esse mundo que eu amo❤ é isso, espero que tenham gostado💛💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...