História 10 Days With Justin Bieber - 1.0 - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Ciumes, Diversão, Famosos, Festa, Hot, Justin Bieber, Paixão, Personagens Originais, Romance, Ryan Butler, Sorteio, Viagens
Visualizações 230
Palavras 1.015
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Capítulo 13 - Parque de diversões.


Quarta dia

23-07-2017 – Miami

Lauren Johnson

Acordei com uma dor de cabeça horrível, isso é a consequência de beber que nem feito uma louca. Não sou muito de beber, mas ontem decidi beber só para me divertir.

Já passava das 9h da manhã quando recebi uma ligação da minha mãe perguntando como estava, e eu acabei por contar que estava com o Justin por causa do sorteio e ela ficou super feliz e prometeu que depois do sorteio acabar ela iria me ver junto com o meu pai.

Tomei um banho e me vesti, saí do quarto e fui até ao quarto de Justin. Bati na porta e ele abriu ela já vestido e todo cheiroso.

-Eu ia justamente chamar você. – riu.

-É, bom dia. – sorri.

-Bom dia. – ele me olhou nos olhos. – você está bem? – perguntou preocupado.

-Sim, apesar da dor de cabeça. – ri e levei a mão à cabeça por causa da dor.

-Sei como é. – ele balançou a cabeça e saiu do quarto e fomos tomar o café da manhã.

-Hoje vamos num parque de diversões. – falou e eu sorri.

-Sério?! – perguntou empolgada enquanto tomava café.

-Sim. – sorri e continuamos a comer.

Justin Bieber

Como Megan tinha planeado, hoje nós iríamos a um parque de diversões. Chamamos o Ryan e Bonnie que estavam cheios de olhares um com o outro.

-Só você para me acordar para irmos num parque de diversões. – falou Ryan.

-Quem manda ficar até tarde na boate? – falo.

-Se fosse só a boate. – ele sorriu de lado olhando para a frente e eu topei logo o que ele estava dizendo.

-Entendi. – ele olhou para mim e sorriu malicioso.

-Você sabe né... – ele olhou para a Lauren.

-Ei! Não rolou nada entre eu e Lauren! – digo e ele ri.

-Se você diz. – deu e ombros.

-Tou falando sério Butler. – ele dá de ombros e ri. – Idiota. – ri.

Bonnie Wright

Não conseguia tirar da minha cabeça a minha noite com o Ryan, ele foi maravilhoso, nunca tinha tido um sexo tão bom como tive com ele. Apesar de ele ter essa carinha de anjo, ele era o diabo na cama. Ri com os meus pensamentos.

-Do que você está rindo? – perguntou Lauren que ia ao meu lado enquanto eles estavam para trás.

-Ah, nada. – digo tentando esconder o sorriso.

-Eu sei que rolou algo entre você e o Ryan! – ela falou e eu sorri. – Eu sabia sua safada. – cutucou minha cintura com o dedo me fazendo rir.

-E você? – ela me olhou confusa. – Você e o Mr. Bieber? – ela cora.

-Eu e ele nada! – falou séria.

-Sei não... – brinquei.

-Não tenta desviar a conversa para mim. – falou.

-Tá, nós transámos.-ela sorri maliciosa.

-E?

-O quê? – pergunto.

-Vai rolar mais vezes? Ou vai ser como os outros caras de uma noite? – perguntou.

-Hum, Ryan é muito bom naquilo que faz, mas não sei. – falei e ela assentiu. – Mas você e o Bieber não rolou nada ainda?

-Não. – ela falou em baixo. – Mas acho que não devemos nos envolver. – falou e eu assenti.

-Se você o diz.

Lauren Johnson

Já estávamos no parque de diversões e estávamos indo comprar fichas para podermos andar nas diversões. Ryan e Justin estavam atrás de nós conversando enquanto eu e Bonnie fazíamos o mesmo.

-Vamos andar em qual primeiro? – perguntou Justin.

-Naquele! – apontei para a montanha russa e ele assentiu e fomos andar, claro que houve pessoas pedindo fotos com Justin e Ryan. Mas o que valia era os seguranças que sempre tentavam desviar as fãs de nós.

...

Já estava anoitecendo e já tínhamos andado em praticamente todas as diversões, foi um dia incrível, me diverti bastante com eles e ainda ganhei um peluche de Justin de uma barraca de atira o alvo.

Bonnie e Ryan andavam de mãos dadas como se fossem um casal e eu sei que ela está gostando.

Quando chegamos ao estacionamento uma mão toca meu braço me assustando. Olho para a pessoa e vejo John, meu ex-namorado.

-John?! – pergunto surpresa e ele sorri para mim.

-Olá Lauren. – falou e coçou a nuca nervoso. – Tudo bem?

-Sim e com você? – Justin e Ryan olham para nós dois enquanto Bonnie tenta levá-los para a van.

-Mais ou menos. – falou. – Eu queria falar com você.

-Pode ser noutro dia? – ele assente. – Ok, depois eu digo alguma coisa.

-Ok. – ele olhou para o lado. – Adeus. – falou e se foi embora.

Voltei para a van e Justin e Ryan olhavam para mim curiosos.

-Era um amigo meu. – falei e Justin estava com uma cara nada boa.

Justin Bieber

Um cara apareceu do nada e começou a falar com Lauren, Bonnie nos obrigou a voltar para a van, para deixarmos eles sozinhos, por mais que eu quisesse ficar eu não podia, já que Lauren não era nada minha.

-Quem era aquele cara?- perguntou Ryan.

-É eu também gostava de saber. – falei irritado.

-Só ela poderá vos responder. – Bonnie falou.

Já passavam de dez minutos e nada dela aparecer.

-Não seria melhor ir ver se está tudo bem? – perguntou Ryan.

-A Lauren sabe se cuidar. – Bonnie falou e eu revirei os olhos.

De repente a porta da van se abre e ela olha para nós que estávamos encarando ela, ela ri nervoso e diz que era só um amigo. Pois claro que era um amigo e eu acreditar nisso, dava para ver na cara do amiguinho dela que era mais que isso.

-Vamos! – falo rude. Lauren se sentou ao meu lado na van e Ryan foi junto com Bonnie.

-Está tudo bem? – ela perguntou e eu dei de ombros. – Ok, já vi que não. – ela se calou durante o caminho todo assim como eu.

Assim que chegamos ao hotel cada um foi para o seu quarto, meus nervos estavam à flor da pele e eu precisava de descontar em algo. Não sei porque me sentia assim. Era um misto de sentimentos que eu não sabia entendê-los.

Estava prestes a atirar com o vaso de flores ao chão quando batem na porta. Abro ela dando de cara com quem me faz ter este misto de sentimentos.

-Oi, podemos falar?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...