1. Spirit Fanfics >
  2. 10 Dias Com Ele >
  3. Dar uma chance ao amor(dia 3)

História 10 Dias Com Ele - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Bem, Justin claramente é uma referencia ao trabalho deles juntos naquela série da Disney que nem vou falar o nome pra não me emocionar, amo, assisti 4x já.

O nome do capitulo aliás é também uma referencia a série, onde os irmãos Russo criam uma banda, como carreira alternativa pra suas vidas.

Os termos 'intelecs' e 'armada' são adaptações latinas, como alguns tem que servir no exercito como forma de conseguir a cidadania nos EUA, eles tem muito disso de se manter em grupos, porem não são definições inferiores ou superiores.

Os intelecs são em sua maioria mulheres que conseguem notas suficientes nos testes físicos e não tem interesse em combates e tiros, e por mulheres serem naturalmente mais organizadas e pacientes, além de administrarem melhor informações, o pessoal do administrativo geralmente é composto por elas, mas isso não significa que não aja mulheres fuzileiras na linha de frente, quem já viu o filme Battleship - A Batalha dos Mares, viu a Rihanna ocupando um posto de Sargento nos fuzileiros navais.

Por outro lado os membros da 'armada', geralmente são os mais aptos a trabalhos físicos como carregar coisas pesadas, se movimentar rapidamente e atirar, carregar, basicamente todo tipo de serviço necessário, nesse ponto especificamente tem uma boa parcela de mulheres também, porem a grande maioria dos membros com maior patente ou em destacamentos de elite são compostos por negros devido a construção genética e outros fatores que os favorecem fisicamente, tanto quanto os latinos.

Mas não são organizações racistas ou elitistas e de forma alguma estou desmerecendo o trabalho desses profissionais, porem achei interessante mostrar um pouco disso, mas novamente não são definições que tornem um ou outro inferior, no exército americano eles tem muitas regras e leis que fazer o regimento deles ser o que mais tem igualdade e respeito. Como eles conseguem é um mistério, ninguém sabe mas é assim.

É isso, espero que gostem e se possível comentem

Capítulo 12 - Dar uma chance ao amor(dia 3)


Fanfic / Fanfiction 10 Dias Com Ele - Capítulo 12 - Dar uma chance ao amor(dia 3)

Carter ON

Se o Miles pensa que é o único atraente ele está engando, eu posso não ter trinta e cinco milhões de seguidores no Instagram mas eu sou bonita e tem gente que gosta de mim, ele vai descobrir isso hoje!

Penso nisso antes de atender o telefone.

-Oi Miles - digo o mais inocente possível - pode me buscar na casa da Karime, vim conversar com ela mas pensei melhor e quero ir a praia o que acha?

Ele me pergunta qual praia.

-Rockaway Beach no Queens, é afastada e muito família então num dia de semana não é provável que alguém vá reconhecer você lá se usar um boné e óculos de Sol.

Ele concorda, o que é ótimo pois ele vai ver quem é Carter Delgado!

Xxx

Chagamos na praia que por sorte estava quase deserta, o legal de NY na temporada de treinos abertos de Basebol é que as pessoas normais preferem ver caras lindos em roupas justas batendo em bolas com tacos de madeira a vir a praia, ou talvez eu não seja normal.

Me olhando no reflexo de um carrinho de comida me acho bonita, meu cabelo está preso e meu rosto parece tão radiante quanto essa manhã, que parece ter sido a séculos; comprei pro Miles uma jaqueta de capuz cinza e óculos escuros pretos, além de uma bermuda e sandálias, pra mim uma camiseta folgada e aberta o suficiente pra mostrar meu sutiã vermelho, e uma legging preta.

Caminhamos pela praia descontraídos como se não tivéssemos destino, o que não é verdade.

-Sabe - ele sorri enorme - eu peguei um esboço do que a Karine compôs, ela disse que meu Reiki perto de você infundido com o seu Magoi criou uma aura azul caribenho que inspirou ela, você quer ouvir?

Sorrio como se ainda acreditasse no que sai da boca dele ou da Karime, dois falsos.

-Que ótimo Miles, eu vou querer ouvir alguma hora - digo o mais controlada possível - vamos comer alguma coisa? Estou morrendo de fome!

Ele sorri e segura minha mão entrelaçando nossos dedos.

-Eu também, essa manhã foi confusa e perturbadora e acho que preciso comer pra te contar logo uma coisa, e levando em conta a noite de ontem acho que é o momento certo.

Balanço a cabeça confirmando mas mantenho o foco mesmo é no meu o objetivo, afinal ter a audácia de ainda citar a noite passada porque ele sabe que não acompanho a vida dele, por isso pensa que se safou; não que estivéssemos juntos nem nada.

-Olha só - aponto - pranchas de surfe, eu adoro surfar - minto, nunca surfei na vida - vamos comprar uma!

O rosto dele me encara, já que os olhos não podem ser vistos.

Assim que entramos na loja eu vejo os olhos azuis claro dele e sou jogada no passado por uma onda de lembranças: Justin.

Falshback ON

1° dia de aula na escola de cadetes dos fuzileiros, estou completamente perdida por ser praticamente a única garota.

-Oi meu nome é Justin - um rapaz de cabelos negros azulados e olhos azuis me aborda - pelas suas roupas eu diria que é novata, acertei?

Quando paro de pensar como o campos de um curso preparatório é grande, reparo que parte dos alunos usa um uniforme composto por: coturnos, calças azuis, pochetes, cintos negros, camisas azuis marinho camufladas, e chapéus pequenos porém estilosos.

-Sim sou novata aqui me chamo Carter, a propósito - digo e estendo a mão pra ele - as garotas ficam em outro lugar aqui?

Ele me olha e parece compreender perfeitamente a confusão.

-Poucas garotas passam pelos treinos físicos rigorosos, as que passam terminam indo pra parte de inteligência e logística no campo dos 'intelecs' geralmente só os rapazes ficam aqui no campo da 'armada' não que eu seja preconceituoso nem nada !

Ele é fofo nervoso, parece tão forte e imponente mas quando fica nervoso ele abre a boca sem emitir som algum e revira os olhos pensando, um charme.

-Saquei, bom contanto que não exijam que eu faça nada impossível eu vou ficar aqui com a turma da armada mesmo!

Xxx

Duas semanas se passaram e o treino físico está me matando, 5 horas por dia todos os dias eu venho pra cá após o trabalho, sei que vai me garantir uma vaga nos Fuzileiros, mas é chato ser a única garota, pelo menos tem o Justin.

Lá vem ele com os olhos azuis.

-Quinta-feira é dia de treino físico então é meu dia favorito!

Reviro os olhos.

-Definitivamente não é o meu! Mas porque você gosta?

Ele sorri.

-As turmas se misturam e passamos 4 horas juntos, você quer mais o que?!

Ambos rimos.

-Acho que ter nota e ficar na armada, ou vão me jogar nos intelecs mesmo.

Ele parece decepcionado, ou melhor dizendo ele parece querer disfarçar isso.

-Ai seu treino físico vai ser dividido na semana, e não vamos nos ver - ele suspira - e porque queria ser da armada mesmo? A maioria das garota vai pros intelecs direto.

Ele fica lindo de uniforme.

-Meu pai serviu e não foi atrás de uma mesa, não que não seja digno mas eu quero estar do lado de fora do navio quando cruzarmos o mundo e não dentro de uma sala onde não vou realmente ver a imensidão do mar pelo mundo!

Os olhos dele brilham e o sorriso enorme me fascina, quando perde a postura os braços dele relaxam e os ombros parecem bolas de vôlei, os bicpes parecem bolas de tênis e o tanquinho dele fica completamente desenhado na camisa justa.

-Eu só quero notas altas pra já ser colocado num posto de respeito e não ser mandado pelos outros o tempo todo, parece fútil quando eu digo alto.

Me viro rindo dele e torcendo pro meu cabelo negro esconder o sorriso, mas estou com ele amarrado e o chapéu, então ele tá me vendo sorrir.

-Você é tão sincero Justin, tomara que seja meu superior na marinha.

Ele pega a minha mão.

-Te ajudo a treinar todos os dias após as aulas e dou dicas do que comer - disse segurando minha mão - e só precisa fazer uma coisa pra mim.

Encaro ele com força.

-O que?

-Não desistir né Carter - diz rindo - a única vez que eu não me atrapalho com uma garota linda e ela quer me deixar antes mesmo de eu conseguir um beijo.

Fico surpresa e me solto da mão dele.

-Eu não sabia que era por isso!

-Dei mancada não foi?

-Não é isso Justin, mas eu acabei de sair de uma droga de relacionamento e você é legal mas eu não estou pronta!

Ele sorri como se não fosse nada.

-Eu acabei falando sem pensar - ele ficou vermelho - mas eu acho que devia mesmo arriscar.

Eu não nego que gosto dele, mas esse não é o momento.

-O "não" você já tinha soldado!

-Agora eu vou buscar o "nunca"!

-Quem sabe consegue o "talvez" Justin, quem espera sempre alcança!

Sorrimos e ficamos amigos, ele me ajudou com os treinos extras e alimentação por dois meses até eu conseguir sozinha, depois começou a namorar uma tal de Julieta mas sempre nos olhamos nós corredores do campos e sei que eles terminaram.

E sempre temos as "quintas-feiras".

Flashback OFF

 


Notas Finais


Comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...