História 10 Passos para não encontrar o amor - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Ação, Drama, Romance, Todos Os Membros Do Bts
Visualizações 31
Palavras 1.618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


saudades meu povo? Demorei pq acabei viajando e dps tive que fazer umas provas, mas aqui está um cap lindo para vcs. boa leitura

Capítulo 27 - Capítulo vinte e sete. - promessa não lembrada


Capítulo vinte e sete. – Promessa não lembrada 

 

 

 

   Abrindo os olhos lentamente e depois os fechando por causa da luz do sol, eu me espreguicei na cama e após isso me levantei. Fiz minha rotina e sai de casa para andar com o Kaneki, felizmente eu consegui dormir direito mesmo com os pensamentos duvidosos sobre aquela conversa de ontem com o Taehyung, mas pelo jeito eu estava cansada de mais para não adormecer. Estava fazendo o trajeto de sempre até parar bruscamente, o que eu desejava e ao mesmo tempo não desejava aconteceu: Jimin estava sentado em um banco um pouco mais a frente, pingando de suor e tomando água.

    Engulo a seco, agora  tinha certas observações para dar sobre esse momento: Ele esta terrivelmente irresistível e gostoso, pensava que não o veria durante a minha corrida e estava um pouco aflita sobre ver ele, eu realmente estava com saudades, mas por causa da minha recusa sobre seu pedido de namoro eu fico sem jeito de olhar para ele, ainda quero ter um relacionamento com o Jimin o problema é o mesmo! Superação em relação ao Yoongi e fico me questionando se o Jimin se sente um pouco mal, até porque eu sou a ex do seu amigo. Ando devagar até chegar perto o bastante para ele perceber minha presença, o garoto ergueu os olhos e me avaliou com um pensamento que eu saberia que nunca iria desvendar. Sabia que desde o início que passar direto por ele iria apenas piorar minha situação de ser covarde! Teria que encara-lo e aproveitaria para perguntar se ele estava com raiva de mim.

- Bom dia. - falei com um pequeno sorriso nos lábios.

    Jimin mantinha uma respiração ofegante, mas tentou controla-la e me respondeu sem que todo o oxigênio dos seus pulmões sumisse. Infelizmente, ficamos em um curto silêncio de sem ideia, eu desviava meu olhar e depois voltava para ele, estava inquieta e parecia que essa minha inquietação estava sendo passada para o Kaneki que começava a ficar impaciente por estarmos parados. Ok, tinha que perguntar logo, não era como se Jimin pudesse ler minha mente e agradeço a Deus por ele realmente não poder. Se ele visse o que se passa nessa cabecinha quando ela vê ele desse jeito ou quando fico olhando a janela do meu quarto...

- Está com raiva de mim?

   Parti pra cima com a pergunta, agora já não desviava mais o olhar, estava fixo ao meu vizinho, contudo minhas pernas tremiam de medo, temendo dele dizer que estava sim. Jimin respirou fundo, limpou o suor que escorria pela sua testa e depois bagunçou os cabelos. 

   Deus, se ele soubesse como conseguia me deixar louca só por fazer tal ato... De certeza ele faria mais para mim provocar e vou confessar que apesar de fazer eu ficar sem fôlego... Eu gosto.

- Não estou com raiva de você, algo aconteceu no seu antigo relacionamento e isso faz com que você fique um pouco aflita para começar um novo, estou certo? Tudo bem, mas saiba que ainda vou fazer você ser minha namorada.- divagou mostrando um sorriso no final da frase.

   Fiquei chocada com suas palavras, ele havia entendido meu lado e saber disso me fazia ficar aliviada, além de aumentar mais algumas porcentagens de amor por ele. Sem me deixar agradecer ou acrescentar mais algo, ele  se levantou e bagunçou meus cabelos.

- Tchau pirralha.

   Eu me virei olhando sua silhueta voltar a correr pelo lado oposto que eu pretendia ir, "pirralha" há quanto tempo não escutava aquela palavra sair da boca dele? Antigamente eu ficaria muito irritada, ou talvez ainda ficasse, contudo agora eu fico feliz e com um sorriso bobo no rosto. Jimin ainda não tinha desistido de mim e mais do que nunca eu também deveria corresponder suas expectativas me esforçando para aceitar sua proposta de namoro.

-------------

   Após voltar da caminhada e comer, esperei o Taehyung aparecer para irmos juntos, o engraçado é que ele chegou todo empolgado dizendo que tinha uma surpresa para mim, eu fiquei muito curiosa e perguntei o que era, entretanto ele estava relutante dizendo que só me diria à tarde, quando saíssemos da faculdade. Uma coisa que não dá certo é fazer mulher ficar ansiosa e o pior... Ele sabia que não devia fazer isso comigo

   Fomos para a faculdade e tivemos algumas provas e por causa delas, tivemos a sorte de sair mais cedo, ou seja, aquela tal surpresa iria se manifestar mais cedo do que eu esperava! Taehyung após entrar no meu carro para irmos embora, disse para irmos a minha casa e acrescentou que era para eu colocar roupas que me aquecessem. Eu já estava confusa e ansiosa, dizer aquilo só me deixou mais aflita para saber o que me esperava. Então sem perder tempo, quando cheguei a minha residência, corri para o meu quarto e coloquei uma calça jeans, blusa de frio e um sobretudo por cima, voltei na velocidade da luz para o meu carro e avistei o garoto me esperando já com outra roupa de frio, V não dizia nada no carro, por exceção de me guiar para onde deveria dirigir. A tarde começava a ir embora, as nuvens começavam a ser pintadas pela coloração laranja do sol e os últimos raios solares que refletiam no espelho do meu carro, sumiam aos poucos, assim como também os que estavam no rosto do meu amigo quieto. Eu estava estranhando o Taehyung por não falar nada, ele sempre foi de abrir a boca e começar a conversar sobre algo, o V está me escondendo algo e eu queria descobrir, além de querer também saber sobre aquela promessa que eu não tenho ideia do que havia prometido.

   A última comanda do meu amigo foi para entrar na próxima esquina e assim fiz, olhei se achava alguma vaga para estacionar e por sorte encontrei uma de frente a uma lanchonete. Saímos do automóvel e olhei para ele e depois para a rua para ter uma ideia de onde ele pretendia me levar.

- Vamos? - perguntou erguendo sua mão.

   Um ato que não fazíamos há muito tempo, quando éramos mais novos e antes de eu começar a namorar, tínhamos uma mania de andar de mãos dadas mesmo que fossemos amigos, não tinha significado algum andar daquele jeito, apenas gostávamos e agora ele pretende voltar com esse hábito? Eu hesito um pouco, mas lembro que aquela ação nunca nos representou nada então aceitei sua mão e a segurei. Taehyung sempre teve  uma mão grande que envolvia quase toda a minha, era quente e aconchegante, tinha esquecido essa sensação de andar com o meu melhor amigo. 

   Quando paramos de andar, eu avaliei o grande prédio pintado de azul e branco, com a fachada dizendo que era um lugar para patinação. Eu encarei o menino com um olhar de medo, eu estava apavorada porque nunca patinei na vida, de certeza eu iria ganhar era belos tombos constrangedores no meio de tudo mundo que sabia patinar como profissional.

- Por que está me olhando assim? Você sabe que eu também nunca patinei na vida! Então porque não ter sua primeira experiência ao lado de uma pessoa querida? - perguntou.

   Minha cabeça já girava como se eu estivesse bêbada, de certeza cairia de bunda, depois quebraria algum osso e para finalizar eu pegaria uma gripe! Mas eu já não podia fazer nada, o V me arrastou para dentro e começou a pegar os sapatos de patinação com os nossos números. Eu fiquei dizendo constantemente a ele que não queria entrar lá e passar mico, mas o garoto não me escutava e me fez entrar no pátio de gelo junto a ele, mal entramos e quase caímos um em cima do outro, a sorte é que eu me apoiei nele e ele em mim, começamos segurando nas barras para nós movimentar e nos acostumar com o piso gelado e escorregadio, mas mesmo segurando aquele corrimão eu não escapei de tropeçar e cair, quer dizer... Quase cair! Taehyung me segurou pela cintura, pena que ele não teve muito equilíbrio e acabou o fazendo cair também, mas sua sorte é que eu amorteci sua queda. Eu tive um chão duro e gélido para mim dar as  boas vindas.

- Eu sabia, eu te disse Taehyung! 

- E daí? A gente acabou de começar! Vai, vamos lá. - divagou me ajudando a levantar.

   Respirei fundo e fiquei pedindo a Deus para não ter  outra queda constrangedora, sem perceber o V colou nossos corpos, colocou sua mão na minha cintura e sorriu para mim, acho que talvez tentar esse método não tão ruim assim, então coloquei minha mão também na sua cintura e começamos a dar nossos primeiros passos juntos.

-----------

   Uma hora depois conseguíamos andar melhor do que o princípio, nas nosso tempo já havia acabado então teríamos que ir embora. Saímos da pista de gelo, mas ainda permanecemos no edifício, pois havia no primeiro andar uma lanchonete de doces, subimos e nos sentamos em uma mesa longe do ar-condicionado, pedimos tortas e ficamos no aguardo. Naquele momento eu agradeci por ele ter mim trazido, apesar das quedas de bunda no chão e tal, havia sido divertido, Taehyung afirmou que também havia gostado e disse que queria voltar mais vezes aqui.

  Eu assenti, mas olhando para ele, lembrei-me da nossa conversa antiga e imaginei se daria certo perguntar agora, mesmo que não saísse em êxodo, pelo menos havia tentando.

- Que promessa era aquela que você havia dito? Você sabe algo sobre aquele dia do incidente? Ninguém nunca me contou o que aconteceu  e imagino que essa promessa que na qual eu não me lembro, faz parte desse dia perdido em minhas memórias.

 


Notas Finais


Será que ele vai falar ou ainda continuará a guardar aquele segredo? o que ele esconde?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...