1. Spirit Fanfics >
  2. 10 Things I Hate About You (TAEKOOK) >
  3. Cap. 17 ' 1 de Janeiro de 2020'

História 10 Things I Hate About You (TAEKOOK) - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoal, essa é minha 1° Fic. Espero que gostem e desculpa se a escrita não estiver boa. Vou tentar melhorar. 🥰

Me sigam no Twitter @KimvCah

Capítulo 17 - Cap. 17 ' 1 de Janeiro de 2020'


Fanfic / Fanfiction 10 Things I Hate About You (TAEKOOK) - Capítulo 17 - Cap. 17 ' 1 de Janeiro de 2020'

Odeio cemitérios. Além de serem tristes, tem um cheiro ruim e lembranças de pessoas especiais. Que me deixam mais triste.

-Jungkook vamos? -  Diz Jimin.

Deixo as flores no túmulo e saiu.

- Sim.

------------------------------------------------------------------

Dia 1° de Janeiro se 2020.

Naquela noite a Ji Soo estava pronta para atirar e me matar.

Era seu objetivo desde o início.

Então Tae também estava pronto para me proteger e até morrer por mim.

Bobo.

-Você vai morrer como um herói Taehyung! -  E então ela dispara.

O tempo parou ali.

O projétil parou no ar. Tudo ficou congelado.

Era como se o tempo parasse para mim poder dizer adeus ao amor da minha vida.

A bala acertou em cheio Taehyung.

Ele cai para trás.

-NÃOOOOOOOOOOOOOO TAEHYUNG! SUA PUTA DISGRAÇADA.

-Agora é a sua vez Jun...

Não deixo ela terminar de falar. Pego a arma que está caída do lado do Tae e disparo contra ela.

Não vejo aonde acertou. Só vejo que ela cai.

-Seu filho da puta! - Ela grita.

Aponto a arma para ela.

-Você matou o Tae. E agora vai morrer por isso vadia! - Estou com as 2 mãos na arma pronto para matar ela. Estou chorando.

-hahahaha vai virar um assassino? - Ela está rindo.

-Não, você que é. Uma vadia assassina. - Coloco meu dedo no gatilho.

Tae não vai morrer em vão.

De repente escuto um estrondo e alguém gritar:

-BAIXE A ARMA!

Eu olho é a POLICIA! Com o Professor Lee e o Namjoon.

Graças a Deus!

Vejo que ela levanta. O tiro provavelmente acertou as pernas por que ela está mancando.

-Que merda! Não vou ser presa e nem morrer pelas suas mãos.

Ela aponta a arma para mim.

Eu continuo apontando para ela.

- Vamos morrer juntos então Ji Soo. - Eu falo chorando pensando no Tae.

-Não, você vai sofrer sem o Taehyung e eu vou para o inferno!

Ela coloca a arma na têmpora e ATIRA.

ESTOU ESTASIADO! QUE CENA DIANTE DOS MEUS OLHOS.

A polícia vai correndo ver a Ji Soo caída.

Acordo do meu choque.

Eu corro para o Taehyung caído.

-Tae, por favor - Coloco sua cabeça no meu braço. Ele está todo ensanguentado. Estou chorando.

Nam vem até mim.

-Jk a ambulância está vindo. Ele está vivo. Fica calmo. - Nam faz carinho nas minhas costas.

-Sério como você sabe? - Estou chorando horrores.

-Por que que a polícia verificou.

-Aí meu Deus! Ele vai ficar bem Namjoonie?

-Espero que sim Kookie. - Ele me abraça.

Chegamos no hospital Tae vai para a emergência.

Os outros meninos chegam. Todos me abraçam.

É uma eternidade esperar.

Nam diz que depois vai nos explicar muitas coisas.

O Médico vem falar com nós.

-Quem é o responsável?

-Sou eu Dr - Eu falo.

Ele diz:

- O Sr. Kim Taehyung está em estado grave. Ele vai passar por cirurgia. O projétil atingiu o tórax. Vamos retirar. Porém, não sabemos as sequelas. Faremos de tudo. Assim que terminarmos, avisaremos vocês.

Ele sai.

Eu caiu no chão e no choro.

Jimin me segura.

-Calma Kookie ele vai ficar bem. - Jimin diz me abraçando.

-Chim, ele é tudo o que eu tenho.

Os outros meninos também me abraçam.

Os pais do Tae chegam. A Sra Kim vem correndo me abraçar. Conto tudo para eles.

Vamos ficar no hospital.

Estamos na sala de espera. Eu e a Sra. Kim. Os meninos e o Sr. Kim estão lá em baixo.

Minha sogra segura minha mão.

-Jungkook, vamos rezar? - Ela diz.

-Rezar para que? - Falo naturalmente.

-Para Deus cuidar do Taehyung. - Ela sorri gentilmente.

- Por que Deus não cuidou antes e deixou a Ji Soo fazer isso? -  Começo à chorar.

-Porque você está culpando Deus? Ele não tem culpa, ele cuidou e protegeu o Tae até agora. E até mesmo você. Já se esqueceu? - Ela está segurando minha mão com força.

-Você está certa Sra. Kim me desculpe. Deve ser castigo, por não agradecer. Por que Deus permitiria isso?

-É o teste para a felicidade eterna. Quem passar por ele, encontrará a felicidade para sempre. - Ela me abraça.

OBRIGADO DEUS POR TUDO! E DESCULPA PELA DEMORA À AGRADECER.

O médico sai.

Nós levantamos.

Ele diz:

-Nós terminamos. Ele está se recuperando, logo irá para o quarto.

Que alívio!

KIM TAEHYUNG ESTÁ VIVO! E BEM!

Eu abraço a Sra.Kim

Choro feito criança.

Descemos para contar para os outros.

------------------------------------------------------------------

Faz 17 dias que Tae está em coma.

Passo todos os dias e noites no hospital.

Não saiu do lado dele por nada.

Os médicos dizem que ele pode nunca mais acordar.

Os meninos veem todo dia visitar ele.

Meus pais e os pais dele também.

As vezes sonho que ele acordou e conversou. Outras vezes sonho que estamos no paraíso. Outros sonhos são que estamos casados e felizes.

Não importa se ele dormir para sempre, não sairei do lado dele.

Estou aqui sentado na cadeira. Segurando sua mão. Com a cabeça na cama.

Estou cantando um trecho da música que escrevi para ele esses dias que estive com ele no hospital.

- Your eyes, they tell.. Ah Tae, Eu te amo tanto, sabia? Acho que até em outra vida eu vou amar você.

-Então posso morrer?

Continuo com a cabeça deitada, fazendo carinho na mão dele.

-Claro que não né. Mas, ué no sonho de hoje sua voz está rouca e fraca.

-Sonho?

-Sim, e está conversando muito também. Deve ser a falta que você me faz.

- Também senti sua falta. Mas não vai olhar para mim?

-Não quero acordar do meu sonho.

-Mas você está acordado Kookie.

QUE?

Olho imediatamente para o Tae.

ELE ESTÁ COM OS OLHOS ABERTOS!

ELE ACORDOU!

-TAEHYUNG!!!!!!VOCÊ ACORDOU MEU AMOR!

Eu vou para abraçar ele.

VOU EXPLODIR DE FELICIDADE! MEU DEUS!

Começo a chorar.

Obrigado Deus.

-Meu amor, está sentindo algo? - Pergunto olhando para aquela olhos que senti tanta falta.

-Estou bem, Kookie, você está bem? O que aconteceu?

Conto tudo para o Tae sobre aquela noite.

Conto que Jimin foi comigo visitar o túmulo da Ji Soo.

Visitar para dizer a ela que a perdoo de tudo o que ela fez comigo. Ela era mentalmente doente. Talvez se tivesse tido alguma ajuda profissional não teria acabado assim.

Conto sobre aquela ligação do Nam no ano novo.

Nam descobriu que era ela e contou para a Polícia e naquela noite ia nos contar. E o plano dele era chamar ela para a festa e lá a policia estaria de tocaia e aí ela seria presa.

Mas, já sabemos que deu errado. Por que ela sequestrou eu e o Tae.

Que loucura.

-Ainda bem que você está bem. Eu te protegeria de novo e vou te proteger o resto da vida Jeon Jungkook. Eu te amo. - Tae se levanta um pouco e me abraça.

Eu amo esse homem com todas as minhas forças.

Ligo para todos virem para o hospital.

Será que finalmente vamos poder viver felizes?

Continua..



Notas Finais


Penúltimo Cap 😭 Fic chegando ao fim 🤧 Sinceramente eu não estou preparada. Obrigado por todos vocês lerem essa minha escrita péssima e por lerem minha falta de criatividade kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...