1. Spirit Fanfics >
  2. 100 coisas para fazer antes de morrer >
  3. Eddie Kaspbrak

História 100 coisas para fazer antes de morrer - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Eddie Kaspbrak


Não creio que eu e o Stan vamos fazer isso. Estamos agora mesmo, no meio da rua procurando dois garotos para nós beijarmos.

Sim, nós vamos beijar dois completos desconhecidos. 

Se quiser saber, tudo começou a alguns minutos atrás, eu estava na sala, mexendo no celular, todo contorcido no sofá. E Stan estava lendo um livro no outro sofá.

Quando minha irmã, Beverly chega na sala com os olhos transbordando lágrimas e ela se joga em cima de mim, me abraçado e chorando muito.

— O que houve garota? Você tá bem? — digo, preocupado com ela. Ela em resposta me entrega uns papéis que estão grampeados.

Eu nem li o que estava escrito, mas já sabia exatamente do que se tratava, eu tinha escrevido aquilo um ano antes, junto de meu melhor amigo Stanley, era uma lista com 100 coisas para fazer antes de morrer, nós escrevemos aquilo quando nós descobrimos que tinhamos câncer.

Na verdade nós nos conhecemos no hospital, e acabamos virando melhores amigos, foi um momento difícil pra ele e pra mim, então nós nos ajudamos, e fizemos aquela lista, era algo bobo, não algo importante. Até pensamos em cumprir alguns dos itens, mas logo desistimos.

Eu tenho câncer, e meu médico já me deu até um prazo, eu tenho 5 meses de vida. O de Stan são 4 meses, nosso câncer já está em um nível tão avançado que não existe mais probabilidade de cura. Nós continuamos tomando os remédios, mas nós sabemos que eles já não adiantam mais.

— Por que não me disseram? — Pergunta Beverly, depois de sair de cima de mim. — Eu teria te ajudado a fazer tudo.

— Nós desistimos disso. Não vale a pena.

— Vale sim, vocês tem que fazer algo, antes de... Vocês sabem. — Beverly diz, a nossa morte eminente, é um assunto que ela odeia tratar. — Vamos cumprir pelo menos algumas. Vamos Eddie bear e Stanzinho.

— Eu não quero, e mesmo se quisesse, por qual nós começariamos? — Pergunta Stan.

— O primeiro e segundo itens. Ele é bem facil. Lê ele. — diz Beverly animada.

Não leio pois sei de que itens ela está falando, já li essa lista tantas vezes que já até gravei tudo que tem nela.

— Tá, mas- — Eu ia dar uma desculpa qualquer para não fazer, mas Beverly puxa Stan e eu em direção a porta. Sem me dar escolha. Eu acabo indo, se eu fosse cumprir alguns desses itens ia ser divertido.

E agora estamos aqui parados no meio da rua, vendo quem passa, para decidir quem nós devemos beijar.

— Ali, aqueles garotos, são perfeitos. — diz Beverly, eu e Stan nos viramos para ver um menino de cabelos escuros e óculos, andando de skate. Ele está acompanhado por outro menino que tem cabelo castanho e também está andando de skate.

— O que? Aqueles garotos? Você está ficando louca Beverly? — Pergunta Stan, não tirando os olhos dos garotos.

— Sim, Beverly, eu não vou beijar nenhum daqueles garotos, nunca. — digo, não conseguindo tirar meus olhos do garoto de óculos.

— Vão logo, é só beijar e depois dá um fora. Só isso. Não vai doer em ninguém, a não ser se um deles estiver namorado, aí vai doer na pessoa o chifre, mas isso a gente releva.

— Você é má, Beverly. — Stan fala. — Vamos lá Eddie. Eu beijo o de cabelo castanho e você o moreno de óculos. Tá bom? Ou quer trocar?

— Por mim tá ótimo.

Vamos em direção a eles, somente Stan e eu, já que Beverly ficou lá parada onde estávamos, ela irá só observa, ótimo, mete a gente nisso e nem vai ajudar dando apoio moral.

— Vamos fazer isso mesmo. — sussurro para Stan.

— Sim. — ele diz simplesmente. — Ei, vocês aí, isso mesmo, você de cabelo castanho e você aí de óculos, podem nos dar um pouco das suas atenções?

Eles olham para nós espantados, mas fazem que sim com a cabeça um pouco receosos. Eu também estaria se dois completos desconhecidos me parecem no meio da rua, pedindo a minha atenção.

Stan e eu nos olhamos, fizemos que sim com a cabeça e eu vou em direção ao garoto moreno, que de perto parece bem bonito, e Stan vai até o outro garoto, que também não é nem um pouco feio.

Então eu simplesmente beijo o garoto, sim, eu coloco minhas mãos no rosto do garoto, e beijo ele. E devo admitir, ele beija bem pra Caralho. Nós ficamos nos beijando, e eu estranho o fato de ele não me empurrar, me chamar de louco ou algo assim.

Separo nossos lábios, olho em seus olhos e ele nos meus, e ele dá um sorrisinho muito bonito pra mim.

— Você beija muito mal, tchau. — digo e saio correndo dali. O que eu acabei de fazer? Mas que porra.

Enquanto eu corro, vejo Stan me alcançar e enquanto corremos, puxamos Beverly que nos olha espantada. E vamos correndo até a frente de casa, e quando finalmente paramos, nós olhamos para a cara um do outro, e começamos a rir, mas rir muito mesmo.


100 coisas para fazer antes de morrer

1- Beijar um desconhecido na rua.

2- Dar um fora nesse desconhecido depois de beijar ele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...