História 1000 dias


Escrita por: ~


Sinopse:
• yoonseok • fluffy • drabble!chapter •

Uma coleção de momentos nos quais Jung Hoseok fazia toda a diferença na vida de Min Yoongi e vice versa.

Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 43.031
Favoritos 975
Comentários 466
Listas de Leitura 221
Palavras 26.689
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Suga, V
Tags Hopega, Jsuga, Yoonseok

Fanfic / Fanfiction 1000 dias
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Cinema.
18
2.468
383
 
2.
Biblioteca.
8
1.930
422
 
3.
Perto.
9
1.706
390
 
4.
Contraste.
7
1.815
558
 
5.
Irritante.
9
1.523
385
 
6.
Chuva.
10
1.542
646
 
7.
Bonito.
12
1.488
715
 
8.
Cuidar.
10
1.407
760
 
9.
Apoio.
13
1.409
525
 
10.
Karaokê.
10
1.363
727
 
11.
Presente.
15
1.396
950
 
12.
Dias.
10
1.385
855
 
13.
Confissões.
11
1.370
896
 
14.
Ócio.
13
1.285
473
 
15.
Carência.
17
1.302
868
 
16.
Esforço.
12
1.243
762
 
17.
Abraços.
10
1.242
657
 
18.
Conexão.
18
1.293
994
 
19.
Telefonema.
18
1.175
702
 
20.
Holly.
11
1.149
816
 
21.
Mãos.
14
1.141
905
 
22.
Família.
16
1.089
945
 
23.
Bolo.
12
1.045
688
 
24.
Término.
15
1.111
819
 
25.
Companhia.
15
1.060
1.439
 
26.
Par.
17
1.051
842
 
27.
Desastrado.
10
1.079
950
 
28.
Dividir.
12
1.040
782
 
29.
Curiosos.
9
998
995
 
30.
Sintomas.
18
1.010
998
 
31.
Imprevisível.
16
948
1.931
 
32.
1000 dias.
41
1.052
953
 
33.
Amor.
30
916
958

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Scarcely
Capítulo 22 - Família.
Usuário: ~Scarcely
Usuário
Sabe aquela coisa gostosa de conforto? Aquela sensação de que alguém, em algum lugar do país, até mesmo do mundo, é capaz de escrever uma coletânea de coisas tão simples, mas que conseguem te roubar um sorriso sincero e até mesmo algumas lágrimas vez ou outra? Pois é. Eu me sinto realmente feliz sempre que vejo que tem capítulo novo, já sabendo que vou ter um surto interno de fofura e me derreter com tanta coisa adorável junta. Mas é que 1000 dias tem a capacidade de deixar tudo tão mais leve, tão mais cheio de coisas preciosas demais para simplesmente ignorar, que acaba sendo exatamente aquilo que faltava para melhorar seu dia.

Acho que muito se escreve sobre amor, mas pouco se usa de uma essência tão naturalmente simplista e deliciosa de ler. Eu não sei o que esta história tem, mas não é que ela me deixa toda sem palavras, dando voltas e mais voltas para conseguir encontrar algumas dúzias de coisas a dizer que cheguem pelo menos perto de tudo aquilo que quero falar sobre ela, mas que simplesmente não parece bom o bastante? E eu gosto disso. Gosto dessa quase ausência de palavras que ela me causa, porque isso quer dizer que este mundinho tão incrível que você criou já fala muita coisa por si só. Mas, sabe, mesmo assim quis deixar algumas palavrinhas por aqui simplesmente porque 1000 dias merece.

Eu meio que gosto de pensar que a gente é tão ponto e vírgula quanto Yoongi, mas que também podemos ser essa exclamação que Jung Hoseok bem consegue ser. E é tão bom ver como eles se completam e não se deixam inacabados, como a junção perfeita de uma parede simples que precisa de um adorno e então há O quadro que consegue deixá-la mais viva e bonita. Mas é que talvez todo mundo tenha um pouco de Yoongi, um pouquinho mais de Hoseok e um degradê de duas cores diferentes em que é onde termina uma que começa a outra.

É nisso que Hoseok acaba sendo sinônimo de primeiras vezes para Yoongi. Mais do que primeiro encontro, primeiro beijo e primeira vez, é o primeiro a fazê-lo ver a vida de uma maneira menos pessimista. O primeiro a mostrar que seu amigo, Taehyung, não é assim tão clichê quanto pensava e que as coisas que jurava odiar são realmente algo a se querer. Eu gosto de como Yoongi acabou sendo uma versão mais bonita de si mesmo, mas que mesmo assim 1000 dias não é sobre como uma pessoa muda a outra. É sobre como duas pessoas que se amam acabam se transformando mutuamente em algo melhor.

Mas o que exatamente é o ato de gostar de alguém? De querer pertencer a alguém? E o amor? Existem tantos tipos, formas, cores e formatos. Existem tantas teorias para se explicar o inexplicável, como quando se pergunta o motivo pelo qual as pessoas se apaixonam. Talvez sejam aqueles momentos em que se pode contar com alguém pra te deixar mais feliz, te apoiar e compreender seu jeito meio abstrato, os grandes culpados. Alguém que saiba ler você por inteiro e te faça sentir tão especial quanto Hoseok faz Yoongi se sentir e vice-versa. É não ser unilateral, é permanecer o mesmo até em momentos mais melancólicos e de fraquezas e inseguranças que eles dão tão certo, não é? Porque relacionamentos são assim, feitos de momentos bons e ruins, assim como não existem só dias ensolarados e ás vezes chove.

O capítulo de hoje mostra mais um pedacinho do quão bem Yoongi também faz para Hoseok, mesmo que em ações menores e mais discretas. Mas não são mesmo as pequenas coisas que importam? É essa união, essa paixão e sutileza que a história dos dois têm aqui que me faz lembrar do quanto eu amo até as interações mais pequenas deles na vida real. E algumas delas até me lembram muito desta história, sem dúvidas. O fato de que Yoongi aprende a querer estar com alguém, querer cuidar e proteger uma pessoa que é tão divertida, mas que também precisa de carinho e faz tudo por ele, é tão adorável. E ele é tão grato porque Hoseok consegue aguentar seu humor que ás vezes não é tão fácil de lidar e, principalmente, por acolhê-lo em sua família. Acho que Hoseok é como um pintor incrível que sabe pintar o melhor sorriso em Yoongi, e Hoseok, por sua vez, é a palheta de cores favorita de Yoongi. E eu adoro o quão fofo e apaixonadamente dedicado Yoongi pode ser.

Alguns capítulos atrás, lembro de ter perguntado qual era o nosso momento favorito da história até então, mas é uma escolha bem difícil. Cada mínimo momento se encaixa de uma maneira tão única, desde aqueles regados de fofura até os que são intensos de diversas formas. Mas, se eu tivesse que escolher um, diria que é quando eles têm de enfrentar a mãe do Yoongi, e Hoseok mostra que por mais que ela o renegue e considere a orientação sexual do filho errada, eles dão certo e que irá amá-lo como ela não é capaz de fazer. É algo que foi importante na história, tanto quanto a primeira vez extremamente adorável deles. Eu realmente acho que amor é amor, não importa sexo, raça, religião, classe social ou o que mais for. Se trata de respeito e aceitação.

1000 dias é uma história feita de meios, de coisas intensas, como uma obra de arte pintada a mão que faz com que a gente se sinta parte dela. É sorrir, se sentir derreter e chorar junto com eles numa história tão incrível que mostra a rotina de um casal que pode não ser assim tão comum, mas que tem um jeitinho único de ser. Tem uma estética tão limpa, um jeito tão lindo e gostoso de narrar, que não há mais nada a dizer além de obrigada por 1000 dias até aqui e já pelos próximos capítulos também. Valeu a pena ensaiar este comentário mais vezes que Hoseok ensaiou o pedido de namoro que faria ao Yoongi. E, ah, muito obrigada pela playlist maravilhosa também!! Eu simplesmente não consigo parar de ouvi-la.

Enfim, meus parabéns pela história maravilhosa que tem criado até aqui. ♡