1. Spirit Fanfics >
  2. 107 - Cento em 7 >
  3. - a perda da inocência -

História 107 - Cento em 7 - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - - a perda da inocência -


{08:30}

Depois de uma longa noite de sono, acordo da mesma maneira que fui dormir...Pensando em Taehyng.

Eu queria decifrar o que ele tem que me atrai tanto pra ele, o que faz dele tão "especial"? Que me deixa desnorteada. 

Eu cresci no meio de uma grande suruba, minha vida toda eu vi mulheres e homens transando, então com o tempo se transformou uma coisa normal para mim, já que eu era a "grande filha de monighstar" o dono da mais famosa boate. Então esse cargo "tão importante" fez eu meio que virar a sombra de meu pai, tudo que eu fazia as pessoas achavam que era meu pai que estava por trás.

 Amigos? Desde pequena eu era descriminada por ser a filha de dono de boate, "com certeza não é mais virgem" era o tipo de coisa que eu ouvia constantemente.  os pais de meus colegas de classe simplesmente proibiram seus filhos de se aproximar de mim , com medo de que eu estragasse a infância de seus filhos dizendo de onde realmente os bebês vem. meu único amigo era hoseok, ele não se importava com que os outros falavam de mim, ele só queria me fazer sorrir, me contando histórias na qual ele inventava só pra ver eu adormecer em seu colo. Acho que ele foi o único garoto na qual eu realmente senti os sintomas daquela coisa chamada amor. Mas do nada ele sumiu, sem explicações e nem rastros, ele simplesmente sumiu. E eu? Bem e eu voltei a ser a solitária da escola, até chegar o ensino médio. 

Ensino médio é onde tudo se perde, os hormônios estão a flor da pele, e tudo que se quer e experimentar do mais falado sexo. Então ser a menina na qual diziam "não ser mais virgem " não era mais um problema, nessa geração o que conta é quantas vezes você já fudeu, então na visão deles por eu ser a filha de um dono de boate, já me fazia a mais pegadora,  ou a que "fodia" mais, no caso a mais popular. mesmo que eu nunca nem se quer tivesse namorado alguém. 

Então aos meus 17 anos eu conheci um garoto chamado noah urrea, ele tinha a mesma idade que eu, ele tinha lindos cabelos longos, e um sorriso extremamente perfeito . 

Ele me tratava simplesmente bem, eu comecei a acreditar que eu o amava, mais no fundo ele só me fazia me sentir da maneira como hoseok me fazia sentir, hoje eu entendo que eu só gostei  dele por que ele me fazia lembrar do meu único amor. A gente começou a se da bem, tipo muito bem, até ele finalmente me pedir em namoro, finalmente porque ele já estava flertando comigo já fazia uns dois meses. 

Eu já sabia que na minha idade era normal em relacionamentos, além de beijos, um relacionamento vem cheios de intenções. Eu comecei a sentir e a entender essas intenções. Nossos beijos estavam cada vez mais quentes, as mãos desciam a cada passagem de língua, um desejava o outro, mas de outra forma. Foi ai que finalmente... 

- é amor!...

Noah - oi meu bem - fala me olhando atentamente.

- você quer ir a minha casa  essa noite assistir um filme?  - eu sabia que a gente não iria assistir o filme, na verdade essa era minha intenção. 

 estava tudo planejado. meus país sempre estão muito ocupados, quase nunca param em casa, então era perfeito só precisava que ele aceitasse. 

Noah- clr - um sorriso meigo. 

Finalmente ia ser a hora. Marcamos tudo certinho e eu fui embora me preparar. Estava tudo pronto, eu estava tão empolgada e ao mesmo tempo muito nervosa que acabei esquecendo o filme. Então ele chega se senta enquanto olha em volta parecia muito impressionado com a casa. 

Noah - que filme vamos ver? - fala enquanto olha pra  minha roupa extremamente extravagante. 

- eu não sei - falo criando coragem. 

Noah - como assim não sabe? kkkkkk você esqueceu a atração principal da noite? - fala rindo 

-na verdade não - subo em cima do mesmo o puxando para mais perto de mim pela gola. - na verdade a atração principal sou eu. 

Noah -E... -de imediato se assusta mais depois entende o que eu queria passar - acho que vai ser o melhor filme que vou ver essa noite. - me ajeita em seu colo. 

Logo suas mãos começam a descer por toda extensão de meu corpo, enquanto eu rebolava em seu membro, o mesmo acaranciava e apertava meu corpo a cada rebolada. Eu finalmente estava utilizando tudo que havia visto desde pequena naquela maldita boate. Quando percebi já estávamos completamente nus, e a cada sentada, arranhão, gemidos involuntários e beijos sedentos eu olhava para noah e via hoseok, desde o começo eu queria que tivesse sido ele. 

Depois de tudo eu acabo adormecendo ao lado de noah que também estava exausto. 

Na manhã seguinte acordo e não o vejo, mando mensagem mais o mesmo visualiza e não responde, coisa que ele fazia imediatamente após ver minhas mensagens. Começou a se passar várias coisas por minha cabeça, coisas do tipo "será que eu não fiz tão bem?" ou "será que ele gosta de outra pessoa?". Mas acabo me arrumando para ir a escola e tentar encontra - lo. 

Chego na escola e vou em direção do mesmo que estava em um roda de amigos. 

-noah está tudo bem? Você saiu sem me avisar, não respondeu minhas mensagens. - falo indo beija - lo mas o mesmo recua. 

Noah - ta tudo bem sim, mas nós acabamos. - fala e volta a falar com seus amigos

- você está terminando comigo? É isso? 

Noah- sim! Pensei que tinha cido vem claro. 

- você acha que eu sou só uma vagabunda que você come e depois larga? Pois se prepara que eu vou ser bem pior do que uma simples vadia. - 

Saio dali com raiva por ele ter me usado e brincado comigo daquela maneira, por mais que eu também estivesse com ele pensando no hoseok, e isso se tornou cada vez mais repetitivo, tipo eu transar e imaginar que estou com hoseok mas voltando. 

Os anos foram se passando e eu me tornei o que todos achavam que eu era, uma menina que dava pra todo mundo. Foi assim a minha vingança, eu simplesmente fiquei com todos os amigos dele, inclusive seu proprio irmão. 

Me privei de sentir qualquer coisa, transformei tudo em um simples tesão. 

E assim em tornei essa mulher de hoje, forte e sem muitas cicatrizes, por que fui corajosa para evitar e bater de frente com os problemas. 

Não pretendo me apaixonar, bem...não está nos meus planos, pelo menos. 




Notas Finais


Gente a historinha da vida da s/n até se tornar essa mulher empoderada que ela é hoje.
🌺
Espero que tenham gostado do capítulo, não quis me aprofundar muito no hot, por que quero fazer algo mais completo mais pra frente.
🌺
Comente algo relacionado a o capítulo pra eu estar respondendo vocês 👽
(espero que tenham gostado da participação de noah urrea do now united. Se vocês não conhecem dee uma conferidinha💞)
🌺👽💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...