História 12 meses com você - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Bakuraka, Kacchaco, Kacchako, Meses
Visualizações 99
Palavras 2.400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chegamos no mês de março!
Obrigada a galera que comentou e favoritou a fic! Aliás, 12MCV é uma das fics mais comentadas com a TAG Bakuraka! Quanto orgulho! (TT)(TT)

Boa leitura!

Capítulo 6 - Março:Treinamento


Remexia nos cabelos loiros de sua nuca enquanto olhava para um ponto aleatório a sua frente na grande sala de treinamento. Se abanou com a regata que usava e suspirou profundamente,aquilo ali estava um tédio. Se tudo desse certo no final da tarde iria sair com Kirishima e Kaminari para distrair sua cabeça. Seu namoro andou ocupando boa parte de seu tempo,sua sagrada paciência e, principalmente,sua energia. Uraraka Ochaco acabou se tornando a sua prioridade nesses últimos 3 meses com ela e namorar a menina anti-gravidade era algo tão trabalhoso que quando seus amigos vinheram até ele com o convite o mesmo aceitou na hora, geralmente negava sair com os garotos mas desta vez não pode evitar. Tudo isso não significava que ele não gostava de namorar a garota,muito pelo ao contrário,ele adorava cada segundo que passava com ela e dizer que estava gostando dela era pouco...ele estava se apaixonando cada vez mais e a sensação era de que estava se jogando de cabeça em um precipício por pura e espontânea vontade.

 E onde estava a garota?

Bem de baixo dele...não no "bom" sentido.

-Cara de lua,eu não tenho o dia todo!

Desde que começaram a treinar juntos,o garoto se revelou o mais completo monstro...se é que já não era. Naquele exato instante estava sentado estilo perna de índio em cima das costas da menina que lutava para conseguir fazer uma única flexão. O suor lotava todo seu corpo enquanto ela impulsionava o chão pra baixo com tudo que tinha indo de encontro a ele logo depois.

-Eu não consigo,Bakugo-Kun...-Arfou enquanto buscava por ar -Você...é um saco de músculos...

-Muito obrigado, e que merda é essa de que não consegue?!-Seu rosto se contorceu em uma careta de raiva-Você que é fraca! Anda logo e faz no mínimo duas flexões!

-Meus peitos estão doendo...-Choramingou

De fato,os seios da garota estavam sendo prensados contra o chão.

-Depois eu faço massagem neles,agora anda logo!-Deu uma risadinha sarcástica enquanto cruzava os braços abaixo do peitoral. Em resposta,ganhou um tapa nas pernas que o fez flutuar.

-Mas que merda?!-Disse ao bater a cabeça no teto-URARAKA!

 A garota se virou,ficando de costas para o chão e puxou ar para os pulmões. Estava livre do peso do garoto em cima de si.

Depois de se alongar e sair debaixo dele,ela o soltou fazendo-o quase cair de cara no chão se não fosse seus reflexos.

-Sua desgraçada,já falei pra não fazer isso!

-Não ligo, você estava me machucando!-Fez um beicinho e inflou as bochechas. Bakugo corou com aquela visão,ela era tão fofa!

Caminhou até ela e lhe abraçou.

-Desculpe,amor. Mas você precisa ficar mais forte...

Os olhos da garota começaram a brilhar subitamente e levou suas mãos até a boca.

-Do que... você me chamou?

Após notar o que fez,Kacchan teve que morder a língua para não xingar a si mesmo. Não era um cara de fazer demonstrações de carinho em público (exceto quando o caralho do Deku estava por perto,aí a situação era outra) então imagine chamar a namorada de apelidinhos idiotas mesmo estando sozinhos. Estava se tornado um bobo apaixonado e isso era péssimo.

-Nada!-Se afastou dela remexendo na barra da regata que vestia,Jesus estava tão quente! Passou a peça preta pela cabeça e a enrolou nas mãos ficando vestido apenas pela bermuda que usava. Voltou seu olhar para a garota que estava vermelha da cabeça aos pés.

-O que foi?-Perguntou.

-V-você vai ficar assim?-Gaguejou enquanto apontava para o tronco nu do namorado.

-Sim,tá quente. E daí?!

-E daí que...que...eu não vou consegui me concentrar assim!

O garoto levantou as sombrancelhas e riu alto do comentário da garota. Ela não conseguir se concentrar? Por acaso tinha idéia do quanto estava o matando com aquele decote? 

-Cala a boca e vamos logo!-Jogou a peça de roupa na cara redonda da menina.-Tenho coisas pra fazer no final da tarde.

Antes que a garota pudesse perguntar qual eram seus planos de fim de tarde,ele atacou.

Usou uma de suas explosões para ser impulsionado em sua direção. Preparou um chute mirando na face da garota,mas a mesma conseguiu desviar desastradamente soltando um gritinho.

-Bakugo-Kun,vai com calma!

 Correu pelo tatame enquanto tentava salvar sua pele. O garota caiu de encontro vai chão flexionando os joelhos e rapidamente se virou para perseguir a menina.

-Calma é o caralho!!!

Quando a alcançou,se abaixou e lhe deu  uma rasteira, consequentemente,a menina caiu protegendo seu rosto com o braço. Se preparou para acerta-la com um soco mas foi foi surpreendido por um chute na lateral do joelho que o fez se desiquilibrar e cair no chão,dando tempo para a garota se levantar e fugir para o outro lado do tatame recuperando o fôlego. O menino se levantou rindo sadicamente e olhou para a garota a sua frente com um sorrisinho no rosto.

-Heh.Está tremendo,Cara de lua!

Foi então que ela percebeu que seu corpo inteiro tremia de medo. Engoliu em seco e forçou seu corpo a parar com as tremedeiras e antes que pudesse pensar em um contra-ataque,Bakugo avançou para cima dela como um animal selvagem após encurralar sua presa.

Bloqueou um soco na face esquerda,desviou de um chute no estômago,pulou daquilo que seria uma rasteira. Apenas defendia os ataques rápidos e consecutivos não encontrando uma abertura para atacar, obviamente,não poderia usar sua individualidade já que havia sido um trato feito por ambos antes de começarem a treinar.

-ANDA LOGO,GAROTA!-Gritou após ter mais um soco bloqueado-Vai conseguir manter a defesa até quando?Me ataca!

Encontrou uma abertura no bloqueio desesperado da menina, lamentável. A distraiu com um soco direcionado a sua face esquerda,que fora bloqueado,e lhe deu um chute certeiro na costela direita usando a panturrilha.

A menina cambaleou para o lado após soltar um gemido grutal e foi surpreendida por um soco no estômago que a fez sentir o almoço tentar sair pela sua boca. Caiu de joelhos no chão cobrindo a barriga.

Deu um passo para trás enquanto respirava fundo. Pegar leve. Deveria pegar leve com ela? Talvez foi melhor,mas provavelmente sua namorada ficaria magoada consigo. Suspirou e foi até ela colocando a mão em sua cabeça,permanecia na mesma posição com sua cabeça baixa.

-Hey,Uraraka. Sei que é só um treino mas não posso pegar leve com você. Os vilões lá fora não vão ter pena da sua cara de An-

Foi interrompido bruscamente por um soco certeiro no queixo que o jogou para trás com força. A garota se levantou rapidamente limpando o suor de sua testa e abrindo um sorriso determinado:

-Deixa a conversa pra depois, Amorzinho. Estamos no meio de algo sério então venha com tudo que você tem!

Ele ainda procurava o "frágil" que haviam visto nela.

 Ela avançou para cima dele com uma sequência de socos. Ela estava melhorando,mas,ainda não era o suficiente! Ele desviou e bloqueou todos enquanto cronometrava o intervalo entre um soco e outro e procurava por uma abertura. Logo acabou por interceptar um soco,que iria de encontro com o meio de sua face, segurando o punho de Uraraka e lhe atacou com um chute na barriga e, aproveitando que o corpo da outra cambaleou para trás,lhe deu uma rasteira a fazendo cair de costa no chão. A imbolizou sentando em cima de seu colo.

- Cheque-mate!

A menina, ofegante,revirou os olhos diante da sua 13ª derrota desde que começaram a treinar combate...e isso foi a 13 dias atrás.

Observou a garota abaixo de si. Estava ofegante,o peito subindo e descendo rapidamente,o rosto corada,o suor grudando em seu corpo fazendo a regata que usava marcar ainda mais sua silhueta e observou uma gota de  suor escorrer de sua face até sumir entre seus seios. Quem estava desconcentrando quem ali?!

-Duas coisas,Cara de lua!-Começou enquanto olhava pra ela com um olhar bravo-Sua defesa e seu ataque estão cheios de aberturas e você tá abaixando a sua guarda pra caralho! Sempre fique de olho nos movimentos do inimigo,estando na ofensiva ou não! E nunca ataque desesperadamente sem pensar na hora em que for atacada! E em segundo lugar...

Se abaixo indo em direção ao seu ouvido,aonde sussurrou com a voz mais rouca que o normal:

-Eu já falei que você tá muito gostosa hoje?

Ochaco se arrepiou por inteira. Seu rosto ficou mais corado ainda e seu ego aumentou gradativamente ao receber tal elogio,apesar de o achar um pouco sujo. Antes que pudesse responder algo ele agarrou seu maxilar com a mão e virou seu rosto para atacar seus lábios com um beijo.

 Todos os beijos dele eram assim.

Sufocantes,quentes,selvagens,dominadores,possessivos,capazes de fazê-la derreter ou até mesmo entrar em combustão. Ele sempre ficava no controle,sua língua explorava sua boca desesperadamente em um ritmo selvagem e sensual... não deixando nenhum canto de lado. Com uma mão a puxou pela nuca e a outra levou de encontro a sua coxa levantando sua perna para que seu corpo se encaixasse no dela perfeitamente, enquanto ela remexia em seus cabelos espetados e arranhava suas costas nuas banhadas de suor que fazia o corpo de ambos se grudarem mais ainda. Suas bocas se separavam e se uniam novamente com rapidez e desespero,pois,não queriam de forma alguma quebrar aquela conexão que unia seus sentimentos em um só. Ela soltou um leve gemido contra os seus lábios quando o mesmo deu um leve puxão no seu cabelo e abertou sua coxa com forma ao mesmo tempo,em resposta a menina entrelaçou as pernas na cintura do mesmo o puxando para mais perto. Por falta de ar,deixou de atacar os lábios rosados da amada para ir em direção ao pescoço aonde distribuiu beijos molhados, mordidas fortes e um chupão que fez a menina gemer e sentir um calor incomum entre suas pernas acompanhado de algo molhado...era uma sensação tão nova e tão misteriosa que não esperava a hora para sentir mais daquilo.

 Um som se fez presente no local,algo que não eram seus suspiros ou gemidos,um alarme vindo do celular do garoto. Bakugo desenterrou o rosto do pescoço da menina para olhar o relógio na parede da sala,estalou a língua e franziu a sombrancelha:

-Merda,tenho que ir!

Deu um selinho na menina se livrando das pernas dela para se levantar rapidamente enquanto caçava sua regata a vestindo logo em seguida.

 Largou a menina no chão,confusa e ofegante. Logo se lembrou de que ele tinha planos para aquela tarde. Se sentou e o observou colocar a mochila nas costas e digitar algo no celular:

-Aonde você vai?

-Vou sair com o maldito do Kirishima e o desgraçado do Kaminari-Guardou o celular no bolso da bermuda-Provavelmente passarei a noite todo fora.

Uraraka jurou ter escutado seu queixo bater no chão. Era sério? Ele estava a trocando,trocando os amassos quentes que eles deram a alguns segundos naquele chão (algo que ela fez por se deixar levar pelo calor do momento,pois,daqui a alguns minutos iria se tocar do que havia feito e iria se envergonhar de si mesma e dar um chilique) para SAIR COM DOIS MARMANJOS?!?!?!?!?!?

Despertou de seus transe quando ele lhe ergueu a cabeça a beijando rapidamente e caminhou em direção a saída resmungando um "Tchau" seco. Ah...aquilo não ia ficar assim!

Quando girou a maçaneta e abriu apenas uma fissura da porta,foi surpreendido pela mão que a fechou novamente. Se virou e viu uma Uraraka com uma cara nada boa.

-Você.Não.Vai!-Falou pausadamente num tom calmo e ameaçador.

-É O QUE?!

-Você me ouviu! Bakugo Katsuki, você não vai passar dessa porta!

-E por que não?

-Porque você vai sair a noite toda com dois amigos seus que são solteiros! É um deles é o Kaminari que só pensa em mulher!

Bufou e contou até 10 para se acalmar. Era só o que lhe faltava! Agora aquela mulher iria controlar sua vida toda!

-Uraraka,por acaso alguma das suas amiguinhas tem namorado?

-Não...

-Exato!E nem por isso eu te proibido de sair com elas, então...SAI DA FRENTE DA PORRA DESSA PORTA!!!

-NÃO VOU! Você vai me trocar por outra vadia qualquer!-Choramingou.

...

Então o motivo disso tudo era isso?!

-Ei,cara de lua. Eu não vou te trocar por ninguém,sabe por quê?

 A puxou pela cintura colando seus corpos e ergueu o rosto dela os fazendo ficar cara-a-cara.

-Porque não preciso de ninguém quando eu tenho você aqui,a minha vadiazinha com a cara mais redonda do universo!

Recebeu um tapa falso no ombro acompanhado de uma risadinha vinda da menina que o abraçou, entrelaçando os braços ao redor de seu pescoço, logo em seguida. Ficaram assim por alguns instantes,até que a menina começou a distribuir beijinhos tímidos em seu pescoço.

-Bakugo-kun,vamos voltar a fazer o que estávamos fazendo antes...ali no chão,sabe?

Abriu um sorrisinho de canto no rosto.

-Heh. Então você quer dar uns pegas,não é?-Ela assentiu timidamente com a cabeça-E você quer que eu faça o que com você,hein? Quer que eu chupe seu pescoço assim?-Deu chupão no pescoço da menina que gemeu em resposta,mais uma marca para o dia seguinte-Ou você gosta quando eu te mordo desse jeito?-Mordeu a ponta de sua orelha, fazendo a dona da mesma arfar-Mas você prefere que eu te apalpe desse jeito?-Levou uma das palmas de sua mão até a sua bunda e ali apalpou com força fazendo a menina gemer-Responda,Ochaco...

  Pronunciou seu primeiro nome quase em um gemido rouco,fazendo a menina enlouquecer mais ainda. Estava tão ofegante e o calor molhado entre suas pernas aumentou gradativamente querendo mais daquilo.

-Eu...gosto...eu...gosto quando...

Antes que pudesse responder,sentiu a ausência do calor do corpo de seu namorado. Abriu os olhos confusa e olhou para a porta e viu o mesmo saindo por ela enquanto girava a chave na mão. Olhou para ela por cima do ombro e sorriu:

-Fica pra mais tarde, pervertida!

Ele havia a enganado. A enganou e a excitou para conseguir pegar a chave que estava na maçaneta.

-Bakugo Katsuki,não ouse!

Antes que pudesse impedi-lo,o garoto fechou a porta e a trancou pelo lado de fora. Logo sentiu o bangue do corpo da menina batendo contra o objeto.

-Tchau. E não me ligue ou me espere acordada!

-BAKUGO-KUN! EU VOU TE MATAR!-Começou a esmurrar a porta pelo lado de dentro.

-ESSA FRASE É MINHA!TENHA MAIS CRIATIVIDADE!

 Deixou a chave na maçaneta e saiu indo em direção ao seu quarto ignorando os gritos da menina, afinal, ainda teria que tomar um banho,trocar de roupa e rezar para viver mais um dia.


 Idiota elétrico:

 Bakugo, Você vem ou não?



Babaca-explosão:

JÁ FALEI QUE EU VOU CARALHO!



Cabelo de menstruação:

Mas a Uraraka-chan deixou você ir?!



Babaca-Explosão:

Ela não tem que deixar nada! Depois me acerto com ela!

E QUEM FOI QUE COLOCOU MEU APELIDO ASSIM?!


Idiota elétrico

Parece que alguém vai apanhar hoje!

Ei,Kirishima! Assim sobra mais gatas pra gente!



Cabelo de menstruação:

Pode crer! Hoje a noite vai ser demais!



Idiota elétrico:

Ei, Bakugo!Bem que você poderia "Ficar solteiro" hoje não é? Aí você não segura vela!




Babaca-Explosão:

Ficar de vela o caralho que vocês não pegam ninguém!

E eu não preciso "ficar solteiro" quando eu tenho a Uraraka que é mulher de verdade ao contrário das vadias que vocês correm atrás!



Notas Finais


E fim! Bakugo vai morrer,sim ou claro?
E se vocês estão se perguntando,não! Esses dois ainda não tiveram a primeira vez deles só são dois safados mesmo!
Nos vemos em Abril com o aniversário do Kacchan! Ou nos comentários!
Ficou bom?

Xx.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...