História 13 Reasons Why - Interativa - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os 13 Porquês (13 Reasons Why)
Personagens Personagens Originais
Tags 13 Porquês, 13 Reasons Why, Interativa, Thirteen Reasons Why, Treze Porquês
Visualizações 40
Palavras 594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


loglady99: OI! eu comprei um teclado novo então... estou de volta! Tenho planos pra uma short fic nova, e confesso que estou bastante animada com meus projetos! capítulo extra e curtinho só para avisar mesmo, eu ainda estou fora do clima da fanfic mas logo eu entro.

me desculpem os erros.

Capítulo 8 - Garotos de sorriso colgate não são boas pessoas - EXTRA.


“A culpa é minha”

Joe disse. Fazendo-me o encarar com surpresa. Aquilo veio da pessoa mais egoísta de todo o mundo, que não foi influenciada por mais ninguém até onde eu sei.

Aquilo doía em mim, porque ele me dava uma esperança...

­­— Isso é uma acusação grave, Stanton. — A figura velha do diretor fala, enquanto lança um olhar duvidoso para Ali que parecia confiante.

Mas, em que?

— Joe é meu namorado, senhor Barney. Minha relação com ele é... complicada, Isak só tentou me ajudar e acabou machucado. — ela dizia, como se eles já tivessem uma história inventada para me ajudar.

O velho encarou Ali com dúvida, talvez ele não esperasse essa história.

— Então... Você, Stanton ainda agrediu Alexa Bonvenour. — Barney aponta em direção a Joe, que me aparentava estar prendendo o ar. — Sendo discussão de namorado ou não, a situação mudou. Seu pai pode ser influente, mas não na minha escola.

Ele não...

— Por favor senhor Barney, prometo que isso não voltará a ocorrer. Você sabe, somos adolescentes com os nervos a flor da pele! — Alexa riu num misto de diversão e empatia, para amenizar o clima que estava começando a se complicar novamente.

— Tudo bem. Stanton, conversarei com seus pais a respeito desse episodio. Não pense que sairá impune desta maneira. — o diretor termina sua fala, logo se levantando e fazendo menção para que saíssemos de sua sala. — Espero não os ver tão cedo.

ALI

Você teve uma conversa com Ashley? — digo, rindo da expressão séria de Chris mediante tal afirmação. Ele parecia estar se gabando de ser um homem fiel, até a próxima festa.

— O que, não acredita que eu posso mudar? — ele responde indignado, me fazendo rir mais abertamente.

Ele é um idiota.

— Da agua pro vinho em um dia? — finjo estar pensativa, enquanto faço uma pausa mortal. — Definitivamente, não.

— Você venceu, se pensa tão mal assim de mim vejo que tenho bastante coisa a provar ainda, não é? — comentou Chris, com aquele sorriso colgate de derreter corações.

— Você tem e muito. — complementei. — É... É nessa semana o aniversário de Ashley, não?

— Aniversário...?

— Céus, você não muda. — eu ri. — Tem sorte que é bonito.

— O que adianta ser bonito e não ser notado pela minha crush?

— Primeiro, de onde tirou essa palavra? — retruquei. — E segundo, você não estava pregando que estava indo ser fiel a Ashley?

Eu sei que alguém como ele só iria me fazer quebrar em pedaços menores e menores, sucessivamente. Desde Edward, quem quebra corações sou eu. E não um cara do terceiro ano que exala o cheiro de perfume barato, álcool e maconha.

Chris era um problema.

— Eu... Acho que estou falhando nessa minha missão. — ele diz, assumindo sua postura derrotada. — É muito difícil fazer isso...

— Não quando você tem caráter. — ironizei, cruzando meus braços e indo até a parede de tijolos, apoiando-me lá.

— Como eu consigo isso? — Chris colocou sua mão na parede, colocando-se na minha frente.

Ah como eu detestava aquilo.

— O que?

Tudo aquilo.

— Caráter, sabe, deve ter uma formula mágica para ser alguém melhor.

A proximidade me matava.

— Não Chris, você só nascendo de novo. — sai de sua prisão invisível quase no mesmo tempo que o sinal tocou e todos os adolescentes em fase de descobertas estariam saindo de suas salas e buscando algo para fazer naquele curto intervalo que iriamos ter entre uma aula e outra.

Ele era um idiota, e eu sabia disso. Mas eu alimentava aquela vontade de estar perto, de estar junto.

E eu sabia mais que ninguém que uma hora ou outra eu iria quebrar a cara.


Notas Finais


HA, sim isso mesmo! duas coisinhas para lembrar a vocês, que amanhã tem capítulo (bem maior) \o/ e outra.......... shippo Chris e Ashley mas aquele um por cento Chris e Ali :((

põe um triangulo que todo mundo se ama kekek
NÃO SE ESQUEÇAM DE COMENTAR AMO VOCÊS;;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...