História 13 years of promise (Imagine BTS) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Eunha, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Imagine, Jimin, Jungkook, Taehyung
Visualizações 54
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 💜

Capítulo 13 - Me proteja


Pov's S/n

Jisso: Amiga você sabe que falou "vou" a tipo... 2 meses atrás né?...

Pois é, já fazem 2 meses que eu to morando com a Jisoo... Desde então minha mãe nunca nem sequer mandou uma mensagem, porém meu pai sempre tenta me convencer a voltar para casa.

S/n: Jisoo.. Já conversamos sobre isso.. É que eu não sei como contar!

Jisoo: Mas amiga! Ele tem o direito de saber!

S/n: Eu sei!! AHHHHH! Vou contar pra ele hoje...

Jisoo: Acho bom mesmo... Aproveitando que hoje é sexta, o que vamos fazer depois da aula?

S/n: Ah! Não sei.. Que tal comprar umas roupas? To precisando, as minhas já estão me apertando.- apesar de estar com apenas 2 meses minha barriga já está aparecendo um pouco, por isso minha roupas mais apertadinhas não estão servindo muito bem...

Jisoo: Ok! To precisa---

Somos interrompidos pela campainha.

S/n: Quem será que ta aqui as 6:00 da manhã?- Jisoo apenas faz um sinal de quem não sabe e volta a tomar seu café.

Reviro os olhos por causa da sua atitude e vou até a porta, abrindo as enquanto bebia meu suco.

S/n: O-OMMA?- digo engasgando com o líquido.

Omma: S/n, vamos conversar... Por favor.- Olho para Jisoo, que também parecia surpresa.

Jisoo: B-Bom... Vou subir pra já ir botando meu uniforme.

S/n: Entra..- dou passagem para a mesma que senta no sofá.

S/n: Então, o que a senhora veio fazer aqui? Aliás como sabia que eu estava aqui?- Digo cruzando os braços, apesar de ter passado dois meses ainda estava irritada.

Omma: Isso não importa agora.. S/n, minha filha eu sinto muito pelas coisas que fiz e disse... Eu fui uma péssima mãe! Ao invés de te apoiar nesse momento delicado eu simplesmente deixei você sozinha... Minha dor e preocupação eram tão grandes que eu simplesmete desliguei meu juízo e botei minha única filha para fora de casa.. E ainda falei para abortar meu neto ou minha neta.. eu sinto muito..

S/n: Omma... Está tudo bem.- foi como se toda a raiva tivesse se esvaziado.. corri para abraça-la e ficamos assim por um tempo.

Omma: Filha.. Essa não foi a única coisa que eu vim te falar. Seu pai... Está doente S/n.

S/n: D-Doente? Como assim?

Omma: Além de ser uma péssima mãe sou uma péssima esposa... Não tinha reparado que ele estava com problemas cardíacos. S/n.. Ele tomava remédios! E eu nunca soube disso! Ele não me contou e-e ai eu sim-simplesmente n-na-não consegui---

S/n: Omma.. Tá tudo bem, não é culpa sua..

Omma: Claro que é! Eu fiz ele se estressar com tantas coisas, e agora por caisa da minha teimosia ele está internado e corre risco de vida!

Simplesmente a abraço.. Minha mãe deve estar passando por tanta coisa, não posso deixar ela assim.

S/n: Omma.. Vá para casa e tome um banho. Depois da escola eu vou voltar pra casa ok? Por isso, apenas descanse.

Omma: Tudo bem minha flor.. A propósito, sua barriga cresceu bastante desde a última vez.- minha mãe seca as lágrimas e olha para minha barriga.

S/n: É verdade... Fico imaginando como ele ou ela vai ser...

Omma: Ela.. Definitivamente será menina.

S/n: Consegue prever o futuro?- digo sorrindo.

Omma: Boba.. Apenas sinto isso ué. Aliás S/n.. Com todas essa discussões acabou que eu nunca te perguntei o mais importante.. Quem é o pai?

S/n: Podemos conversar sobre isso quando eu voltar da escola?..

Omma: S/n! Isso não é brincadeira! Mas tudo bem! Eu não vou esquecer em mocinha.

[...]

Jisoo: Finalmente chegamos na escola...

S/n: É mesmo.. Jisoo, você acha que minha barriga ta aparecendo muito? Minha mãe disse que estava grande e---

Jisoo: Amiga, parou né! Ela ta maior que antes mas não é pra tanto, se você não tivesse me contado nunca advinharia que você está grávida.

Jungkook/Taehyung: ELA OQ?

S/n: Meninos????- engulo em seco, ninguém sabia disso ainda, só a minha família e a Jisoo.

Puxamos eles pra um canto mais afastado.

Taehyung: S/n o que está acontecendo?

S/n: Olha só, é uma situação muito delicada ta legal.. Não podem contar pra ninguem.. Eu... To grávida.

JungKook: Ah parabéns! Realmente faz muito sentido né! Você chegar em um dia qualquer e dizer que esta grávida!!

Jisoo: O Jungkook vem cá que eu vou te explicar a situação.- Jisoo leva Jungkook pra longe.

Taehyung: Por que escondeu algo tao importante de nós? E por que esta contando isso como se fosse algo normal?? S/n, acorda, não é. normal! E os seus estudos? E---

S/n: Kim Taehyung Stop Now! Eu estou assim por que eu simplesmente aceitei! E outra agora já aconteceu né! Quer que eu faça o que? Alguns meses fora da escola não vão acabar com a minha vida.

Taehyung: Desculpa mas eu acho que você ainda não entendeu a gravidade do problema! E outra, quem é o pai?? Você não havia nem me contado que tinha perdido o bv muie!

S/n: Taehyung pelo amor de Deus né! Virou meu diário agora? Pra anotar as coisas da minha vida?

Taehyung: Tá, vamos embora, agora.

S/n: Como é?

Taehyung: Vamos na pracinha, no intervalo a gente volta...

S/n: Ficou louco? Taehyung calmae!

Saio correndo atrás dele. Não acredito que to matando aula de novo. Fomos andando até uma praça que havia ali perto e nos sentamos em um banco mais afastado.

S/n: Tae.. Desculpa não ter te contado antes..- apenas recebo um suspiro em resposta

Taehyung: O problema não é esse... Quer dizer, também é isso.. Mas..

S/n: Mas?

Taehyung: Esquece. S/n.. Quem é o pai?- nunca vi o Tae tão sério sobre algo antes.

S/n: Ok... Vamos lá.

[...]

S/n: [...]E então depois de dois meses fora de casa, finalmente vou voltar hoje, por que meu pai adoeceu...- quando termino de contar absolutamente tudo, olho para ele.

Taehyung: Por isso não queria que você fosse a festa.. Eu, só queria te proteger..- diz ele acariciando minha bochecha.

S/n: T-Tae?

Ele se aproxima cada vez mais, eu não sei o que fazer, ou como reagir. Simplesmente deixo seus lábios tocarem os meus, logo ele pede passagem com a língua e eu cedo. Esse beijo, é diferente do Jimin... Eu só não sei se isso é bom ou ruim.  Paramos por falta de ar mas continuamos com as testas coladas.

Taehyung: S/n... Me deixa proteger você? Eu sempre te amei, e eu sempre vou te amar.. o Jimin, ele não é o cara que você pensa e eu duvido que ele um dia vá ser...

Não é o cara que eu penso? Bom... Eu penso que ele é um idiota, que só sabe implicar comigo e me irritar, mas... Ele também é imprevisível e as vezes até  carinhoso. Ele.. se preocupa comigo.. Né? Sera que se preocupa? Essa criança.. Surgiu na minha primeira vez mas.. ele já fez aquilo com muitas garotas, não? Aquela casa... Ja recebeu muitas garotas, né?

S/n: Tae... 








Me proteja...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...