História 14 dias para amar - Capítulo 10


Escrita por: e Jupiter_Slo

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Originais, Romance, Tragedia
Visualizações 60
Palavras 474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey, pessoinhas!
Mais um cap pra vcs. (Dessa vez é curtinho, mas o próximo será maior, prometo).

Boa leitura♡

Capítulo 10 - Decisões.


Diário

Sonhos, quero pra sempre sonhar!

Vida, eu ainda posso resgatar a esperança que se foi perdida, mas aqui agora está, como luz que veio me tirar da minha dor.

Com teu sorriso ganhou meu respeito e teu olhar cheio de vida e encanto me fez acreditar que eu podia viver mesmo estando prestes a morrer, mesmo que no meu interior eu já tivesse aceitado de todas as formas a dor, tu trouxeste mais alegria a minha vida vazia e paz interior.

Bruna P.O.V

Aquela festa era o nosso noivado! A nossa união, eu fiquei tão  feliz que não podia negar o quanto eu queria estar ao lado dele e cheguei a esquecer por momentos que me restara uma última centelha. A ampulheta de área que contabilizava meus últimos momentos havia falhado e eu podia respirar um pouco mais aliviada. Brincamos com familiares e fizemos planos.

-O casamento onde você  quer que seja realizado meu amor?- André  perguntou sereno e sorridente.

-Podemos fazer ele na Praia, que tal?!- falei imaginando como seria os detalhes.

-Adoro a praia. Seria maravilhoso se fizéssemos nosso casamento lá.

Eu sorri, feliz com aquilo. Eu iria me casar com a pessoa que eu amo, na praia, com as demais pessoas que amo e que sei que também me amam. Seria o dia mais perfeito da minha vida.

Passamos o resto do dia preparando as coisas para o nosso casamento. Ainda era meio estranho a idéia que eu iria me casar, mas aos poucos sei que iria me acostumar com isso.

André foi para sua casa no fim da noite e eu fui para meu quarto me deitar. Estava exausta, mas feliz. Eu o amava e seria feliz enquanto fosse possível viver. Ao seu lado eu estava segura, protegida e alegre. Ele me trazia paz e tranquilidade. Me deixava ser eu mesma e me fazia esquecer da minha doença. Com André em meus pensamentos, adormeci calmamente naquela noite.

P.O.V André

No meio do dia, quando já era hora do almoço, chegou um mensagem em meu celular. Era de Bruna. Estranhei a mesma, pois tinha escrito apenas: "me ligue". Não hesitei e logo disquei deu número, colocando o celular no ouvido e ouvindo três seguidas vezes aquele "biip".

-Alô? É você, amor?- ela pergunta, com algo em sua boca. Deveria estar almoçando.

-Oi amor, sou eu. Pediu pra mim te ligar, lembra?

-Ah é.- ela mastigou e engoliu sua comida, para depois dizer: -Quero pedir um favor.

-Qual seria?

-Podemos brincar de de motorista hoje?- ela riu- Marquei de ir ao shopping com minhas amigas. Pode nos levar?

-Claro, princesa.

-Obrigada!

-Daqui a duas horas eu passo para buscá-las. Estejam prontas. Beijos.

-Beijos, amor. E obrigada!

Desliguei o celular, indo para a cozinha comer. Hoje o dia seria animado para Bruna. Isso é ótimo, afinal, ela ficará feliz com a companhia de suas amigas. E eu faço de tudo para ver um lindo sorriso em seu rosto.


Notas Finais


O próximo vai ser com as amigas dela, então se preparem para grandes coisas. Huahuahua!

Até o próximo! ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...