História 15 Passos para conquistar o Senpai 「CHANSOO」 - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lu Han, Personagens Originais, Sehun
Visualizações 89
Palavras 1.824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem qualquer erro, eu revisei mas algum pode ter passado despercebido.

Boa leitura.

Capítulo 21 - Nene noidada e Chanyeol com problemas.


Fanfic / Fanfiction 15 Passos para conquistar o Senpai 「CHANSOO」 - Capítulo 21 - Nene noidada e Chanyeol com problemas.

Pra vocês que não lembram o que aconteceu no último capítulo, por que a autora cujo eu Yasmana demora para atualizar, vamos recapitular o capítulo passado.(meeh)

Vamos começar com a turma meio zen meio treta, que foram atrás do Kyungsoo para provar para ele que o Chanyeol eu repito o Chanyeol é inocente e o Jongin é um burguês safado.

Já o grupo meio quente meio fervendo foi atrás de quem meu povo? Isso mesmo, do moreno sedução pode entrar Kim Jongin. Bem, esse grupo queria meio que botar um medo no filho perdido das Kardashian, mas vou logo avisando algo de errado não deu certo, pera quê?

O grupo meio paz, ixelé, oxalá exu.... Foram atrás de informação confidenciais, mas se vocês não se lembram são as japonesas que tomam conta dessas informações e elas são perigosíssimas, e pediram algo de Chanyeol em troca, já vou falar não teve dedo no cu e gritaria... Ainda. Quê? Oi rsrs...

Agora vamos aos capítulo atual, saber o que acontece com esses seres humanos e Chanyeol.

❩•۰۪۫ ۪۫✧ ۰۪۫ ۪۫ ❨❨


-PERA QUÊ? EU NÃO CONCORDEI COM ISSO. - berrou Chanyeol se sentindo desconfortável com a situação que se encontrava.

-Concordou sim, agora para de gritar. - disse Anna -Se você ficar quieto isso acaba logo.

Vocês não devem estar entendendo nada, eu vou explicar porque sou muito legal. É simples, Chanyeol, Anna, Sehun e Nene foram atrás das japonesas mafiosas que não fazem parte da Yakuza mas são perigosíssimas, para ter informações sobre a relação de Kyungsoo e Jongin, o problema é que elas não fazem certos serviços de graça, então Chanyeol, o escolhido vai ter que pagar o preço ou sem informações.

E era a seguinte situação em que se encontrava Park Chanyeol: Sentado em uma cadeira servindo de boneca Barbie para as japonesas.

Até que não é tão ruim assim né gente? Mas o grandão ali gosta de exagerar.

-Agora que a senhoras terminaram por gentileza... - Chanyeol disse incomodado com as unhas pintadas com strass.

-Bem por onde começamos? - Tano perguntou a amiga. Olhando-a com uma cara maléfica de japonesa do satanás.

-Eu já sei! - Minami respondeu com o mesmo olhar da amiga só que em direção aos colegas a sua frente.

E eles engoliram em seco...


❩•۰۪۫ ۪۫✧ ۰۪۫ ۪۫ ❨❨


-E então o que fazemos? - Perguntou Anna ajudando o amigo a tirar a maquiagem bizarra de seu rosto.

-Qual era o próximo passo lá? - perguntou Sehun que até então estava quieto, estava ajudando o amigo também mas não com a maquiagem e sim com os enfeites que estavam em seu cabelo.

-Algo de falar todas as vontades - falou sem importância.

E nesse momento Nene parou de tirar o esmalte das unhas do Park e começou a olhar para o nada com uma cara assustadora. Ficou um tempo assim, até Anna notar e perguntar o que estava acontecendo e não teve resposta.

-Nene tá tudo bem? - perguntou Sehun preocupado a japonesa nem piscava, e levou um susto quando ela levantou do nada e começou a andar em círculos, não assustando só Sehun como Anna e Chanyeol. - Menina você usou drogas? Bem que eu vi você com o Yix...

Foi interrompido por um bater de palmas e um grito vindo da Noiada... Quer dizer Nene a japonesa drogada. Assustou a todos outras vez.

-Eu tava pensando aqui, se os meninos fizeram o que tinha que fazer e provavelmente já fizeram então o Dyo tá odiando o Kai que está odiando a gente e quer concerteza matar a gente, mas o que importa é que agora o Kyungsoo quer matar o Kai e não mais o Chanyeol o que nos dá uma oportunidade de colocar esse passo em prática mesmo tendo o risco de Jongin vir e botar fogo no nosso cabelo mas pensando por outro lado...

A japonesa não para de falar, os amigos olhavam pra ela com os olhos arregalados não entendo nada do que ela falava.

-Nene o que você tá falando? - perguntou Anna preocupada com a possibilidade da amiga estar usando uma droga pesadona.

-Eu nem sei mais, to loca. Só sei que eu sei, mas que eu não sei. - respondeu confusa esquecendo o que estava falando.

-Realmente não faz sentido nenhum o que você tava falando - Sehun disse o óbvio. E Chan que até agora estava quieto sorriu olhando para a amiga louca.

-Não gente ela tem razão!! - falou e recebeu dois olhares de "amiga cê ta fumando com ela?" e outro de "sério? más eu nem sabia o que eu tava falando" - Muito obrigado sua linda se você não fosse sapatão eu dava um beijo nessa sua boca.

E saiu correndo igual um louco deixando três pessoas para trás com cara de tacho, mas logo voltou porque não podia sair desse jeito pela escola.


❩•۰۪۫ ۪۫✧ ۰۪۫ ۪۫ ❨❨


-Entendeu Kyungsoo? - essa pergunta veio de Akina que estava do lado do único coreano ali, e vamos admitir que ela estava com medo pois a cara que ele estava depois de ter escutado um monte de coisas não estava lá uma das melhores.

-Você quer ficar sozinho pra pensar? - perguntou Mikako com a voz mais mansa do que usada pela americana, como a amiga ela também estava com medo de Kyungsoo ter um surto e como ela estava do outro lado dele isso a preocupava. E muito.

-Não precisa, se eu ficar sozinho é capaz deu fazer alguma merda. - disse depois de um tempo quieto, e as duas mulheres respiraram aliviadas pois não tinham risco de ficar sem cabelo ou até sem alma.

-Mas é claro que a gente não ia deixar você sozinho, nós precisamos da escola de pé pra passar de ano ainda - falou Luhan com sua típica cara de deboche, mas logo essa sumiu quando o Do olhou para ele com uma feição que o próprio capeta ficaria com inveja. -Tá bom não tá mais aqui quem falou. Eu preciso ligar pra Lena.. - e depois disso levantou e foi fazer a ligação...


❩•۰۪۫ ۪۫✧ ۰۪۫ ۪۫ ❨❨


Os três estavam parado no corredor encostados na parede, quando o celular de Lena começa a tocar. Ao ver que era Luhan atendeu.

"E aí deu tudo certo?"

-Vamos dizer que em partes - os outros dois olharam para ela que apenas sussurrou "é o Luhan", então eles concordaram e voltaram a olhar pro nada. Como os zés droguinhas depois de usar LSD.

"Como assim em partes?" Perguntou do outro lado da linha aparentemente nervoso.

-Nós botamos medo nele, mas eu meio que me descontrolei e parti pra agressão e como o Jongin é fortão os outros foram me ajudar.

"Isso é bom!" disse feliz, mas ao escutar o suspiro da japonesa se preocupou "não é?"

-Não, quer dizer não pra gente. Tinha um inspetor passando pelo clube de música, ele ouviu os gritos e agora a gente tá aqui esperando o Kai sair da sala da diretora pra nós darmos a nossa versão.

"Puta merda, me dá aqui esse celular" escutou Akina falar, Lena bufou porque sabia que ia escutar.

"Vocês são burros? fumaram? Porque essa é a única explicação. Nós combinamos uma coisa e vocês fizeram outra, agora vocês que se virem com a diretora, ninguém mandou fazer merda. Passar bem"

E Akina desligou sem deixar a japonesa responder.

-É estamos fodidos, e com a Akina puta com nós.

Lena disse para os dois amigos, e ao ouvir isso Lilfang se desesperou.

-Eu to fudida quando chegar em casa, ela vai arrancar meu coro - disse ficando pálida.

-Calma, vamos dar um jeito nisso, a merda já está feita a gente só precisa usar ela como adubo.

Baekhyun disse olhando para as amigas convicto.

-Não faz sentido - ele olhou para Lena com cara de bunda.

-Realmente não faz sentido o que você disse. Andou falando com o Yixing? - Lilfang disse jogando a culpa no amigo chinês.

-Cala boca sua sapatona de merda. - Lilfang olhou pra ele com os olhos arregalados.

-Quem você chamou de merda seu bostinha?

-Você mesma loira de farmácia.

-Pelo menos meu cabelo é hidratado seu anão.

-Sua puta, quem você ta chamado de anão hein? Não tem medo do perigo hein sua otá...

Lena que só estava olhando a "briga" suspirou e sentou-se no chão.

-Sera que a diretora vai demorar? - falou baixo consigo mesma, colocando as mãos nos ouvidos para não escutar a gritaria.


❩•۰۪۫ ۪۫✧ ۰۪۫ ۪۫ ❨❨


Décimo primeiro passo: fale sobre suas vontades (nem todas)


O quarteto estava indo em direção ao pátio onde estava os outros três, iam deixar Chanyeol e Kyungsoo sozinhos para conversarem. Ao chegarem no local citado Anna foi correndo para abraçar a namorada.

-Cade os outros? A gente achou que eles iam estar aqui. - perguntou Sehun a não ver Baekhyun ali.

-Eles foram pra diretoria - disse Akina que estava agarrada com Anna.

-Eu vou atrás dele - disse Sehun dando meia volta.

-Espera eu e a Nene vamos com você - disse Mikako que queria ver a namorada, e só arrastou Nene junto pra ela não sobrar ali.

Luhan percebendo, o que estava acontecendo resolveu voltar pra sala, pois o horário dos clubes estava acabando.

-Eu vou pra sala - avisou e se levantou.

-Nós também vamos - disse Anna levantando e puxando Akina consigo.

Depois que todos saíram, apenas sobraram Kyunsoo e Chanyeol, um olhando pra cara do outro num clima não tão legal.

-Bem eu vou indo tam...

-Não Chan a gente precisa conversar. Senta ai.

Meio receoso o Park se sentou na frente do outro e engoliu em seco..

-Eu queria te pedir desculpas, por não ter acreditado totalmente em você e até pensar que você era o culpado da minha vida estar ficando uma merda. Mas é porque que em tudo você se intromete acaba dando errado ou se tornando tudo um cocô. Então eu meio que estava certo na minha linha de raciocínio...

Chanyeol que até agora olhava o outro a sua frente sem prestar a mínima atenção no que ele falava, pois estava ocupado olhando os lábios deste. Resolveu então se pronunciar e acabar logo com toda sua ansiedade.

-Kyungsoo cala a boca!! - no mesmo instante Kyung olhou com os olhos mais arregalados ainda, mas ficou quieto- Eu só quero ouvir você falando comigo de novo, só se for pra pedir um beijo meu ou para gemer. Eu tô cansando de você me humilhar, você devia ter consideração comigo, poxa o que custa me dar um beijinho ou uma mão amiga de vez em quando, talvez sei lá liberar essa bundinha e me deixar feliz. Você me deixa muito frustrado, agora se não se importa eu vou pra aula mesmo odiando cálculo. Passar bem!!

Disse sem mais nem menos, levantando e indo para sua sala. Deixando um Kyungsoo boquiaberto para trás, talvez não tenha sido uma boa ideia despejar tudo de uma vez, as pessoas podem acabar se traumatizando.

A moral desse capitulo é... Não usem drogras crianças, porque PROERD É UM PROGRAMA, PROERD É SOLUÇÃO, LUTANDO CONTRAS AS DROGRAS APRENDENDO A DIZER NÃO. 

E se mesmo assim se você for igual eu Yasmana -ou Grace como preferir- e cheira orégano de vez em quando, me chama que eu vou.



Notas Finais


Obrigada a todos que leram, e não se esqueçam de comentar!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...