História 18 Açucarado - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Doce 16, Drama, Família, Romance
Visualizações 9
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oláá
Esse capitulo é importante!
Espero que gostem!!

Capítulo 37 - Capitulo XXXVII:Você não tem compromisso comigo


Fanfic / Fanfiction 18 Açucarado - Capítulo 37 - Capitulo XXXVII:Você não tem compromisso comigo

Capitulo XXXVII:

Já fazia tempo que a Patrícia havia saído de casa, e tudo ficava cada vez pior, ela inicialmente me aceitava e queria me ver sempre, e claro eu estava extremamente feliz com isso. Mas agora, que eles fizeram um exame definitivo e ela realmente não era filha do senhor Alencar, ela estava distante, ela não queria ver ninguém, nem falar com ninguém.

A dona Lucia estava louca, ela me odiava com todas as forças, e sobre aquele vicio de beber, talvez tenha sido verdade, ela anda bebendo demais, e o senhor Alencar, bem, meu pai por interesses maiores, ele me trata super bem, e na empresa ele está me dando mais responsabilidade.

É claro que eu estava preocupado com a Patrícia, ela não me deixava subir até o apartamento dela, ela não falava comigo sequer. Mas eu não podia esquecer que ela estava esperando um filho meu, e eu não sei como ela está de saúde, eu não sei se ela come, se come bem, sei que ela sempre para de comer, quando está triste, OK, eu não consigo ficar sem saber noticias dela. Por isso estou parado no apartamento dela esperando que ela abra a porta para mim.

_ Oi.- Ela disse abrindo a porta, e percebi que meu coração se acalmou ao ver o rosto dela.

_ Oi.- Foi o que eu consegui dizer.

_ O que foi?- Ela disse sorrindo, mas eu acho que ela estava rindo de mim.

_ Eu... eu- Eu não conseguia falar nada, então eu suspirei e disse:_ Eu queria ver como... você estava.

Ela apenas confirmou com a cabeça, eu comecei a ficar nervoso quando ela não me chamou pra entrar. Mas então ela disse:_ Você quer entrar? A gente precisa conversar sobre uma coisa.

_ Claro.- Eu disse entrando enquanto ela abria a porta.

_ Senta.- Ela disse apontando pra um sofá.

_ O que houve?- Eu disse quando ela se sentou ao meu lado.

_ Eu me confundi, sabe, em relação a estar gravida, eu acho que eu... eu estava tão nervosa que eu inventei os sintomas, foram mais psicológico do que real...

_ Ei calma.- Eu disse abraçando-a quando eu senti a tristeza na voz dela, mas ela saiu do meu abraço e disse:

_ Não, tudo bem, é melhor assim. Sabe agora não seria bom se você tivesse algum compromisso comigo.- Ela disse se levantando.

_ Como assim?- Eu disse confuso.

_ Rodrigo, você não tem compromisso nenhum comigo.

_ Para de falar isso.

_ É verdade, olha, eu não quero que fique com esse clima ruim entre a gente, mas eu não quero ficar presa em você ou te prender por causa de uma filha.

_ Patrícia, o que houve?- Eu disse me aproximando dela, mas ela se afastou de mim.

_ Nada, eu só quero ter certeza de que...

_ Patrícia, não é uma filha que me prende a você, eu te amo, isso me prende a você, sempre me prendeu, e independente do que você fale eu ainda vou estar preso a você.- Eu disse segurando o rosto dela.

_ Eu acho bom você se desprender de mim- Ela disse encarando meu rosto.

_ Como assim?- Eu realmente estava confuso.

_ Eu não estou presa a você Rodrigo, eu...

_ O que isso significa?- Eu perguntei soltando ela, já sabendo o que significava.

_ Eu... estou...

_ Você gosta de outro é isso?- Eu disse me virando para encara-la.

_ Alguma hora isso ia acontecer Rodrigo.- Ela disse daquele jeito calmo dela que eu adorava.

_ Não ia acontecer, eu não amo ninguém a não ser você.- Eu disse tentando me aproximar dela.

_ Isso não é verdade.

_ É claro que é.

_ Rodrigo, eu não posso fazer nada, eu não posso mandar no meu coração.

_ Para, para, não fala isso. Ele não está no seu coração.- Eu disse tapando meu ouvido e me sentando no sofá.

_ Rodrigo...

_ Quem é ele?- Eu perguntei furioso.

_ Rodrigo calma.

_ Quem é ele? Me diz, quem é o cara?- Eu perguntei ainda mais furioso.

_ Ele é meu vizinho, ele mora aqui no prédio, eu não vou te dizer nome.

_ Você espera que eu faça o que? Que eu vá embora desejando muitas felicidades ao casal?- Eu disse depois de um tempo.

_ Não Rodrigo, eu só quero te dizer que nós não estamos presos um ao outro. Eu nem sou mais a mesma Patrícia, eu nem sou mais aquela menina que era proibida pra você porque o pai dela não gostava de você.

_ Você é a Patrícia que eu amo.- Eu disse segurando o rosto dela nas minhas mãos, e eu pude sentir ela estremecer.

_ Para Rodrigo. Vai embora.- Ela disse se afastando de mim.

_ Você não me ama mais?- Eu disse

_ Rodrigo...

_ Não me ama?- Eu falei mais alto.

_ Você é especial Rodrigo.

_ Por favor, eu preferia que você dissesse que me odeia.- Eu disse sentindo meu coração doer.

_ Rodrigo eu não...

_ É por causa... do meu pai?- Eu cuspi as palavras.

_ O que? Não.

_ Vai ver agora que tudo inverteu, eu que sou o filho mimado, você não me quer mais por isso. Eu não vou deixar ele se meter no nosso meio.

_ Você diz isso até ele não arrumar um casamento lucrativo pra você.

_ Então é por isso? É por causa dele?

_ Não Rodrigo, eu já disse tem um cara...

_ Para, eu não quero mais ouvir uma palavra sobre isso.

Eu disse e sai dali, não aguentaria ficar ali sabendo dela com outro cara, essa historia de gostar de outro, eu só quero que ela goste de mim, de mais ninguém, só eu. Será que ela não entende, eu sou o amor da vida dela. Duvido que esse cara trate ela melhor que eu. Ele deve ter se aproximado dela nesse tempo que ela veio morar nesse inferno de apartamento. Eu deveria ter posto ela no meu apartamento mesmo ninguém querendo isso, eu deveria ter trancado ela lá dentro e garantido que ela era e sempre seria só minha. Eu odeio esse cara, quem é ele pra pegar minha garota? Quem é ele?

 


Notas Finais


Vixi, Patrícia está amando outro? Sei não em?!
COMENTEMMM

Obs: se vocês tiverem alguma dica, algo que não estão gostando, ou qualquer coisa me digam!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...