1. Spirit Fanfics >
  2. 2 TEMPORADA (Rental Killer) - I Remember You - Choi San >
  3. Capítulo 3

História 2 TEMPORADA (Rental Killer) - I Remember You - Choi San - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Não se acostumem com a fanfic sendo atualizada tão rápido assim kkkkkkkkoo, minhas aulas vão voltar e eu TALVEZ demore a atualizar
Boa leitura💜 desculpa os erros

Capítulo 4 - Capítulo 3


       ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
                                {~°•Choi S/N°~}
                 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Estava tudo maravilhoso, eu, mamãe e Matthew assistindo o filme sem ninguém perturbar......... Até agora, senti o meu celular vibrar, eu peguei o mesmo e vi que era uma mensagem de Lucca

*Lucca♡: Se você não vim para casa AGORA, eu irei queimar suas roupas (12:15)*

Eu entrei em desespero e levantei da cama. Sim, ele seria capaz de queimar as minhas roupas e eu preciso muito delas

__: Mãe, eu preciso ir 

Ela deu um pulo da cama

Lia: Como? Daqui você não sai

__: Eu preciso é urgente

Mandei a mensagem de Lucca para ela e fiz um sinal para que minha mãe olhasse o seu celular

Matthew: Você vai voltar?

__: Mãe, a gente pode ir embora amanhã?

Lia: 7 horas da manhã vocês estarão no avião

Ela falou desesperada, talvez estivesse com muito medo do Lucca 

Matthew: Como? É serio?

Lia: Muito serio, eu quero vocês dois longe daqui

Matthew: Ah, eu não sei se fico feliz ou magoado

__: Eu vou 

Lia: Yeri pelo amor de Deus.....

__: Eu vou ficar bem 

Abracei a minha mãe e o meu irmão, sai do quarto e corri para fora daquela casa, acelerei os meus passos pra poder chegar em casa o mais rápido possível

Comecei a correi pra acelerar ainda mais, eu parei bruscamente ao ouvir a voz dele em minha mente "Pare", eu parei, a voz desse rapaz desconhecido que invade a minha mente está me deixando louca. Quando eu ia atravessar a rua um carro passou em alta velocidade sem se importar com os pedestres, fiquei muito paralisada naquele momento, o que aconteceria se eu não tivesse parado? O que aconteceria se eu não tivesse obedecido a voz desse rapaz? Talvez eu não estivesse mais aqui

Voltei a andar e dessa vez prestei atenção em tudo que estava ao meu redor

(...)

Eu estava em frente a minha casa e as luzes estavam ligadas, assim que entrei vi Lucca com uma mulher em seu colo, ela estava com roupas íntimas e ele não estava diferente. Assim que a mulher me viu ela se levantou imediatamente e ficou me olhando assutada

Eles dois começaram a se vestir

__: Não se preocupe, eu não tenho mais nada com ele

Lucca me olhou irritado e veio até mim

Lucca: Como é? 

__: Isso mesmo, eu estou terminando com você

Lucca: Não se atreva

__: Vou subir e arrumar as minhas malas, se divirtam

Ele segurou em meu cabelo e começou a puxa-lo com força, a mulher deu um grito e ficou encolhida

Lucca: Você vai ficar comigo 

__: ME SOLTA

Eu dei um tapa na cara do Rapaz, ele me soltou e depois me olhou com muito ódio 

Lucca: Você não fez isso ele riu de um jeito psicopata Eu vou te matar

Ele tentou pegar em meu cabelo mas eu consegui desviar, corri até aquela mulher, puxei ela junto comigo para o meu quarto e tranquei a porta, eu não deixaria ela sozinha com aquele monstro, eu sei do que ele é capaz e nenhuma mulher merece ser espancada por um babaca, quer dizer, nenhum homem tem o direito de levantar a mão para uma mulher

Lucca bateu com força na porta e gritava para que eu abrisse 

???: Ai meu Deus, obrigada, você é um anjo e agora eu me sinto muito mal por ter transado com ele 

__: Esqueça isso, eu não gosto dele, não mais, ele se tornou o meu pior pesadelo 

Lucca: ABRE ESSA PORRA

Ele esmurrava a porta com muita força

__: Me ajude a arrumar aquelas malas com minhas roupas e objetos, eu vou sair pela janela e você vai vim comigo, irei mandar uma mensagem pra minha mãe e ela vai mandar alguem para nos ajudar

A garota concordou com a cabeça e começou a me ajudar com as malas 

???: Me desculpa, eu me sinto muito mal agora

__: pedi para esquecer, como você viu, ele é louco e eu não tenho mais nada com aquela coisa

Lucca: ABRE ESSA MERDA OU EU VOU ARROMBAR

__: Continua arrumando, eu vou falar com minha mãe

???:

Peguei o meu celular no bolso e mandei uma mensagem para minha Mãe, segundos depois ela foi visualizada e a mais velha não respondeu, deve estar desesperada mandando o motorista vim me buscar

*Me: Mãe, Lucca enlouqueceu, por favor manda alguem vim me buscar ou ele vai me matar (12:37)*

Lucca: EU VOU CONTAR ATÉ TRÊS

__: A gente vai pular pela janela

???: Ta

__: Vai primeiro, eu entrego as malas

???: Ok

A minha casa é simples, não é um primeiro andar, então é fácil pular a janela

A garota pulou e eu comecei a entregar as malas, estava tudo uma bagunça dentro dessas malas, a gente fez jogar as roupas e fechar

Lucca: CANSEI

O mais velho começou a empurrar a porta com muita força, Eu corri para pegar meus ursinhos e outros objetos, dane-se, se ele quiser brigar a gente vai sair na porrada nessa porra

Joguei meus ursinhos pela janela, entreguei meu Notebook, porta retratos, corri para o banheiro e antes que eu saísse com meus produtos Lucca conseguiu arrombar a porta, eu gritei para garota fechar a janela e ela fechou desesperada, Fechei a porta do banheiro e tranquei

Lucca bateu com forca contra a porta e eu dei um pulinho por conta do susto

O mais velho começou a chutar a porta e ela abriu rapidamente

Soltei os meus produtos e ele ficou me encarando com uma puta raiva

Ok, eu posso ser muito bruta mas nós sabemos quem é o mais forte aqui

Lucca: Eu vou te matar

__: Se você se aproximar a gente vai sair na porrada

Ele riu

Lucca: Você é bruta, eu sou forte, acha que vai se sair bem?

__: É o que vamos descobrir

Ele fechou a cara e veio pra cima de mim, antes que ele pudesse me agarrar eu chutei a barriga do rapaz com muita força, ele caiu no chão e eu tentei passar por cima dele mas o mais velho segurou os meus pés fazendo com que eu caísse

Me virei rapidamente para poder levantar, sai correndo dali e escutei os passos rápidos do mais velho atrás de mim

Cheguei perto da porta e ela foi aberta pela garota, ela me puxou e fechou a porta. Nós corremos para trás da casa, pegamos as malas e saímos as pressas, olhei pra trás e vi que Lucca estava parado vendo a gente correr, um carro branco parou ao nosso lado e o vidro abaixou, Matthew

Matthew: Entrem logo

Abri a porta de trás e ajudei a garota a entrar no carro, coloquei as malas no banco de trás junto com ela e fui para o banco da frente

Matthew pisou no acelerador fazendo o pneu do carro derrapar, o cheiro de borracha queimada ficou muito forte

          ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
                              {~•°Choi San°•~}
                    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

                                    ×


Eu estava pronto, pode ter certeza que a minha pessoa aqui não ira pagar lanche nenhum, preciso passar perfume e colocar o meu tênis

Fui até o meu guarda roupa, peguei o perfume e o tênis, passei o perfume e sentei na cama para botar o tênis. Estava tudo indo super bem, mas ao levantar senti uma pontada forte em meu coração, imagens da S/N andando na rua apareciam em minha mente, de longo eu vi um carro sem controle que não pretendia parar, Ela precisa parar, eu não sei porque mais eu disse

San: Pare

Eu não sei, me senti na necessidade de manda-la parar, mesmo sabendo que tudo isso é fruto da minha imaginação e a S/N na verdade não me escuta

Acordei de meus pensamentos me sentindo aliviado, uma sensação boa e ruim ao mesmo tempo, isso é estranho mas deve ser normal

Sai do meu quarto correndo e cheguei na sala encontrando Woo, Hong, Jongho, Yunho, Yeosang e Mingi, HyeSoo e Seonghwa sempre demoram mais Hwa termina primeiro

Na maioria das vezes eu sou quase o ultimo também

San: E mais uma vez eu não irei pagar o lanche

Yunho: Por sorte

Mingi: É, você também demora

San: Mas não fico por último

HongJoong: Mudando de assunto, seu celular estava tocando San e advinha quem ligou?

San: Me diz que você não atendeu

Yunho: Eu ia, mas lembrei que ela vai querer vim com a gente então nem ousei olhar pro teu celular

Fui até o sofá pegando o meu celular e vendo diversas mensagens da SooJin querendo saber onde estou, apenas ignorei, eu sei que é errado e eu deveria dar atenção a minha namorada mas se vocês convivessem com ela do mesmo jeito que eu, teriam terminado o namoro a muito tempo

(...)

Depois de alguns minutos HyeSoo finalmente desceu, eu e os meninos ficamos muito surpresos, a gritaria rolou solta quando o Seonghwa desceu segundos depois

Park Seonghwa, você vai pagar o nosso lanche

                                    ×

         ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
                                {~•°Choi S/N°•~}
                   ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Matthew: VOCÊ NÃO IA ME CONTAR?

__: NÃO GRITA COMIGO

Matthew: E SE A MAMÃI NÃO TIVESSE ME AVISADO? COMO VOCÊ IA FICAR? ESTAMOS SEM MOTORISTA

__: MANDEI VOCÊ PARAR DE GRITAR EU SEI ME CUIDAR

Lia: PAREM, VOCÊS NUNCA AGIRAM ASSIM

Matthew: É, eu vi S/N, você sabe se cuidar

Ele abaixou o tom de voz

Havíamos chegado em casa a alguns minutos e Matthew começou a gritar comigo, diferente da minha mãe que correu em minha direção e me abraçou como se fosse a ultima vez

Lia: Por favor, vocês precisam um do outro

Eu e Matthew nos olhamos, ele veio até mim e me abraçou sussurrando um "Me desculpe"

Meu pai entrou em casa e nem sequer olhou para nós

__: Pai? Como foi o trabalho? 

Mudei de assunto

Ele não me respondeu

Matthew: Pai eu consegui minha vaga na faculdade, eu vou pra Coréia

Logan: Isso é ótimo meu filho

__: Pai eu também tenho uma novidade

Sorri animada e ele mais uma vez me ignorou indo até o seu escritório

Lia: Não se preocupe filha ele deve estar cansado

__: Tudo bem, eu sei que o papai gosta mais do Matt

Matthew: Não é bem assim

__: Não ficou óbvio pra você?

Lia: Filha.....

__: Relaxa mãe, eu não me importo mesmo

Sorri minimamente e subi para o meu antigo quarto

Estava tudo do mesmo jeitinho, faz cinco meses que eu sai de casa, estou a procura de trabalho a muito tempo mas a maioria aceita pessoas que terminaram os estudos e eu não terminei

Meu quarto ainda estava decorado do mesmo jeito que eu deixei, minha mãe disse que não ia mecher e ela realmente não mecheu. De longe eu vi minha caixinha "secreta", nem lembro mais o que tem nesta caixa..... Vou ver, é minha mesmo

Ela sempre fica ao lado da minha cama, não lembro quando foi que eu ganhei, tem uma senha

__: Merda eu esqueci

Bati na minha testa com tamanha burrice, eu poderia ter anotado em algum lugar

???: Licença

Olhei para trás assustada

__: Você me assustou

???: Me desculpe

__: Está mais calma?

???: Sim

__: Pode me dizer o seu nome agora?

???: Miran

__: Como? Que nome diferente Eu sorri Sou a Yeri

Depois que chegamos aqui em casa, eu ofereci um banho e roupas pra garota que estava com o Lucca, ela aceitou, disse que estava se sentindo suja, eu disse que ela poderia ficar o tempo que precisasse e quando terminar era me procurar

Miran: Eu queria te pedir desculpa novamente

__: Eu falei que está tudo bem

Miran: Eu não mereço o seu perdão

__: Todos merecem ser perdoados dependente de seu erro, é difícil perdoar algum erro muito grave, mas as vezes é necessário, assim nós ficamos em paz

Miran: Você tem pensamentos lindos Yeri, como pode namorar um cara tão nojento como ele?

__: Como eu disse, todos merecem ser perdoados, deixei passar diversas vezes mais dessa vez eu não aguentei. O que eu estava fazendo? Não sou mulher de aceitar traição muito mesmo de ser espancada e ameaçada, eu sei que ele vai vim atrás de mim e dessa vez eu não irei recuar, espero que ele esteja preparado pra enfrentar a verdadeira fera que existe dentro de mim

Miran: Agora eu fiquei com medo

Ela riu

__: Não fique, ele que deveria ter medo

Miran: Ele é realmente um imbecil e se você não tivesse chegado eu teria me arrependido de........você sabe

__: eu sei, ainda bem que eu nunca deixei aquele idiota me tocar

Miran: Como?

Ela parecia assustada

__: É, isso mesmo que você ouviu, eu não conseguia me entregar a ele...algo me impedia

Miran: Nossa

__: Estranho , eu sei, onde você mora? Meu irmão pode te levar

Miran: Na verdade... eu sou.....ai que vergonha ela abaixou a cabeça sou garota de programa

__: Hey eu levantei a cabeça dela não vou te julgar

Miran: Eu ia sair, não aguento ser tratada tão mal e fingir que estou gostando

__: Tudo bem, olha, minha mãe pode te ajudar

Miran: É capaz dela me expulsar daqui se souber com o que eu "trabalho"

Ela fez aspas

__: Não, ela vai te ajudar

Peguei na mão de Miran, sai do meu quarto e fui para cozinha encontrando apenas o meu irmão

__: Cadê a mamãe?

Matthew: Está conversando com o pai a um bom tempo, ela foi falar sobre a atitude dele com você

__: Eu disse a ela que não me importo, mas isso não vem ao caso, minha amiga aqui precisa de um trabalho qual a vaga que vocês tem aqui

Matthew ficou olhando para Miran e ignorou a minha pergunta

__: MATT

chamei a atenção do mais velho

Matthew: A-Ah, não sei, s-só com a mamãe

__: Ta, obrigada

Puxei Miran de volta para o meu quarto, sentei na cama e pedi para ela sentar ao meu lado

__: Está com fome? Com sono?

Miran: Posso dormir um pouco?

__: Claro, também quero dormir, pode deitar a vontade, vou pegar um lençol, dorme de travesseiro?

Miran sorriu com a maneira rápida que eu tinha de falar e fazer perguntas

Miran: Não precisa de travesseiro

__: Ah Ok

Miran: Posso te fazer uma pergunta?

__: Sim

Fui até o guarda roupa e procurei por lençol, eu não levei muitas roupas para minha nova casa e muito menos lençol

Miran: Por que você ainda estava com ele?

Peguei um Edredom, respirei fundo e voltei para minha cama sentando ao lado de Miran

__: Ele me prendia

Miran: Como era no começo? Sempre foi assim?

__: No começo tudo é um mar de rosas..... Mas isso não dura pra sempre, eu queria encontrar a pessoa certa pra mim

Miran: Quem sabe ela não esteja sem seus Sonhos

Olhei pra menina e juntei as minhas sobrancelhas.......... E se ele realmente estiver em meus sonhos? Quem seria o garoto de mechinha cinza?..........estranho, eu não lembro mais dele, minha cabeça deve estar confusa demais, lembro da mechinha cinza

Miran: Você está bem? Falei algo?

__: Hm??

Miran: Você se perdeu nos pensamentos

__: Ah, está tudo bem, vamos dormir

Miran: Sim

Entreguei o Edredom a Miran, Fechei a porta do meu quarto e liguei o Ar condicionado, quando ia voltar para minha cama vi Miran no chão

__: Que isso?

Miran: A-ah, é que eu durmo no chão

__: Ta louca? Tem uma cama enorme do seu lado, levanta dai

Ela levantou, eu deitei no lado direito da cama

__: Pode deitar sem medo

Miran: Obrigada Yeri

__: Não precisa agradecer, estarei sempre disposta a ajudar

Miran sorriu e deitou na cama, ela suspirou ao sentir o colchão macio e rapidamente se cobriu

Miran: Como é bom dormir em uma cama

Eu sorri

Miran: Tenha ótimos sonhos Yeri

__: Você também Miran


Notas Finais


💜💜💜💜💜💜💜💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...