História 29 de Novembro - Jikook - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook Bts
Visualizações 16
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Saga, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOLINHOS EU CHOREI CM MINHA PRÓPRIA FANFIC

AHHHHHHHH

NÃO ME MATEM.

PFV

Capítulo 9 - " Oque eu estou fazendo aqui seus putos?! "


Jungkook on.

Cheguei em casa o rosto mais que enxado. Fui direto para o banho,me sinto livre no banho,sinto que todas minhas tristezas descem junto da água. Mais não. Dessa vez não. Dessa vez nada adiantou.

Meu coração ainda estava do mesmo jeito de antes. E pensar que tudo isso foi minha culpa. 

Vesti uma blusa social preta,uma calça preta e um sapato social preto. Passei um pouco de corretivo para esconder minha expressão triste mais nada adiantou. Ninguém nunca vai conseguir tirar isso de mim.

Subi em minha moto em rumo a câmara mortuária. Quando cheguei todos estavam chorando. Havia muitas pessoas,eu nem conhecia todas. Quando voltei a realidade comecei a chorar.

O organizador do velório ainda estava arrumando o corpo. Ficamos uma hora esperando,até que nos deixou ver. Formou-se uma grande fila. Preferi ser o ultimo.

Quando chegou a minha vez eu ajoelhei-me no chão e comecei a chorar como nunca;

- Jimin eu te amo! E-eu sempre vou te amar meu amor. Eu só queria compreender o porque me deixou! Jimin eu te amei como a minha vida ! Jimin você é a minha vida! Jimin fica comigo por favor, Jimin fica!!! - Falei gritando e chorando alto. Todos me observavam .

- Jimin meu amor! Me perdoa Jimin! Por favor Jimin me perdoa!! Eu não fiz certo Jimin! Me da um chance! Jiminnn ficaaa comigo!!! - Disse em um tom totalmente desesperado . Chorando mais que cachoeira. Até que...

? - OQUE EU TO FAZENDO AQUI SEUS PUTOS?! PORQUÊ TA TODO MUNDO CHORANDO?! - Jimin se levanta do caixão.

- Ji-Jimin?! Jimin é você? Jimin me perdoa?!!! - Disse correndo pro seu abraço.

Jm - POHA VOCÊS IRIAM ME ENTERRAR VIVO?! SEUS BOSTAS! EU ESTAVA EM UM COMA TRANQUILO MAIS AI UM DESNATURADO VEM FALAR QUE EU TO MORTO! SORTE QUE ACORDEI! - Jimin nem me da bola.

Eu comecei a chorar mais ainda pelo fato dele estar vivo! Que felicidade. O meu amor voltou. 

Fomos todos para casa, eu estava em um silêncio, e meu rosto ainda parecia um tomate.

Quando todos saíram do carro fui conversar com o Jimin;

- Jimin... M-me perdoa. - Uma lágrima escorreu.

Jm - ..... Jungkook você me magoou muito, muito mesmo. M-mais eu te amo. Então vou lhe dar uma segunda chance. - Jimin vem até mim e me beija.

Viro as posições ficando em cima do mesmo. Começo un beijo feroz,necessitado. Nossas línguas brigavam por espaço, passeavam cada canto da boca como se fosse a ultima vez. Durante o beijo minhas mãos passeavam o corpo de Jimin. 

Como eu estava com saudades. Apertei sua bunda com força, com uma força de como se fosse arrancar sua carne, fazendo-o arfar.

Jm - Ownnnnnn Jung-Ggukkie.

- Como eu senti sua falta baby.

Eu estava duro. Jimin me deixou duro de uma forma que Jesus.

- Chupa o seu Daddy hum Baby?

Jimin começa a dar beijinhos e lambidinhas no volume em minha box me torturando.

- Baby! Não seja tão mal.

Dançou minha box e abocanhou meu membro ereto de uma vez, senti ele se engasgar mais logo voltava ao ritmo normal.

Ele estava em um rápido movimento de vai e vem, eu o acompanhava junto do meu corpo para mais contanto. Escorri meu pré-gozo, que Jimin bebeu rapidinho. Senti uma leve mordida em minha glande;

- Aaaawwwwnnnn Baby, continua meu amor! Awwwnn Baby.

Ele abusou demais e me permiti gozar em tua boca. Um gozo quente, saiu como um jatinho que Jimin bebeu em un segundo.

- Fica de quatro.

Rodiei sua entrada com meu dedo, sentindo seu lubrificante natural escorrer.

Jm - Aaawwnwnnn Daddddy.

Inseri dois dedos de uma vez só dando estocadas fortes de vai e vem, nessa sequência. Jimin queria gozar.

Jm - Awwwnnn Daddy eu vou gozar.

- Não vai não. Só vai gozar e gemer na hora que eu mandar.

Retirei meus dedos logo enfiando meu membro em uma só estocada. Fundo e forte. Jimin foi gemer.

Jm - Awn.

- Você não pode gemer nem gozar até eu mandar não entendeu? Baby Teimoso.

Fui fazendo mais contato com sua próstata, eu estava sendo cruel,muito cruel, ele daquele jeito querendo gozar, e nem poder gemer. Mais ele me fez sofrer. Também.

O peguei no colo fazendo-o sentar em meu colo, eu ainda estava dentro do mesmo até que mandei a ordem.

- Quica pro seu Daddy quica.

Jm - Agora Daddy!

Jimin começou a quicar me enlouquecendo. Aquela raba me fazendo delirar. E cada movimento com mais contato entre nossos corpos.

- Pode gemer Baby.

Jm - Aaaawwwwnnnnnnn Daddy! Mais fundo! 

Dei o meu máximo fazendo meu membro entrar completamente  em sua entrada.

Jm - AAAAAAWWWNNNN DADDDY VAI DADDY VAI! MAIS  RÁPIDO.

Ele começou a quicar mais e eu fazendo mais contato empurrando meu membro pra dentro. Segurei sua cintura enquanto ele quicava em mim e misericórdia, esse é meu homem. Parei seus movimentos deixando-o parado.

Forcei seu corpo para baixo em busca de mais contato ainda. Então percebi que era muita crueldade não deixa-lo gozar.

Ainda dentro de mim quicando, peguei seu membro nas mãos e comecei a masturba-lo lentamente.

Jm - Maissss rápido Daddy awwwwnn Maisss rapidooo.

Masturbei-o mais rápido em uma velocidade  quer era impossível não gozar.

- Goza pra mim,goza!

Então não demorou dois segundos que um rio de goza saiu de dentro do meu homem. Sai de dentro dele o abracei e o beijei.

- Eu te amo! Não me preocupe mais.

Jm - Não beije outra. Ou outro.















Notas Finais


Gostaram seus safados?!

Volta inesperada não?!

Comentem se ficou bom o hot ta?

Próximo cap vem um JK revoltado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...