1. Spirit Fanfics >
  2. 2gether: The Series >
  3. CAPITULO UM: "Me desculpe" Pt 1

História 2gether: The Series - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - CAPITULO UM: "Me desculpe" Pt 1


TINE

Assim que vi Sarawat e Pam se abraçando, Algo me acertou, Como um soco no estômago, Eu saí correndo

E me encostei na parede onde ficavam as escadas para a saída, E lá eu me permiti chorar 

—Ele estava abraçado com ela, Ele me disse que não havia nada entre eles, Mas ele estava abraçado com ela— digo a mim mesmo enquanto soco a parede 

Por que doi tanto? Eu nunca senti uma dor dessas na minha vida, parece que alguém está esmagando o meu coração. 

Ele não tinha o direito de fazer isso comigo, Como ele ousa brincar assim com os meus sentimentos, SSei que não sou fácil de lidar, Mas ele não precisa mentir desse jeito para mim, Porque ele nao me disse que ainda a amava, Eu aceitaria numa boa, Ele me iludiu, Me fez acreditar num amor que nunca existiu, Como eu fui Idiota E acreditar nele 

Eu chorava compulsóriamente enquanto socava com todas as minhas forças a parede 

Eu tenho que sair daqui, Não quero que ele me encontre, Tenho que ir buscar as minhas coisas no apartamento, Vou ligar para Fong, Acho que ele me deixará passar um tempo com ele

Desço as escadas correndo e saiu da faculdade, Estou tão perdido em meus pensamentos que não vejo quando eu esbarro em duas pessoas 

Quando me viro para pedir desculpas vejo Mil e seu amigo 

— Tine, O que houve? — Mil pergunta preocupado 

— Não foi nada Mil, Eu estou bem— Digo limpando meu rosto 

— Claro que você não está bem, Você está chorando, O que aconteceu? Você precisa de ajuda? — Ele pergunta colocando a mão em meu ombro 

— Não Mil, Não se incomode, Eu estou bem, Bom eu vou indo — Digo e saiu correndo 

— Tine, Cuidado! — Ele grita 

E então eu vejo um carro vindo na minha  direção e essa é a última lembrança que eu tenho 


🍃🍃🍃


Abro meus olhos, Mas o fecho imediatamente assim que uma luz forte os invade, Fico por um tempo abrindo e fechando os olhos, Para poder me acostumar com a luz, Assim que o faço, Eu olho em volta e vejo que estou em um quarto Branco, Vou olhando e vejo que tem algo preso em meu braço, era um acesso, Eu estou com um acesso em meu braço 

As últimas lembranças invadem minha memória, Está tudo tão confuso 

Saiu dos meus pensamentos com alguém me chamando

— Tine! — Era ele, Sarawat! 

— Tine, Você consegue me ouvir? — Ele pergunta se aproximando da cama que estou deitado 

Eu não o respondo, Só balanço a cabeça em afirmação 

— Você se lembra o que aconteceu? — Ele pergunta 

- N....Não M....Muito— Digo com a voz rouca  

— Espera, Deixa eu pegar um pouco de água pra você— ele diz e se afasta um pouco, Volta segundos depois com copo de água e um canudo 

Eu bebo a água e logo minha garganta melhora

— Obrigado— Digo me sentando na cama 

— Calma eu te ajudo— Ele diz, Arrumando os travesseiros, Para me deixar mais confortável, Então ele se senta em minha frente 

—Tine, Do que você se lembra? — Ele pergunta

— Eu me lembro de pouca coisa, Mais uma coisa que eu me lembro muito bem, É de te ver abraçado com Pam — Digo magoado

— Tine, Me desculpe, Eu deveria te‐lá parado, Não deixado ela tocar em mim, Mas nós nos conhecemos a tanto tempo, Não queria ser rude com ela— Ele diz 

— Por que mentiu para mim Sarawat? — Pergunto e ele me olha sem entender

— Eu nunca menti pra você Tine— Ele diz 

— Mentiu sim, Você me fez acreditar que você realmente me amava, Que realmente tinha um sentimento forte por mim, Mas a verdade você sempre amou Pam— Digo um pouco nervoso e com a voz embargada 

— Tine, Se acalme, Você não pode ficar nervoso— Ele diz tentando tocar em mim, Mas eu desvio de seu toque— Eu nunca menti, Tine acredita em mim— Ele diz 

— Não, Eu não acredito e não confio em você, Você me magoou muito e agora eu tomei uma decisão— Digo 

— Que decisão Tine? — Ele pergunta se levantando da cama 

— O nosso namoro acabou, Eu não quero mais ve-lo Sarawat— Digo 

— Tine..Eu— Ele tenta argumentar, Mas eu o interrompo

— Não, Por favor Sarawat, Se você ainda pelo menos sente piedade de mim, Me deixe sozinho— Digo e o vejo suspirar, Então ele vira as costas e vai embora 

 Então eu começo a chorar, E novamente aquela dor voltou, Mas parece que está pior do que nunca



CONTINUA...


Notas Finais


Espero que gostem pessoal, Eu decidi separar esse capitulo em quatro partes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...