História 2lovveyou - Jikook - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook Sope Namjin Bts
Visualizações 61
Palavras 1.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem caso haja algum erro...
Boa leitura...

Capítulo 5 - Sedução Desastrada


Fanfic / Fanfiction 2lovveyou - Jikook - Capítulo 5 - Sedução Desastrada

Jin Pov

Agora somos um grupo de 7. Eu acho que lido bem com isso, apesar de ser o mais velho...
Vou vos resumir as últimas duas semanas... Cada um chega com quem vive, no caso, eu com Jungkook, Jimin com Hope e Tae ( que também passou a viver com eles ), e Namjoon com Yoongi. Vamos para as aulas e no intervalos nos encontramos na cafeteria onde "lanchamos". Mas porquê "lanchamos"? Pois só eu que como. Tae e Hope sempre começam rindo e levam Jimin junto. Jungkook acaba por ficar enciumado pois não o levam para a brincadeira. Namjoon e Yoongi ficam se batendo e zoando um com o outro e eu, no meio disto tudo, é que passo mais vergonha ao tentar acalmar toda a gente. Mas eu não me importo... a gente se trata como irmãos em tão pouco tempo e isso é bom.

Na hora do almoço tudo se repete... Namjoon inclusive fica sempre me olhando e me tentando seduzir com o olhar e Yoongi fica rindo dele... Vamos admitir, ele seduz bem, mas eu não vou cair na dele assim tão fácil não.

Depois das aulas acabarem a gente de vez em quando sai: vamos em baladas, vamos na casa um dos outros fazendo jogos... é sempre muito divertido.

Mas há uma coisa em que eu estou fazendo teoria faz alguns dias.

Tenho vindo a reparar (fora o óbvio que Namjoon está tentando me seduzir), que Jimin está olhando de uma maneira diferente para Jungkook. Acho que ele deve estar gostando dele. Sinceramente, eu não sei como Jungkook iria reagir, mas acho que seria de uma boa maneira, pois sempre que eu andava com meus pais na rua e perguntava para eles se era normal homens e mulheres namorarem com pessoas do mesmo sexo, eles diziam que cada um tinha as suas escolhas e devíamos respeitar. Eu também concordo. Mas,  que eu saiba Jungkook nunca perguntou nada do tipo para os nossos pais mas acho que a sua reação seria positiva.

Também tenho vindo a reparar que existe uma espécie de triângulo amoroso. Tae parece gostar de Hope e, por sua vez, Hope parece gostar de Yoongi; mas a personalidade do mais velho não ajuda. Nós ficamos sabendo que ele estava em uma relação prejudicial para sua pessoa. Namjoon disse que Yoongi já era fechado, mas depois que ele conheceu Nayeon, tudo piorou. Consequentemente, ele não fala muito, está quase sempre sério e não repara nos sentimentos de Hope. Mas achi que só eu é que estou notando isso, pois só eu é que tenho um instinto maternal mais apurado.

Jimin Pov

Estou eu, Tae, Hope e Jungkook jogando vídeo - games.

Jungkook está ganhando o Tae e o mesmo tenta desviar as atenções do mais novo para ver se ganha vantagem. Eu e Hope estamos a fazer de claque para os dois.

Houve-se alguém a bater na porta com uma força enorme.

Jungkook e Tae nem reparam e continuam jogando. Eu e Hope nos entreolhamos e eu digo que vou abrir a porta. Ao abrir a porta uma garota sorri e me acena.

- Bom tarde o Tae está? - Pergunta sorridente.

- TAE! ALGUÉM ESTÁ TE CHAMANDO! - Grito.

Tae logo vem correndo sorrindo, mas isso não dura muito tempo... Ao ver a garota o seu sorriso logo se desfaz. Eu meio que me assusto, pois isso não é normal dele.

- Jimin, pode sair por favor? - Assinto. Antes de sair reparo que ele sai do cómodo com a garota. Ele nem que seja o torturando ele nos vai contar...

Ao chegar na sala já vejo que Hope tomou o lugar de Tae e está jogando com Jungkook.

Em relação aos meus sentimentos por Jungkook, (mas vocês se conhecem há duas semanas, isso já pode ser considerado sentimento? ÓBVIO QUE SIM), anda muito confuso... Ele meio que me iludo sabe? Ele da tapinhas no meu ombro rimos os dois e fazemos todo o tipo de brincadeiras, mas o seu significado é diferente. Enquanto eu penso que ele está me dando esperanças, ele simplesmente parece pensar que é normal, pois ele também é assim entre ele e os outros. Isso me deixa um pouco frustrado...

Eu contei-lhes a situação estranha que passei e eles logo pararam de jogar e concordamos falar com Tae sobre o que tinha acontecido.

Este voltou uns muitos depois sorridente como sempre, e que eu saiba ele não é bipolar, por isso, algo se passa.

-Quem era? - Adiantou-se Hope.

- Ninguém importante - respondeu Tae com um sorriso forçado.

- Se não fosse ninguém importante, como é que iriam saber que VOCÊ estava na MINHA CASA? - Respondi.

- Tá bom. Eu conto - sorrimos vitoriosos.

- Era minha irmã...

- Sua irmã? E qual é problema? Nós nem sequer sabíamos que você tinha uma irmã? - Jungkook se pronunciou.

Tae estava extremamente envergonhado...

-Eu não consigo dizer... - Disse Tae.

- Se quiser pode só desabafar comigo... - Hope falou. Eu até concordei, está um pouco na cara que Tae gosta de Hope, apesar de ele não perceber isso, por isso mais facilmente ele desabafa com Hope.

Tae deu um sorriso mínimo e os dois foram para o quarto de Hope.

J-Hope Pov

Entramos os dois para o meu quarto. Taehynug estava visivelmente nervoso.

- Pode pensar no que vai dizer primeiro... - Disse - não quero pressionar.

Depois de alguns segundos ele suspirou e começou a falar:

- Há um ano atrás - começou - eu contei para meus pais que era gay. - arregalei os olhos, mas não o interrompi - Eu assumo que eles tenham pensado que aquilo era uma fase e não ligaram muito, até ao dia que levei um namorado a casa. Eu pensava que eles iam ficar felizes, pois na altura a sua reação parecia ter sido boa, mas logo que o apresentei eles me bateram e logo me expulsaram de casa. - Os seus olhos marejaram - Aquela garota que bateu à porta é minha irmã... - sorriu - Apesar do seu jeito fofo de ser ela é mais velha que eu e me acolheu... Eu fiquei na cada dela até vir para a Universidade. E, agora cá estou eu...

- E o que ela queria? - Perguntei

- Que eu voltasse a ver os meus pais... Mas eu não consigo... as memórias passadas naquela casa... - Caiu no chão a chorar.

Logo fui até ele e o abracei, como fazia com Jimin quando ele estava mal por causa dos pais.

- Eu estou aqui agora... Você não está sozinho... Agora tem 6 amigos que só querem seu bem...

- O-Obrigado - disse entre soluços.

- Eu te aconselho a falar com Jimin... ele também passou pelo que você passou...

-Sério? - Assenti.

Ficamos naquela posição durante mais algum tempo... logo Tae foi até meu banheiro lavar sua cara e fomos outra vez para o pé dos garotos.

Jin Pov

Jungkook tinha ido para a casa de Jimin, Hope e Tae e então aproveitei para estudar um pouco e aproveitar o sossego. Mas fica meio difícil estudar. Essa página: fácil de mais, a seguinte: isso não deve vir, a seguinte: muito complicado, a seguinte: não tenho paciência para estudar essa parte, a seguinte: não quero e acabou as páginas!

- Pronto, já estudei.

Meu celular vibra:

Açúcar Emburrado: Jin-hyung pode vir abrir a porta?

Fui até à porta de entrada e lá estava de Yoongi, de terno.

- Me acompanhe se faz favor.

Ele me levou para uma limusine e deu um endereço ao condutor. Obviamente isto foi tudo planejado por Namjoon. Fico a pensar no que Namjoon está me chamando... Um encontro eu já sabia que era mas para onde?

Depois de alguns minutos dentro do veículo, logo este para em frente de um restaurante. Ainda bem que ele sabe que eu gosto de comer...

Me sentei numa mesa próxima à janela, onde Namjoon já estava sentado.
Fiquei algum tempo identificando o local... Para vos resumir a um testamento de descrição de parede, chão, teto... Simplesmente o que vocês precisam de saber é que talvez Namjoon tenha vendido um rim para estar naquele lugar...

-Sério que você veio?- disse arregalando os olhos ao me ver sentar.

- Eu sinceramente era para ter saindo correndo, mas como tem comida no assunto decidi ficar - rimos os 2.

Pedimos a nossa comida e ficamos em um silêncio meio que desconfortável... Pelo menos para ele pois eu estava pensando na comida que havia pedido...

- Eu vou ao banheiro... Já volto. - Disse Namjoon

Quando você descobre que uma pessoa é uma deusa da destruição: Namjoon se levantou, mas de uma maneira tão bruta que acabou batendo com o joelho na mesa e gemendo de dor, atraíndo a atenção de todos para si. Envergonhado anda para trás e tropeça na cadeira caindo de rabo no chão. Enquanto estava caindo tentou segurar na toalha da mesa, que, ao ser puxada levou tudo o que tinha em cima dela, partindo copos, frascos de tempero, pimenta, sal e tudo o que é coisa. De tanto rir que eu acabei balançando a cadeira de maneira a que eu caísse. Eu não me importava com o pouco de dor que estava sentindo, eu só sabia rir.

Nós acabamos por ser expulsos, pela confusão causada mais eu estava pouco me importando. Aquela cena valeu a pena. Nunca ri tanto em toda a minha vida.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Até semana k vem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...