História .30 days - Capítulo 17


Escrita por: e _godjihyo

Postado
Categorias Seraph of the End (Owari no Seraph)
Personagens Mikaela Hyakuya, Mitsuba Sangu, Shihou Kimizuki, Shinoa Hiiragi, Yoichi Saotome, Yuuichirou Hyakuya
Tags Crowferi, Gurenshin, Kimiyoi, Krulhiru, Mikayuu, Mitsunoa
Visualizações 125
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, FemmeSlash, Festa, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - .Day 15 - See you again


 ⌜15º dia⌟

Yuu P.O.V

- Pai? O que você está fazendo aqui? - Olhei confuso para o meu pai, Guren, que estava me esperando sentado no carro.- Você não deveria estar no trabalho hoje? Não me diga que se esqueceu que hoje é o dia em que você vai mais cedo.- Ele coçou nuca nervoso. 

- Sabe como é, né? Ontem foi uma noite muito cansativa, daí eu acabei dormindo mais do que eu deveria.

- Noite cansativa? Então a transa foi boa. Só espero que isso não seja o motivo do Shinya não ter levantado até agora... Tadinho, foi arrombado.

- Pff, a Shinoa está sendo uma má influência para você. - Me sentei no banco da frente ao lado do meu pai e fechei a porta do carro.

- Olha, você não negou.

- Ahem, mudando de assunto-

- Nem venha com essa de "mudando de assunto" - Interrompi meu pai e pude ver sua expressão ficar vermelha de raiva. - Você deveria ter mais cuidado com o Shinya. Ele é um bebezinho...

- Você fala isso porque nunca viu ele na cama...Você ficaria traumatizado...

- Shiu. NÃO QUERO SABER.

- Shiu o caralho. Por onde posso começar...? - Ele ficou pensativo por alguns segundos.- Ah, já sei!

- NÃO FALA! NÃO LIGO! NÃO QUERO SABER! - Tapei meus ouvidos tentando o máximo não ouvir os comentários do meu pai.

E foi assim que eu descobri que os bebês não vem da cegonha...

《•••》

- Tenha uma boa aula, filho.

- Depois dessa sua história, minha vida nunca  mais será a mesma.

- Desculpe por te traumatizar, mas é um castigo. - Ele se despediu de mim e foi embora.

Entrei na escola e percebi que os corredores estavam lotados, o que era bem incomum. O que será que aconteceu? Acho que alguém morreu. Vi que Yoichi e Kimizuki estavam em um canto isolado se pegando, mas como eu sou um puta de um empata foda, atrapalhei o momento.

- Coé, casalzinho. Sei que é ruim atrapalhar o momento, mas o que tá rolando? Hoje os corredores estão lotados. - Eles se soltaram bruscamente quando ouviram a minha voz. Kimizuki me encarou com raiva e Yoichi tentava esconder o rosto corado.

- Porra, não tinha hora melhor pra perguntar isso? Tsc, fala sério.

- Vai ficar reclamando ou vai falar?

- Uma pessoa se transferiu hoje para o nosso colégio, Yuu-kun. - Yoichi falou e Kimizuki apenas concordou com a cabeça.

- Era só isso? Porra , achei que alguém tinha morrido.

- Também achei isso, mas acabei ouvindo a conversa de um grupinho de meninas foguentas.

- Quando a Akane se transferiu para cá, não teve esse caos todo. 

- Sim, isso é estranho... - Yoichi olhou sério para Kimizuki. Algo de errado não está certo.

- Porra, Yuu! Só por que você é um virjão, não significa que você tem que ficar atrapalhando a pegação dos outros. - Ouvi uma voz atrás de mim e reconheci na hora. Era Shinoa. Me virei para encara-la e percebi que Mika e Mitsuba estavam vindo atrás dela.

- Oi para você também, Shinoa. 

- Oi gente! - Mika cumprimentou eu, Kimizuki e Yoichi com um abraço. Quando ele me abraçou, deitei minha cabeça no ombro dele e o aperteo forte. Eu não quero o soltar.

Quando lembrei que tínhamos plateia e Shinoa estava no meio dela, me soltei do abraço rapidamente.

-Er... Cadê a Akane? Ela vai faltar hoje? - Mudei de assunto para evitar comentários da Shinoa.

-Ela foi falar com o aluno novo, eles parecem ser bons amigos... - Mitsuba, que estava quieta até o momento, finalmente falou.

- Oh, então ele já chegou? Vamos lá conhecer ele! - Yoichi falou animado.

Todos concordaram e começamos a caminhar até a nossa sala de aula.

《•••》

- Alunos, creio que já estão sabendo sobre o aluno novo. Bem, como vocês já sabem, pode entrar. - Todos nós encaramos a porta. O aluno novo entro na sala de aula com um sorriso no rosto. Fiquei paralisado por alguns minutos, processando o fato de que Lacus estava na minha frente.

Olhei para Mika e percebi que o mesmo me encarava um tanto preocupado, como se já esperasse por isso. Será que o Lacus contou para ele naquele dia?

Depois de uma longa e exagerada apresentação do Lacus, o professor pediu para que ele se sentasse atrás de Yoichi.

Eu não consegui me concentrar na aula, todas as vezes que eu via Lacus olhar para mim, eu gelava na hora. De vez em quando, ele puxava assunto com Yoichi, o que deixava Kimizuki extremamente incomodado.

O sinal bateu e os alunos chamaram Lacus para lanchar junto com eles. A sala foi se esvaziando, sobrando apenas eu e Mika.

- Yuu-chan... - Mika se sentou na cadeira do meu lado e me olhou preocupado. - Você e o Lacus... já tiveram algo, né? 

- Como você sabe...? 

- Eu sai com a Akane junto com os amigos dela. Lacus estava lá e nos contou.

- Entendo... Mas, não se preocupe, eu estou bem. Lacus agora é apenas o meu ex-namorado. Nada mais que isso.

- ... Yuu-chan, se algo te incomodar, me avise. Estarei sempre do seu lado.

Ao ouvir tais palavras, senti meu coração acelerar e meu rosto esquentar. Não pensei duas vezes e me joguei nos braços dele que no começo ficou assustado, mas logo retribuiu.

- Obrigado, Mika...

Ficamos um tempo abraçados e depois nos separamos. Fomos até a cantina e sentamos na mesa que estava nossos amigos e... Lacus?

- Yoichi-kun, me diz, você está namorando? - Lacus passou os braços ao redor de Yoichi. O mesmo tentava se afastar mas falhava.

- E-Eu... ér... bem... - Yoichi estava ficando nervoso com a situação. Vi um poste, digo...Kimizuki se aproximar de nós extremamente pistolasso. Ele puxou Yoichi com uma certa brutalidade e o beijou não se importando com a plateia. Eita, parece que alguém ficou com ciúmes...

- Ops... parece que não tenho chances com o Yoichi-kun. - Lacus fingiu estar magoado e Akane riu do mesmo.

- Ah! Lacus, é verdade mesmo que você e o Yuu já namoraram? - Apesar de Akane ter perguntado para Lacus, ela me encarava fixamente e não demorou para que os outros fizessem o mesmo.

- Sim, é verdade. Mas não toquem mais nesse assunto, é meio chato. Hoje somos apenas ex-namorados. Né, Yuu?

- Sim, e que continue assim...


















Notas Finais


Perdi o sono e cá estou eu escrevendo no meio da madrugada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...