História 31 DAYS - A Jeon JungKook Imagine - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Imagine Bts, Imagine Bts Jungkook, Imagine Jeon Jungkook, Imagine Jungkook, Jeon Jungkook, Jungkook
Visualizações 966
Palavras 1.236
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, amoras!
Como estão? Espero que bem.

Me perdoem por não ter postado semana passada, eu não tive tempo de parar pra escrever. Tanto que metade desse capítulo eu escrevi durante a semana nos intervalos das aulas.
Peço perdão também se a qualidade não estiver como de costume. Mudarei algo depois se eu achar que precise ^"^

Bem... Boa leitura! ♡♡

Capítulo 14 - Day 13


Fanfic / Fanfiction 31 DAYS - A Jeon JungKook Imagine - Capítulo 14 - Day 13

 31 Days.

De longe, essa é a minha história favorita, sempre digo isso a todos a quem conto esse drama.

O fato de ter assistido tudo de perto, me faz ser ainda mais fascinado por tal.

Quando S/n entrou na vida de JungKook, eu já tinha esperanças de que ela fosse mudar algo em sua vida. Mas não sabia que ela seria capaz de despertar um sentimento tão forte em tão pouco tempo.

De início, ele não percebeu. Mas agora que tem total certeza desse sentimento encantador, se entregaria de corpo e alma.

JungKook confiava o suficiente em S/n para ter a certeza de que ela não o machucaria.




Noona? – JungKook desperta a atenção de S/n a catucando no braço — Você namora? – S/n estranhou um pouco a pergunta repentina, mas não deixou de responder

Não, grandão. Eu não namoro. – mesmo que não dissesse nada, o mais novo achava isso maravilhoso

Tanto, que sorriu.

Mas… Porquê não? – ainda sorrindo, JungKook pergunta

Hum… Digamos que nunca encontrei alguém que despertasse um sentimento em mim. – o sorriso de Jeon se desfez

Se S/n nunca se apaixonou antes, por qual motivo ela se aparixonaria justo por ele?

Mas… E você, grandão?.. Sei que tinha uma namorada e que gostava muito dela. – talvez fosse sim uma zona perigosa, mas S/n tinha quase certeza de que o término do namoro não foi o que ocasionou a depressão no Jeon

É… Eu namorava uma garota. MinAh, o nome dela. Eu realmente a amava muito. – a última frase do rapaz saiu fraca, chorosa — Nós… E-eu terminei por-porquê ela queria algo que eu não conseguia dar… Por mais que eu tentasse. – S/n secou as lágrimas teimosas do moreno, as mesmas insistiam em cair sem a autorização dele

Sinto muito por ter tocado nesse assunto. – Jeon soltou um sorriso fraco e balançou a cabeça negativamente

Não se desculpe, noona. Tá tudo bem. – ele encostou a cabeça no ombro da menor — Eu não a amo mais.

Mas de qualquer forma te faz voltar a essas lembranças. – S/n acariciou o rosto do moreno, arrancando-lhe um sorriso sincero — Posso te perguntar mais uma coisa? – JungKook acentiu com a cabeça — Nada disso é culpa do término, não é?

Eu nunca consegui contar a verdade. E, por um lado, gostava do fato de terem criado um algo para motivar tudo isso. – o moreno baixou o olhar — Foi horrível pra mim por um fim no namoro pois eu ainda a amava muito!.. Foi mais difícil aguentar depois que fiquei sozinho, mas… Tive que suportar. – olhando os olhos de S/n, JungKook estava pronto para dizer palavras que esfaqueariam S/n por dentro — Eu queria e ia me matar. Mas… Mas você me fez continuar vivendo no inferno. É tudo culpa sua. – lágrimas rolavam pelo rosto de S/n

Não estava sendo suficiente para o Jeon aquilo que ela estava fazendo? Se a resposta fosse negativa, ela daria seu melhor para que se tornasse realmente suficiente.

É maravilhoso ter você aqui comigo. Eu me sinto tão bem e protegido. – o polegar do rapaz passeou pelo rosto da mais velha, secando suas lágrimas — Não chore. – sussurrou — Você me faz tão bem... Eu sei que continua me mantendo aqui por um motivo. Eu sei que vai me salvar, noona.

Eu vou… E-eu prometo! – as lágrimas ainda escorriam por seu rosto e seu olhos estavam vermelhos, S/n sentia necessidade de se enfiar no peito de JungKook — Confia em mim, p-or favor.

Eu muito em você… Mais do que deveria. – o moreno a puxou para seu colo — Eu amo você, S/a… Muito.

Eu também amo muito você, meu coelhinho. – ela se aninhou no peito do Jeon —Me perdoe por prolongar seu sofrimento, mas prometo que irei te compensar… Prometo.





O relógio maracava 3:20 da madrugada.

Aninhados em meio aos cobertores, JungKook e S/n gargalhavam enquanto brincavam de fazer cócegas um no outro.

Mais cedo o moreno havia pedido a S/n para que ela dormisse com ele, e, claro, ela não recusaria um pedido de seu "coelhinho".

Diferente de JungKook, S/n estava confusa em relação aos seus sentimentos.

Sim, ela o amava. Jamais diria um "eu te amo" sem que fosse verdeda, afinal, "eu te amo" não é um "bom dia".

Mas não tinha certeza de que seria um amor de homem e mulher. Talvez fosse apenas um amor entre amigos.

Independente de qualquer coisa, ela sentia-se responsável pela felicidade dele e faria o que fosse preciso para fazê-lo feliz.

S/n ainda tinha tempo para tirar a prova dos nove e ter certeza de seus sentimentos.

Noona? – JungKook a chamou

O que foi, grandão?

Posso te perguntar um coisa mais… Íntima? – sua voz saiu baixa, quase inaudível, ele, claramente, estava envergonhado com aquilo

Omo! – a menor riu — Vamos, pergunte.

Tudo bem… Ah… V-você… Você é virgem?

Se ouvesse iluminação ali, ambos veriam claramente a coloração avermelhada da face um do outro. JungKook, envergonhado por fazer a pergunta. S/n, por não esperar a mesma.

Ah… Eu… Aigoo! Sim, sou virgem. – um silêncio se instalou ali, um maldito silêncio desconfortável

Eu também… – a voz do moreno saiu de uma forma engraçada, fazendo aquele silêncio se quebrar e ambos começarem a rir

Aos poucos as risadas foram se desfazendo.

JungKook conseguiu sentir a respiração de S/n em seu rosto, o que denunciava sua aproximação.

Canta pra mim. – pediu S/n em um sussurro

O moreno parou para pensar um pouco em que música cantaria. Logo, lhe veio uma a mente.

Feeling like I'm breathing my last breath… Feeling like I'm walking my last steps… Look at all of these tears I've wept…


"Me sentindo como se estivesse dando meu último suspiro

Me sentindo como se estivesse andando meus últimos passos

Olhe todas essas lágrimas que eu derramei

Olhe todas essas promessas que eu mantive

Eu coloquei tudo que tenho em suas mãos

Aqui está minha alma para você guardar

Te deixei entrar com tudo que eu posso

Você não é difícil de alcançar

E você me abençoa com o melhor presente

Que eu já tive

Você me dá propósito

É, você deu propósito

Pensando que minha jornada tinha chegado ao fim

Mandando adeus aos meus amigos, por paz interior

Peço que me perdoe pelos meus pecados, oh, você poderia, por favor?

Estou mais do que agradecido pelo nosso tempo juntos, meu espírito está em paz

Eu coloquei meu coração em suas mãos

Aprendi as lições que você ensinou

Não importa quando, em qualquer lugar que eu esteja

Você não é difícil de alcançar

E você me deu o melhor presente

Que eu já tive

Você me dá propósito todo dia

Você dá propósito de todos os jeitos

Oh, você é meu tudo

Oh, você é meu tudo

Eu não sei se isso é errado porque outra pessoa está me dizendo que é errado

Mas eu sinto isso, então me deixe tipo, dar o meu melhor para que não aconteça de novo

Nós não estávamos necessariamente preparados para tomar as decisões certas

Você não pode ser tão duro consigo mesmo, porque essas foram as cartas que te deram

Então você tem que entender que isso, tipo... não é quem você é

Você sabe que está tentando ser o melhor que você pode ser

Mas isso é tudo que você pode fazer

Se você não der tudo de si

Só está traindo a si mesmo

Dê tudo de si

Mas se acabar acontecendo, acabou acontecendo

Isso é o que é

Isso é o que está acontecendo comigo

É tipo, Deus, eu estou dando tudo de mim, às vezes vou ser fraco e vou fazer

É como se eu não estivesse me dando a graça

Eu estou tipo entendendo, que é assim que é"

Purpose, Justin Bieber 


Notas Finais


Hoje não terá recomendações ;-; Sorry!

Bom, espero não ter decepcionado muito com o capítulo. O próximo será melhor, prometo.

Tenham uma ótima semana! ♡♡
Cuidem-se! ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...