1. Spirit Fanfics >
  2. 31 DAYS - A Jeon JungKook Imagine >
  3. Day 30

História 31 DAYS - A Jeon JungKook Imagine - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Me perdoe por qualquer erro.
Boa leitura.

Capítulo 33 - Day 30


Fanfic / Fanfiction 31 DAYS - A Jeon JungKook Imagine - Capítulo 33 - Day 30

 Completamente livre, esse era o sentimento com o qual JungKook havia despertado. Não havia mais nada com o que ele devesse se preocupar, parecia que tudo havia desaparecido. E, de certa forma, era verdade.

Com S/n hospitalizada e sendo acompanha pela mãe, JungKook decidiu resolver a situação com sua família para que pudessem voltar a ser a família amorosa e acolhedora que sempre foram.

Myung-Hee e SunJae estavam em euforia pela melhora do filho e por poderem ter a certeza de que o mais novo daria seu melhor para superar os acontecidos e continuar vivendo. Para eles, não havia sensação melhor do que ter o seu filho de volta, sorrindo e animado para o início de sua nova vida.

Todos eles sabiam que as coisas não iriam ficar cem por cento bem do dia para a noite, mas trabalhariam duro para que tudo se tornasse apenas lembranças. Lembranças que o dariam motivo e força para continuar lutando.

•••

Na casa dos Park, JiMin andava de um lado para o outro em seu quarto, enquanto tagarelava no celular em uma conversa com HoSeok. Os dois acabaram entrando em um tipo de sintonia, uma forte conexão, que os levou a querer iniciar uma bela amizade.

Hyung, eu estou em dúvidas no que vestir! Preciso da sua ajuda! – comentou JiMin

O rapaz havia sido convidado por seu namorado para um jantar em um dos restaurantes mais caros e renomados de toda Coréia. Não era novidade alguma que TaeHyung era uma pessoa que gostava de coisas caras e sofisticadas… Se ele pode, então por que não o fazer?

Espera, vamos fazer uma chamada de vídeo. Fica mais fácil do que você ficar tirando fotos e me mandando. – HoSeok comentou antes de desligar a ligação

Em poucos segundos, iniciaram uma vídeo chamada. Ali, JiMin mostrou e provou suas melhores roupas, ouvindo as avaliações rigorosas do mais velho.

Hyunggg! Assim eu não terei nada pra vestir! – JiMin falou manhoso

Para de miar e presta atenção! – HoSeok falou sorrindo das expressões birrentas do Park — Você vai à um restaurante extremamente chique, Park JiMin! Com certeza vai ser um jantar romântico, você não pode ir de qualquer jeito. Se arrume para o seu homem, homem! – ambos sorriram, mas JiMin logo voltou a fazer carinha manhosa

O que faço? – suspirou

Me encontra na praça de alimentação do shopping em uma hora. – disse HoSeok, antes de encerrar a chamada.

JiMin seguiu para o banheiro, onde tomou um banho relaxante. Logo após, vestiu uma roupa qualquer e seguiu para garagem de sua casa, entrou em seu carro e seguiu caminho para o shopping, na esperança de ser ajudado por HoSeok.

•••

TaeHyung estava impaciente em frente ao restaurante. JiMin estava dez minutos atrasado, o que o rapaz ainda mais nervoso e ansioso.

Será que ele não vem? – perguntou a si mesmo — Aish! Ele não costuma se atrasar… – os olhos do mesmo ficaram marejados ao considerar a hipótese de que toda a noite planejada fosse por água abaixo

Antes que as primeiras lágrimas pudessem cair, TaeHyung viu o carro do namorado parar a poucos metros de si.

JiMin saiu do carro, deixando-o para um manobrista estacionar. Naquele momento, no exato momento, em que o rapaz desceu do veículo, TaeHyung sentia seu coração quase pulando para fora do peito. Seu namorado estava deslumbrante.

Com o cabelo num tom loiro acinzentado, usando óculos e vestido num outfit social all black, o Park arrancou olhares de todos a sua volta. Ele estava realmente maravilhoso.

TaeHyung sentia um orgulho imenso por ter o mais velho como seu namorado. E, para marcar seu posto, agarrou o pescoço do outro e o beijou, atraindo olhares incrédulos, de nojo e espanto de todos ali presente.

Ya! – JiMin sorriu ao se separar do mais alto, ele também ficou espantado com o ato do namorado

Você está lindo, lindo, lindo… Tá tão incrível, hyung. – as bochechas coradas do mais velho denunciavam sua vergonha e felicidade em ouvir tais palavras

Agradeça ao HoSeok-hyung. – sussurrou

O casal adentrou o restaurante. Foram levados à sua mesa, onde foram extremamente bem atendidos. A comida não tardou a chegar e estava deliciosa. Os meninos degustaram um belo prato de massa italiana junto a um vinho doce e saboroso, que harmonizava perfeitamente com o prato.

Para sobremesa, pediram pratos diferentes. JiMin aproveitou a oportunidade para pedir o petit gâteau mais bem avaliado da Coréia, já TaeHyung se deliciou de uma de suas sobremesas favoritas, o tiramisù.

Hyung… – o mais novo se pronunciou, chamando a atenção de JiMin — Eu… – fechou os olhos e suspirou, tomando forças — Nós nos conhecemos há tanto tempo, estamos juntos há tanto tempo. Você sabe tudo sobre mim e eu sei tudo sobre você. Sempre estivemos um ao lado do outro, e mesmo que a gente brigue às vezes, estamos em um relacionamento muito estável… Aish! – JiMin o olhava com um sorrisinho fofo nos lábios – O que eu realmente quero dizer é que eu te amo ao ponto de querer passar o resto da minha vida do seu lado. Eu quero uma vida com você, quero uma família, quero realizar todos os meus sonhos do seu lado. – TaeHyung levantou-se e se aproximou da cadeira do namorado — Tudo o que eu mais quero na minha vida, é poder te amar até o último dia dela. Quero te amar de todas as formas que eu puder amar, quero te beijar e te abraçar todo santo dia. E pra que tudo isso possa acontecer, você também tem que querer. – o rapaz enfiou a mão no bolso do paletó, de onde tirou uma caixinha

JiMin já sabia o que viria pela frente. O mesmo fechou os olhos e deixou que uma lágrima rolasse por seu rosto.

TaeHyung, por sua vez, ajoelhou-se ao lado do menor, atraindo a atenção dos clientes ali presentes. Este, abriu a caixinha, que continha uma linda aliança de ouro.

Park JiMin, será que você teria a humildade de fazer este mero mortal o mais feliz do mundo? – ambos sorriram – Hyung… Casa comigo? – sussurrou

JiMin, em meio às lágrimas, balançou a cabeça positivamente, repetindo diversas vezes a palavra "sim".

O rapaz de cabelos negros colocou a aliança no fofo dedo do namorado. A joia oube perfeitamente.

JiMin levantou-se e abraçou o, agora, noivo. Eles não conseguiram se conter e acabaram selando seus lábios em um beijo doce.

Eu te amo tanto. – JiMin

Te amo tanto… Jagiya! – eles sorriram, colando suas testas



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...