1. Spirit Fanfics >
  2. 3:33 AM >
  3. "festa"

História 3:33 AM - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


🍪Oi de novo🍪

✨Tudo bem? Como você tá hj? Espero que bem..✨

Boa leitura 🖤

Capítulo 2 - "festa"


O carro para em frente a casa de César, é um tamanho bem exagerado já que só vivem ele e seu pai. Eu saio do carro e pago a quantia que eu devia ao motorista.

Ajeito minhas roupas e jogo minha franja para trás com um movimento rápido. Caminho até a porta e lá estava Lucas me esperando com uma calça jeans rasgada e uma camiseta vinho, ele vem correndo em minha direção e se joga em mim para um abraço

Lucas- ainda bem que você veio! Achei que ce tava mentindo mano. 

Eu- se eu não tivesse vindo você não largaria do meu pé essa semana..meio que não tive escolha.

Lucas- ah, para com isso! Vamo entra logo.

Ele me puxa com uma de suas mãos pelos meus braços enquanto a outra mão segura um copo de plástico com algo dentro. Nós entramos na casa e continuo sendo arrastado por Lucar. Agora estamos na cozinha... é bem bonita, bancadas planejadas, como uma cozinha americana com uma ilha bem no meio, ilha cujo sua superfície estava cheia de garrafas de bebidas e alguns copos de plástico, eu pego um dos copos de plástico e procuro um litro de refrigerante enquanto Lucas se junta a um grupo de garotas com roupas justas. Finalmente achei o refrigerante, encho meu copo e vou procurar Lucas no meio daquela gente toda. Acho que me perdi... só sei que 2 garotas se esfregaram em mim enquanto eu passava ali por perto, eu olho para os lados mas nada do Lucas, vou ir até o quintal, talvez ele esteja lá. Eu chego no quintal e bingo, Lucas está bem ali.

Eu- LUCAS! - grito correndo em sua direção - porra mano, ce me abandonou ali.

Lucas- da licença só um minutinho - ele diz pra um rapaz que estava conversando com ele - ai amigo, desculpa, mas deixa eu desenrolar com o menino ali! To de olho nele d deesde que cheguei...olha, são 19:34, por que você não da uma voltinha e tenta interagir?

Lucas volta para o rapaz e me deixa parado lá com cara de cu. Talvez ele esteja certo...eu posso tentar socializar. 

Estou sentado num sofá onde supostamente seria a sala, tem um cara muito bêbado dormindo na poltrona e um casal se pegando bem do meu lado. Sinceramente, eu vou embora daqui. Quando eu estava prestes a me levantar uma garota se senta do meu lado, pelo menos ela não teria que aturar o som grotesco das línguas do casal ao lado se mechendo freneticamente.

?-oi...qual seu nome?

Eu- oi, Lucas...meu nome é Lucas.

?- então Lucas, você tem namorada?

Eu- não tenho não, por que a pergunta?

?- ah..nada não! É que tem uma amiga minha querendo ficar contigo e..

Eu- não, obrigado. Diga a sua amiga que eu sinto muito.

A garota faz um sinal para uma outra menina do outro lado da sala, ela ainda não se levantou.

?- você é daqui?

Eu- sou sim. E você?

?- sou também, na verdade eu sou vizinha do César, moro na casa da frente.

Eu- e qual seu nome? Não quero te chamar de "vizinha do César" quando for te dar um "oi" na rua.

?- haha, meu nome é Aline.

Eu- nome foda. Mas eae Aline, não vai confortar sua amiga ou algo do tipo?

Aline- minha amiga? AH, A JÚLIA, não precisa não, ela tá bem. Olha ela ali!

Aline aponta para um canto onde a garota chamada Júlia estava aos beijos com um rapaz de cabelos loiros.

Eu- loiros fazem o tipo dela né?

Aline- é sim...ela sempre sonhou em encontrar um príncipe encantado loiro quando a gente era criança.

Agora que percebi que a Aline tem cabelos cacheados e castanhos com pontas azuis, seus olhos são tão castanhos quanto a raiz de seus cabelos e sua pele é parda e suas bochechas coradas. Ela torna a olhar pra mim e abre um sorriso, seus dentes são realmente brancos e ela usa aparelho.

Aline- tá bebendo o que?

Eu- só refrigerante... não quero demorar aqui.

Aline- ah, para! Nem um pouco de cerveja? Um drink?

Eu- cara... isso é ilegal! Se a polícia bate aqui...

Aline- os vizinhos próximos estão todos fora de casa, eles não vão chamar a polícia.

Eu- mesmo assim, não to afim. 

A garota faz um bico e vira pra frente novamente, ela parece ser bem extrovertida. Ela enrola uma mecha de seus cabelos em seus dedos enquanto olha ao redor, ela parece ter visto alguém que conhece. Antes de se levantar ela se volta pra mim.

Aline- me segue ai no inta, @xxxxx_xxx.

Ela se levanta e corre em direção a um grupo de pessoas. Eu pego meu celular e a procuro no Instagram, achei. Adiciono ela e vejo algumas fotos.

Saio do sofá e vou até César que estava com mais alguns garotos, Ricardo, Fernando e uma garota, a Marina.

César- ce veio mesmo! Que milagre, mano.

Ricardo- Já pegou alguém hoje Gabriel?

Eu- não, não tô afim.

Ricardo- poh mano, ce podia pelo menos tentar beijar uma mina né?

Fernando- por que tu não pega a Marina?

Marina da uma risadinha e olha para mim, ela estava com um copo de bebida na mão mas não estava bêbada, ela deve ter chegado agora.

Marina- não seria uma má ideia... você é gato, Gabriel.

Eu- não, obrigado.

Ricardo- tá se fazendo de difícil, haha.

Eu- eu disse "não, obrigado".

Fernando- tá estressadinho hoje ein!

César- relaxa, cara.

Eu- eu to relaxado, só não quero ficar com ninguém.

Marina- que pena pra você!

Eu- cade seu pai César?

César- ele tá fora da cidade por 2 dias.

Eu- como você vai limpar essa bagunça amanhã? E quem tá ficando aqui com você?

César- ai, deixa de ser chato! A empregada limpa e eu to com uma tia. Vai beber não?

Eu-  não... quero chegar em casa cedo hoje.

Fernando- cade aquele teu amiguinho? Deve ta dando mole pra algum cara por ai.

Ricardo- pelo menos ele da mole pra alguém , né Gabriel?

Eu- vocês não largam do meu pé né? Quando eu quiser beijar eu beijo caramba.

César- poh Gabriel, que que tá rolando hoje? É tanto medo assim de beijar alguém? 

Eu- namoral, vou dar uma volta tá?

Rodrigo- VÊ SE PEGA ALGUÉM!


Eu me afasto deles e ando um pouco pela casa até ficar de frente para a porta de saída, eu deveria ir embora? A música alta já tortura meus ouvidos e o cheiro forte de bebida faz com que meu nariz arda, tirando a quantidade de vezes que fui assediado. Acho melhor eu ir embora... são só 20:27, eu tentei conversar..mas não vale a pena tentar mais.

Eu saio pela porta e chamo um uber para voltar pra casa.



Notas Finais


✨tchau, até a próxima.✨

Obrigada por ler🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...