História 4 semanas Camren - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Camila Cabello, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui
Tags Amor, Camila, Drama, Lauren, Romance, Tragedia
Visualizações 223
Palavras 1.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ei pessoinhas, mais um capitulo.. Já peço desculpas pelo capitulo e pela demora. A frase de hj é da musica Seu Par (Pão Frances) é uma linda musica. Boa leitura.

Capítulo 27 - Decimo Nono dia


Charleston Carolina do Sul 19 de dezembro de 2012

.... Vem faz do meu colo um abrigo, te protejo do perigo, sou seu bem... (Pão Francês)

Mais um dia havia chegado nas vidas de Camila e Lauren, poderia dizer que seria mais um dia normal. Lauren acordou primeiro e ficou admirando Camila que ainda dormia, isso já estava se tornando um abito para a garota dos olhos verdes.

Lauren se levantou e foi até o banheiro onde realizou a sua higiene matinal antes de descer para preparar o café da manhã e cuidar do filhote. Depois de tudo feito Lauren voltou ao quarto com uma bela bandeja de café da manhã, mimar Camila estava se tornando uma das coisas preferidas da garota dos olhões verdes.

Lauren deixou a bandeja em cima da cama e logo foi em direção da janela, onde abriu as cortinas permitindo que os raios de sol invadissem o quarto.

-Amor está na hora de acordar.

Camila estava toda enrolada e não dava sinal que acordaria tão cedo, Lauren caminhou até cama e puxou a coberta que cobria a Latina.

-Acorda amor, o dia está tão lindo.

Lauren se aproximou mais de Camila para depositar um beijo no rosto da Latina, mas algo fez com que uma nuvem de preocupação tomasse conta do ambiente.

-Camila acordar, você está queimando de febre.

Lauren sacudia Camila de leve para ela acordar, mas a Latina estava delirando e seu corpo estava ficando cada vez mais quente. Lauren saiu correndo até a cozinha onde pegou uma vasilha com água, logo após foi no banheiro para pegar uma toalha.

O primeiro impulso foi fazer compressas para diminuir a febre, mas Camila continuava delirando.

-Não, não, não quero morrer.

-Você não vai morrer meu amor.

-Lauren, não me deixe sozinha, Lauren volta, eu te amo.

-Eu estou aqui e não vou te deixar sozinha.

Lauren colocava compressa na testa de Camila, a garota dos olhos verdes tentava manter a calma, ver Camila queimando de febre estava tirando a estrutura de Lauren por completo.

-Eu preciso fazer mais alguma coisa para baixar essa febre, não posso continuar vendo você assim Camz.

Lauren começou uma tentativa de acordar Camila no início foi sem sucesso, mas depois de alguns minutos tentando finalmente Camila acordou.

-Lauren, o que está acontecendo. (Camila falava com a voz fraca). Eu estou me sentindo tão fraca, Lauren eu estou com muito frio…. Será que morrer é assim?

-Você não está morrendo, só é uma febre alta.

-Lauren se eu morrer agora, saiba que você é o meu sol mais lindo.

-E você é a minha lua preciosa, agora para com essa conversa de morrer. Que agora vamos tomar um banho.

-Bem que eu queria tomar banho com você, vai ser gostoso. Mas eu vou ficar mais fraca do que eu estou.

-Como assim amor?

-Você sempre me deixa fraca, com as pernas bambas e o corpo tremendo.

-Ou mente pervertida, o banho é para baixar mais a febre.

-Eu pensei....

-Nem doente você deixa de ser safadinha.

Lauren ria do bico que Camila fazia, a garota dos olhos verdes retirou a roupa da Latina, a pegou no colo e levou para o banheiro. Lauren deu banho em Camila com todo carinho e amor do mundo.

-Obrigada.

-Pelo o que?

-Por cuida de mim.

-Não precisa agradecer, eu te amo esqueceu?

-Não, não esqueci.

-Camz você sabe se na casa tem um termômetro ou algum remédio para febre?

-Acho que tem no armário da cozinha ou do banheiro.

-Como você está se sentindo agora?

-Eu estou bem melhor, ainda sinto um pouco de frio.

-Achei o termômetro e o antitérmico (Lauren falou mexendo no armário do banheiro), agora eu vou te levar para a cama.

-Hummm, depois a safadinha sou eu.

-Camz, eu vou levar você para a cama sim. Mas não com essa intenção que você está pensado, isso só depois que você estiver melhor.

Camila riu quando Lauren a pegou no colo de surpresa, levou Camila para cama vestiu uma roupa na Latina, Camila admirava em silêncio todos os gestos de Lauren.

-Lauren, você pode fechar um pouco as cortinas?

-Claro, primeiro quero ver a sua temperatura. Espero que a temperatura tenha baixado.

-Eu também, estava tendo uns sonhos ruins e isso não é legal.

-Eu sei princesa, agora deixa eu olhar a sua temperatura (Lauren falou pegando o termômetro de Camila). Graças a Deus, agora você está só febril. Isso passa com o remédio.

-Eu sou muito sortuda mesmo, tenho a enfermeira mais gata do mundo cuidando de mim.

Camila puxou Lauren e lhe deu um selinho, antes que o beijo pudesse ser aprofundado Lauren cortou. Mas Camila fez uma cara de emburrada.

-Vou fazer uma sopinha para senhorita, já que você não está se alimentando direito.

- Eu não quero comer, eu quero você.

-Vamos fazer assim, se você comer tudo ganha beijinho e carinho.

-Isso é chantagem.

-Eu sei.

Lauren se retirou do quarto levando a primeira bandeja que ela havia preparado. Depois de um tempinho Lauren voltou para o quarto com a sopa para Camila, a Latina estava em um sono leve, que foi interrompido com um beijo no rosto.

-Agora assim eu gostei.

-Vem, senta para comer.

Camila sentou na cama para comer mesmo não gostando.

- Você vai me dá na boquinha também?

-Vou sim, já que você é a minha princesinha linda. Agora vamos abre a boquinha que o avião vai aterrissar.

Camila ria da forma que Lauren lhe dava comida, depois de muitas brincadeiras e beijinhos roubados por Camila. A garota dos olhos verdes finamente terminou de alimentar Camila.

-Olha até que a sua sopa estava boa, mas nada supera o seu sanduiche de queijo.

-Eu sei que sou boa no que faço. (Lauren falou se levantando da cama)

-Convencida você, agora eu quero o meu beijo de verdade, você prometeu.

-Bom, promessa é promessa.

Lauren foi até Camila e iniciou um beijo cheio de carinho que só terminou pela falta do ar.

-Beijo gostoso esse.

-Agora que a senhorita já ganhou o seu beijo, vai tomar o remédio para essa febre ir embora de uma vez.

-Eu estou ficando com sono outra vez.

Lauren deu copo com o remédio para Camila, ajeitou os travesseiros para que a Latina pudesse deitar mais confortável.

-Deve ser fraqueza por causa da febre, você tem que descansar um pouco.

-Deita aqui comigo?

-Claro que sim.

Lauren se deitou na cama, Camila logo tratou de aconchegar o seu corpo ao de Lauren.

-Lo, posso te pedir uma coisa?

-Claro que sim.

-Não conta para Ally as coisas que aconteceram aqui.

Lauren parou o cafuné que ela fazia em Camila, os seus olhos estavam começando a se encher de lagrimas. Mas a garota dos olhos verdes respirou fundo antes de tentar falar.

-Eu entendi.

-Ela não precisa saber das coisas que se passaram aqui.

-Como você quiser. Eu nem converso com a Ally, como poderia falar alguma coisa para ela.

A voz de Lauren estava embargada, a garota dos olhos verdes tentava segurar o choro para que Camila não percebesse a sua tristeza, mas essa tentativa não passou despercebido pela Latina.

-Lauren?

-Humm

-O que foi?

-Nada.

Camila se virou e pode perceber os olhos de Lauren cheio de lagrimas e sua cara de tristeza com decepção.

-Lauren você está chorando?

-Não, só estou pensando.

-Amor olha para mim (Camila levantou o rosto de Lauren) você entendeu errado.

-Eu entendi tudo certo Camila. Você não quer que a Ally saiba das coisas que rolaram aqui.

-Sim, mas eu estou falando do desmaio, da febre... coisas referentes a doença.

-Mas eu pensei que estava incluso o que aconteceu entre nós.

-Isso eu mesma irei contar para ela.

-Desculpa, fui uma idiota gora né?!

-Não, se fosse comigo também iria pensar a mesma coisa. Vai se preparando que quando a Ally souber de nós, ela vai querer te matar.

-Ainda bem que eu tenho um tempinho antes de morrer, até no fim do mês dá para fazer muita coisa.

-Esqueci de te falar, mas a sua cunhadinha chega amanhã.

-Como assim Karla Camila ela chega amanhã? (Lauren deu um pulo da cama) e você me fala assim?

-Chegando. Para de besteira e vem deitar aqui comigo, ainda estou fraquinha.

Lauren voltou para cama deitou-se ao lado de Camila e voltou a fazer cafuné na Latina.

-Camz, eu sei que febre é um sinal que o corpo não está bem…. Você está tomando os remédios direitinho?

-Eu preciso dormir, depois falamos sobre isso.

Camila fechou os olhos, enquanto Lauren continuava com os carinhos. A garota dos olhos verdes estava quase dormindo quando o seu celular começou a tocar, ao ver o número no visor do celular o sorriso de Lauren foi imenso e logo ela tratou de atender.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...