História 4 Ways to Love - Capítulo 21


Escrita por: e Mell_Mellanye

Postado
Categorias Blackpink, Histórias Originais, Pentagon (PTG), Stray Kids, TWICE
Personagens Dahyun, E'Dawn, Hong-seok, Hui, Jeongyeon, Jin-ho, Jisoo, Kino, Lee Min-ho, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Shin-won, Woo-seok, Yan An, Yeo One, Yuto
Visualizações 7
Palavras 737
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - .six


Fanfic / Fanfiction 4 Ways to Love - Capítulo 21 - .six

Logo que entramos no colégio, vi três das 4 pessoas que eu mais odeio nessa escola, Hana e as gêmeas que não desgrudavam dela.

– Olha só a Nayeon, pensei que havia se mudado, te vi andando na rua ontem com um monte de malas, por que não mudou logo de cidade? – Ela já vem tocar num assunto tão delicado, eu sei que minha amiga não consegue se defender então já entrei na frente por ela.

– E por que você não vai cuidar sua vida, Hana? 

– Olha só! A defensora dos animais! Se eu fosse você tomava cuidado, fofinho... – Ela teve a ousadia de tocar no meu namorado, que graças a Deus é sensato e já deu um basta. – Vai que uma hora ela te troca por essa daí.

– Por que tu não vai atrás do teu namorado, Hana? Ah é mesmo... você não tem, então deixa o meu em paz garota chata. – Eu nunca perco uma oportunidade de esfregar meu namorado maravilhoso na cara dela, Hana revira os olhos e na tentativa de uma saída grandiosa esbarrou em nós ela acabou caindo de cara no chão, até suas "amigas" começaram a rir de si e nós quatro saímos correndo pois o sinal já batia.

Ela também não perdia tempo em me irritar, já na primeira aula, ela jogou uma bolinha de papel na minha cabeça, onde estava escrito "a gente se vê na saída", mas ela não esperou a saída. Na hora do intervalo enquanto entravamos no refeitório ela esbarrou em mim derrubando Kinchi, isso não ia sair fácil, peguei o resto do Kinchi em sua bandeja e virei em sua cabeça saindo dali indo para uma mesa com Jinho esperar nossos amigos, mas graças a atitude dela começou uma guerra de comida no lugar.

Ao longe pude ver Nay e Seok andando até nos com medo de serem atingidos por um potinho de arroz ou algo pior.

– Que merda aconteceu aqui? – Ela me encarou estranho, provavelmente eu estava suja, eu não perderia uma guerra de comida no colégio. – Me diz que não foi tu que começou essa merda.

– Claro que não! Foi a Hana! – Vi uma das gêmeas, Lee Sooyong se aproximar, mas eu não sabia o que ela pretendia.

– Ops... derramei um pouquinho. – Ela derramou aquela vitamina estranha no cabelo da minha amiga e depois saiu.

Nayeon saiu correndo do refeitório com muita raiva e eu ia levantar para ir atrás dela quando Wooseok levantou.

– Eu vou atrás dela, não se preocupe. – E saiu da mesma forma que ela.

No mesmo momento em que ele passou pela porta, levantei pegando meu leite achocolatado indo atrás daquela menina.

– Jisoo..? – Ouvi Jinho me chamar, me aproximei por trás da menina que que tinha feito com a minha amiga e virei a caixinha em seu cabelo.

– Acho que derramei um pouco... – Falei no mesmo que dela de momentos atrás e me virei para a saída, eu precisava me limpar.

– O que aconteceu nesse refeitório?!?! – A diretora entrou e todos apontaram para min e para Hana.

– Me acompanhem Srta's – Ela saiu e eu a segui, viramos em um corredor e ao longe vi Nayeon e Wooseok se esconderem no banheiro, safadinhos. 

Bem, eu ouvi uma das maiores broncas da minha vida, fui obrigada pela diretora a pedir desculpas para Hana e a abraçar como um sinal de estar tudo bem, agora eu também odeio essa diretora.

Na saída, não vi nenhum dos dois pombinhos então Jinho me levou até em casa e depois foi para a sua, fui no mercado com minha mãe e quando voltei ainda não tinha nenhum sinal de Nayeon, já estava ficando preocupada com ela, resolvi ligar pra ela, mas a querida não atendia 

– Menina cadê você ?!?! - final mente ela me atendeu 

Eu estou trabalhando no momento vou ficar até ás 18 hoje porque não vim ontem, desculpa. – Ela falou desligando o telefone na minha cara 

Eu fui pro meu quarto me arrumar. Quando eu terminei de me arrumar eu deitei na cama pensando no que Jinho falou pra mim onten, eu não sabia oque fazer, nao sabia se era o momento certo, não sabia se seria bom ou se ele iria gostar, meus pensamentos iam longe.

 Mas quando vi a hora, escolhi uma roupa bonita para Nay e desci as escada para perguntar para minha mae se a roupa que eu tinha escolhido estava bom, quando a vi entrando em casa 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...