História 4chat - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Tags Junhoon, Políamor, Regyular, Soonhoon, Soonhui, Soonwoo, Svt96line, Wonhoon, Wonhui
Visualizações 110
Palavras 1.426
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


depois de 723 anos, 4 meses e 12 horas eu volto às 3:20 da manhã com finalmente o capítulo novo c:

poxa, foi tanta bosta me atrapalhando a escrever que acumulou mó tempão... a única frase que eu tenho a dizer é: me perdoem, sinto muito mesmo pela demora gigantesca :(

enfim, aproveitem ai ;u;

Capítulo 3 - SWJJ.03


Fanfic / Fanfiction 4chat - Capítulo 3 - SWJJ.03

Soonyoung já estava cansado daqueles longos e dolorosos quinze minutos que haviam se passado. Eunhee não parava de tagarelar sobre os outros estudantes, era até que muita fofoca pra pouca mulher.


— Ei ei! Tá sentindo a honra de almoçar comigo? – ela cessou o assunto “outras pessoas” pra focar em Soonyoung.


— Claro Noona, é um imenso prazer a companhia da minha coreográfa. – ele sorriu tentando esconder o quão deslocado estava.


— Se quiser mais prazer eu posso... – enrolou e rodou as mechas acastanhadas no indicador enquanto mordia os lábios transparecendo sua intenção. — Sabe né?


— Eu já te falei que sou comprometido. – soltou uma risada forçada pra cacete, por que diabos aquela moça não entendia seu desconforto?


— Comprometido, hã? – esboçou uma expressão de uma dúvida sarcástica.


— Sim.


— Qual o nome?!


— An, de quem?


— Da sua namorada, oras! – apoiou os cotovelos na mesa mostrando estar interessada na resposta.


Soonyoung travou pensativo, sempre fora ruim com nomes... Bom, mas se quisesse se livrar daquele assunto deveria responder ligeiramente.— Jeon Jihun...a. É, Jeon Jihuna!


— Hum. Onde ela nasceu? Seoul, Daegu, Incheon? Ou é uma das caipirinhas vindas da ilha de Jeju? – Eunhee falou rápido, mas mesmo assim pode-se ouvir claramente seu desrespeito na última frase, repugnante.


— Ela é d-de... Da China! – pobre Soon, todo o suor que ele havia secado com a toalhinha minutos antes voltou com mais intensidade.


— Não é coreana? – riu debochada. — Então qual o nome chinês dela?


— Jen... Hui! – podemos notar a alta criatividade do nosso menino pra inventar nomes para sua namorada falsa, nem é uma a mistura inspirada nos nomes dos verdadeiros companheiros, imagina.


— Cabelo?


— C-Curto.


— Cor?


— Loiro meio verde clarinho.


— Altura?


— É... 1 metro e 65 centímetros. 


— Parece convincente.


Soonyoug respirou interiormente aliviado, sortudo por ela não conhecer Jihoon e que ele basicamente o descreveu.


— Última pergunta... Qual tamanho e tipo de lingerie que ela usa?


Ops! Error 10:10


— Oh... Lingerie? Ehrrr... – era só pensar Soonyoung! Então ele fez, tentou lembrar o tamanho da roupa intíma de um dos namorados já que não tinha ideia dos tamanhos feminino. — Tamanho M e modelo...


— Espera, M? Credo que obesa! Eu uso P e por ser dançarina eu tenho um bom físico, quer sentir a rigidez da minha comissão de frente? – Soony nem viu quando uma de suas mãos estava prestes a tocar nos seios cobertos pela blusa fina de Eunhee até que...


“Pi, pi, pi!”

A plaquinha da mesa apitou denunciando que o prato de ambos estava pronto. Kwon recolheu seu braço disfarçando não estar muito – tipo muito mesmo, masss muito mesmo! – desconfortável e sem graça.


— É o nosso pedido, vou lá buscar pro meu novo Dongsaeng favorito. Me espere aqui nenê! – usou uma voz mais encorpada, apertou a bochecha cheinha do moreno e saiu andando até um dos cinco restaurantes que tinha na faculdade.


Soonyoung, só no pique The Flash, pegou o celular do bolso, desbloqueou e entrou direto no “4chat” ignorando o resto das notificações.

soony: amorecos, eu acho que fiz bosta

deu ruim

wonu: o que aconteceu amorzinho?

uji: o que houve soonnie?


Foi bizarro como ele não conseguiu sequer responder as mensagens e Eunhee já estava de volta gargalhando alto. Soonyoung simplesmente desligou o celular e guardou devolta na bermuda. Feliz ou infelizmente o resto da refeição foi só com a mesma reclamando do jeito de vestir dos outros, zoando o tipo de dança deles e achando engraçado o jeito que falavam. Um ótimo exemplo de uma boa profissional que fora da “área de trabalho” vira um ser humano nojento.


— Mas você Kwonnie... É um fofo, perfeitinho em tudo! – puxou o suco saudável do canudo sem parar de fitar estranhamente os risquinhos perdidos que estavam os olhos de Soonyoung.


— Obrigado Noona. Fico feliz que gosta do meu... jeito. – mesmo constrangido ele usou uma coisa chamada respeito, tal que Eunhee nem em sã consicência usa.


— Lembra aquela hora que eu cheguei com as bandejas, você estava falando com a sua namorada? Hum... Qual o nome dela mesmo, me deu um branco agora.


Puxa vida Kwon Soonyoung... Memória ruim pra caramba que fala?


— Lee... – e fodeu, começou errado já! – Wona? Não, Jeon... Jihuna, isso! – sorriu o máximo que conseguiu pra tentar disfarçar seu erro fortíssimo.


— Esquecendo o nome da própria namorada? Nossa bebê, eu estava quase caindo nessa! Acho que reprovou no cursinho de mentiras... – sorriu em pura sacanagem.


— Foi sem querer!


— Eu sei, nem sempre as pessoas tem intenção de mentir pra mim... – arrastou em silêncio a cadeira para perto do moreno.


— Quis dizer que foi sem querer eu esquecer o nome dela! Eu não menti...


— Precisa de mais pra enganar essa Noona aqui bebê. – descaradamente Eunhee passou o braço esquerdo no pescoço do Soonyoung.


— Mas- – o mais novo começou, porém foi interrompido.


— Já que não está comprometido... Eu sugiro uma ótima pessoa pra você! Ela, mais conhecida como eu está solteira e bom... muito sed-


E então, o sino da faculdade soou! Folga pelo resto do dia. Ufa!


— Nossa, mais já? – Eunhee puxou o braço e virou o corpo pra trás procurando o grande relógio que ficava no pátio querendo verificar as horas. — Acho que bateu mais cedo hoje? Não acha Soony- Oh! Soonyounggie? – ela olhou em volta estranhando e não avistou nada.


Não sobrou nenhum resquício de Soonyoung pra contar história. Ele já estava na porta das salas de treino esperando por Junhui. Quando por fim um chinês bonitão e todo suado passou pela porta instantaneamente notou certa preocupação no namorado.


— Aconteceu umas paradas aí June, vem que eu preciso te falar!


no mesmo dia, a noite


Barulhos de passos apressados soavam cada vez mais irritantes aos ouvidos de Jun. Aquela frestinha chata da porta onde entrava luz direto no seu rosto e o vulto de alguém indo e vindo incomodava sua tentativa de sono. Com uma baita canseira pós um dia duro de treino, o chinês levantou-se na beirada da cama.

Falando sozinho com a voz surrada, uma respiração tensa, dava-se claramente para notar que Soonyoung não estava bem.


— Soony, tudo okay? – ele chamou baixo e preocupado. — Tá bem Hoshi?! – pediu por uma resposta mais uma vez, mas falhou, logo desitiu.


Tentou calçar as pantufas de azul anil que se camuflavam na escuridão do chão. Conseguiu senti-las atráves da textura macia que tinham, quando os pés entraram inteiramente no calçado, Wen ameaçou levantar, só ameaçou mesmo já que...


— Ai!


Péssimo dia pra ter a cama colada na porta.


— Jun?! – Kwon gritou no susto por sem querer dar uma bela portada no namorado. Correu acender a luz e ao virar quase caiu de costas. — J-June... Tá sangrando!


— É, eu tô sentindo mesmo algo escorrer. – Hui pressionava a mão contra a testa toda vermelha.


Soonyoung foi até ele e ajudou-o a sair da cama. — Vem, precisa cuidar disso aí! – andou com Jun apoiado em seu ombro até o banheiro, que felizmente era ao lado do quarto.


Sentou-o na tampa do vaso sanitário e deu uma leve – e fofa – corridinha até o armário pegar seu kit para situações de “Deu ruim” como essa. O quão veloz que conseguiu, o menor molhou o algodão no soro fisiológico pra limpar o pequeno corte na testa alheia. Sua respiração estava mais alterada que a do próprio portadamente nocauteado.

Junhui percebeu que o mais novo tremia demais, talvez fosse impressão, ele pensou. Mas teve total certeza quando Soonyoung acidentalmente enfiou o algodão no seu olho.


— Céus! Me descul-


Wen cortou as falas que estavam por vir do coreano, segurou em seu pulso e olhou para o mesmo. — Hoshi, fica calmo... Tá tudo bem! – com a destra ele afagou os cabelos alheados.


— Ah Junnie... – bufou, mas sem perder o primeiro propósito Soon pegou um band-aid cobrindo o ferimento já higienizado. — Acabei! – e sorriu satisfeito com o band-aid rosa claro que tinha comprado pro kit.


— Obrigado meu amor, acho que sem ti eu não saberia o que fazer! – sinceramente expressou seu agradecimento e levantou.


Soonyoung meio amoadinho guardou a maletinha e suspirou alto. — É, só que sem mim tu não teria levado uma porta na cara. Reflita...


Jun sentiu-se encurralado nas respostas, entretanto conseguiu pensar em algo rapidamente. — Sem problemas estrelinha, você cuidou de mim... – deu um beijinho nos lábios serenos do outro. — Agora devo cuidar de você! 


Ambos sentaram no sofá.


Um grande silêncio, antes de Jun começar a falar... — Ainda preocupado com aquela besteira? – cercou os braços pelo pescoço do coreano.


— Besteira? Eu tô fazendo tudo errado hoje! Que saco! – cobriu o rosto frustrado.


— Aposto que até amanhã ela já esqueceu tudo isso aí. – desenhou o melhor sorriso em seu rosto querendo receber outra em troca.


E então Soonyoung também sorriu. — Tomara! – e riu fraquinho delineando seus olhos em pequenos traçinhos.


Notas Finais


é, eu acabei criando um suspense enorme pela demora, mas era só isso ai o “deu ruim” do ultimo cap rsrs

até o próximo! ♡

*comentem, vamos conversar... coitada da eunhee no chatkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...