História 5 segundos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Belial, Cain, Diane, Dreyfus, Elizabeth Liones, Escanor, Gelda, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Gustav, Hauser, Hawk, Helbram, Hendriksen, Kaide, King, Liz, Margaret, Meliodas, Merlin, Veronica, Vivian, Zaratras, Zeal, Zeldris
Tags Melizabeth
Visualizações 70
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii meus amores voltei com mais um capitulo, gostaría de agradecer pelos 26 favoritos que deram na minha fanfic
Eu fiquei feliz por estarem gostando e acompanhando a fic
Espero que gostem e desculpe por o capitulo ter ficado curto, tava com muita presa e sem tempo
Boa leitura

Capítulo 3 - Ilusão em minha realidade


Fanfic / Fanfiction 5 segundos - Capítulo 3 - Ilusão em minha realidade

-Nós vimos o que ele trouxe para você 


Diz Elaine ainda me olhando desse jeito, senti meu rosto arder meu dia melhora a cada segundo 


Obrigada Meliodas


As garotas me olhavam maliciosamente e eu estava vermelha parecia um tomate, sem saber o que responder para elas, para minha SORTE o sinal tocou eu sai correndo do banheiro feminino, caminhava pelos corredores apressada não querendo me encontrar com ninguém ainda menos com o anão tarado, eu estava perdida em meus pensamentos que só sai deles, quando me esbarro com alguém

-Aw me desculpe


-Tudo bem

Quando olho para a pessoa, me assusto era Gelda uma antiga amiga, abro um grande sorriso quando a vejo

-Gelda, você voltou

Falo com muita felicidade de vê la, a mesma abre um sorriso simpático para mim

-Sim Elizabeth eu voltei

-Faz quanto tempo?

-Eu cheguei hoje na cidade

-Que legal eu tenho tanta coisa para lhe contar

Ela dá uma pequena risada

-Eu acho melhor irmos para nossas salas, se não vamos nos atrasar

-Nossa é verdade eu já estava me esquecendo, Tchau Gelda espero nos vermos novamente

Saio correndo pelos corredores,  que aliás já estavam vazios, quando estava a poucos metros da minha sala, sinto uma grande dor era como se mil facas me perfurasem  por dentro, caio no chão tentava gritar mas não conseguia, logo o chão começou a se quebrar como cacos de vidros delicados, e eu caio em meio a escuridão, mesmo assim tentava gritar mas ainda sim não conseguia era inútil, sinto o chão e a dor parou, me levantei confusa com tudo que estava me acontecendo, olho em minha volta e havia espelhos ao meu redor mostrando minha imagem refletida, encaro tudo é logo então me assusto a minha imagem que estava sendo refletida pelo espelho a minha frente sai os seus olhos eram buracos negros assustadores e perturbadores, dou passos lentos para trás não acreditando nisso, paro quando sinto algo olho rapidamente para trás e vejo mais uma de mim, seus olhos também eram negros, olho novamente ao minha volta e vejo clones de mim saindo dos espelhos, seus olhos negros me faziam sentir algo estranho dentro de mim, era como se sugasem minha alma ou algo pior do tipo, caio de joelhos no chão eu estava fraca e com medo de tudo, sinto então elas me tocando como algo um objeto, eu não conseguia me mecher ou gritar, era angustioso eu quero sair daqui, fecho os olhos e quando os abro estava deitada numa cama hospitalar, olho assustada pros lados e então vejo minhas amigas Elaine, Diane e Gelda elas estavam sentadas ao meu lado

-G-arotas o que ouve?

Minha voz fraca fez que logo elas me olhasem

-Ellie!

Diane e Elaine gritaram meu nome alegres, nossa até parece que não me vem a anos

-Ainda bem que você acordou Elizabeth

Abro um carinhoso sorriso para Gelda

-Aliás a quantas horas dormi?

Elas me olharam assustadas

-Elizabeth você dormiu por quatro dias

Diane falava calmamente

-QUATRO DIAS?!!

Tentei me levantar mas não consegui estava fraca, e com vários soros em meus braços

-O que aconteceu quando eu dormi?

-Bem, depois que você desmaiou Meliodas a encontrou desmaiada nos corredores, e ligou para seu pai

 Elaine tentava falar sem me deixar assustada

-Depois que seu pai junto com Meliodas lhe trouxe aqui, Meliodas ficou o tempo todo a o seu lado e o lado, ele só saiu de seu lado hoje cedo por que ele já não comía a dias e não dormia

Diane falou tudo isso mechendo com em sua mecha de cabelos, aliás é a primeira vez que vejo Diane com os cabelos soutos

-Diane é a primeira vez que a vejo com os cabelos soltos

-Eu só estou assim porque não tive tempo de arrumar eles, eu estava muito apresada porque estava preoculpada com você

-Que fofa

Falei sorrindo


Meliodas ficou ao meu lado esse tempo todo? Esse é uma lado dele que nunca vi, aquele loiro tarado sempre me surpreendi a cada dia


Meliodas porque está fazendo tudo isso? 


Quem na real é você? 







Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...