História 50 Tons de Desejo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Drama, Jikook, Namjin, Revelaçoes, Romance, Suposta Traição, Violencia
Visualizações 140
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É a nossa primeira vez escrevendo, mas esperamos que todas gostem. Não vou dizer que está perfeito, mas demos o nosso máximo pra nossa bb. É isso, realmente espero q gostem. No enredo da fic contaremos o que iremos fazer com vhope. Bjs boa leitura.

Capítulo 1 - Park Jimin


Fanfic / Fanfiction 50 Tons de Desejo - Capítulo 1 - Park Jimin

Me chamo Park Jimin, tenho 19 anos. Lá vai um pouco sobre minha vida. Não, a minha não foi Alice no País das Maravilhas. Me lembro que desde criança sofria muito, não tinha amigos quanto mais colegas, sim eu sempre fui aquele garoto solitário que ia comer no banheiro na hora do recreio pra não ser motivo de chacota

Quando fiz 12 anos, minha vida piorou muito. Eu estava sentado na minha cadeira quando a professora pediu para que nós fizéssemos duplas, a professora pediu para um menino fazer dupla comigo, mas ele era novato e não tinha conhecimento dele, mesmo assim aceitei e fizemos a dupla. Desde aquele momento passamos a nos conhecer melhor e veja ele se tornou meu primeiro melhor amigo. Mas tudo mudou naquele maldito dia quando nos beijamos e pra piorar a situação, adivinha? Isso mesmo, meu appa viu tudo. Palmas pra mim por ter beijado meu melhor na frente de todos e por achar que meu appa um dia iria aceitar minha sexualidade.

A partir dai nossas vidas pioraram, sim minha e de minha omma... cheguei em casa achando que estava tudo normal quando entro no meu quarto e vejo meu appa sentado na minha cama e em suas mãos seu sinto, eu fiquei com medo mas mesmo assim entrei em meu quarto, ele estava com muita raiva, dava pra perceber, me arrependi tanto de ter entrado naquele quarto.

- Quem era aquele menino Park jimin? –no fundo eu sabia do que ele estava falando e meu deus como eu queria poder voltar no tempo naquele momento.

- Do que o senhor está falando appa? – um nó na minha garganta já se formava.

-Aquele bixinha que você estava beijando na frente do colégio jimin? –nesse momento eu só sabia chorar e rezar pra q nada acontecesse mas isso foi em vão.

-ANDA SEU MOLEQUE.

- el..e é apen..as o meu  amigo. Me desculpe appa.

- Não minta pra mim. Não faça eu ter que bater em você jimin. Me diga quem é ele AGORA.

-Ele é só me..meu amigo.- Foi naquele momento em que eu passei a odiar ele. Eu já estava no chão todo batido, sem ter forças ao menos pra chorar.

E foi assim por muito tempo, só que apanhávamos eu e minha omma, eu por ser o filho doente e ela por me defender. Meus pais até que pararam de brigar por mim, deu até um alivio, minha omma estaria livre de apanhar e eu? E ele apenas esqueceu que eu existo, mas de vez em quando ele dava um jeito de me deixar pra baixo com seus comentários de: “” gay não é gente”, “esse povinho aí deveria morrer”, eu a penas escutava o que ele falava... Depois de um tempo minha omma descobriu que estava gravida de gêmeos, mas  meu appa tinha receio por seu filho mais velho ser gay que no caso sou eu. Eu tinha que fazer alguma coisa, cansado das humilhações e de tbm apanhar varias vezes quando minha omma não estava em casa, fui até uma delegacia e denunciei meu appa por agressão física e verbal. Imediatamente ele foi preso, claro minha omma ficou triste mas eu sabia que esse era o correto e ela também sabia. Depois de tudo isso nossas vidas mudaram, meus irmãos nasceram, Park chanyeol e Park jioon e novamente descobrimos o que era ser feliz.

Cá estou eu, sim ainda sem amigos mas tenho alguns colegas, mas isso é o de menos pra mim. Terminei de cursar minha faculdade de administração e fui chamado para fazer estágio em uma das maiores empresas da Ásia. A empresa Jeon`s, mas só tem um problema a empresa fica em Seul e moro em Busan, então terei que me mudar pra lá, sentirei saudades de tudo, inclusive de minha família, mais valerá muito apena, o que não fazer por um sonho?

QUEBRA DE TEMPO

 

AEROPORTO DE BUSAN 10:45

Estamos todos no aeroporto, mas apenas quem vai é eu, queria muito que minha família fosse, mas a empresa não quis, então tive que aceitar. Estou muito feliz, saber que passei por tudo isso pra no final ter um bom resultado, ver que minha omma está mais feliz enche meu coração de alegria, era isso que eu mais desejava nesses últimos anos. Minha omma não queria que eu fosse mas eu não poderia largar o meu sonho e a oportunidade de dar uma vida melhor para eles. Não queria que eles passassem pelas mesmas coisas que eu passei quando eu era criança, sempre restrito a alguma coisa, não daria esse desgosto aos meus irmãos, eles terão tudo o que merecem. E minha mãe também, sonhei muito com esse momento, agora estou concretizando. Eu sou a pessoa mais feliz deste mundo. Chegou o momento de nos despedirmos:

- Omma eu sentirei saudades de vocês, mas eu prometo que venho pra buscar vocês. – dei um abraço bem apertado e ela começou a chorar.

-Eu também sentirei meu filho, muita saudade e vou esperar você, sei que você consegue.

- E vocês meus amores se cuidem e cuidem também de nossa omma tá bem? – os dois responderam em uníssono que “sim”.

- Agora eu tenho que ir, já deu a chamada do voo para Seul. Tchau omma amo todos vocês. Abracei-os uma ultima vez e segui até o portão de embarque, mas antes minha omma me chamou:

-Park meu filho não leve uma a sério essas coisas de contos de fadas e de príncipes encantados tá? –revirei os olhos com esse comentário.

- OUSH será que não pode mais nem sonhar nessa vida em? pelo amor do santo G-Deus.

- Esse não é o problema meu filho, é o que você sonha jimin, vai por mim meu filho.

- Omma os sonhos são meus e eu decido o que quero da minha vida.

- Quanto mais alto o sonho mais forte a queda. – depois dessas palavras ditas me virei para poder ir embora e olhei para trás uma ultima vez. Adentrei o avião sentei no meu lugar e coloquei meus fones de ouvido e acabei adormecendo.


Notas Finais


bom, espero que tenham gostado do 1 cap. eu ria postar sábado, mas ocorreu um problema, iremos postar apenas dia se sexta a noite ou no sábado... obgd por lerem e até o próximo cap. bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...