História 50 tons de GD - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Big Bang, G-Dragon
Personagens G-Dragon, Personagens Originais, Taeyang
Tags G. Dragon
Visualizações 46
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora, as aulas voltaram e fica difícil tirar um tempo pra escrever.

Capítulo 33 - Não adianta fugir de um problema


Fanfic / Fanfiction 50 tons de GD - Capítulo 33 - Não adianta fugir de um problema

Passamos quase uma hora sentados na cantina do local.

Eu e Suzuran apenas conversavamos e observavamos a mesa onde GD e Tae conversavam com as outras garotas.

Meu sangue fervia de ciumes, mas sei que não posso fazer nada.

Suzu - Vamos subir? - Disse se levantando e eu voltei a realidade.

Yura - Vamos.

Subimos as escadas de vagar enquanto eu praguejava pela dor nas pernas e Suzu apenas ria de mim.

Já estávamos quase no nosso andar quando cruzamos com um homem alto, ele parecia bem refinado, estava de terno preto e os cabelos eram azul bem claro.

Ele tinha um sorriso convencido no rosto e seu olhar sobre nos duas assim que passamos por ele.

O ar pareceu ser puxado dos meus pulmões e me sufocado.

Ele finalmente desceu mais um lance de escadas sumindo da minha visão.

Parei e me escorei na parede.

Suzu - Meu deus que homem ein! É  daqueles que quase mata alguém só com a presença.

Yura - Não gostei dele. - Falo ainda sentindo meu corpo tremer levemente.

Suzu - Apesar da aparência ele não parece boa pessoa mesmo. Vem eu te ajudo.

Seguimos apoiadas uma na outra ate entramos no quarto onde eu me joguei no chão perto da grande janela.

Tae:

Olho Lara a mesa da Yura e a mesma já não esta mais lá.

A procuro com os olhos pelo salão e nada, ela deve ter voltado para o quarto.

GD - Droga! - Pigarreia ao meu lado quando percebe que não dei bola pra sua irritação.

Tae - Que foi Jiyong?

Ele aponta disfarçadamente para a entetda do local.

Tae - Droga! Vamos sai logo daqui!

GD - Meninas, quero todas no quarto arrumando as malas, vamos embora.

Elas reclamam algumas coisas sem importância mas obedecem.

Tae - O que ele faz aqui? - Pergunto seguindo com o olhar o homem que tanto nos assombra.

GD - Eu não sei, mas isso me da oportunidade de acabar com o clã.

Yura:

Depois de ficar um tempinho aproveitando o sol pela janela, dessidi me levantar do chão e fazer alguma coisa.

Olhei em volta do quarto e não havia nada interessante.

Suzu - Que foi Yura? - Pergunta ao ver minha cara de raiva.

Yura - Porra estamos de férias em outro mundo e eu to com tédio! - Reclamo e a mesma sorri.

Suzu - Podemos sair um pouco. E você tem celular não tem? Podíamos tirar fotos.

Yura - Na verdade não tenho, mas acho que o Tae me emprestaria se eu pedisse.

Suzu - Então vamos nos arrar e ir lá pedir pra ele.

Vesti um short da Suzu que por magia serviu em mim, já que a mesma tem bem mais corpo que eu.

Coloquei uma camisa branca do GD que eu havia trazido e um casaquinho preta que era da Suzu também.

Yura - Droga! Não tenho nenhum sapato que combine com isso. E esta quente lá fora.

Suzu - O que você tem ai?

Mostro a ela apenas o sapato que eu esta a quando cheguei a casa do Jiyong que era uma bota alta e muito quente.

Suzu - Deixa eu ver. - Ela pegou minha bota e olhou a parte de baixo e a de dentro. - Ótimo, é o mesmo numero que o meu. Pode pegar algum dos meus.

Peguei sua mala e a abri, haviam três pares de sapatos, uma de salto, um tênis baixinho e uma sapatilha.

Yura - Vou pegar o tênis OK?!

Suzu - Claro.

Enquanto eu calçava os tênis alguem bate na porta.

Suzuran levanta e destranca a mesma.

Me levanto já calçada e me deparou com GD respirando com dificuldade.

Suzu - Meu deus! O que houve?

GD - Eu... Subi... - Ele para com a mao no peito e respira fundo. - Eu subi correndo ate aqui. - Fala por fim entrando no quarto.

Suzu fecha a porta e ele se senta na primeira cama.

GD - Arrumem as coisas, vamos embora.

Yura - Ah, mas a gente ia sair pra dar uma volta agora.

GD - Yura, estamos correndo perigo aqui dentro!

De repente a imagem daquele homem volta em minha mente e meu corpo treme de leve, meu instinto me dizia que ele era o perigo que GD falava.

Yura - OK.

Suzu - Que? Mas Yura, a gente ia sair.

Yura - Suzu, lembra o que houve alguns minutos antes, não é?! - Ela engole em seco provavelmente lembrando do clima o estranho e sinistro nas escadas. - É melhor irmos bora mesmo.

GD - O que houve antes?

Yura - Passamos por um cara sinistro nas escadas. Não gostei dele.

GD - Droga! - Ele reclama aparentemente bem irritado. - Vou arrumar minhas coisas, não saiam daqui de dentro sem mim ou o Tae.

Yura/Suzu - OK!

Ele vai ate a porta e a abre, então se vira para mim e sorri maléfico.

GD - Yura, é bom você colocar um absorvente antes de sair. Consigo sentir o cheiro de longe. - Ele sai.

Meu coração pareceu explodir com a vergonha, me sentei no chão desejando apenas um buraco pra poder me enfiar e numa mais sair.

Suzuran corou e riu ao ver minha vergonha.

Suzu - Pelo menos ele avisou antes de acontecer.

Yura - Preferia que não tivesse dito nada.

Depois de prontas eu peguei um calendário para ver a quanto tempo já estou com GD e Tae.

E para a minha surpresa faz quase um mês. 

Eu não havia percebido o tempo passar, eu apenas estava aproveitando o tempo sem me preocupar com dias ou horas.

Alguem bate na porta e meu corpo gela, arregalo os olhos e encaro Suzuran.

Suzu - Tudo isso é vergonha? 

Yura - Não quero encarar o Jiyong, e ae for o Taeyang e ele perceber?

Ela quase morre rindo e abre a porta.

GD - Prontas?

Suzu - Jiyong, sabe que você feriu o orgulho da Yura?

GD - Que? Como assim?

Suzu - É feio falar dobre a menstruação de uma garota. - Ele corou um pouco e sorriu. Já eu me joguei na ama e enterrei a casa no travesseiro.

GD - Eu só avisei, já que não vamos poder parar o carro por um tempo.

Yura - Aaaah que vergonha! Quero morrer...

Eles riem de mim.

GD - Desculpa atinha, não sabia que ia ficar com vergonha.

Yura - E como eu não iria?! Qualquer pessoa morreria de vergonha!

GD - É que você sabe, eu sou vampiro posso perceber coisas que humanos não podem e bom, o cheiro de uma garoa mida nessa época...

Yua - Só fica quieto Jiyong! Esquce isso e não fala mais disso OK!

GD - OK.

Saímos ate o estacionamento onde haviam dois carros em nossa frente.

GD - Gostou? - Pergunta a mim.

Yura - Parece o seu carro. Como conseguiu um?

GD - Aluguei, Tae também pegou um. - Apontou para o do lado.

Yura - Hum. - Digo seca.

GD - Ah meu bolinho, me desculpa por aquilo. Eu não sabia que ia se constranger.

Yura - Mandei esquecer isso.

Ele vem ate mim e me abraça forte, fico sem reação no começo, mas logo o aperto em meus bracos sentindo seu perfume impreguinar meu ar.

GD - Você é perfeita.

Sorrio e ele me beija. Ouvimos um resmungo e nos soltamos.

Tae - Vamos?!

GD - Vamos!

Já com tudo pronto, entramos e eu Suzu no carro do GD enquanto o mesmo abre a porta explicando algo ao Tae.

Logo eles entram e seus carros e seguimos para fora do Hotel.



Notas Finais


Pobre Yura 😂😂
Espero que tenham gostado!
De agora em diante o GD e o Tae terão muitas dores de cabeça pra resolver!
Quem será o homem que apareceu?
Já vou avisando que teremos personagens novos que eu não ia colocar na fic inicialmente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...