História 6 Meses pra te Conquistar- Sebaek - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chansoo, Chenmin, Sebaek, Sukai
Visualizações 662
Palavras 1.246
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Trovões



P.O.V Baek


Depois de alguns minutos andando com os meninos, eu cheguei no prédio. Me despedi, visto que hoje era sexta, então só nos veríamos novamente depois de dois dias. Entrei no apê e o Sehun tava sentado no sofá com uma cara que exalava raiva. Ele olhou pra mim ainda sério. Eu ignorei e segui pro meu quarto, sem dizer ao menos um ''oi" ao mais velho. Entrei no meu quarto e fechei a porta, seguindo para minha cama e encontrando meu "pijama" dobrado ali, junto de outras roupas minhas. Peguei ele mais uma cueca e fui pro banheiro. Após tomar meu banho, eu me sequei e me vesti. Saí do banheiro e me sentei na cama. A porta abriu com força, me assustando e me mostrando o Oh. Ele se aproximou e segurou no meu braço

Sehun: por que não me obedesceu?!

Baek: você não manda em mim!

Sehun: por enquanto eu mando. Sua mãe me deixou como teu responsável, então você tem que me aguentar. Por que não fez oque eu disse?!

Baek: porque você não fez oque eu disse. Oque eu te disse antes de você saír?

Sehun: ... Pra eu não trazer mulher pra cá

Baek: exato. Mas você trouxe! Trouxe e eu tive que dormir ouvindo os gemidos nojentos daquela puta.

Sehun: eu falei pra você ficar longe do Yoda e você não ficou!

Baek: ele é meu amigo Sehun!

Sehun: não foi oque pareceu hoje. Ví aquela mão dele na sua cintura. 

Baek: ele ta afim do meu amigo!

Sehun: isso não te impede de pegar ele

Baek: não quero pegar ele!

Sehun: a Byun, conta outra

Baek: Aff, eu te odeio Oh Sehun!

Sehun: você é impossivel de lidar!- ele largou meu braço, este que ele segurava até agora, e saiu pisando forte. Peguei meu fone e coloquei em uma música qualquer, deixando no volume máximo. Não estou com fome então com a graça do Senhor eu não vou olhar pra cara daquele bosta


Quebra de tempo


Passei o dia todo no quarto. Ja estava escuro. Mais ou menos 22:00 hrs. Estava eu deitado de boa na minha cama, quando ouço um som extrondoso


Trovão

Baek: Ah não- deitei minha cabeça em meus joelhos, tentando controlar minhas emoções


Baek off

P.O.V Sehun


Ja eram 22:00 hrs. Eu estava deitado na minha cama tentando dormir, mas não tava dando muito certo. Ouvi trovões. A parede do meu quarto que fica virada pra cidade é toda de vidro. Tem uma cortina mas hoje ela estava aberta e isso me possíbilitou de logo ver uma linha branca se formar no céu. Raios. Logo o Byun me veio a cabeça

Sehun: se ele me chamar eu não deixo entrar


Passou-se alguns poucos minutos e ouvi batidas na minha porta. Ja memorizando minha resposta, eu a abri. Porém... A cena quebrou meu coração. O Byun tinha o rosto coberto por lágrimas e também possuía os olhos vermelhos por conta do choro. Oque me surpreendeu foi que o pijama dele estava com o zíper fechado, ou seja, ele não pensava em segundas intenções

Baek: h-hyung... Po-posso

Sehun: não!- cortei a frase dele, falando de maneira fria. Fechei a porta e ouvi ele se afastando lentamente dali. Eu suspirei derrotado, abri a porta e segurei no pulso do menor, o puxando pra dentro do quarto. Segui pra minha cama e ele fez o mesmo. Ele se deitou distante de mim, na beira da cama pra ser exato. O Byun estava de costas pra mim, encolhido no local

Sehun: Se for dormir aqui, fica perto de mim pelo menos. Caso contrário não adianta nada

segurei nos ombros do baixinho e o puxei, colando o corpo dele ao meu. Ele se aconchegou no meu peito e abraçou meu corpo, assim como eu fiz com o dele. Senti meu peito nú ficar molhado e apertei o mais novo entre meus braços. Apareceu um clarão no céu, iluminando todo o quarto por conta da parede de vidro. Em seguida, pudemos ouvir um trovão muito alto, fazendo com que o Baek chorasse mais e apertasse mais meu corpo. Deixa eu explicar. O Baek perdeu o pai e a avó por causa de uma tempestade. Os dois falecidos, o Baek e a sra.Byun estavam em uma viajem. Na volta pra Seul, eles enfrentaram uma tempestade muito forte, fazendo com que o carro capotasse. O Byun, ficou bem, sua mãe em estado crítico e o pai e a avó não resistiram. Isso foi a cinco anos atrás, quando ele tinha 12 anos. Toda vez que chove forte, as lembranças do Byun voltam e ele chora muito. Ele já passou em psicólogos, mas nada resolve. Ele precisa de alguém pra acalmar ele. Eu nunca precisei fazer isso, visto que eu não saía de casa quando chovia, e o fenômeno natural não acontecia quando eu estava na casa do Baekhyun. A respiração do baixinho estava pesada contra meu peito, indicando que ele havia dormido. Ele murmurava coisas inaudíveis, porém ele logo falou algo que eu pude claramente identificar

Baek: A-appa  - ele soltou mais lágrimas enquanto dormia. Me sentei na cama e tratei de logo acordar ele do pesadelo

Sehun: Baekkie. Acorda - ele acordou assustado, também se sentando- calma. Já passou- abracei o corpo pequeno dele

Baek: Sinto falta deles hyung- ele correspondeu o abraço com força, segurando as lágrimas nos olhos

Sehun: eu também sinto pequeno, mas pensa que eles estão em um lugar melhor, ta bom?- ele concordou com a cabeça- vamo fazer assim agora. A gente deita, eu te abraço, você para de pensar nisso e dorme tranquilo ta. Vou estar aqui te abraçando, não se preocupe. Pode ser?- ele novamente concordou com a cabeça. Eu me deitei e puxei o corpo dele, este que ainda estava sentado, para se juntar ao meu. Para que pudéssemos nos abraçar melhor, segurei na perna dele e a passei sobre a minha, a deixando ali. Nossos corpos se colaram na hora, me permitindo abraçar o menor. Eu espero que ele não leve isso pro lado errado da coisa, fiz isso pra emitir segurança e proteção ao meu  irmãozinho. Passei o cobertor sobre nossos corpos, para nos aquecermos. Deslizei minha mão pela cintura do Byun, enlaçando as costas dele em seguida. Ele se aconchegou no meu peito novamente e respirou fundo

Sehun: dorme, pequeno- com a mão livre eu comecei a acariciar os fios negros do Byun. Ainda bem que amanhã é sabádo, não preciso acordar ele cedo.

O mais novo logo caiu no sono, esquecendo das lágrimas dessa vez. Um tempo depois eu apertei mais o corpo dele entre meus braços e dormi também.


Dia seguinte


Acordei na mesma posição em que eu e o Byun havíamos dormido. Soltei o corpo dele com cuidado e me levantei. Cobri o corpo dele novamente e fui fazer minhas higienes matinais. Depois de feito, peguei meu celular e vi a hora. Era 9:37. Saí do quarto sem fazer barulho e comecei a preparar algo para o mais novo comer. Depois de terminado, eu comecei a lavar a louça. Logo ouvi um ser me chamar com a voz em um tom baixo

Baek: hyung- olhei pra trás e vi o Byun coçando os olhinhos da maneira mais adorável possível

Sehun: bom dia

Baek: pode?- ele esticou os braços na minha direção

Sehun: você ta muito abusado não acha?- eu disse sorrindo pra ele, enquanto o mais novo se aproximava. Ele envolveu minha cintura com os braços e deitou a cabeça nas minhas costas, visto que eu estava de costas pra ele

Baek: obrigado. Por deixar eu dormir com você

Sehun: por nada. Você.. ta melhor?

Baek: uhum- ele soltou minha cintura ,se sentou na mesa e começou a se alimentar



Continua...


Notas Finais


Mais um cap aki.

Agr uma explicação pra uma pessoinha importante pra mim, essa q cisma em dizer q eu n gosto dela. Francielly, eu gosto ss de conversar contigo. Parei de falar com vc aquela hr pq eu realmente vim escrever. Posto todos os dias e não da pra eu ficar sem postar. Dcp c te magoei. Ti amu ta 💗 sua chata


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...