História 60 dias com Ela - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Benício, Emília, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 71
Palavras 1.587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hi, guys!
Peço mil perdões pela demora, mas é que tive vários problemas. Perdão!
Mas, vamos ao que interessa!
Boa Leitura, Sunbeams!

Capítulo 3 - "Nossa primeira viagem juntos"


Fanfic / Fanfiction 60 dias com Ela - Capítulo 3 - "Nossa primeira viagem juntos"

SIMÓN

Duas semanas passaram desde o ocorrido com o pai da Ámbar, o que me deixou bem confuso. Não nos falamos desde aquele dia, nem para brigarmos e irmos para a diretoria.

Dias atrás nos inscrevemos no concurso de bandas e descobrimos que precisávamos de um nome para a banda e decidimos colocar o nome de “Bad Reputation”, sendo que quem escolheu foi o Matteo e o Gastón e a Nina, a Ámbar e eu só concordamos, já que não tínhamos outras ideias.

Depois de arrumar minha mala, me despeço dos meus tios e vou andando em direção a casa do Matteo e da Nina. Chego rapidamente na casa e percebo que só está faltando a Ámbar chegar.

- Bom dia, mis amigos! – Me aproximo deles com um sorriso animado.

- Bom dia, Simón! – Nina, Matteo e Gastón respodem no mesmo tom!

- Vamos? – Matteo coloca a mala dele no carro que vai nos levar ao aeroporto.

- E a Ámbar? – Gastón pergunta confuso.

- Vamos buscar ela na casa dela. – Matteo responde mexendo no celular.

- E os pais dela? – Pergunto confuso.

- Já viajaram, ela está sozinha na mansão. Vamos logo! – Matteo entra no carro.

Gastón e eu colocamos as malas no carro e entramos, logo o motorista dá partida, indo em direção a mansão Smith. Em menos de dez minutos chegamos na mansão Smith, onde uma Ámbar bem irritada nos espera do lado de fora.

- Bom dia, senhorita Smith. – Matteo sorri descendo o vidro do carro.

- Vai te catar, Balsano. – Ela diz entrando no carro enquanto o Motorista coloca as malas dela no porta-malas. - Eu achava que as malas iam no porta-malas. – Ela me encara.

 - Eu também, mas olha só onde você está. Talvez você não caiba lá dentro. – Retruco.

- Está me chamando de gorda? – Ela pergunta indignada.

- Se a carapuça serviu, quer dizer, não serviu. – Digo rindo.

- Ora seu filho da ... – Nina a interrompe.

- Tem como vocês dois pararem de brigar por dois minutos, é nossa primeira viagem juntos, vocês vão se passar por namorados e nem assim vocês se comportam. Então eu acho melhor vocês se comportarem ou faço vocês irem pra Cancún no compartimento de cargas do avião. – Nina diz e Ámbar e eu calamos a boca.

No meio do caminho Matteo coloca uma música e Gastón e ele começam a cantar, a música foi composta por eles, “Aqui Estoy”, eles cantam animados e fazem uma dancinha com o pescoço e com as mãos. Ficamos cantando várias música até chegarmos ao aeroporto, o que levou meia hora.

Chegamos no aeroporto, fazemos todos por todos os procedimentos necessários e ficamos esperando a chamada do nosso voo, depois de vinte minutos entramos no avião rumo à Cancún.

Sentamos Gastón, Matteo e eu, juntos, e as meninas sentam na nossa frente. Coloco meus fones e coloco uma música aleatória enquanto vejo os meninos batendo na poltrona das meninas e fingindo que nada aconteceu. Eu não tenho amigos, eu tenho crianças levadas e encrenqueiras de 17 anos.

Encosto minha cabeça na poltrona e durmo. Acordo com Gastón me chamando e falando que já tínhamos chegado, pego minhas malas e saio do avião junto com os meninos.

- Vocês tem que andar de mãos dadas! – Nina revira os olhos.

- Por quê? – Pergunto revirando os olhos.

- Porque namorados andam de mãos dadas, olhem pra Nina e o Gastón. – Matteo fala e eu olho o casal ao meu lado. – Vamos, deem as mãos.

- Eu é que não pego na mão desse garoto. – Ámbar diz com cara de nojo.

- Eu é que não pego na sua mão, garota! – Falo irritado.

- Babaca! – Ela esbraveja.

- Idiota!

- Carrapato.

- Loira Falsa.

Continuamos discutindo enquanto os outros reviravam os olhos, andamos mais um pouco, ainda discutindo, quando ela para e entrelaça nossas mão e dá um sorriso largo. Estranho sua ação repentina e olho pra frente, vejo meus pais com sorrisos enormes e logo entendo Ámbar.

Nos aproximamos dos meus pais e vejo todos sorrindo como se nada tivesse acontecido. Minha mãe retribui o sorriso junto com meu pai.

- Ai que saudade dos meus pequenos. – Minha mãe fala animada.

- Oi, tia Sofia. – Matteo, Nina e Gastón sorriem e abraçam minha mãe.

- Olá, crianças. – Meu pai sorri

- Não somos mais crianças, pai! – Sorrio e o abraço e em seguida abraço minha mãe.

- Vocês sempre serão meus bebês! – Minha mãe brinca.

- E essa linda jovem deve ser a tão famosa namorado do meu filho. – Meu pai encara Ámbar que sorri largo.

Se eu não conhecesse a Ámbar tão bem, cairia duro no chão com esse sorriso tão sincero e doce que ela está dando. Mas eu sei bem a atriz que ela é.

- Olá, senhor Álvarez, sou Ámbar Smith, namorada do seu filho. – Ela estende a mão para o meu pai que aperta de volta.

- Que educada! Seja bem vinda a Cancún, Ámbar. – Meu sorri.

- Obrigada por me receberem, Sr. e Sr.ª Álvarez. – Ela mantém o sorriso, falso é claro!

- Ah, querida, nos chame apenas de Sofia e Nicolas. – Minha mãe a abraça.

- Tudo bem então, Sofia. – Ámbar se separa do abraço.

- Vamos, jovens? – Meu pai nos chama.

- Vamos! – Sorrimos e vamos em direção aos carros.

Os meninos e eu vamos no primeiro carro enquanto as meninas vão com os meus pais. O caminho até minha casa é de mais ou menos 30 minutos, vamos o caminho todo rindo e cantando feito idiotas.

No existe nada igual

A esta sensación

Estalla el escenario

A mi alrededor

El publico me aclama por ser el mejor – Matteo começa.

 

Y yo ya lo se, Ya lo se – Gastón e eu cantamos.

 

Siempre preparado

Para deslumbrar

Comienza la función

Esto sera genial

Se encienden ya las Luces

Este es mi Lugar – Gastón canta animado

 

Y yo ya lo se

Ya lo se

Ya lo se, se, se, se, se – Matteo e eu cantamos juntos.

 

Cuando bailo

Voy siguiendo el compás

Del corazón

Voy vibrando no

Importa nada mas que mi canción – Matteo e Gastón cantam batendo palmas.

Es la musica

De mi interior

Que no tarda

En llegar – Canto sozinho.

 

Voy vibrando

Cuando bailo – Nós três cantamos animados.

 

Terminamos de cantar bem na hora que chegamos em casa. Saímos do carro, pegamos as malas do carro e levamos pra dentro, mas não antes dos meninos fazerem eu levar as malas da Ámbar.

- Creio que querem descansar da viagem, então eu já deixei preparado os quartos de vocês. – Minha mãe fala rindo levemente.

- Nina e Gastón, vocês irão ficar no primeiro quarto de hospedes, ao lado do quarto do Simón. – Meu pai fala e o Matteo arregala os olhos.

- O QUE? NÃO MESMO! – Matteo praticamente surta.

- Deixa de coisa, Matteo Balsano. – Nina o belisca.

- Você, Matteo, vai dormir no outro quarto ao lado do quarto do Simón, o da direita. – Minha mãe explica.

- Ámbar, você vai ficar no quarto do Simón. – Meu pai dá de ombros e eu arregalo os olhos.

- Algum problema? – Minha mãe pergunta.

- Não, né amor? – Ámbar me belisca disfarçadamente.

- Aí! Não, nenhum problema. – Forço um sorriso.

Trocamos mais algumas palavra e subimos as escadas em direção aos quartos. Entro no meu quarto com a Ámbar atrás de mim, jogo suas malas no chão e coloca a minha em cima da cama.

- Grosso! – Ela murmura e eu reviro os olhos.

- Você dorme no chão e eu durmo na cama, acho que tem um colchonete debaixo da cama. – Falo e me jogo na cama.

Ela começa a rir feito uma louca e balançar a cabeça negativa. Do nada ela para e limpa as lagrimas imaginarias.

- Negativo! Eu durmo na cama e você no chão. – Ela sorri cínica.

- Como você é tola, eu vou dormir na minha cama. – Falo dando ênfase no “minha”

- Mas que coisa, dorme no sofá! – Ela diz apontando para o pequeno sofá ao lado da minha cama.

- Não, dorme você! – Falo incrédulo.

- Desisto! Eu durmo do lado direito da cama! – Ela fala cansada.

- Não vou dormir com você. – Falo revirando os olhos.

- Então vai dormir no inferno, garoto. – Ela pega suas malas e vai em direção ao closet.

Ouço alguém batendo na porta, levanto e vou abri-la.

- Vejo que ainda está vivo. – Gastón brinca.

- Por pouco tempo. – Falo rindo.

- Nina perguntou se podemos ir ao cinema hoje à noite. – Gastón fala mudando o assunto.

- Claro, Vai ser divertido. – Sorrio.

- Cadê a Ámbar? – Ele pergunta.

- No closet guardando as roupas dela. – Dou de ombros.

- Não esquece de falar pra ela. – Ele avisa e sai.

Fecho a porta, vou até minha mala e pego uma tolha com uma calça de moletom e vou para o banheiro. Tomo um banho lento, lavo meu cabelo e enxaguo. Termino de banhar e visto minha calça de moletom, bagunço meu cabelo e saio do banheiro dando de cara com uma loira me encarando com raiva.

- Por que demora tanto no banho? – Ela pergunta irritada.

- Calma, loira, eu nem demorei tanto assim. – Falo revirando os olhos.

- Que seja! – Ela fala e entra no banheiro.

Reviro os olhos, guardo minha mala no closet e me jogo na cama pronto pra dormir. Coloco meus fones, ligo o ar-condicionado, me enrolo num edredom fofinho, me aconchego, dou play na minha playlist e caio no sono após alguns minutos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Se não tem brigas, não são Ámbar e Simón.
Os pais do Simón são uma graça.
Até a próximaaa! <3
Beijoooos, Sunbeams


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...