História 7 é o melhor número-interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alquimia, Alquimista, Animais, Aventura, Cores, Emoções, Originais, Pecados, Princesa, Quimeras
Visualizações 27
Palavras 2.295
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! FINALMENTE O PRIMEIRO CAP!!!!!!!!!!!! bem este cap vai ser sobre a historia de Rebecca a descendente da princesa e mais umas coisas e...........a de cabelos claros é a Rebecca e a de cabelos escuros é a Lilian

Capítulo 2 - A princesa foi protegida mais eu vou proteger-VAGAS ABERTAS-


Fanfic / Fanfiction 7 é o melhor número-interativa - Capítulo 2 - A princesa foi protegida mais eu vou proteger-VAGAS ABERTAS-

Morre demônio!!! – Eu digo partindo para cima do bicho até que ele me lança para longe – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Seu desgraçado! – Lilian fala levitando um carro –

*imagem paralisada

Bem esta sou eu com minha amiga Lilian lutando contra uma quimera 3 dias depois do acontecido, você deve estar se perguntando “como assim? ” Bem deixa eu voltar para o começo

*voltando as cenas até o inicio

Tudo começou com uma simples ida a biblioteca de casa no momento eu estava tentando pegar um livro no alto, quando finalmente consegui outro livro cai, ele aterrissa suavemente NA MINHA CARA, quando me recupero do susto pego o livro que caiu em mim e olho sua capa e pelo que parecia era um diário e bem antigo, olhando bem o negócio tinha uma tranca, mas sem espaço para chave! A tranca tinha formato de coração, na hora não sei o que me deu mas fiz que nem aquele anime café com leite que minha priminha assiste, eu contornei o coração e disse “ Doki Doki” eu arregalei os olhos quando o troço brilhou e se abriu ta bom isso foi estranho mais eu ainda abri o diário (Obs: a dona do diário deveria ser muito menininha!) De repente aparece um tipo de holograma que conta a história de uma princesa lá e no fim uma profecia que dizia que uma nova batalha se iniciaria e que a descendente da princesa poderia mudar o curso da história e quando ele ia dizer o nome da descendente ouço alguém entrar em casa, com o susto fecho o diário com força

Pai? – Pergunto saindo da biblioteca -

Sim querida – Ele fala se sentando no sofá com uma cara -

O que foi? o senhor está com uma cara! – Eu pergunto me sentando ao seu lado –

Tive que demitir o Carlos – ele fala meio triste –

Pera Carlos o seu melhor amigo e pai do Felipe? – Eu pergunto espantada –

Sim infelizmente – ele fala ainda triste –

O que ouve? – Pergunto sem entender-

Ele surtou estava querendo fazer coisas perigosas e loucas eu tive que mandá-lo embora – ele diz me contando sem saber direito o que ouve com o amigo – bem…querida amanhã quando sua mãe voltar eu e ela vamos viajar por 3 meses você vai ficar bem?

Claro! - Eu falo me levantando – vou para o meu quarto tchau

Ele me diz um tchau e eu vou para meu quarto, sabe eu tenho 2 melhores amigos Felipe e Lilian eu conheço os 2 desde que eu era pequena, o meu pai é um cientista e tem uma enorme empresa cientifica e o Carlos trabalhava para ele, mas os dois eram bem amigos. No dia seguinte depois do meu pai ir embora eu recebi a notícia de que Carlos morreu num acidente de carro eu fiquei chocada e achei que Felipe viria falar comigo mais não.... nem na escola ele aparecia (ele é meio nerd) então depois de alguns dias sem notícias dele resolvi ir na casa dele para ver como o mesmo estava, quando chegue lá a empregada abriu a porta e num desespero me puxou para dentro

Senhorita rebecca que bom que chegou! – Ela fala me levando para a porta do porão – o senhor Felipe está naquele porão desde o acontecido e só sai de madrugada quando ninguém está vendo por favor fale com ele!

Está bem Julieta eu vou falar com ele – eu vou em direção a porta e bato – Felipe sou eu Rebecca

Rebecca que bom que você chegou assim você pode me ajudar – ele abre a porta e eu vejo então seu olhar.......aquele olhar não era o dele era um olhar sádico e louco – Você já sabe né?

Sei do que? - Eu pergunto ainda na porta –

Você ainda não sabe! Bem então me permita dizer você é a descendente da princesa e como você é minha amiga vai me ajudar a destruir e dominar esta cidade!

OQUEEEEEEEEEEEEEEEEE?!?! EU SOU A DESCENDENTE DA PRINCESA?!?! E....E....e pera você quer que eu te ajude a destruir a nossa cidade? – Eu falo tendo um surto e logo em seguida entrando por aquela porta, quando entrei vi experiências loucas! Tinha um monte de bicho misturado como aquele coelho sapo QUE HORROR! – Felipe O QUE É ISSO?!?!?!

Minhas experiências…. Mais já que não vai me ajudar você vai morrer ao menos que queira se juntar a mim – ele pergunta ficando entre mim e a saída –

Claro que não mesmo sendo meu melhor amigo vou te impedir nem que eu tenha que te matar eu protegerei nossa cidade – eu falo num tom confiante –

Se é assim então está bem adeus Becca – ele diz –

Ele está com um frasco que contém um liquido negro, ele joga o liquido na minha direção mais eu desvio quando olho o chão onde o frasco tinha acertado vejo o chão derretendo no mesmo instante arregalo os olhos e olho para frente onde Felipe já está com mais três frascos para me atingir minha sorte e que eu fiz ginastica então quando ele atirou os frascos contra mim  desviei com certa dificuldade dando uma cambalhota tripla só que quando olhei ao meu redor tinham enormes toneis do liquido por toda a sala como não vi isto antes!!!

Adeus Becca nos encontramos no inferno – ele fala estalando os dedos e saindo do porão –

 Tudo estava sendo queimado pelo liquido minha única reação foi subir numa estante e pensar na fuga, vi uma janela se eu conseguisse pular alto o suficiente para subir na janela eu estaria salva mais se meu pulo não fosse alto o suficiente eu iria morrer. Então era a hora se eu errasse tchau vida mais se eu acertasse olá saída, eu fui pegando um pouco de impulso e então pulei tudo parecia em câmera lenta no momento mais eu consegui cheguei a janela e a pulei desesperada ates de sair correndo para minha casa olhei para traz e vi derretendo um quadro que tinha eu Felipe e Lilian sorrindo todos juntos sendo amigos mais nossa realidade agora não era essa Felipe tinha a destruído mais eu não permitiria que ele destruísse nossa cidade NUNCA!!!!!

Depois desse dia louco eu precisava digerir tudo então assim que cheguei em casa tomei um bom banho quente e sentia a agua e os problemas escorrerem pelo meu corpo, depois de vestida peguei no diário para olha-lo de novo mais não queria abrir de jeito maneira alguma então com ódio joguei a porcaria na parede e quando o fiz a capa de traz rasgou um pouco revelando algo brilhante no seu interior eu curiosa do jeito que sou fui conferir o que era e a chegar lá retirei a capa de traz do diário e peguei uma bela joia que estava escondida era um colar com pingente de coração de prata com detalhes em ouro e uma pequena preda azul no centro e como tudo que tem a ver com o diário é louco apertei a tal pedra e adivinha? O colar se transformou numa armadura e numa espada e por coincidência do destino (Aut: ou talvez o fato de vc ser podre de rica) eu fiz aulas de esgrima, o problema era que eu acabei tropeçando e me lascando no chão e isto fez muito barulho chamando a atenção da empregada Emily que foi bater a mina porta querendo saber o que ouve e eu desesperada não podia fazer nada além de procurar uma maneira de destransformar.

Senhorita esta tudo bem? – Emily me pergunta preocupada –

Não está tudo bem! – Eu falo um pouco nervosa tentando achar um jeito de voltar ao normal –

 Eu vou entrar! – Neste momento achei a pedra na bainha da espada e a apertei –

Viu eu disse que estava tudo bem –falo já de volta ao normal –

Então está bem se precisar me chame – ela fala fechando a porta e saindo –

Ufa –falo quando ela já tinha ido –

Falou comigo senhorita? – Ela fala aparecendo na porta –

Não eu estava pensando alto só isso! – Eu falo e ela vai embora de vez –

 Depois desse episódio fui dormir mais antes pensei se eu deveria contar isso para a Lilian e me decidi que vou contar para ela no outro dia!

No outro dia quando acordei fui me apressando para me arrumar quero falar com Lilian o mais rápido possível, quando terminei de me arrumar e arrumar a minha mochila fui tomar café da manhã acompanhada de Emily que é uma cozinheira de mão cheia, geralmente quando termino de comer eu mecho no celular mais hoje fui direto para a escola o problema é que esqueci  que ela ia na minha casa para irmos juntas quando lembrei disso bati a mão na testa me condenando por ter esquecido uma coisa tão importante! Depois de uma década (Aut: deixa de drama!) Ela chega e vem para perto de mim.

 

Rebecca! O que aconteceu? A gente não ia vim juntas? – Ela fala parando na minha frente –

Sim desculpa eu esqueci! Mas Lilian precisamos conversar! – Eu digo e em seguida o sinal toca para irmos para a aula –

Você fala no intervalo agora precisamos ir afinal ninguém merece levar reclamação do professor Anderson em plena manhã – Ela fala me arrastando para a sala –

 

Eu tive que esperar a aula de matemática acabar, depois da aula de matemática era aula de Raimundo professor de educação física. Quando nos arrumamos e fomos para a quadra.

 

Então alunos hoje vai ser....................................QUEIMADA!!! – Ele diz alegrando a todos –

Depois de serem escolhidos os times vermelho e azul o jogo começou e estava bem animado já estava empatado, então uma vadia que odeia a Lilian e estava no nosso time acertou uma bola na testa da Lilian fazendo a coitada cair eu antes de ajuda-la peguei a bola e acertei os peitos da vadia.

 

Professor posso levar a Lilian na enfermaria? – Eu pergunto ajudando ela a se apoiar em mim –

Claro pode ir! – Ele diz e logo em seguida virando para a turma enquanto eu levava ela –

Professor posso levar Angélica na enfermaria? – Uma das amigas da puta fala com uma voz enjoada –

Não porque ela mereceu por isso eu estou pouco me lixando para ela - ele fala fazendo eu e Lilian soltarmos umas risadinhas –

Lilian podemos conversar? – Eu pergunto quando a enfermeira termina o curativo e sai –

Certo pode falar Becca – Ela fala se ajeitando na cadeira que estava sentada –

Bem isso pode parecer loucura, mas............eu sou descendente de uma princesa e o Felipe é descendente de um alquimista e agora ele quer destruir toda a cidade e tentou me matar! – Eu falo vendo a expressão dela continuar intacta – Você ouviu o que eu disse?

Sim eu ouvi – Ela fala normal –

E você não ficou surpresa?!?!?!?!?! – Eu falo surtando –

Não porque eu...... – ela fala não terminando a frase –

Você? – Eu falo fazendo gestos com as mãos para que ela continuasse –

Eu já sabia! – Ela fala me fazendo arregalar os olhos – Quer dizer eu não sabia que o Felipe queria destruir toda cidade e te matar!

Oque?!?!? Todo mundo sabia menos eu?!?! – Eu falo indignada mais sou interrompida por o som de algo ser destruído e as pessoas gritando – O que está acontecendo?

Uma quimera provavelmente do Felipe ta atacando – ela fala fazendo eu voltar minha atenção para ela –

Como você sabe? – Eu pergunto –

Dá para ver pela janela mais deixando isso de lado vamos acabar com ele – ela fala se levantando –

 

(Momento preguiça de escrever) Momento explicação on

1- Aquele foi nosso primeiro combate  

2- Lilian é uma feiticeira assim como sua mãe que é a diretora (ela só tem a mãe)

3- A mãe de Lilian viajou com os pais de Rebecca só que eles esqueceram de dizer a ela

4- Lilian foi morar com Rebecca até os seus pais voltarem

5- Nesse mesmo dia eles escreveram todas as cartas e ficaram cm dor no pulso

6- Nenhum dos heróis respondeu até o momento

 

(Momento preguiça de escrever) Momento explicação off

 

Agora que já expliquei a história toda (Aut: ata sei querida e a parte do momento explicação? /Becca: Vai se fuder) voltemos a cena do inicio

 

*adiantando as cenas

  

Morre demônio!!! – Eu digo partindo para cima do bicho até que ele me lança para longe – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Seu desgraçado! – Lilian fala levitando um carro e logo o jogando no bicho deixando ele atordoado –

Agora você vai ver! – Rebecca aparece e pula na cara do monstro com uma ajuda da Lilian, ela chega nas costas, enfinca a espada e em seguida pula ainda segurando a espada, ou seja, cortando as costas do monstro e o matando, quase no final ela pula e faz uma acrobacia caindo de pé no chão –

Você deveria ter cuidado com o que faz – Lilian fala atrás de mim e eu confusa me viro e me deparo com ela coberta de sangue –

HAHAHAHAHAHAHAHA!!! – Eu começo a rir dela enquanto ela me olhava seria –

Afe eu mereço – ela fala e em seguida vira para o monstro agitando a varinha e falando umas coisas mó malucas, então as memorias das pessoas, o corpo do monstro e o sangue, ou seja, tudo relacionado ao incidente virou uma fumaça preta e logo em seguida fui para um frasco de vidro que Lilian tapou –

Para que você guarda isso? – Eu pergunto olhando para ela agitar o frasco e a fumaça preta vira cenas de nos lutando –

Para que ninguém possa se lembrar e entrar em pânico ou nos chantagear agora vamos embora antes que esse povo acorde – ela diz me olhando –

O que a festa acabou e vocês não guardaram nada para nós? – Uma pessoa que nunca vimos antes falou ele tinha um olhar calmo e gentil e estava acompanhado de um outro que não disse nada só nos olhava com um olhar frio e desinteressado eu me pergunto quem será esses dois? –


Notas Finais


espero que tenham gostado

pergunta: seus personagens falam palavrão?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...