História 7 GAROTOS,1 GAROTA e 1 DESTINO - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens BamBam, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae
Tags Bangtan Boys (BTS), Exo, Got7
Visualizações 18
Palavras 1.171
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores, sentiram minha falta?

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 50 - Planos para o grande dia...


 

Ele aperta os olhos e me encara. Sorrio para ele esperando que o mesmo entenda que estou apenas brincando. O mesmo continua mantendo os olhos fixos para o chão enquanto tento chamar sua atenção, mas ele apenas direciona seu olhar para mim quando digo:

- Vai continuar com esse mistério todo? – digo. Cruzo os braços enquanto o encaro.

PJ- Bem, há muito tempo...

- Vai começar com as historias pré-históricas? – digo revirando os olhos.´

PJ- Ei, não sou tão velho assim. Só tenho vinte e três.

- Vai fazer vinte e quatro daqui a uns dias.

PJ- Meses!

- Que seja...

PJ- Mas voltando ao assunto...- continua. – Eu li em um livro uma vez, sobre pessoas que tem sonhos e que esses sonhos realmente acontecem. – ele olha para o teto. Balança a cabeça e continua. - Talvez não seja o seu caso, mas você poderia ter a habilidade de ter visões.

- Tá dizendo que eu sou vidente, xamã, ou seja lá como se chama...

PJ- Basicamente é apenas uma teoria.

- Amor, o sonho que eu tive não foi totalmente parecido. – desvio olhar, com medo de que ele se assuste com a segunda parte daquele sonho...ou pesadelo.

- Depois que você coloca o anel em meu dedo... – digo. Olho pare ele e em seguida para o chão. Aliso meu braço para aliviar a ansiedade. – Tudo ficou tudo escuro e uma sombra apareceu. Ela começou a dizer coisas horríveis sobre mim, e a voz dela ecoava na minha cabeça.

PJ- Uau!

- Só isso? Uau?

PJ- E o que você quer que eu diga? – ele me olha sorrindo. – Oh nossa, sinto muito amor, mas temos que fugir para bora bora, ou então vamos morrer! – ele diz debochando de mim.

- Bora Bora? – digo com um sorriso no rosto. – De onde você tirou isso?

PJ- Sei lá, apenas saiu. – ele dá de ombros.

- O que vamos fazer? Quer dizer, há tanta coisa para planejar.

PJ- Refere-se ao natal ou ao nosso casamento?

- Aos dois! Primeiro, ninguém me avisou sobre decoração de natal. Segundo, você não me falou quando vai ser a data do nosso casamento.

PJ- Sabe que eu não pensei nisso ainda? – ele me olha com os olhos arregalados.

- Sério mesmo? – pergunto o encarando.

PJ- O que acha de fevereiro? Março?

- Porque não na primavera? Ficaria lindo nosso álbum de casamento com as flores de cerejeira nascendo nas árvores.

PJ- Não tá sonhando demais não querida? – ele diz sentando-se na cama me olhando com uma sobrancelha arqueada. – Ainda temos que esperar sua mãe autorizar.

- Ela não disse nada, e acha mesmo que minha mãe vai interferir nisso?

PJ- Sei lá, acho que...meio que devíamos esperar seu aniversário passar...pra termos certeza de que você terá dezenove.

- Dezenove? – pergunto franzindo a testa.

PJ- Sim, dezenove. Esqueceu que aqui na coreia fazemos aniversário duas vezes em um ano?

- Ops...tinha esquecido. - digo desviando o olhar envergonhada.

PJ- O que acha? Prefere esperar o seu aniversário?

- Acho que sim.

 

Mesmo com todo esse momento entre eu e ele, não tiro meus pensamentos da Duda. Eu me pergunto como ela está lidando com tudo isso, como ela está reagindo a gravidez. Sei que ela é forte, mas ainda sim me preocupo muito com ela. 

Deixo transparecer minha preocupação. Jimin toca levemente meu queixo e pressiona os lábios contra os meus. Ele olha em meus olhos e alisa meu rosto.

PJ- Tem algo de errado. Vai me contar ou vou ter que descobrir?

- Contar o que? – desvio o olhar nervosa com a sua pergunta.

PJ- É muito grave? - ele pergunta mantendo os olhos fixos em mim.

- Acho que sim...

PJ- É com a Duda e o Jungkook, né?

- Como você sabe? - pergunto surpresa.

PJ- Quando estávamos no show, Jungkook estava muito estranho.

- Estranho como? - ele diz interessado no assunto.

PJ- Eu perguntava sobre a Duda, mas ele sempre mudava de assunto. – ele se aproxima mais de mim e me abraça. – Perguntei pra ele várias vezes sobre o que estava acontecendo. Até que ele resolveu me contar.

- Contar...- digo o apresando.

PJ- Ele encontrou um teste de gravidez no quarto. Desses de farmácia mesmo. O Jungkook está preocupado, ele acha que pode ser da Duda.

- Não o julgo, estou igualzinha a ele.

PJ- Ela te contou algo?

- Sim, mas promete que não vai contar nada pra ele? – digo erguendo o dedo mindinho para o mesmo.

PJ- Prometo! – ele envolve seu mindinho com o meu e balança nossas mãos. – Agora conta.

- Duda me falou que está grávida. Mas ela disse que tem medo de contar pro Jungkook por causa da reação dele.

PJ- Oxe, ela vai esconder isso dele até a barriga começar a aparecer e todos perceberem?

- Foi o que eu disse, então ela combinou comigo de contar a verdade ao Jungkook no Natal.

PJ- NA CEIA? - ele pergunta com os olhos arregalados fixos nos meus.

- Basicamente. 

PJ- Não sei se isso vai ser uma boa ideia. Não garanto que a reação do kook seja uma das melhores.

- Kook? - pergunto arqueando uma sobrancelha.

PJ- Algum problema em chama-lo assim?

- Não, nenhum. – digo revirando os olhos.

PJ- S/n, pode parar com esses ciúmes bobos? – ele toca meu rosto.

- Hum...- olho para ele. – Está bem, vou esquecer sobre isso. – pressiono meus lábios contra os dele e o deito novamente na cama.

Suas mãos seguram firmemente minha cintura. Seus lábios continuam junto aos meus, porém, ele se afasta quando ouve as batidas repentinas na porta. O mesmo me põe de lado e vai até a porta. Observo sua cara de surpresa quando abre a porta e dá de cara com a Duda.

Duda- A S/n está ai? – ouço a mesma perguntar. Inclino a cabeça para que ela me veja com clareza. Antes mesmo que Jimin responda sua pergunta, ela entra no quarto e vem em minha direção desesperada. – S/n, por favor, preciso de sua ajuda! – ela diz sentando-se na cama e segurando minhas mãos.

Por um segundo achei que a mesma fosse se incomodar com o Jimin no quarto, mas depois que expliquei tudo para ela, já não importava mais se ele esteve ali ou não.

Duda- Jungkook descobriu tudo.

- Como assim?

Duda- Eu comprei um teste de gravidez hoje de manhã na farmácia, para ter certeza mesmo, mas ai depois que eu usei, esqueci de jogar fora...quer dizer guardar.

- Deixa eu adivinhar, ele encontrou isso no banheiro, pesquisou na internet e chamou você pra conversar. Correto?- Vejo a mesma balançar a cabeça confirmando.

PJ- O que ele falou?

Duda- Ele não disse nada.

PJ- Como assim? – ele olha para ela confuso.

Duda- Quando estávamos no quarto, ele apenas me encarou e perguntou porque não tinha dito a ele, mas quando fui explicar ele apenas saiu do quarto.

- Sabe aonde ele foi?

Duda- Não tenho ideia.

PJ- Eu sei onde ele pode está!

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, e me perdoem se ficou desinteressante. Sorry!

OBRIGADA PELA LEITURA!

Comentários?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...